Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Vida rural e mudança social no Brasil: tradição e modernidade na sociologia de Maria Isaura Pereira de Queiroz

Lopes, Aline Marinho.
Rio de Janeiro; s.n; 2012. 250 p.
Tese em Português | BVS Pensamento Social, FIOCRUZ | ID: bps-2643
Esta tese tem por objetivo analisar a contribuição da obra de Maria Isaura Pereira de Queiroz para o entendimento do processo de mudança social no Brasil e, portanto, para a sociologia brasileira, destacando as peculiaridades de seu pensamento. Através de um conjunto de pesquisas sobre o cangaço, o messianismo, as festas populares, o catolicismo rústico, os bairros rurais, a obra de Maria Isaura procura analisar a estrutura e a organização das populações rurais. A partir da variedade temática que caracteriza a sua obra, é possível identificar dois eixos centrais que perpassam o conjunto de suas análises. De um lado, debruçando-se sobre um conjunto bastante heterogêneo de fenômenos, a autora privilegia um enfoque voltado à análise das práticas sociais, culturais, políticas e econômicas peculiares ao universo rural, concentrando seus esforços de análise, de maneira mais específica, sobre a camada constituída pelos homens livres e pobres do campo. No entanto, a ênfase na estrutura não exclui a análise das transformações relacionadas ao processo de transição de uma sociedade baseada no predomínio da atividade rural para uma sociedade em que os elementos urbanos e industriais assumem proeminência no conjunto da sociedade. A questão da mudança social constitui, desse modo, um segundo eixo em torno do qual se organiza a sua análise. A estruturação do trabalho segue um recorte temático, dividindo-se em cinco capítulos.
Biblioteca responsável: BR1273.1
Localização: BR1273.1