Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. odontol. Univ. St. Amaro ; 8(1): 19-28, jan.-jun. 2003. ilus
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-858520

RESUMO

O objetivo básico do trabalho é discutir a eficácia clínica dos efeitos analgésicos antiinflamatórios de alguns antiinflamatórios não hormonais. Os dados da literatura mostram que a atividade analgésica e antiinflamatória dos inibidores seletivos da COX-2 (Rofecoxib, Celecoxib e Meloxicam) não é normalmente superior ao do diclofenaco sódico; inibidor da COX-1 e COX-2. Por outro lado, os efeitos adversos gastrointestinais do diclofenaco sódico são maiores, quando comparados aos antiinflamatórios seletivos como descrevem a maioria dos autores, e comprovam os nossos resultados experimentais em ratos.


Assuntos
Ratos , Animais , Anti-Inflamatórios , Diclofenaco/efeitos adversos , Mucosa Gástrica , Trato Gastrointestinal
2.
Rev. odontol. Univ. Cid. Sao Paulo ; 18(1): 75-81, jan.-abr. 2006. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-556769

RESUMO

Introdução: Os antiinflamatórios não-esteroidais (AINEs) são os fármacos mais comumente usados para o tratamento da dor e da inflamação em odontologia. Os AINEs exercem seus efeitos terapêuticos através da inibição da enzima ciclooxigenase, a qual existe em duas isoformas, denominadas ciclooxigenase-1 (COX- 1) e ciclooxigenase-2 (COX-2). Devido à descoberta das diferentes isoformas da enzima ciclooxigenase e a proposta inicial de que COX-1 era expressa constitutivamente, enquanto que COX-2 era produzida durante a inflamação, o advento dos inibidores seletivos de COX-2 representou um importante avanço farmacológico no tratamento da dor e da inflamação. No entanto, estudos recentes indicam que a isoenzima (COX-2) realiza diferentes respostas fisiológicas no organismo. Métodos: O objetivo deste trabalho é avaliar o uso dos inibidores seletivos de COX-2 na prática odontológica através da relação custo/duração de tratamento e possíveis riscos atribuídos às novas funções fisiológicas descobertas para COX-2. Para tanto, foi feito um levantamento da literatura utilizando-se das bases de dados científicas Medline, Lilacs e Scielo, nos quais foram selecionados trabalhos clínicos randomizados controlados, revisões e de metanálise. Resultados: Os resultados indicam que os inibidores seletivos de COX-2 apresentam importantes efeitos colaterais e, além disso, são fármacos de custos elevados para o tempo empregado na terapêutica odontológica. Conclusão: Portanto, esses fármacos não substituem os antiinflamatórios não-esteroidais tradicionais na odontologia e a escolha dos fármacos deve ser baseada em trabalhos científicos ao invés de impressões clínicas. Dessa forma, ainda são necessárias novas avaliações para o estabelecimento da real segurança e indicações desses compostos na prática odontológica.


Introduction: Nonsteroidal anti-inflammatory (NSAIDs) are the most common drugs used in treatment of pain and inflammation in dentistry. NSAIDs exert their therapeutic effect by inhibiting cyclooxygenase, which exists in 2 isoforms, known as cycloxygenase-1 (COX-1) and cycloxygenase-2 (COX-2). Due to the discovery of different isoforms of cyclooxygenase and the initial proposal that COX-1 was constitutively expressed, whereas COX-2 was primarily inducible during inflammation, the advent of COX-2 selective inhibitors (coxibs) represented an important pharmacological advance for treatment of pain and inflammation. However, recent studies have indicated that this isoenzyme (COX-2) mediates a variety of physiological responses within the organism. Methods: The aim of this review was to evaluate the use of COX-2 selective inhibitors in the dental practice by the relation cost/treatment duration and possible risks attributed for news physiological roles of COX-2. For this purpose, a search of the literature was performed in Medline, Lilacs and Scielo, including randomized controlled clinical trials reviews and meta-analysis. Results: The results indicate that the COX-2 selective inhibitors retain some important side effects, and also, they are high-cost drugs for dental therapeutic. Conclusion: Hence, these drugs do not replace the conventional nonsteroidal anti-inflammatory drugs in dentistry and the selecting drugs should be base on scientific research rather than clinical impressions. Thus, further evaluations are needed to determine the actual safety profile and indications of such compounds in the dental practice.


Assuntos
Remodelação Óssea , Sistema Cardiovascular , Inibidores de Ciclo-Oxigenase , Trato Gastrointestinal , Prostaglandinas
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA