Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

O exílio de Darcy Ribeiro e Ángel Rama: intelectuais, cultura e política na América Latina

Bomeny, Helena; Josiowicz, Alejandra.
Caxambu; Anpocs; 28 out. 2016. 28 p.
Monografia em Português | BVS Pensamento Social, FIOCRUZ | ID: bps-2618
Este texto trata do encontro de dois intelectuais provocado pelo exílio de um deles, seguido do exílio de outro. Os exílios de Darcy Ribeiro (1922-1997) e Ángel Rama (1926-1983) se deram em momentos distintos e em países diferentes. O de Darcy Ribeiro começano Uruguai em 1964. Data dali seu encontro com Ángel Rama. Permanece em Montevidéu até 1968, quando retorna ao Brasil acreditando em notícias sobre a liberalização do regimepolítico decorrente do Golpe de 1964. Três meses após sua chegada, em dezembro de 1968, o governo militar decretou o Ato Institucional N.5, documento que instaura o período maisviolento da ditadura. Darcy Ribeiro é preso, até que, em 1969, absolvido dos crimes pelos quais havia sido acusado, foi “convidado” pelos militares para deixar o Brasil. O exílio agoraserá na Venezuela onde novamente se encontra com Ángel Rama. Curto período. Em 1970 deixa a Venezuela, seguindo para o Chile e o Peru, retornando ao Brasil definitivamente em 1976. Esse período entre 1964 e 1976 constitui a que poderia ser considerada sua experiência latino-americana mais forte com consequências fundamentais para a ampliação do universo reflexivo sobre o Brasil, consolidando nele o que cultivava como pertencimento latino-americano. (AU)
Biblioteca responsável: BR1273.1
Localização: BR1273.1