Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 68
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
Periodontia ; 29(1): 22-29, 2019. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-994604

RESUMO

O presente estudo objetivou descrever dois casos clínicos de recessão gengival em incisivos inferiores Classe II de Miller, tratados através da técnica de enxerto gengival livre. Ambos pacientes eram do gênero feminino, com condição sistêmica saudável e procuraram atendimento em consultório particular. O diagnóstico e plano de tratamento foi enxertia gengival para os dois casos e o prognóstico considerado favorável. A sequência da técnica cirúrgica foi descrita para cada situação clínica individual. Também foi relatado o pós-operatório e a preservação dos dois casos clínicos. Observou-se que o recobrimento radicular foi obtido para as duas situações clínicas, sendo que o caso 1 teve um maior percentual de recobrimento de 90% e apresentou um "crepping attachment", e o caso 2, em função da altura da recessão, teve um recobrimento de 57%, que são resultados considerados favoráveis para a técnica empregada. Pôde-se concluir que a técnica cirúrgica executada nesta descrição clínica foi resolutiva no aspecto de efetivo ganho de gengiva ceratinizada em parte da área desnuda, possibilitando melhorias na condição de saúde periodontal e nos métodos de higiene adotados pelo paciente. (AU)


The present study aimed at modifying the clinical cases of Miller's Class II in lower lateral incisor gingival recessions, followed by the free gingival graft technique. Both patients were of the female gender, had a healthy systemic condition and were attended in a private practice, the diagnosis and plan of treatment was gingival graft for both cases and the prognosis were considered favorable. The sequence of the surgical technique was reported for each individual clinical situation. The postoperative period and the proservation of the two clinical cases were also reported. It was observed that the root coverage was revised for both clinical situations, with case 1 having a higher percentage of root coverage of 90% and presenting a "creping attachment", and case 2, as a function of the height of recession has covering of 57%, which is results considered favorable for the technique used. It was concluded that the surgical technique used in the description of this case was decisive in the effective gain of keratinized gingiva in the recession area, allowing for improvements in periodontal health and the hygiene methods adopted by the patient (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Periodontia , Saúde Bucal , Transplantes , Retração Gengival , Incisivo
2.
Periodontia ; 29(3): 24-29, 2019. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1023186

RESUMO

Introdução: As técnicas de enxerto gengival livre têm como principal objetivo a criação/aumento da faixa de mucosa ceratinizada. Quando se utiliza o tratamento químico da raiz e o correto posicionamento do enxerto no leito receptor podem acarretar em um fenômeno incomumdenominado de Creeping Attachment. Objetivo: descreverum caso de recobrimento radicular apósum enxerto gengival livre e Creeping Attachment. Relato do caso: Paciente sexo masculino, 28 anos de idade, não fumante e sem alterações sistêmicas apresentouse a faculdade de odontologia Universidade Federal de Santa Catarinacom a queixa principal de comprometimento estético e hipersensibilidade dentinária na região anterior-inferior. No exame clínico verificou-se uma recessão gengival unitária no dente 41, classificada como classe I de Miller. Logo indicou-se a cirurgia de enxerto gengival livre, obtido da região de palato duro, visandouma melhora estética efuncional, bem como a remissão da hipersensibilidade. Conclusão: Diante dos resultados clínicos podemos concluir que o enxerto gengival livre é uma técnica previsível e de fácil realização para o aumentoda faixa de mucosa queratinizada para posterior recobrimento radicular, contudo apesar de incomum o fenômeno Creeping Attachment deve ser esperado como alternativa a etapade recobrimento radicular. (AU)


Introduction: Free gingival graft techniques have as main objective the creation / increase of the keratinized mucosa band. When using the chemical treatment of the root surfaceand the correct positioning of the graft in the recipiente bed can lead to anuncommon phenomenon calledCreeping Attachment. Objective: This scientific paper describes a clinical case of root coverage after a free gingival graft and Creeping Attachment. Case Report: A 28-year-old male patient, non-smoker, was assisted in the Federal University of Santa Catarina by students and teachers of dentistry presented the main complaint the aesthetic impairment and dentin hypersensitivity in the anterior region of the jaw. In the clinical examination was observed an unitary gingival recession in tooth 41, classified as Miller class I. The gingival graft surgery, obtained from the hard palate region, was then indicated to improve the esthetic and functional condition, as well as to promove the end of symptoms of hypersensitivity. Conclusion: Inview of the clinical results we can conclude that the free gingival graft is a predictable and easy to perform technique to increase the line of keratinized mucosa for the subsequent root coverage. However, although the Creeping Attachment phenomenon is uncommon, it should be expected as an alternative to the root coverage (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Periodontia , Regeneração Tecidual Guiada Periodontal , Transplantes , Retração Gengival
3.
Periodontia ; 29(3): 48-54, 2019.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1023896

RESUMO

Os problemas periodontais possuem uma grande prevalência na população em geral. Estes se caracterizam pela alteração e/ou destruição dos tecidos de suporte dentário. A regeneração periodontal, que consiste na reconstrução de alguma parte perdida do periodonto, ainda enfrenta alguns desafios no que tange ao tratamento de recessões gengivais. Atualmente, o considerado padrão ouro para estes tratamentos é o retalho avançado coronalmente adjunto ao enxerto de tecido conjuntivo subeptelial. Contudo, novas técnicas têm surgido, buscando aumentar a eficácia e diminuir o desconforto dos pacientes submetidos a estes procedimentos. A fibrina rica em plaqueta (PRF) é uma nova geração de agregados plaquetários, com um processamento simples e rápido, que se mostra capaz de dar um novo rumo à regeneração tecidual. Esta já vem sido estudada e aplicada como um acelerador de cicatrização, tanto em tecidos moles quanto duros, devido à liberação de citocinas e fatores de crescimento por um longo tempo. O objetivo deste trabalho foi realizar uma breve revisão de literatura, buscando artigos científicos através da plataforma CAFe, PubMed e Scielo, afim de descobrirmos em que ponto a ciência está em relação ao uso do PRF nos tratamentos de recessão gengival e quais são as suas possíveis aplicações clínicas. Pode-se concluir que, apesar de ter uma técnica simples de uso, eficácia na cicatrização e diversas aplicabilidades, ainda precisamos de mais estudos com acompanhamento a médios e longos prazo para definirmos as limitações deste biomaterial. (AU)


Periodontal problems have a high prevalence in the general population. These are characterized by the alteration and/or destruction of dental's support tissues. Periodontal regeneration, which consists in the reconstruction of some lost part of the periodontium, still faces some challenges regarding the treatment of gingival recessions. Currently, the gold standard for these treatments is the coronally advanced flap attached to the subeptelial connective tissue graft. However, new techniques have emerged, seeking to increase efficacy and decrease the discomfort of patients undergoing these procedures. Platelet-rich fibrin (PRF) is a new generation of platelet aggregates, with a simple and fast processing, showing itself capable of giving a new direction to tissue regeneration. This has been studied and applied as a healing accelerator, both in soft and hard tissues, due to the release of cytokines and growth factors for a long time. The objective of this work was to carry out a brief review of the literature, searching for scientific articles through the CAFe platform, PubMed and Scielo, in order to find out where the science spot is due to the use of PRF in gingival recession treatments and what their possible clinical applications are. It can be concluded that, despite having a simple technique of use, healing efficacy and several applicability, we still need more follow-up studies in the medium and long term to define the limitations of this biomaterial. (AU)


Assuntos
Tecido Conjuntivo , Transplantes , Fibrina Rica em Plaquetas , Retração Gengival
4.
São Paulo; s.n; 20180000. 60 p.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1024970

RESUMO

Uma das maneiras para corrigir a falta de volume ósseo em região posterior de maxila é o uso de enxertos ósseos para levantamento de assoalho de seio maxilar. O diagnóstico por imagem da região que recebeu o enxerto permite um planejamento cirúrgico preciso para a colocação de implantes dentários. Dentre os métodos descritos na literatura, a tomografia computadorizada por feixe cônico (TCFC), é uma técnica precisa para a obtenção de mensurações fiéis das dimensões do rebordo, e para avaliação da densidade mineral óssea (DMO). Recentemente, estudos têm demonstrado a técnica por imagem de ressonância magnética (RM) como uma técnica alternativa para avaliação da DMO também, além de apresentar a vantagem de não emitir radiação ionizante. No entanto, não existe um consenso na literatura sobre a diferença da precisão dos métodos descritos acima para diagnósticos clínicos de enxertos feitos em região de seio maxilar. Diante disso, o objetivo do presente estudo é comparar e correlacionar as medidas das dimensões obtidas de regiões enxertadas em seio maxilar de imagens de TCFC com as imagens de RM.


Assuntos
Imagem por Ressonância Magnética , Transplantes , Implantação Dentária
5.
Full dent. sci ; 8(31): 43-47, 2017. ilus
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-910124

RESUMO

A instalação de implantes osseointegráveis na região posterior da mandíbula ainda pode ser considerada um grande desafio, principalmente em casos que envolvam reabsorção óssea vertical avançada. A técnica de aumento ósseo vertical por meio de enxerto interposto é uma alternativa interessante para a reconstrução desses defeitos. Por meio desta técnica, é possível um ganho vertical variando de 6 a 12 mm, possibilitando a instalação dos implantes com segurança. Este relato tem como objetivo demonstrar o passo a passo para a realização da técnica de aumento vertical por meio de enxerto de bloco ósseo interposto, fixado por meio de placa e parafuso de titânio (AU).


The installation of dental in implants the posterior mandible is still considered a major challenge, especially in cases with advanced vertical bone resorption. The vertical bone augmentation technique by means of interpositional bone grafts is an interesting alternative for the reconstruction of these defects. Through this technique, a vertical gain ranging from 6 to 12 mm is possible, allowing the placement of the implant safely. This report aims to demonstrate the step-by-step towards vertical bone augmentation technique through interposed bone block graft fixed by miniplate osteosynthesis (AU).


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Relatos de Casos , Transplantes , Aumento do Rebordo Alveolar/métodos , Osteotomia Mandibular , Mandíbula , Reabsorção Óssea/cirurgia , Brasil/etnologia , Tomografia Computadorizada por Raios X/instrumentação , Piezocirurgia/instrumentação
6.
Full dent. sci ; 8(29): 56-60, 2016. tab
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-909349

RESUMO

O aumento considerável de pesquisas na literatura sobre cirurgias plásticas periodontais deve-se principalmente ao aumento da demanda de pacientes que buscam por melhoria na estética bucal. No que diz respeito às cirurgias plásticas de aumento de mucosa ceratinizada e recobrimento radicular, o tratamento padrão ouro são enxerto gengival livre e enxerto conjuntivo subepitelial. Todavia, devido a maior morbidade pós-operatória, quantidade limitada de tecido doador e maior tempo cirúrgico, a busca por um biomaterial substituto de tecido mole tem crescido substancialmente. O objetivo desta revisão de literatura foi avaliar a previsibilidade e viabilidade da matriz de colágeno suíno como um substituto dos enxertos livres autógenos nas cirurgias plásticas periodontais. Por se tratar do biomaterial substituto de tecido mole mais recentemente estudado na literatura, a matriz ainda precisa ser avaliada para melhor previsibilidade de sucesso clínico. De acordo com a literatura revisada, estudos mostram que a matriz apresenta resultados satisfatórios, tanto no aumento de mucosa ceratinizada como em recobrimento radicular. Entretanto, poucos estudos avaliam sua efetividade em longo prazo. Concluiu-se que, apesar dos estudos apontarem que a matriz Mucograft® pode ser uma alternativa aos enxertos autógenos, seu custo é bastante elevado, o que pode inviabilizar sua utilização. Devido a poucos estudos com acompanhamento longitudinal, sua previsibilidade é ainda desconhecida (AU).


The considerable increase of research in the literature on periodontal plastic surgery is mainly due to increased demand from patients looking for improved oral aesthetics. With regard to the gain of keratinized mucosa and root coverage, the gold standard treatment are free gingival graft and subepithelial connective graft respectively. However, due to increased postoperative morbidity, limited amount of donor tissue and increased surgical time, the search for a biomaterial soft tissue replacement have grown substantially. The aim of the present study was to assess the predictability and feasibility of porcine collagen matrix, as a substitute for autogenous free graft in the periodontal plastic surgery. Since it is the replacement soft tissue biomaterial most recently studied in the literature, the matrix still needs to be evaluated to better predictability of clinical success. According to the literature reviewed, studies show that the porcine matrix presents satisfactory results both in gain of keratinized tissue such as in root coverage. However, few studies have evaluated its effectiveness in an adequate follow up. Although studies suggest that Mucograft® matrix can be an alternative to autogenous bone grafts, their cost is very high, which can make it impossible to use. In addition, due to few studies with longitudinal follow-up, its predictability is still unknown (AU).


Assuntos
Colágeno , Estética Dentária , Mucosa Bucal , Procedimentos Cirúrgicos Reconstrutivos/métodos , Suínos , Transplantes/cirurgia , Brasil
7.
Full dent. sci ; 6(23): 243-249, jul. 2015. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-773992

RESUMO

A recessão gengival é definida como o deslocamento da margem gengival apicalmente à junção cemento-esmalte, a qual pode resultar em estética desfavorável, aumento da susceptibilidade de cárie radicular e hipersensibilidade dentinária. O objetivo deste estudo foi apresentar um caso clínico de tratamento periodontal cirúrgico de uma paciente com múltiplas recessões gengivais nas faces vestibulares dos dentes 13 e 14, 23, 24, 25 e 26, classificadas como Classe I e II de Miller. Como método foi utilizada a técnica de enxerto de tecido conjuntivo e deslocamento coronal do retalho para o recobrimento radicular nos dentes descritos acima. Após 12 e 36 meses da cirurgia foi observado um percentual de recobrimento radicular nos dentes 13 e 14 de 80 a 86%, e nos dentes 23, 24, 25 e 26 observou-se um ganho de volume tecidual (tecido queratinizado) e recobrimento radicular de 60 a 89%. Concluiu-se que houve um resultado satisfatório em relação ao recobrimento radicular e aumento de gengiva inserida, resultando em melhor estética e função para a paciente.


Gingival recession can be defined as the displacement of the gingival margin apical to the cemento-enamel junction, resulting in root surface exposure, which can lead to unfavorable aesthetics, increased susceptibility to root caries and dentin hypersensitivity. The objective of this study was to present a clinical treatment of a patient with multiple gingival recessions in teeth 13-14, 23, 24, 25 and 26 (Miller Class I and II). A palatal connective tissue graft was used to cover the root surface. After 12 months, teeth 13 and 14 presented 80-86% of root coverage. An increase of keratinized tissue width and 60-89% of root coverage were observed on teeth 23, 24, 25 and 26. It can be concluded that proper root coverage and tissue augmentation were obtained, resulting on improved aesthetics and function.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Tecido Conjuntivo , Implantes Dentários , Retração Gengival/diagnóstico , Transplantes/cirurgia , Sensibilidade da Dentina , Procedimentos Cirúrgicos Operatórios/métodos , Radiografia Dentária/instrumentação
8.
ImplantNews ; 12(3): 313-322, 2015. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-759667

RESUMO

O objetivo desse artigo foi demonstrar metodologias de preservação da arquitetura gengival em região estética por meio de diferentes tipos de compensações, nas situações de alvéolo cicatrizado, alvéolo fresco íntegro e alvéolo fresco comprometido. As opções de compensações utilizadas em cada caso se mostraram eficientes, de fácil reprodutibilidade e permitiram a manutenção e preservação das características gengivais.


The aim of this article was to demonstrate methods to preserve the gingival architecture in three different alveolar socket situations: healed, fresh intact, and fresh compromised. All options were effective, easy to reproduce, and allow for maintenance of gingival characteristics.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Estética Dentária , Carga Imediata em Implante Dentário , Reabilitação Bucal , Alvéolo Dental , Transplantes
9.
ImplantNews ; 12(3): 301-310, 2015. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-759668

RESUMO

As reabilitações assistidas sobre implantes necessitam do planejamento não só da fixação do implante no interior do tecido ósseo, mas também do planejamento da futura margem gengival. Tendo em vista a presença comum de defeitos anatômicos em pacientes edêntulos, este caso clínico teve como objetivo demonstrar a aplicação de uma técnica de correção de deficiências teciduais em zona estética, por meio de enxerto de tecido conjuntivo subeptelial rotacionado do palato. Um paciente de 39 anos de idade, com ausências nas regiões 11 e 21, foi submetido à fixação de dois implantes de hexágono externo pela técnica mediata. Na reabertura, foi planejado o enxerto de tecido conjuntivo pediculado (técnica do rolo modificada) para melhoria do suporte tecidual vestibular e favorecimento do perfil de emergência das coroas protéticas. Após cinco anos de acompanhamento, o enxerto de tecido conjuntivo subepitelial pediculado mostrou boa estabilidade na manutenção da espessura vestibular e margem peri-implantar. Este acompanhamento clínico de cinco anos permitiu concluir que o enxerto de tecido conjuntivo subepitelial pediculado pode promover e manter a melhoria do contorno tecidual em zona peri-implantar a longo prazo.


Implant-assisted oral rehabilitations require not only the planning of implant fixation within the bone tissue as well as planning for future soft tissue margin. Given the common presence of anatomical defects in edentulous patients, this clinical case aimed to demonstrate the application of a technique for correction of tissue defects in the esthetic zone, through the use of a subepithelial connective tissue graft rotated from the palate. A 39 years-old patient presented with partial edentulism at regions 11 and 21 was treated with two external hex dental implants. The second-stage surgery was planned and a pedicle tissue graft (modified roll technique) to improve the buccal tissue support and to enhance the emergence profile of prosthetic crowns was performed. After 5 years of follow-up, the graft still shows good stability maintaining labial thickness and the peri-implant margins. It can be concluded that the subepithelial connective tissue graft can promote and maintain tissue contours at the peri-implant zone over the long-term.


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Processo Alveolar , Tecido Conjuntivo , Implantes Dentários , Reabilitação Bucal , Transplante de Tecidos , Transplantes
10.
ImplantNews ; 11(2): 176-183, 2014. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-730849

RESUMO

O osso autógeno é considerado padrão-ouro para reconstrução óssea em bloco e sustentação dos implantes dentários, mas limitações na disponibilidade e aumento na morbidade são associados a este material. Assim, o osso xenógeno em bloco vem sendo abordado como um substituto viável ao osso autógeno nos casos de recontorno vestibular do rebordo ósseo. Este caso clínico demonstrou a técnica de utilização deste material. Uma paciente de 52 anos de idade e com deficiência estética significativa na região anterior superior recebeu enxerto sintético em bloco fixado com parafusos apropriados. Após seis meses, quatro implantes foram instalados e permitida a osseointegração por mais seis meses. Tomografias computadorizadas foram realizadas antes (T0), após a cirurgia de enxertia do bloco (T1), e após o tempo de consolidação (T2), com as mudanças nos contornos volumétricos sendo comparadas em programa apropriado. Análises histológicas também foram realizadas ao redor do osso do parafuso removido. A estabilidade volumétrica do material foi considerada compatível com a literatura publicada após seis meses. Houve neoformação óssea ao redor do enxerto xenógeno com atividade de remodelação óssea.


Autogenous bone is considered the gold standard material for bone block reconstruction and dental implant supporting, but limited availability and morbidity are associated to this material. Thus, exogenous block substitutes have been studied for such bone augmentation. This case report describes the potential application of this material. A 52 years-old patient with significant deficit at the anterior region received a synthetic block secured with appropriate screws. Six months later, four dental implants were placed and osseointegration allowed for more six months. CBCT scans were performed at baseline (T0), after block grafting (T1), and after consolidation phase (T2). Volumetric changes were compared in the recommended software. Histological analyses were performed around the retrieved screws. The volumetric stability of this material after six months was considered compatible with the already published literature. Bone neoformation was seen around the xenograft with associated bone remodeling


Assuntos
Humanos , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Maxila , Transplantes
11.
ImplantNews ; 11(3): 369-375, 2014. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-730880

RESUMO

Enxertos ósseos de grande volume podem apresentar dificuldades quanto ao seu recobrimento cirúrgico, risco de exposição e manutenção do volume. Para minimizar os riscos e melhorar a previsibilidade, os autores idealizaram uma técnica de transplante de periósteo pediculado da calota craniana, para recobrir enxertos ósseos maxilares extensos, e são apresentadas as bases teóricas sobre o procedimento. A técnica é apresentada em formato de caso clínico e consiste na abertura do escalpo do paciente, descolamento e transposição da gálea aponeurótica e periósteo para recobrir enxertos ósseos maxilares. Com 18 casos realizados e acompanhamento de 4-17 anos, a técnica se mostrou previsível e segura para casos de enxertos ósseos maxilares de grande volume.


Considerable bone grafts may present complications regarding its surgical risk of exposure and volume maintenance. To minimize risks and improve its predictability, the authors developed a technique to transplant pediculated periosteum of the skull to cover large maxillary bone grafts and present the theoretical basis of the procedure. The technique is presented in consecutive case reports and consists in opening the patient’s scalp, detachment and transposition of aponeurotic galea and periosteum to cover maxillary bone grafts. With 18 cases performed and 4-17 years of monitoring, the technique is predictable and safe in cases of maxillary bone grafts of large volume


Assuntos
Humanos , Idoso , Transplante Ósseo , Maxila , Periósteo , Transplantes
12.
ImplantNews ; 11(6): 740-747, 2014. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-743129

RESUMO

O objetivo deste trabalho foi relatar 12 casos clínicos, realizados com a técnica de abordagem lateral para acesso ao seio maxilar utilizando as trefinas do kit SLA (sinus lateral approach), Neobiotech (Seul, Coreia). Foram selecionados 12 pacientes, com indicação para cirurgia de elevação de seio maxilar para instalação de implantes, na qual a osteotomia da parede lateral do seio foi executada com as trefinas C-Reamer e LS-Reamer acopladas ao contra-ângulo cirúrgico. O desenho das arestas de corte das trefinas foi desenvolvido para reduzir o risco de fenestração da membrana sinusal, complicação mais frequente neste tipo de cirurgia. Esta técnica proporcionou uma osteotomia facilitada e precisa um acesso conservador e uma fresagem segura, sem rompimento da membrana sinusal nos 12 casos operados. As cirurgias foram executadas por operadores com diferentes níveis de experiência, com resultados semelhantes ao final do procedimento.


The aim of this study is to report twelve cases were performed using the lateral approach technique for access to the maxillary sinus with trephines – SLA (sinus lateral approach) kit Neobiotech (Seoul, Korea). We selected twelve patients indicated for surgical elevation of the maxillary sinus for implant placement, which osteotomy of the lateral wall of the sinus was performed with the trephine C-Reamer and LS-Reamer coupled to the surgical hand-piece. The design of the cutting edges of the trephine was developed to reduce the risk of fenestration of the sinus membrane, the most common complication in this kind of surgery. This technique provided an easier osteotomy and accurate access to a conservative and safe milling, without disruption of the sinus membrane in all twelve cases operated. The surgeries were performed by different experience levels operators with similar results after the procedure.


Assuntos
Humanos , Implantes Dentários , Seio Maxilar , Osteotomia , Transplantes
13.
Perionews ; 7(5): 483-487, 2013.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-702275

RESUMO

A evolução da Implantodontia está relacionada com o restabelecimento dos aspectos funcionais e estéticos dos pacientes que apresentam ausências dentárias, principalmente em regiões anteriores superiores. A devolução ou preservação da estética dos pacientes reabilitados com implantes dentários têm permitido o emprego de novas abordagens cirúrgicas, e a sua avaliação ajuda a determinar o comportamento dos tecidos peri-implantares. Desta forma, este artigo teve o objetivo de apresentar uma revisão de literatura referente ao uso do enxerto de tecido conjuntivo, associado a implantes imediatos na região estética, e discutir suas indicações e previsibilidade. De acordo com os estudos analisados, sugere-se que o uso de implantes imediatos em região anterior, associado à colocação do enxerto de tecido conjuntivo subepitelial, pode melhorar o aspecto estético da região anterior superior. Desta forma, esta pode ser uma opção de tratamento para reabilitação daqueles casos em que a função e a estética devem ser priorizadas.


Assuntos
Tecido Conjuntivo , Implantes Dentários , Carga Imediata em Implante Dentário , Transplantes
14.
Perionews ; v.6(n.6): 623-628, nov.-dez. 2012. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-853617

RESUMO

As recessões gengivais provocam efeitos no periodonto e na região peri-implantar, podendo ser causadas por fatores predisponentes, como deiscências ósseas, tecido ceratinizado ausente, influência de fatores associados com as escovações traumáticas, invasão de espaço biológico, doenças periodontais e peri-implantares. Em condições clínicas onde há existência de pouca mucosa ceratinizada, o aparecimento das recessões gengivais é comum, contribuindo para desconforto estético. Essas queixas podem ser resolvidas com técnicas cirúrgicas de enxerto de tecido conjuntivo subepitelial, para o recobrimento do implante osseointegrado, garantindo o tratamento das recessões. Nos moldes das classificações de Miller, o tratamento das recessões pode ser baseado na quantidade de tecidos peri-implantares interproximais, osso e gengiva; definindo, também, a previsibilidade de sucesso de recobrimentos radiculares e implantares. O objetivo deste trabalho foi apresentar um caso de tratamento de recessão gengival peri-implantar em região estética com técnica de enxerto de tecido conjuntivo subepitelial


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Tecido Conjuntivo , Estética Dentária , Retração Gengival , Transplantes
15.
Perionews ; 6(6): 623-628, nov.-dez. 2012. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-686395

RESUMO

As recessões gengivais provocam efeitos no periodonto e na região peri-implantar, podendo ser causadas por fatores predisponentes, como deiscências ósseas, tecido ceratinizado ausente, influência de fatores associados com as escovações traumáticas, invasão de espaço biológico, doenças periodontais e peri-implantares. Em condições clínicas onde há existência de pouca mucosa ceratinizada, o aparecimento das recessões gengivais é comum, contribuindo para desconforto estético. Essas queixas podem ser resolvidas com técnicas cirúrgicas de enxerto de tecido conjuntivo subepitelial, para o recobrimento do implante osseointegrado, garantindo o tratamento das recessões. Nos moldes das classificações de Miller, o tratamento das recessões pode ser baseado na quantidade de tecidos peri-implantares interproximais, osso e gengiva; definindo, também, a previsibilidade de sucesso de recobrimentos radiculares e implantares. O objetivo deste trabalho foi apresentar um caso de tratamento de recessão gengival peri-implantar em região estética com técnica de enxerto de tecido conjuntivo subepitelial.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Tecido Conjuntivo , Estética Dentária , Retração Gengival , Transplantes
16.
Perionews ; 6(1): 31-38, jan. 2012. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-874515

RESUMO

O fumo apresenta uma influência negativa na previsibilidade dos procedimentos de cirurgias plásticas periodontais, principalmente, por meio da deficiência na função de fibroblastos periodontais. A literatura relata bons resultados clínicos de recobrimento radicular com o uso da matriz dérmica celular (MDA) e que a proteína derivada da matriz do esmalte (PDME) contribui para a melhora na atividade fibroblástica. O objetivo desse estudo foi avaliar a MDA associada ou não à PDME para recobrimento radicular em fumantes. Foram selecionados 20 pacientes com retrações gengivais bilaterais Classe I ou II de Miller, > 3 mm. Um grupo foi tratado com MDA e o outro com MDA associada à PDME. Os parâmetros clínicos - profundidade de bolsa a sondagem (PBS), nível clínico de inserção relativo (NCIR), altura da retração gengival (ARG), largura da retração gengival (LRC), quantidade de gengiva queratinizada (QCQ) e espessura da gengiva queratinizada (EGQ) - foram avaliados duas semanas após a terapia períodontal básica (exame inicial) e três meses após os procedimentos cirúrgicos. Par análise estatística, foram usados os testes de Wilcoxon, com nível de significância de 5%. Os dois procedimentos apresentaram resultados favoráveis, com diferenças estatisticamente significantes em todos os parâmetros clínicos após três meses. Não houve diferenças estatisticamente significantes entre os grupos. Concluiu-se que a MDA associada ou não à PMDE pode ser uma alternativa para o recobrimento radicular de retrações gengivais Classe I e II de Miller. Contudo, em pacientes fumantes, a associação da PMDE à MDA parece não mostrar benefícios clínicos adicionais no recobrimento radicular três meses após a cirurgia


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Proteínas do Esmalte Dentário , Retração Gengival , Gengiva/cirurgia , Retalhos Cirúrgicos , Tabagismo , Transplantes
17.
Periodontia ; 22(1): 58-62, 2012. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-728178

RESUMO

A estética tem sido um fator dominante no direcionamento do desenvolvimento da Implantodontia envolvendo, além da anatomia do dente a ser substituído, a aparência saudável e harmônica do tecido periimplantar. A cirurgia plástica periodontal envolve várias técnicas para o tratamento de deformidades ou deficiências mucogengivais e periimplantares e, muitas vezes esses procedimentos requerem o uso de enxerto de tecido gengival associado ao tecido ósseo. O enxerto de tecido conjuntivo e o enxerto ósseo com área doadora de tuber têm sido empregados em momentos diferentes com alto índice de sucesso para obtenção de estética, função e saúde da mucosa periimplantar. O objetivo deste trabalho foi relatar um caso clínico em que o enxerto de tecido conjuntivo foi usado simultaneamente ao enxerto em bloco extraídos da região de tuber da maxila para ganho de volume tecidual periimplantar.


The aesthetic has been a dominant factor in driving the development of the implantology involved, the anatomy of the tooth to be replaced, healthy and harmonious appearance of the peri-implant tissue. The periodontal plastic surgery involves various techniques for the treatment of deformities mucogengivais and peri-implant, and these procedures often require the use of gum tissue graft associated to bone. The connective tissue graft and bone graft donor site with the tuber have been used at different times with a high success rate for obtaining aesthetics, function and health of the periimplant mucosa. The objective of this study was to report a clinical case in which the connective tissue graft was used simultaneously to block graft to gain peri-implant tissue volume.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Tecido Conjuntivo , Implantes Dentários , Transplantes
18.
ImplantNews ; 9(2): 216-222, 2012. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-642432

RESUMO

A utilização dos enxertos ósseos autógenos de calota craniana é uma das opções para as reconstruções de maxila atrófica. Possui diversas vantagens, sobretudo, devido a menor morbidade pós-operatória, quando comparado ao de crista ilíaca, além de apresentar o menor índice de reabsorção durante a incorporação. O presente trabalho teve como proposta discutir as vantagens da enxertia óssea autógena da calota craniana na reabilitação de maxila atrófica, por meio de um relato de caso clínico cirúrgico de uma paciente de 65 anos, pontuando todas as características envolvidas no planejamento, assim como da execução do tratamento proposto. Os resultados foram excelentes, com a obtenção de grande volume ósseo após o enxerto da maxila, o que proporcionou a instalação favorável dos implantes na maxila atrófica. As próteses protocolos trouxeram maior conforto para as funções mastigatórias e fonéticas, além de promoverem melhor assentamento dos tecidos moles da face.


The use of autogenous bone grafts for cranial vault is one of the options for the reconstruction of the atrophic maxilla. It has several advantages, mainly due to lower postoperative morbidity when compared to that obtained from the iliac crest, and lower resorption rate during graft incorporation. Thus, oral rehabilitation with dental implants has become a highly predictable treatment modality, particularly in large reconstructions. This work aims to discuss the advantages of autogenous bone graft from the skull in the rehabilitation of the atrophic maxilla by means of a clinical case report of a 65 years-old patient, detailing all the features involved in planning, as well as the execution of proposed treatment. The results showed an excellent prognosis for success, obtaining high bone volume after grafting of the maxilla, which provided a very favorable implant placement in the maxillary arch. The prostheses have brought greater comfort for mastication and phonetics, and promoted a better accomodation of the facial soft tissues


Assuntos
Humanos , Feminino , Idoso , Implantes Dentários , Maxila , Transplantes , Prótese Total , Reabilitação Bucal , Boca Edêntula
19.
ImplantNews ; 9(5): 721-728, 2012. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-730029

RESUMO

A reabilitação da região posterior da mandíbula atrófica com implantes osseointegráveis é um grande desafio. Os padrões de reabsorção pós-exodontia modificam significativamente a largura e a altura do rebordo ósseo residual. Diferentes técnicas já foram propostas para o tratamento de mandíbulas severamente reabsorvidas. A técnica de divisão e expansão da crista na mandíbula não é controlável devido a grande espessura das corticais ósseas, causando o desprendimento total do bloco ósseo. Uma abordagem técnica em duas etapas na mandíbula é indicada para evitar complicações, diminuindo-se assim à taxa de insucesso sem, no entanto, causar um atraso significante no tratamento.


Rehabilitation of atrophic, mandibular posterior regions with dental implants is a significant challenge. Post-extraction tooth resorption patterns can significantly modify the width and height of the residual bone. Several techniques have been proposed for the treatment of severely resorbed jaws. The technique of crest division and expansion cannot be predictable due to the large thickness of the cortical bone, causing total detachment of bone blocks. Thus, a two-step technical approach may be indicated to prevent complications, decreasing the morbidity rate without, however, causing a significant delaying on treatment time


Assuntos
Humanos , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Implantes Dentários , Mandíbula , Osteotomia , Transplantes
20.
São Paulo; s.n; 2012. 50 p. ilus, tab. (BR).
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-682244

RESUMO

O crescimento gengival é um efeito colateral comum nos indivíduos que recebem transplante de órgão e estão sob terapia imunossupressora. O objetivo deste estudo foi avaliar prospectivamente a ocorrência e severidade do crescimento gengival induzido pelo tacrolimus ou ciclosporina-A, na ausência de bloqueadores de canais de cálcio em indivíduos transplantados renais. Participaram do estudo 64 indivíduos que passaram por cirurgia de transplante e receberam ciclosporina (n=33) ou tacrolimus (n=31) como droga imunossupressora principal. Eles foram avaliados em 5 momentos: pré-transplante, 1, 3, 6 e 12 meses após transplante. Em todas as avaliações foram coletados dados demográficos e parâmetros clínicos periodontais (distância da margem gengival à junção cemento-esmalte, profundidade clínica de sondagem, nível clínico de inserção, índice de placa, sangramento à sondagem, e crescimento gengival). O valor médio de crescimento gengival no grupo ciclosporina foi maior que no grupo tacrolimus após 1 (p=0,04), 3 (p=0,001), 6 (p=0,007) e 12 meses (p=0,001). O crescimento gengival clinicamente significante foi observado em 30,3% (10 sujeitos) no grupo ciclosporina e 12,9% (4 sujeitos) no grupo tacrolimus após o período de 12 meses. Porém, essa diferença não foi estatisticamente significante (p=0,56). Concluímos que apesar de não ter sido encontrada diferença significante na ocorrência de crescimento gengival clinicamente significante, a severidade no grupo ciclosporina foi maior que no grupo tacrolimus após 12 meses de terapia imunossupressora.


Gingival overgrowth (GO) is a common side effect in recipients of organ transplants that are under immunosuppressive therapy. The aim of this study was to assess prospectively the occurrence and severity of gingival overgrowth induced by tacrolimus (Tcr) or ciclosporin A (CiA), in the absence of calcium channel blockers, in renal transplant patients. Sixty-four individuals undergoing transplantation received as the main immunosuppressant CiA (n=33) or Tcr (n=31). They were assessed at five time intervals: pre-transplant, 1, 3, 6, and 12 months after transplant. Demographic data and periodontal clinical parameters (cement-enamel junction to the gingival margin, probing depth, clinical attachment level, plaque index, bleeding on probing, and GO) were measured at all time intervals. The mean GO scores in CiA group were higher than Tcr group after 1 (p=0.04), 3 (p=0.001), 6 (p=0.007) and 12 months (p=0.001). A clinically significant GO was observed in 30.3% (10 subjects) in CiA group, and 12.9% (4 subjects) in Tcr group after 12 months. However, this difference was not significant (p=0.56). Although there was no significant difference in the occurrence of clinically significant GO, the severity in CiA group was higher than in Tcr group after 12 months of immunosuppressive therapy.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Ciclosporinas/uso terapêutico , Doenças Periodontais/diagnóstico , Gengiva/fisiologia , Rim/fisiologia , Transplantes
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA