Your browser doesn't support javascript.

Plataforma de Conhecimentos

PROGRAMA MAIS MÉDICOS

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Território e gestão do trabalho médico nas equipes de saúde da família em uma região de saúde de Minas Gerais / Territory and management of medical work in family health teams in a health region of Minas Gerais

Santos, Isabel Domingos Martinez dos.
Rio de Janeiro; s.n; 2018. mapas, tab.
Tese e Dissertações em Português | LILACS | ID: biblio-910473
Este trabalho é um estudo de caso de cunho exploratório desenvolvido a partir da utilização de abordagens quantitativa e qualitativa. Teve como objetivo analisar as características territoriais, a distribuição de médicos e os processos de gestão do trabalho médico na Estratégia Saúde da Família (ESF) de municípios de uma região de saúde no estado de Minas Gerais. Sua realização teve como pressupostos a percepção de que a distribuição de vínculos de trabalho médico possui relação intrínseca com características territoriais e da existência de mútuas influências entre a dinâmica de trabalho desses profissionais no território e os processos de gestão do trabalho médico na ESF. Nas variáveis selecionadas para a etapa descritiva, destacou-se a centralidade exercida pelo Polo Juiz de Fora, sobretudo, no que concerne à distribuição de vínculos e da localização de moradia de médicos ao se comparar aos demais municípios da região. Como pontos de debate emergiram a exclusiva responsabilidade dos municípios sobre a execução da AB/ESF e suas diferentes capacidades na gestão dessas políticas. A incipiente participação do estado nos processos de gestão do trabalho médico na ESF e a fraca capacidade de articulação regional sobre essa temática foram identificados nessa região de saúde como possíveis dificultadores para a implementação de estratégias e iniciativas intergovernamentais. A necessidade de maior participação do ente estadual e das instâncias regionais na localidade também foi percebida no que tange ao PROVAB e ao PMM. Embora esses programas do Ministério da Saúde tenham se constituído como importantes avanços no que tange ao provimento de médicos na ESF do país, foi possível notar desafios a serem superados em sua implementação nos municípios da região de saúde. A busca por solucionar os impasses e dificuldades de provimento e fixação de médicos requer o fortalecimento da perspectiva regional e o envolvimento articulado dos três entes governamentais na condução da AB e ESF.(AU)
This work is an exploratory case study developed from the utilization of quantitative and qualitative approaches. It had the objective to analyze territorial characteristics, doctors' distribution and medical work management process in Family Health Strategy (FHS) of counties from a health region in Minas Gerais state. Its execution had the assumptions of the perception that the distribution of medical work bonds has intrinsic relations with territorial characteristics and of the existence of mutual influences between work dynamic of these professionals on territory and medical work management process in FHS. On selected variables for descriptive step, it was highlighted the centrality practiced by Juiz de Fora Pole, especially in relation to the distribution of bond and the localization of doctor housing in comparison to other counties of region. The exclusive responsibility of counties over the BA/ FHS and their different capacities in those politics management emerged as some debate points. The incipient state participation in medical work management process at FHS and the weak capacity of regional articulation about this thematic were identified in this health region as possible hamper to the implementation of intergovernmental strategies and initiatives. The necessity of a greater participation of the state entity and of the regional instances in the locality were also perceived regarding the PROVAB and MDP (More doctors program). Although those programs of Health Ministry might be constituted by as important advances in the provision of doctors in FHS of the country, it was possible to notice challenges to overcome in its supplementation in counties of the health region. The search for solving impasses and difficulties of provision and setting of doctors requires the strengthening of regional perspective and the articulated involvement of the three government entities in BA and FHS conduction.(AU)
Biblioteca responsável: BR1.1