Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 52
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. odontol. Univ. Cid. São Paulo (Online) ; 31(2): [125-133], abr/jun 2019. il.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1021708

RESUMO

A glândula parótida é uma glândula salivar maior, que abriga um feixe vasculonervoso e está situada no espaço parotídeo, um arcabouço ósseo e muscular. Ela pode ser avaliada por diferentes exames de imagem, principalmente pela ultrassonografia (USG), a tomografia computadorizada (TC) e a ressonância magnética (RM). Faz-se necessário o conhecimento de sua condição de normalidade para compará-la à de afecção, pois procedimentos cirúrgicos são frequentemente requeridos como meio de tratamento. A maioria dos pesquisadores e profissionais que manejam essa glândula referem a necessidade de estudos mais aprofundados, visto que o conhecimento acerca do assunto é limitado e suas patologias e manejo são pouco explorados e contraditórios na literatura


The parotid gland is a major salivary glands, which houses a neurovascular bundle and is situated in the parotid space, a bone and muscular framework. It can be assessed by different imaging tests, mainly by ultrasonography (USG), computed tomography (CT) and magnetic resonance imaging (MRI). Is knowledge necessary of its normal condition to compare it to the condition, since surgical procedures are often required as a means of treatment. Most researchers and professionals who handle this gland refer the need for further studies, since knowledge on the subject is limited and its pathologies and management are underexplored


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Glândula Parótida , Ultrassonografia , Região Parotídea
2.
Arch. Health Invest ; 8(1): 43-47, jan. 2019. ilus
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-995082

RESUMO

A sialoadenite é uma inflamação das glândulas salivares que pode ser de origem infecciosa ou não, caracterizada por edema, dor e diminuição ou ausência de salivação da glândula afetada. A redução do fluxo salivar pode ser encontrada também em casos de hipertrofia das glândulas parótidas, como observado nos casos de diabetes, alcoolismo, desnutrição, anorexia, bulimia e, dentre elas, a estenose ductal, que pode ocorrer, em razão de sialólitos, mas também devido à contratura muscular em indivíduos com disfunção muscular mastigatória, cronificada pela perda de dimensão vertical decorrente da não reabilitação protética e potencializada por razões ambientais diversas. Este trabalho apresentará um caso em paciente de 61 anos de idade, sexo feminino, com queixa de fortes dores na região de glândula parótida direita, edema ipsilateral, mioespasmo com presença de pontos gatilhos massetéricos e ordenha negativa, levando a hipótese diagnóstica de Sialoadenite de Refluxo. Houve indicação da confecção de um aparelho protético inferior com plano deslizante de resina acrílica para aumentar a Dimensão Vertical de Oclusão (DVO) e restabelecer a dinâmica maxilomandibular, regularizando o fluxo salivar do ducto parotídeo e restaurando a homeostasia glandular até a aquisição de novas próteses reabilitadoras totais para paciente(AU)


Sialoadenitis is an inflammation of the salivary glands that may be of infectious origin or not, characterized by edema, pain and decreased or no salivation of the affected gland. The reduction of salivary flow can also be found in cases of hypertrophy of the parotid glands, as observed in cases of diabetes, alcoholism, malnutrition, anorexia, bulimia and, among them, ductal stenosis, which may occur due to sialoliths, but also due to muscular contracture in individuals with masticatory muscular dysfunction chronified by the loss of vertical dimension due to non-prosthetic rehabilitation and potentiated by diverse environmental reasons. This paper aims to present a case in 61 years old patient, women, with complain of severe pain in the right parotid gland region, with ipsilateral edema, myospasm with the presence of trigger points masseteric and negative milking, taking to diagnostic hypothesis as Sialoadenitis Reflux. A lower prosthetic device with an acrylic resin sliding plane was made to increase the Vertical Occlusion Dimension (OVD) and to restore the maxillomandibular dynamics, regulating the salivary flow of the parotid duct and restoring glandular homeostasis until the acquisition of new rehabilitation prostheses for patients(AU)


La sialoadenitis es una inflamación de las glándulas salivares que puede o no tener origen infeccioso y se caracteriza por edema, dolor y disminución o ausencia de salivación de la glándula afectada. La reducción del flujo salivar puede encontrarse también en casos de hipertrofia de las glándulas parótidas, como se observa en los casos de diabetes, alcoholismo, desnutrición, anorexia, bulimia y, entre ellas, la estenosis ductal; esta puede ocurrir en razón de sialolitos o debido a la contractura muscular en individuos con disfunción muscular masticatoria cronificada por la pérdida de dimensión vertical, resultante de la falta de rehabilitación protética y potencializada por razones ambientales diversas. Este trabajo expondrá un caso en paciente de 61 años de edad, del sexo femenino, con queja de fuertes dolores en la región de glándula parótida derecha, edema ipsilateral, mioespasmo con presencia de puntos gatillos masetéricos y ordeño negativo, llevando la hipótesis diagnóstica de Sialoadenite de reflujo. Se indicó la confección de un aparato protético inferior con plano deslizante de resina acrílica para aumentar la Dimensión Vertical de Oclusión (DVO) y restablecer la dinámica maxilomandibular, normalizando el flujo salivar del ducto parotídeo y restaurando la homeostasia glandular hasta la adquisición de nuevas prótesis rehabilitadoras para el paciente(AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Glândula Parótida , Sialadenite , Músculo Masseter , Glândulas Salivares , Articulação Temporomandibular/lesões
3.
Arch. Health Invest ; 7(9): 388-391, set. 2018. ilus
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-994466

RESUMO

O tumor de Warthin é a segunda lesão mais comum da glândula parótida, sendo raro em qualquer outra glândula salivar. Possui comportamento benigno, com crescimento lento e indolor. Neste artigo é relatado um caso clínico onde o tumor apresentou evolução de um ano, sem sintomatologia associada, gerando assimetria facial ao paciente, sendo realizado tratamento cirúrgico conservador apenas por enucleação da lesão, visando reduzir cirurgias maiores como a parotidectomias parciais ou totais. Após acompanhamento de 5 anos o paciente não apresenta sequelas do tratamento cirúrgico ou sinal de recorrência da lesão(AU)


Warthin's tumor is the second most common lesion of the parotid gland, being rare in any other salivary gland. It has benign behavior, with slow and painless growth. In this article a clinical case was reported where the tumor presented evolution of one year, with no associated symptomatology, generating facial asymmetry to the patient, being carried out conservative surgical treatment only by enucleating of the lesion, aiming to reduce major surgeries such as partial or total parotidectomy. After 5 years of follow-up, the patient did not present sequel of the surgical treatment or a sign of recurrence of the lesion(AU)


El tumor de Warthin es la segunda lesión más común de la glándula parótida, siendo raro en cualquier otra glándula salivar. El mismo tiene comportamiento benigno, con un crecimiento lento e indoloro. En este artículo se relata un caso clínico donde el tumor presentó evolución de un año, sin sintomatología asociada, generando asimetría facial al paciente, siendo realizado tratamiento quirúrgico conservador sólo por enucleación de la lesión, buscando reducir las cirugías mayores como la parotidectomías parciales o totales. Después del seguimiento de 5 años el paciente no presenta secuelas del tratamiento quirúrgico ni señal de recurrencia de la lesión(AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Cirurgia Bucal , Adenolinfoma/cirurgia , Glândula Parótida/cirurgia , Adenolinfoma
4.
Braz. dent. sci ; 19(1): 120-124, 2016. ilus
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-785288

RESUMO

Mioepitelioma é um tumor benigno de glândula salivar que acomete, principalmente, a glândula parótida. Apresença de uma glândula parótida acessória é uma variação anatômica e neoplasias nessa estrutura são extremamente raras. Este artigo descreve um caso de mioepitelioma ocorrendo em uma glândula parótidaacessória de uma mulher de 29 anos de idade. No entendimento dos autores este é o sétimo caso relatado em Inglês. A queixa da paciente era umamassa na bochecha, com cinco anos de evolução, apresentando súbito surto de crescimento. A paciente foi submetida à cirurgia por meio de uma abordagemintra-bucal e a histopatologia e a imunohistoquímica revelaram um mioepitelioma.


Myoepithelioma is a benign tumor of the salivary gland that mainly affects the parotid gland. The presence of an accessory parotid gland is an anatomical variation and neoplasms in this structure are extremely rare. This paper describes a case of a myoepithelioma arising in the accessory parotid gland of a 29-year-old woman. To the author´s knowledge this is the seventh case reported in English. The patient´s complaint was about a five year growing mass in the left cheek with a sudden growth outbreak. The patient underwent surgery via an intra-oral approach and the histopathology and the immunohistochemistry disclosed a myoepithelioma.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Neoplasias Bucais , Mioepitelioma , Glândula Parótida
6.
Arch. oral res. (Impr.) ; 7(2): 161-167, Mayo-Aug. 2011. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-667665

RESUMO

Objetivos: Descrever e validar uma técnica alternativa econômica e eficiente para a confecção de amostras teciduais com arranjo matricial (tissue microarrays, TMA). Materiais e métodos: Utilizou-se um motor, um micromotor, um contra-ângulo redutor 16:1 e brocas trefina de aço inoxidável para osso. Análise histomorfométrica do volume das células acinares de glândulas parótidas foi realizada. Para testar marcadores imunoistoquímicos para células mioepiteliais, acinares e ductais das parótidas foram utilizados calponina e PCNA. Resultados: Na análise macroscópica e microscópica das lâminas, não foi encontrada perda total do tissue e nem mesmo deslocamento (parcial e/ou total) deste, sendo as perdas teciduais observadas apenas parciais. Das 90 lâminas analisadas, 59 (65%) obtiveram de 50% a 100% do tissue com ausência de artefato, deslocamento ou perda de tecido. Conclusão: O equipamento proposto pelos autores para a confecção deamostras teciduais com arranjo matricial representa uma alternativa econômica e eficiente.


Objectives: To describe and validate an inexpensive and efficient alternative for the production of tissue microarrays (TMA). Materials and methods: An electric-motor, a hand-piece, a reducing contra-angle hand-piece 16:1 and trephine stainless steel drills for bones were used in this study. A histomorphometric assessment of the volume of the acinar cells of parotid glands was performed. Calponin and PCNA were used to test the immunohistochemical markers for myoepithelial, acinar and ductal cells of parotid glands. Results: During the macroscopic and microscopic analysis, total loss of sections was not observed in any slide as well as artifactual ungluing (total and/or partial) of the sections. The loss of sections was partial. Fifty nine (65%) out of 90 slides showed 50%-100% of the tissue without technical artifact, artifactual ungluing or loss of the section. Conclusion: The equipment proposed by the authors for the production of arrays represents an inexpensive and efficient alternative.


Assuntos
Humanos , Análise Serial de Tecidos/instrumentação , Glândula Parótida/patologia , Análise Serial de Tecidos/métodos , Desenho de Equipamento , Imuno-Histoquímica , Reprodutibilidade dos Testes
9.
Porto Alegre; s.n; 2005. 61 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-863494

RESUMO

A saliva, secreção produzida pelas glândulas salivares, é de vital importância à manutenção da saúde bucal. Com o avançar da idade, as glândulas salivares sofrem mudanças estruturais e funcionais. A exposição das mesmas, durante tomadas radiográficas de interesse odontológico, também pode gerar algum tipo de alteração. Assim sendo, o objetivo deste estudo foi avaliar as alterações morfológicas e morfométricas das glândulas parótidas de camundongos submetidos à radiação X ao longo do envelhecimento. Para tanto, selecionou-se 20 animais que posteriormente foram divididos aleatoriamente em dois grupos, sendo um teste (10 animais) e outro controle (10 animais). Os camundongos do grupo teste foram expostos a 0,12Gy semanais durante 30 semanas, enquanto que os camundongos do grupo controle foram submetidos às mesmas condições, excetuando-se a exposição à radiação. Transcorridas as 30 semanas, os animais foram mortos, após a remoção das glândulas parótidas. Essas foram processadas, cortadas e coradas pela técnica histoquímica de H/E. Análises qualitativa e quantitativa foram realizadas para verificar a existência de possíveis diferenças entre as parótidas pertencentes aos animais do grupo teste em relação às mesmas do grupo controle. Através dos resultados obtidos, por meio da metodologia empregada neste estudo, concluiu-se que não houve alterações morfológicas e morfométricas substanciais nas glândulas parótidas de camundongos expostos à radiação X durante o envelhecimento.


Assuntos
Animais , Masculino , Camundongos , Envelhecimento , Glândula Parótida/efeitos da radiação , Raios X/efeitos adversos
10.
J. Health Sci. Inst ; 22(2): 169-74, abr.-jun. 2004. ilus, CD-ROM
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-851177

RESUMO

Os autores enfocam as principais características bucais e de ordem sistêmica que fazem parte da chamada síndrome de Sjögren (S.S.), com especial ênfase aos aspectos imaginológicos pertinente à ressonância magnética (R.M.) e o comportamento das diferentes formas de aquisição de imagem neste príncípio. É relatado um caso afetando um paciente com idade fora dos parâmetros de incidência da doença segundo a literatura consultada


Assuntos
Humanos , Feminino , Adolescente , Glândula Parótida/fisiopatologia , Espectroscopia de Ressonância Magnética , Síndrome de Sjogren/diagnóstico , Diagnóstico por Imagem , Imagem por Ressonância Magnética
12.
Bauru; s.n; 2004. 140 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-407615

RESUMO

Há um relacionamento direto entre o uso do flúor e a prevenção da dental dentária. Devido ao aumento da fluorose dentária, deve-se dar ênfase ao controle da ingestão diária de flúor, e, mais que isto, à biodisponibilidade do mesmo. Sendo assim, o objetivo deste trabalho, cruzado e duplo-cego, foi analisar a cinética do flúor liberado na saliva total pela goma de mascar Happydent (0,3 mg F como MFP), sua capacidade de incorporação ao esmalte dentário e sua biodisponibilidade através da saliva do ducto da glândula parótida e urina. Na 1ª fase do experimento a saliva de 10 voluntários foi coletada durante 15 min (tempos 0,3,6,9,12 e 15 min) e duas biópsias, uma antes da mastigação (biópsia "baseline") e outra após, foram realizadas através da aplicação de 5 'mü'L de HCl a 0,5 M, sobre área delimitada na superfície do incisivo, por 15 seg, seguidas da neutralização da área por aplicação de 5 'mü'L de NaOH a 0,25 N, por 2 vezes. A quantidade de flúor tanto na saliva quanto nas biópsias foi medida com o auxílio de eletrodo íon-específico. As concentrações médias de flúor liberada na saliva total após o uso do Happydent® e Trident® foram de 0,187 e 0,002 mg F, respectivamente. A goma de mascar Happydent® foi capaz de produzir uma incorporação média de flúor ao esmalte dentário correspondente a 1474 ppm. Na 2ª fase, após jejum de 12h, cinco voluntários receberam 3 gomas de Happydent (' > OU=' 1 mg MFP) e foram coletadas amostras de saliva do ducto da glândula parótida: antes do início do experimento ("baseline"), a cada 3 min durante os 20 min iniciais, a cada 20 min nas primeiras 2 h, a cada 40 min até 4 h e, por fim, em intervalos de 1 h até completarem-se 8 h do início do experimento. Amostras de urina foram coletadas um dia antes e durante o estudo, por 9 h. O F presente na saliva do ducto foi analisado após difusão facilitada por HMDS e o da urina pelo método direto...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Goma de Mascar , Flúor , Esmalte Dentário , Cinética , Glândula Parótida , Ductos Salivares
13.
Bauru; s.n; 2004. 128 p. ilus, graf.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-407620

RESUMO

Os eventos que ocorrem na atrofia da glândula parótida do rato pósligadura cirúrgica do seu dueto principal, foram avaliados por métodos morfométricos e imuno-histoquímicos para proliferação celular (método do PCNA) e para apoptose (método do TUNEL) nos períodos de zero hora e 2, 4, 6 e 8 dias pós-obstrução. A análise dos resultados mostrou que a massa glandular diminuiu cerca de 30% entre os períodos de zero hora e 2 dias, estabilizando-se a seguir. 0 volume total dos ácinos decaiu 87% entre zero hora e 6 dias, devido a redução no volume da célula acinosa e principalmente pela queda linear no número dessas células, com velocidade de decaimento de -32,66 x '10 POT.6' células/dia e maior índice de apoptose no segundo dia. Nesse mesmo período o estroma aumentou 69%, devido inicialmente ao edema e depois ao acréscimo de matriz extracelular, mas também pelo aumento linear no número de células estromais, a uma velocidade de 21,34 x '10 POT.6' células/dia e com maior índice de proliferação no quarto dia. 0 volume total do sistema de ducto aumentou cerca de 18% no período de zero hora e 6 dias, devido a dilatação principalmente dos duetos excretores e ao aumento no número de células. Concluímos, que na atrofia da parótida do rato após ligadura do seu dueto principal, ocorre apoptose e proliferação celular nos seus vários compartimentos morfológicos, com marcante predomínio do primeiro processo no parênquima, especialmente nos ácinos e do segundo no estroma; e que a estabilidade da massa glandular à partir do segundo dia, apesar do marcante declínio no parênquima, foi devido a sua substituição compensatória pelo estroma, provavelmente para preservar o espaço anatômico da parótida


Assuntos
Animais , Masculino , Lactente , Ratos , Glândula Parótida , Ductos Salivares , Atrofia , Imuno-Histoquímica
14.
Rio de Janeiro; s.n; 2003. 155 p. tab, graf.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-440972

RESUMO

Introdução: Esta pesquisa foi realizada para investigar a concentração de LF na salivas parotídea e total e no fluído gengival, e correlacionar estes resultados a complicações bucais como candidíase bucal e doença periodontal em pacientes infectados e não-infectados pelo HIV. Métodos: Vinte e oito adultos infectados pelo HIV e dez não-infectados foram selecionados. Consentimentos livres e informados foram obtidos para todos. Os pacientes incluídos apresentavam doença periodontal definida como pelo menos um sítio com profundidade de bolsa à sondagem de ≥ 5 milímetros. Foram coletados esfregaços para exame citopatológico da mucosa bucal e placa subgengival e também fluído gengival das bolsas periodontais rasas e profundas, saliva total não-estimulada e saliva parotídea. Resultados: Indivíduos infectados pelo HIV, com ou sem AIDS, mostraram um maior percentual de fungos cultivados da mucosa bucal e subgengival quando comparados aos pacientes não-infectados. Evidência clínica de candidíase bucal estava significativamente associada à carga viral. Observou-se uma elevação não-significativa na concentração de LF na salivas total e parotídea nos pacientes infectados pelo HIV. Nos pacientes infectados com alta carga viral foi evidenciado aumento significativo de concentração de LF na saliva parotídea. Embora não significativa, a concentração de LF estava diminuída nos pacientes com AIDS. Conclusões: Nossos resultados confirmam que a concentração de LF não está diretamente relacionada à prevalência de candidíase bucal. Adicionalmente, duas importantes tendências tornaram-se evidentes: 1) a tendência de concentração elevada de LF nas salivas parotídea e total durante a progressão da doença pelo HIV-1; 2) redução na concentração de LF no fluído gengival, especialmente nos pacientes com AIDS. Estas duas tendências reforçam a necessidade de investigações futuras sobre o papel da LF na progressão da doença periodontal e doença de glândula salivar associadas com ...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Candidíase Bucal/epidemiologia , Doenças Periodontais/complicações , Líquido do Sulco Gengival , Infecções por HIV/complicações , Lactoferrina/análise , Mucosa Bucal , Saliva , Estudos de Casos e Controles , Glândula Parótida/fisiopatologia
15.
Pós-Grad. Rev ; 5(1): 27-34, jan.-abr. 2002. ilus, tab
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-854084

RESUMO

O objetivo deste trabalho foi estudar a atrofia unilateral da glândula parótica de ratos, após a ligadura do ducto excretor, e a regeneração glandular, através de ligadura ductal seguida pela remoção da obstrução após sete dias, analisando as alterações morfológicas glandulares e o potencial proliferativo dos ductos intercalares. Análise morfológica foi também realizada na parótida contralateral. Os ratos foram sacrificados e suas glândulas foram processadas e submetidas às colorações histológicas (HE e PAS) e histoquímica (AgNOR). Durante a atrofia glandular, houve degeneração e redução do parênquima, assim como inflamação e fibrose. Durante a regeneração glandular, houve o restabelecimento do parênquima e redução da inflamação e da fibrose. Nas glândulas contralaterais, houve desorganização e degeneração teciduais. Não foi observada alteração do potencial proliferativo dos ductos intercalares durante o experimento


Assuntos
Animais , Ratos , Atrofia , Glândula Parótida , Regeneração
18.
Rev. fac. odontol. Univ. Fed. Bahia ; (18): 74-6, jan.-jun. 1999. ilus
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-857845

RESUMO

No presente trabalho é apresentado um caso de parótida policística e seus aspectos clínicos e radiográficos


Assuntos
Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Glândula Parótida
19.
In. Freitas, Aguinaldo de; Rosa, José Edu; Souza, Icléo Faria e. Radiologia odontológica. Säo Paulo, Artes Médicas, 4 ed; 1998. p.261-98, ilus.
Monografia em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-246552
20.
In. Douglas, Carlos Roberto. Patofisiologia oral: fisiologia normal e patológica aplicada a odontologia e fonoaudiologia. Säo Paulo, Pancast, 1998. p.17-39, ilus, tab. (BR).
Monografia em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-246786
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA