Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 3 de 3
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. odontol. Univ. St. Amaro ; 8(1): 19-28, jan.-jun. 2003. ilus
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-858520

RESUMO

O objetivo básico do trabalho é discutir a eficácia clínica dos efeitos analgésicos antiinflamatórios de alguns antiinflamatórios não hormonais. Os dados da literatura mostram que a atividade analgésica e antiinflamatória dos inibidores seletivos da COX-2 (Rofecoxib, Celecoxib e Meloxicam) não é normalmente superior ao do diclofenaco sódico; inibidor da COX-1 e COX-2. Por outro lado, os efeitos adversos gastrointestinais do diclofenaco sódico são maiores, quando comparados aos antiinflamatórios seletivos como descrevem a maioria dos autores, e comprovam os nossos resultados experimentais em ratos.


Assuntos
Ratos , Animais , Anti-Inflamatórios , Diclofenaco/efeitos adversos , Mucosa Gástrica , Trato Gastrointestinal
2.
Rev. Ciênc. Méd. Biol. (Impr.) ; 2(2): 155-162, jul.-dez. 2003. ilus, tab, graf
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-855795

RESUMO

O refluxo gastroesofágico representa o fluxo retrógrado do conteúdo gástrico para o esôfago. A doença do refluxo gastroesofágico é a condição na qual estão presentes sintomas e/ou complicações digestivas, dentre elas a esofagite. O diagnóstico da esofagite é realizado através da endoscopia digestiva alta (EDA) e do exame histopatológico da mucosa esofágica. O presente estudo teve como objetivo comparar os achados endoscópicos e histopatológicos da região esofágica em crianças portadoras de esofagite. Foram revisados resultados de EDA e de biópsias de 125 crianças com idade entre 0 a 18 anos com esofagite, no período de 1997 a 2001. Destes pacientes, 69 (52,20 por cento) eram do sexo feminino. Nos resultados endoscópicos, 104 (83,20 por cento) pacientes tiveram o diagnóstico de esofagite edematosa; na histologia, 48 (33,40 por cento) das crianças apresentaram esofagite crônica, enquanto na de 29 (23,20 por cento) não ocorreram alterações. Quando correlacionados à histopatologia, os resultados da EDA não são fidedignos a ponto de justificar-se o uso isolado desta. É fundamental a realização da biópsia para esclarecimento diagnóstico desta patologia e para acompanhamento dos pacientes. Há ainda a necessidade de múltiplas biópsias para análise adequada do processo e para identificação precoce do esôfago de Barrett.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Recém-Nascido , Lactente , Pré-Escolar , Criança , Adolescente , Endoscopia Gastrointestinal , Esofagite Péptica/diagnóstico , Refluxo Gastroesofágico , Mucosa Gástrica/anatomia & histologia
3.
An. Fac. Odontol. Univ. Fed. Pernamb ; 10(2): 142-6, 2000. tab, graf
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-849789

RESUMO

Neste trabalho, foi estudado, através do teste da urease, a incidência do Helicobacter pylori na placa dentária e mucosa gástrica de 80 pacientes adultos submetidos a esôfagogastroduodenoscopia que, por indicação médica, procuraram o serviço de endodscopia digestiva do Instituto Hospitalar General Edson Ramalho em João Pessoa Paraíba-Brasil. Nos resultados obtidos, verificou-se a elevada incidência desta bactéria na placa dentária, com 64 casos positivos, assim como na mucosa gástrica, com 65 casos de positividade. No confronto de presença simultânea, identificou-se a bactéria em 56 casos, dos quais 48 pacientes apresentaram um ou mais tipos de afecções gastroduodenal. Nos pacientes com resultado da endoscopia normal, registrou-se, simultaneamente, 8 casos positivos entre 20 pacientes. Conclui-se assim, que estes locais funcionam como prováveis reservatórios destes microorganismos


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Helicobacter pylori , Mucosa Gástrica/parasitologia , Placa Dentária/parasitologia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA