Your browser doesn't support javascript.

Plataforma de Conhecimentos

PROGRAMA MAIS MÉDICOS

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

A integralidade nas práticas de saúde após implantação do Programa Mais Médicos: a experiência da Unidade Básica de Saúde Samambaia: Juatuba- MG / The integrality in health practices after the implementation of the Mais Médicos Programme: Basic Health Unit Samambaia: Juatuba. MG

Cruz, Marina Abreu Corradi.
Campinas; s.n; 2015.
Tese e Dissertações em Português | LILACS | ID: lil-775926
Este projeto de pesquisa teve como objetivo identificar aspectos relativos ao princípio da integralidade nas práticas de saúde vivenciadas na Unidade Básica de Saúde (UBS) Samambaia, Juatuba/MG, a partir da implantação e implementação do Programa Mais Médicos (PMM), em 2013. O estudo foi realizado por meio de pesquisa qualitativa e descritiva e a investigação aconteceu por meio da observação in loco e entrevistas semiestruturadas com usuários da UBS e o profissional médico do PMM. A pesquisa foi norteada pelos princípios doutrinários do SUS, neste caso a integralidade, sendo este entendido como a articulação entre serviços e as práticas desenvolvidas pelos profissionais de saúde envolvidos na assistência e as reflexões apresentadas foram fundamentas nas percepções dos usuários e do profissional médico da UBS. A pesquisa identificou ações e práticas de saúde na UBS Samambaia que refletem a perspectiva de um atendimento integral, mesmo percebendo limites no que se refere a integralidade enquanto atributo prioritário na assistência a sáude. No que diz respeito às percepções dos usuários sobre melhorias advindas do PMM, observou-se que os mesmos não as relacionam ao Programa.
This research project aimed to identify aspects of the principle of integrality in health practices experienced in the Basic Health Unit (BHU) Samambaia, Juatuba/MG, from the institution and implementation of the Program Mais Médicos (PMM) in 2013. The study was conducted through qualitative and descriptive research that was realized through field observation and semi-structured interviews with BHU's users and the medical professional of the PMM. The research was guided by the doctrinal principles of SUS, in this case the integrality, understood as the articulation between services and practices developed by health professionals involved in the care and the reflections presented were justified in the BHU's users perceptions and his medical professional. The research identified actions and health practices at BHU Samambaia that reflect the perspective of an integral care, even if it realizes some limits regarding the attribute of integrality as a priority in health care. With regards to the user's perceptions about improvements arising from the PMM, it could be observed that they do not relate them to the Program.
Biblioteca responsável: BR1.1