Your browser doesn't support javascript.

Plataforma de Conhecimentos

PROGRAMA MAIS MÉDICOS

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Implantação das políticas públicas de provimento e fixação de médicos no Ceará / Implementation of public provision policy and establishment of physicians in Ceará

Ribeiro, Marco Túlio Aguiar Mourão; Montenegro Junior, Renan Magalhães; Fiuza, Tatiana Monteiro; Esteche, Frederico Fernando; Rebouças, Barbarah Nogueira; Barreto, Ivana Cristina de Holanda; Sousa, Geziel dos Santos de; Ferreira, Marcelo José Monteiro.
Cad. Esp. (Ceará); 12(1)jan.-jun. 2018.
Artigo em Português | Coleciona SUS (Brasil) | ID: biblio-967190
A partir de 2011, os Ministérios da Saúde e da Educação instituíram programas para prover e fixar os profissionais médicos na atenção primária do Brasil. Este artigo tem como objetivo trazer um relato da implantação destes programas no Ceará a partir de 2012. Trata-se de um estudo descritivo, realizado através de análise documental e coleta de dados que relata a experiência da implantação e implementação dos programas de provimento no estado do Ceará, compreendendo o período entre 2012 e 2016. O Ceará possui, atualmente, 2.352 equipes de saúde da família implantadas, sendo que mais da metade destas são vinculadas aos programas de provimento. Observou-se que 69% dos médicos trabalham nos municípios classificados como G100 e Pobreza. Por meio deste relato de experiência, pode-se considerar a possibilidade de ampliação do número de equipes de saúde da família, capacitando a oportunidade do provimento de médicos para municípios classificados como de extrema pobreza e vulnerabilidade no interior do estado, além de promover a longitudinalidade do cuidado.(AU)
As of 2011, the Ministries of Health and Education have instituted programs to provide and fix medical professionals in primary care in Brazil. This article aims to provide an account of the implementation of these programs in Ceará from 2012. This is a descriptive study, conducted through documentary analysis and data collection that reports on the experience of the implementation of the state's welfare programs of Ceará, comprising the period between 2012 to 2016. Ceará currently has 2,352 family health teams implanted, more than half of which are linked to the provision programs. It was observed that 69% of doctors work in municipalities classified as G100 and Poverty. Through this experience report, it is possible to consider the possibility of expanding the number of family health teams, enabling the provision of doctors to municipalities classified as extreme poverty and vulnerability within the state, in addition to promoting longitudinality of care.(AU)
Biblioteca responsável: BR1.1