Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Mito e religião no pensamento político de José Carlos Mariátegui / Myth and religion in José Carlos Mariátegui's political thought

Melo Junior, Sydnei Ulisses de.
Campinas; s.n; 2015. 186 p.
Tese em Português | BVS Pensamento Social, FIOCRUZ | ID: bps-2321
Esta dissertação é dedicada ao estudo dos trabalhos do marxista peruano José Carlos Mariátegui (1894-1930) e, especialmente, à análise da importância política assumida pelos conceitos de mito e religião no conjunto de sua obra. Os capítulos referem-se a três etapas da vida do autor - a juventude (1914-1919), o exílio (1919-1923) e o regresso e posterior militância socialista no Peru (1923-1930) - e por meio da exposição de sua formação intelectual e política procuramos compreender as preocupações do Amauta com os conceitos acima mencionados. A pesquisa mostra que, contrastado a outros autores clássicos do marxismo, Mariátegui assume um olhar mais sensível ao papel histórico e social cumprido por diferentes manifestações religiosas - contribuindo para isto a referência a sua formação pessoal e familiar, marcada por mística e religiosidade. Em seu desenvolvimento como socialista, o Amauta incorpora ao seu discurso termos como mito, fé e religiosidade, que passam a constituir o horizonte de sua reflexão revolucionária. Por outro lado, ao demonstrar uma preocupação criteriosa com a análise das manifestações políticas e históricas de atores e instituições religiosas - tanto na Itália, quanto no Peru e no continente latino-americano - Mariátegui não deixa, porém, de distanciar-se de críticas racionalistas e anticlericais, afirmando uma "nova concepção" de religião, mais ampla e profunda, que se descola de adjetivações obscurantistas. (AU)
Biblioteca responsável: BR1273.1