Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
RFO UPF ; 7(2): 73-77, jul.-dez. 2002. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-404333

RESUMO

Os principais métodos para a fixação da osteotomia sagital do ramo mandibular são a utilização de placas monocorticais de forma não compressiva e a instalação de parafusos bicorticais de maneira posicional, cada um deles apresentando vantagens e desvantagens. Ambos os métodos são descritos como rígido e, dessa forma, eliminam a necessidadde de bloqueio maxilomandibular no pós-operatório, contudo, existem dois pontos a serem esclarecidos: o primeiro é se ambas as formas de fixação promovem a mesma rigidez e o segundo é o quanto de carga cada forma de fixação pode tolerar. O resultado obtido foi que a força necessária para levar o sistema a falhar é muito maior no caso da fixação realizada por meio de parafusos bicorticais, ou seja, este tipo de fixação apresenta uma resistência mecânica maior


Assuntos
Placas Ósseas , Parafusos Ósseos , Capripoxvirus , Avanço Mandibular , Osteotomia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA