Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 5 de 5
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
Belo Horizonte; s.n; 2017. 48 p. ilus, graf, tab.
Tese em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-1016386

RESUMO

FOXP3 é um fator transcricional que atua principalmente nas células T reg., modulando a resposta imune e alterando o desenvolvimento e a progressão de doenças. A periodontite crônica é uma doença inflamatória polimicrobiana que resulta em danos aos tecidos periodontais, devido à interação complexa entre os periodontopatógenos e à resposta imunoinflamatória do hospedeiro. A metilação tem grande impacto no silenciamento de genes e na consequente diminuição da síntese proteica. O objetivo deste trabalho foi avaliar o perfil de metilação do FOXP3 na periodontite crônica e associá-lo a sua expressão e a parâmetros clínicos da doença periodontal. Foram coletados fragmentos de tecidos gengivais de pacientes com periodonto saudável e com periodontite crônica, sendo 30 pacientes-controle e 30 com periodontite crônica. As amostras foram submetidas à avaliação histológica, à extração de DNA e RNA, ao tratamento enzimático de identificação de metilação e ao qPCR. Na avaliação do perfil de metilação, não foi encontrada diferença estatística entre os perfis de metilação e expressão dos grupos periodontite e controle. Foi encontrada uma diferença na metilação entre os controles do gênero masculino e feminino (p=0,002) e na expressão entre o grupo periodontite de ambos os gêneros (p=0,049). No gênero masculino, a hipermetilação foi maior no grupo periodontite (p=0,037), a hipometilação (p=0,037), e a expressão do Foxp3 foi maior no grupo controle (p=0,037). Estudos adicionais são necessários para avaliar a relevância funcional desses achados.


FOXP3 is a transcriptional factor that acts mainly on T reg cells, modulating the immune response and alters the development and progression of disease. Chronic periodontitis is a polymicrobial inflammatory disease that results in damage to periodontal tissues, due to the complex interaction between periodontal pathogens and immunoinflammatory response of the host. Methylation has great impact on gene silencing and consequent reduction in protein synthesis. The aim of this study was to evaluate the FOXP3 methylation profile in chronic periodontitis and assign it to clinical parameters of periodontal disease. Fragments of gingival tissue were collected from patients with healthy periodontum (30) and patients with chronic periodontitis (30). The samples were submitted to histological evaluation, the extraction of DNA and RNA, treatment with enzymes that identify methylation and to qPCR. In assessing the methylation profile, there was no significant difference between the profiles of groups periodontitis and control. A difference in methylation was found between male and female controls (p=0,002) and in the expression between the periodontitis group of both genders (p=0,049). In the male gender, hypermthylation was higher in the periodontits group (p=0,037), and Foxp3 expression was higher in the control group (p=0,037). Additional studies are needed to assess the functional relevance of these findings.


Assuntos
Masculino , Feminino , Adulto , Tecidos , Transcrição Genética , Metilação de DNA , Fatores de Transcrição Forkhead , Periodontite Crônica , Epigenômica , Gengiva , Linfócitos B , Linfócitos T , Inquéritos e Questionários
2.
Braz. j. oral sci ; 7(26): 1609-1613, July-Sept. 2008. tab
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-521325

RESUMO

Aim: The aim of the present study was to determine age- and gender-related values for healthy mice of CD3+ T and CD19+ B lymphocytes and CD3+/ CD19+ (T/B) ratios in peripheral blood and gingival tissue by the flow cytometry technique. Methods: The study was carried out on periodontally healthy 60 BALB/c mice. They were divided into five groups according to the their age (newborn, weaning, puberty, adult and elder). Males and females were equally represented in each group. CD3+ and CD19+ T lymphocytes and CD3+/CD19+ ratio values in gingival tissue and peripheral blood were determined using flow cytometry in the biopsy samples. Results: There were no significant differences in the CD3+ and CD19+ lymphocytes, and CD3+/ CD19+ ratios in gingival tissue for all age groups (p>0.05). Mean relative number of peripheral blood CD3+ T lymphocyte indicated a decrease in puberty group compared to the other groups (p<0.05), while relative number of peripheral blood CD19+ B lymphocyte increased in adult and aged group. The peripheral blood CD3+/ CD19+ T/B lymphocytes ratios decreased in adult and aged group. Conclusions: The results of the present study showed that differences were present in periods of life and gender in peripheral blood of mice. Moreover,significantly differences were found between genders in gingival tissue.


Assuntos
Animais , Masculino , Feminino , Ratos , Efeito Idade , Gengiva , Linfócitos , Doenças Periodontais , Linfócitos B , Linfócitos T
3.
Rev. Fac. Odontol. Porto Alegre ; 45(1): 44-47, jul. 2004. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-872619

RESUMO

O objetivo do presente estudo é mapear e quantificar as populações de células CD 20+ em Hiperplasias inflamatórias (HI) e estabelecer relação com a infecção por Candida sp. Foram utilizados 41 casos de HI do Laboratório de Patologia Bucal da UFRGS. Novos cortes de todos os casos foram submetidos à técnica de coloração do PAS, criando-se 2 grupos: com e sem infecção por Candida sp. Seguiu-se a marcação imunohistoquímica com anticorpo monoclonal anti CD 20 para se avaliar a localização, a distribuição e quantificação das células positivamente marcadas em 3 campos consecutivos (400x), escolhidos sobre a área de maior concentração do infiltrado inflamatório. Os resultados da recontagem dos campos mostraram que o examinador estava calibrado pelo teste "t" de Student. As células CD 20+ não apresentaram relação com a infecção por Candida sp. Concluiu-se que o envolvimento do braço humoral da resposta imune na infecção por Candida sp. na cavidade oral de indivíduos imunocompetentes com hiperplasia inflamatória parece não ser significante.


Assuntos
Humanos , Linfócitos B , Boca/patologia , Candidíase Bucal , Hiperplasia/diagnóstico , Técnicas In Vitro , Contagem de Linfócitos
5.
Bauru; s.n; 1991. 152 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-229937

RESUMO

A resoluçäo näo cirúrgica dos cistos periodontais apicais ainda é questionável, principalmente porque sua comprovaçäo depende de resultados obtidos clínica e radiograficamente, näo fundamentados em observaçöes microscópicas. A partir de 348 casos registrados e organizados nos arquivos do Departamento de Patologia, da Faculdade de Odontologia de Bauru da Universidade de Säo Paulo, utilizando-se das técnicas de coloraçäo de rotina e de imuno-histoquímica, propusemo-nos: 1) a observar microscopicamente as alteraçöes morfológicas do revestimento epitelial, da parede conjuntiva e do lume dos cistos periodontais apicais de dentes tratados ou näo endodonticamente e dos cistos periodontais residuais, para estabelecer-se padröes morfológicos microscópicos próprios; 2) interrrelacionar os dados obtidos nos diversos grupos experimentais, a fim de implicar os aspectos microscópicos que possam sugerir uma regressäo näo cirúrgica dos cistos periodontais apicais de dentes tratados endodonticamente; 3) analisar as distribuiçöes das células B, das células T e das células de Langerhans nas estruturas dos cistos periodontais apicais de dentes tratados ou näo endodonticamente e dos cistos residuais, para estabelecer-se padröes próprios na distribuiçäo das células imunológicas, marcadas imuno-histoquimicamente, em cada grupo experimental já mencionados, e, correlacioná-los com os padröes microscópicos próprios, para aferir uma provável regressäo näo cirúrgica desta periapicopa...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Recém-Nascido , Lactente , Pré-Escolar , Criança , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Cisto Radicular/imunologia , Cisto Radicular/ultraestrutura , Idoso de 80 Anos ou mais , Linfócitos B/imunologia , Linfócitos B/ultraestrutura , Células de Langerhans/imunologia , Células de Langerhans/ultraestrutura , Cistos Odontogênicos/imunologia , Cistos Odontogênicos , Imuno-Histoquímica , Microscopia , Cisto Radicular/terapia , Tratamento do Canal Radicular
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA