Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Ideologização da violência no capitalismo: contribuições da psicologia da libertação de Martín-Baró / Ideologization of violence in capitalism: contributions of Martín-Baró's liberation psychology

Martins, Karina Oliveira; Junior, Fernando Lacerda.
Gerais (Univ. Fed. Juiz Fora); 11(2): [221 - 235], jul. 2018.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-914628
O presente trabalho apresenta as reflexões de Ignacio Martín-Baró sobre a ideologização da violência. Para tanto, divide-se em três partes. Na primeira parte, apresenta como Martín-Baró definiu violência, ideologia e desideologização destacando as principais ideias do autor sobre fenômenos que considerava fundamentais. Em seguida, são descritos sete processos psicossociais que demonstram a estreita relação entre ideologia e violência na perspectiva de MartínBaró a) a difusão de uma concepção "neutra" e "moral" de violência; b) a conversão da violência em um problema técnico e administrativo, facilitando, assim, a proliferação de atos violentos; c) a desvalorização das vítimas dos atos violentos pela criação da imagem do "inimigo"; d) as consequências psicológicas da polarização social; e) a guerra psicológica; f) o fatalismo como processo psicossocial produzido pela violência estrutural; g) a desatenção seletiva. Por fim, o artigo discute limitações das propostas de Martín-Baró, assim como as contribuições de suas análises para a crítica da sociedade capitalista e para o fomento de práticas de transformação social.
Biblioteca responsável: BR378.1