Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 7 de 7
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
Bauru; s.n; 2016. 67 p. ilus, graf.
Tese em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-867753

RESUMO

Galectina-3, uma proteína que se liga a -galactosídeos, é expressa por neutrófilos e inúmeras evidências indicam que esta molécula atua como uma possível reguladora da resposta imune. Sabe-se que galectina-3 ao ligar com LPS pode levar a formação de oligômeros, que podem alterar o limiar de ativação de células da resposta imune inata. Apesar de existirem diversos estudos que mostram a influência de galectina-3 na resposta de neutrófilos frente a componentes bacterianos, os resultados são em sua maioria contraditórios e inconclusivos. Para elucidar a influência da galectina-3 na reposta imune inata a patógenos periodontais, o presente trabalho avaliou a atividade antimicrobiana in vitro de neutrófilos, isolados de camundongos selvagens (WT) ou geneticamente deficientes de galectina-3 (Gal-3KO), previamente estimulados com LPS de Aa e Pg. Os resultados não evidenciaram diferenças significativas no número de unidades formadoras de colônia (UFC) recuperadas das culturas de neutrófilos provenientes de animais deficientes de galectina-3 e do grupo controle (WT). Contudo, a estimulação de neutrófilos com LPS por 18 horas levou a redução no número de UFC recuperadas das culturas, quando comparado com as culturas estimuladas com LPS por apenas 3 horas.


Galectin-3, a protein that binds -galactosides, is expressed by neutrophils and numerous evidences indicate that this molecule acts as a possible regulator of the immune response. It is known that galectin-3 binding to LPS can lead to the formation of oligomers and thus changing the activation threshold of cells of the innate immune response. Although there are several studies that show the influence of galectin-3 in neutrophil response against bacterial components, the results are conflicting and inconclusive in their majority. To elucidate the influence of galectin-3 in the innate immune response to periodontal pathogens, the present study evaluated the in vitro antimicrobial activity of neutrophils, isolated from wild-type or galectin-3 deficient mice, previously stimulated with LPS of Aa and Pg. The results showed no significant differences in the number of colony forming units (CFU) recovered from cultured galectin-3 deficient neutrophils or control group. However, in a 18 hours time course of LPS stimulation, we observed reduction in the number of CFU, when compared to 3 hours of LPS stimulation.


Assuntos
Animais , Masculino , Feminino , Camundongos , Escherichia coli/isolamento & purificação , /fisiologia , Lipopolissacarídeos/farmacologia , Neutrófilos/fisiologia , Aggregatibacter actinomycetemcomitans/isolamento & purificação , Células da Medula Óssea , Contagem de Colônia Microbiana , Porphyromonas gingivalis/isolamento & purificação , Fatores de Tempo
2.
Bauru; s.n; 2015. 119 p. ilus, graf.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-867426

RESUMO

Os mastócitos (MCs) estão presentes tanto no periodonto normal quanto inflamado, em diferentes quantidades e em vários locais. Nos últimos anos, a eficácia e a contribuição dos MCs em eliminar bactérias, através de sua atividade microbicida intracelular, estão se tornando cada vez mais reconhecidas. Assim, a partir de MCs murinos desafiados in vitro com o periodontopatógeno Aggregatibacter actinomycetemcomitans (ATCC 29523) por 3, 5, 10 e 24 horas, o presente estudo teve como objetivo investigar a capacidade microbicida intracelular de MCs, e comparar com a capacidade microbicida de macrófagos peritoneais murinos (MPs), considerados fagócitos profissionais, por meio da contagem das unidades formadoras de colônias. Além disso, avaliou-se a produção e liberação de mediadores microbicidas, óxido nítrico (NO) e peróxido de hidrogênio (H2O2), por meio do método colorimétrico de Griess e pela degradação de substratos fluorescentes, respectivamente. Para a análise estatística, foram utilizados os testes estatísticos ANOVA Fatorial seguido do teste de Tukey e teste de correlação de Pearson (p<0.05). Nossos resultados revelaram que os MCs foram capazes de eliminar eficientemente o periodontopatógeno, principalmente após 10h de desafio intracelular. Comparando-se a atividade microbicida dos dois tipos celulares, verificou-se, nos períodos de 3h e 5h de desafio, um menor percentual de colônias viáveis no interior de MPs, em comparação aos MCs. Inversamente, nos períodos de 10h e 24h, observaram-se menores valores percentuais de colônias intracelulares nos MCs em relação aos MPs. Além disso, a produção/liberação de NO bem como, em menor proporção, de H2O2 pelos MCs foram concordantes com a sua capacidade microbicida. Este é o primeiro estudo que demonstra a eficiente ação microbicida intracelular de MCs murinos contra Aggregatibacter actinomycetemcomitans, com produção e liberação de substâncias potencialmente bactericidas, e de forma mais eficaz que os macrófagos...


Mast cells (MCs) are present in both normal and inflamed periodontal tissues, in varying amounts and locations. Recently, MCs contribution in eliminating bacteria and its effectiveness, through its intracellular microbicidal activity, have been increasingly recognized. Thus, this study aimed to investigate the intracellular microbicide capacity of MCs, and compare it with the microbicide capacity of murine peritoneal macrophages (MPs), considered professional phagocytes, by counting the colony forming units. Both cell types were challenged in vitro with periodontopathogen Aggregatibacter actinomycetemcomitans (ATCC 29523) by 3, 5, 10 and 24 hours. Additionally, the production and release of microbicidal agents, nitric oxide (NO) and hydrogen peroxide (H2O2) were evaluated by means of colorimetric Griess method and by the degradation of fluorescent substrates, respectively. Statistical analysis was performed by ANOVA Factorial test followed by Tukey and Pearson's correlation test (p <0.05). Our results revealed that MCs are able to efficiently eliminate periodontopathogen, mainly after 10 hours of intracellular challenge. The microbicidal activity of both cell types, in 3 and 5 hours of challenge showed a lower percentage of viable colonies inside MPs, compared to MCs. Contradictorily, in 10 and 24 hours a lower percentage of intracellular colonies in MCs was observed in relation to MPs. Moreover, the production/release of NO and, in minor proportion, of H2O2 by MCs was in agreement with its microbicidal capacity. Therefore, this is the first report to describe the intracellular microicidal activity of murine MCs against Aggregatibacter actinomycetemcomitans, concerning production and release of potentially bactericidal substances, which is more effective than macrophages. These results suggest the importance of these cells in pathogenesis and defense mechanisms of biofilm-associated periodontal disease.


Assuntos
Animais , Masculino , Feminino , Camundongos , Aggregatibacter actinomycetemcomitans/crescimento & desenvolvimento , Células da Medula Óssea/fisiologia , Mastócitos/fisiologia , Contagem de Colônia Microbiana , Doenças Periodontais/patologia , Óxido Nítrico/biossíntese , Peróxido de Hidrogênio/metabolismo , Fatores de Tempo
3.
Rio de Janeiro; s.n; 2011. 72 p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-673677

RESUMO

Os estudos abordando a regeneração dos tecidos dentários ganharam uma nova perspectiva com a utilização das células-tronco. E novas perspectivas têm surgido com a bioengenharia tecidual e as terapias periodontais e pulpares regeneradoras. O objetivo deste trabalho foi desenvolver o modelo experimental de autotransplante em ratos visando compará-lo à técnica de reimplante e estudar a capacidade terapêutica das células da medula óssea em diferentes biomateriais utilizados como matriz para a terapia de células-tronco no reparo dos tecidos dentais. Foram utilizados 23 ratos Wistar divididos em grupos de 1, 3, 15 e 60 dias para as técnicas de reimplante e autotransplante. Os grupos com injeção de células-tronco (CT) foram: (1) grupo de 3 dias, combinado à técnica de reimplante; (2) grupo de 15 dias com ambas as técnicas. Blocos contendo os três dentes molares superiores de cada lado dos ratos foram removidos, feitas radiografias periapicais e as peças foram processadas para inclusão em parafina. Foram avaliadas a espessura do ligamento periodontal (LPD) comparada entre os diferentes grupos e a morfologia celular e matriz extracelular relacionadas à superfície radicular, ao osso alveolar e à porção média do LPD, além das células da polpa dental de cada grupo. As células isoladas a partir da medula-óssea foram incubadas por 24h, 48h, e 72h em placas de cultura contendo membranas de colágeno bovino tipo I - CollaTape® (Integra LifeSciences Corporation, Plainsboro, NJ, USA), enxerto ósseo - Extra Graft XG-13® (Silvestre Labs Quimica e Farmaceutica LTDA, RJ, Brazil) ou um dente molar de rato. Os espécimes foram observados em um microscópio invertido para contagem de células e processadas para observação no microscópio eletrônico de varredura (MEV). Os grupos de 1 e 3 dias apresentaram medidas de LPD significativamente maiores para a técnica de autotransplante quando comparadas ao reimplante. O grupo de 3 dias com CT não apresentou alterações pulpares...


The studies on the regeneration of dental tissues have gained a new perspective with the use of stem cells. And new perspectives have appeared with bioengineering and pulp and periodontal regenerative therapies. The aim of this study was to develop an experimental model of autotransplantation in rats in order to compare it with tooth reimplant technique and to study the therapeutic potential of bone marrow cells in different biomaterials used as scaffolds for stem cell therapy to repair dental tissues. 23 rats divided in 1, 3, 15 and 60 days groups were used for the techniques of tooth reimplant and autotranplant. The groups with stem cell injection (CT) were: (1) 3 days, combined with tooth replant technique; (2) 15 days with both techniques. Blocks containing the three molar teeth from each side of the rats superior jaws were removed, periapical radiographs were taken and the specimens were processed and embedded in paraffin. LPD thickness among different groups and cell morphology and extracellular matrix related to the root surface, alveolar bone and the middle portion of the LPD, and dental pulp cells were evaluated and compared from each group. Cells isolated from bone marrow were incubated for 24h, 48h and 72h in culture plates containing membranes of bovine collagen type I - CollaTape ® (Integra LifeSciences Corporation, Plainsboro, NJ, USA), bone graft - Extra Graft XG-13 ® (Silvestre Labs Chemical and Pharmaceutical Ltda, RJ, Brazil) or a mouse molar tooth. The specimens were observed using an inverted microscope for cell count and processed for observation in a scanning electron microscope (SEM). Groups 1 and 3 days showed LPD thickness significantly higher for tooth autotransplant technique when compared to reimplant. The group of 3 days with stem cells showed no significant pulp changes different from control (without stem cells). Group of 15 days with stem cells showed the same histological characteristics of the group without injection...


Assuntos
Animais , Ratos , Células da Medula Óssea , Regeneração Tecidual Guiada Periodontal , Células-Tronco , Materiais Biocompatíveis , Transplante Ósseo , Doenças Periodontais , Periodonto , Ratos Wistar , Reimplante Dentário , Transplante Autólogo
4.
Rio de Janeiro; s.n; 2011. 72 p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-866122

RESUMO

Os estudos abordando a regeneração dos tecidos dentários ganharam uma nova perspectiva com a utilização das células-tronco. E novas perspectivas têm surgido com a bioengenharia tecidual e as terapias periodontais e pulpares regeneradoras. O objetivo deste trabalho foi desenvolver o modelo experimental de autotransplante em ratos visando compará-lo à técnica de reimplante e estudar a capacidade terapêutica das células da medula óssea em diferentes biomateriais utilizados como matriz para a terapia de células-tronco no reparo dos tecidos dentais. Foram utilizados 23 ratos Wistar divididos em grupos de 1, 3, 15 e 60 dias para as técnicas de reimplante e autotransplante. Os grupos com injeção de células-tronco (CT) foram: (1) grupo de 3 dias, combinado à técnica de reimplante; (2) grupo de 15 dias com ambas as técnicas. Blocos contendo os três dentes molares superiores de cada lado dos ratos foram removidos, feitas radiografias periapicais e as peças foram processadas para inclusão em parafina. Foram avaliadas a espessura do ligamento periodontal (LPD) comparada entre os diferentes grupos e a morfologia celular e matriz extracelular relacionadas à superfície radicular, ao osso alveolar e à porção média do LPD, além das células da polpa dental de cada grupo. As células isoladas a partir da medula-óssea foram incubadas por 24h, 48h, e 72h em placas de cultura contendo membranas de colágeno bovino tipo I - CollaTape® (Integra LifeSciences Corporation, Plainsboro, NJ, USA), enxerto ósseo - Extra Graft XG-13® (Silvestre Labs Quimica e Farmaceutica LTDA, RJ, Brazil) ou um dente molar de rato. Os espécimes foram observados em um microscópio invertido para contagem de células e processadas para observação no microscópio eletrônico de varredura (MEV). Os grupos de 1 e 3 dias apresentaram medidas de LPD significativamente maiores para a técnica de autotransplante quando comparadas ao reimplante. O grupo de 3 dias com CT não apresentou alterações pulpares ...


The studies on the regeneration of dental tissues have gained a new perspective with the use of stem cells. And new perspectives have appeared with bioengineering and pulp and periodontal regenerative therapies. The aim of this study was to develop an experimental model of autotransplantation in rats in order to compare it with tooth reimplant technique and to study the therapeutic potential of bone marrow cells in different biomaterials used as scaffolds for stem cell therapy to repair dental tissues. 23 rats divided in 1, 3, 15 and 60 days groups were used for the techniques of tooth reimplant and autotranplant. The groups with stem cell injection (CT) were: (1) 3 days, combined with tooth replant technique; (2) 15 days with both techniques. Blocks containing the three molar teeth from each side of the rats superior jaws were removed, periapical radiographs were taken and the specimens were processed and embedded in paraffin. LPD thickness among different groups and cell morphology and extracellular matrix related to the root surface, alveolar bone and the middle portion of the LPD, and dental pulp cells were evaluated and compared from each group. Cells isolated from bone marrow were incubated for 24h, 48h and 72h in culture plates containing membranes of bovine collagen type I - CollaTape ® (Integra LifeSciences Corporation, Plainsboro, NJ, USA), bone graft - Extra Graft XG-13 ® (Silvestre Labs Chemical and Pharmaceutical Ltda, RJ, Brazil) or a mouse molar tooth. The specimens were observed using an inverted microscope for cell count and processed for observation in a scanning electron microscope (SEM). Groups 1 and 3 days showed LPD thickness significantly higher for tooth autotransplant technique when compared to reimplant. The group of 3 days with stem cells showed no significant pulp changes different from control (without stem cells). Group of 15 days with stem cells showed the same histological characteristics of the group without injection ...


Assuntos
Animais , Ratos , Células da Medula Óssea , Regeneração Tecidual Guiada Periodontal , Células-Tronco , Materiais Biocompatíveis , Transplante Ósseo , Doenças Periodontais , Periodonto , Ratos Wistar , Reimplante Dentário , Transplante Autólogo
5.
Porto Alegre; s.n; 2003. 128 p. ilus, tab, graf. (BR).
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-407928

RESUMO

Recentemente, a laserterapia tem sido utilizada na Odontologia visando seus efeitos terapêuticos e biomodulares sobre o aumento da velocidade e qualidade de integração entre os implantes dentais e os tecidos ósseo e periodontal. Entretanto, permanece incerto se é possível haver biomodulação do crescimento celular pelo laser na presença de implantes de titânio. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar o crescimento, proliferação e diferenciação de células derivadas de medula óssea humana, cultivadas sobre discos de titânio altamente polidos, e submetidos à irradiação com laser diodo vermelho A=685 nm, através da análise quantitativa do número de células comprometidas com o fenótipo osteogênico e da detecção de proteinas específicas para osteonectina, osteopontina e osteocalcina. Para isso, células da medula óssea foram obtidas da crista ilíaca de um doador humano adulto e rotineiramente processadas até as condições experimentais. As células foram cultivadas sobre discos de titânio altamente polidos previamente colocadosem uma placa de 24 poços. Após o cultivo, um grupo de 14 culturas foi submetido localmente a quatro aplicações de laser (laser diodo 7 mW, A=685 nm, O,60 mm) com uma dose de 1,2J/cmquadrado por tratamento e ou outro foi mantido sem qualquer tratamento. Os períodos de observação das culturas foram estabelecidos em quatro, sete, 15,21,27 e 32 dias. Grupos controles de células cultivadas diretamente sobre a placa também foram conduzidos. Os resultados mostraram um aumento significativo no número médio de células no grupo irradiado nos períodos de sete (p=0,000) e 21 (p=0,011) dias de cultura quando comparados com os grupos que não receberam irradiação laser. Em todos os períodos, os níveis de expressão da osteopontina e osteocalcina estavam marcadamente aumentados nos grupos irradiados quando comparados com os grupos não irradiados. A melhor média de proliferação foi obtida no período de sete dias após a cultura. Os dados aqui obtidos permitem concluir que o laser, utilizado nesta dosagem e comprimento de onda, pode afetar positivamente a proliferação celular in vitro, principalmente nos períodos iniciais, e que pode ser usado durante o processo de osteointegração de implantes dentais


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Células da Medula Óssea/citologia , Implantes Dentários , Fatores Imunológicos , Técnicas In Vitro , Lasers , Materiais Dentários/efeitos adversos , Análise de Variância , Estudos de Avaliação como Assunto
7.
Rev. Fac. Odontol. Bauru ; 5(3/4): 59-64, jul.-dez. 1997. tab, graf
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-222592

RESUMO

O objetivo deste trabalho foi verificar o efeito da hiperglicerina de longa duraçäo na distribuiçäo dos mastócitos na pele. Vinte ratos foram divididos em dois grupos experimentais: Grupo I - normais e Grupo II - diabéticos. Todos os animais foram sacrificados 30 dias após a induçäo do diabetes melito. Pequenos fragmentos da regiäo dorsal da pele foram removidos, fixados em formol, incluídos em parafina e corados pelo azul de toluidina para identificaçäo dos mastócitos pela metacromasia. Os mastócitos cutâneos foram quantificados utilizando-se a técnica morfométrica de contagem de pontos e o número médio de mastócitos nos dois diferentes grupos comparados estatisticamente pelo teste "t" de Student. A porcentagem de volume na derme ocupada pelos mastócitos no grupo diabético foi relativamente pequena (0,8 por cento +- 0,24). A análise estatística demonstrou um maior número de mastócitos na derme dos animais quando comparado com os diabéticos


Assuntos
Animais , Masculino , Feminino , Adulto , Ratos , Células da Medula Óssea , Diabetes Mellitus/induzido quimicamente , Hiperglicemia/induzido quimicamente , Células da Medula Óssea/metabolismo
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA