Your browser doesn't support javascript.

BVS CLAP/SMR-OPAS/OMS

Centro Latino Americano de Perinatologia, Saúde da Mulher e Reprodutiva

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

O muro invisível: a nacionalidade como discurso reificado na fronteira Brasil-Bolívia / The invisible wall: nationality as a reified discourse on the Brazil-Bolivia border

Universidade Federal de Mato Grosso do SulCosta, Gustavo Villela Lima da.
Tempo soc ; 25(2): 141-156, nov. 2013.
Artigo em Português | HISA (história da saúde) | ID: his-34456
Este artigo procura entender, a partir de pesquisa etnográfica, em que medida a nacionalidade constitui uma categoria central na vida dos moradores fronteiriços e como e em que momentos o discurso da identidade nacional se impõe como principal fator explicativo para conflitos e interações sociais na fronteira, adquirindo eficácia e poder. Este discurso que divide os moradores da fronteira entre bolivianos, de um lado, e brasileiros, de outro, é uma construção identitária contextual e que explicita as relações de poder e de disputa por bens materiais e imateriais. Se há nesta fronteira, certamente, espaços sociais de circulação, de fluxos e trocas, que vão muito além da economia, podemos afirmar que existe também a construção simbólica de outras fronteiras, as quais reificam preconceitos na região. (AU)
Biblioteca responsável: BR1273.1
Localização: BR1273.1