Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Trajetória intelectual de José Américo: contribuições para o pensamento social brasileiro

Brandão, Nilvanda Dantas.
João Pessoa; s.n; 2012. 231 p. ilus.
Tese em Português | BVS Pensamento Social, FIOCRUZ | ID: bps-1873
O presente trabalho tem o objetivo de interpretar sociologicamente a atuação de José Américo de Almeida, num contexto compreendendo os anos de 1920 a 1960, período marcado pela modernização industrial, pelas transformações políticas e artísticas e pela formação do pensamento social brasileiro, buscando destacar aspectos de sua trajetória intelectual que denotam contribuições para as Ciências Sociais, expressas por meio de obras e ações nos campos literário, político e científico. A discussão é feita a partir do diálogo travado entre os intérpretes do Nacional no processo de institucionalização das Ciências Sociais no Brasil e o intelectual paraibano, envolvendo a análise de obras deste, a saber, textos científicos, romance, autobiografia, discursos, entrevistas, memórias e cartas, girando em torno de temáticas relativas ao Brasil moderno, democrático e miscigenado. A conclusão é que a contribuição de José Américo para a formação do pensamento social brasileiro, no campo científico, reside em sua proposta de uma antrossociologia, na qual defende positividades (criatividade, resistência e diversidade) na identidade nacional miscigenada e sua dissociação com o atraso social e econômico, entendendo a falta de desenvolvimento como efeito da ausência de uma democratização do poder e do capital, o que inspirou sua denúncia e crítica social no romance que veio a se tornar sua contribuição inovadora no campo literário e, no campo político, sua ideia de democracia. O referencial teórico e metodológico do trabalho se apóia na teoria da reflexividade de Pierre Bourdieu, destacadamente os conceitos de Campo e Habitus. A pesquisa se insere no âmbito dos estudos de trajetória intelectual, mais especificamente no campo do pensamento social brasileiro.(AU)
Biblioteca responsável: BR1273.1