Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

O naturalismo de Euclides da Cunha: ciência, evolucionismo e raça em os sertões

Souza, Vanderlei Sebastião de.
Fênix; 7(2): 1-22, mai./jun./ jul./ago. 2010.
Artigo em Português | BVS Pensamento Social, FIOCRUZ | ID: bps-1780
Este artigo trata das concepções naturalistas presentes na narrativa literária de Euclides da Cunha em Os Sertões. Embora essa obra seja mais freqüentemente associada ao pré-modernismo, meu interesse consiste em demonstrar que seu autor está imerso nas interpretações que marcaram onaturalismo literário do último quartel do século XIX, de modo que a experiência social é apreendida porEuclides da Cunha a partir de uma forte dependência em relação aos fatores biológicos ou ecológicos. Deste modo, considerando que ciência, natureza e sociedade aparecem como elementos imbricados ao longo das páginas de Os Sertões, o objetivo central deste trabalho é analisar em que termos onaturalismo, as teorias evolucionistas e as idéias raciais são acionadas por Euclides da Cunha em sua interpretação sobre a formação nacional brasileira.(AU)
Biblioteca responsável: BR1273.1