Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Violência e ajustamento na colonização do trópico: notas sobre as interpretações de Sérgio Buarque de Holanda e Gilberto Freyre

Monteiro, Allan Rodrigo Arantes.
Est. Soc.; 2(19): 1-16, 2013.
Artigo em Português | BVS Pensamento Social, FIOCRUZ | ID: bps-2059
Este ensaio compara as interpretações formuladas por Gilberto Freyre e Sérgio Buarque de Holanda a respeito da colonização portuguesa nas terras do Brasil, com destaque à relação entre os homens e o meio tropical nessa fase de ocupação. Um primeiro aspecto a ser destacado é a relativa correspondência de foco e temática em torno de concepções gerais sobre o processo de colonização, demarcando posições interpretativas por vezes distintas, por vezes complementares a respeito da natureza dos trópicos, das características do elemento colonizador e de sua relação com os grupos indígenas habitantes da terra e com os africanos trazidos como escravos. Um segundo aspecto refere-se ao tratamento regionalizado conferido por esses autores em trabalhos voltados a uma compreensão mais detalhista e localizada desse processo, resultando numa descrição comparativa entre manchas socioculturais com valores e práticas distintas de interação com o meio natural de um lado o Nordeste da civilização da cana, como apresentado por Freyre no livro "Nordeste"; de outro, São Paulo dos bandeirantes, conforme descrito por Sérgio Buarque de Holanda nos livros "Caminhos e fronteiras" e "Monções".(AU)
Biblioteca responsável: BR1273.1