Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 21
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. Ciênc. Plur ; 6(2): 140-155, 2020. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1100322

RESUMO

Introdução:Nas últimas décadas, a qualidade do desenvolvimento e crescimento infantil tem sido utilizada como parâmetro para mensurar a qualidade do desenvolvimento humano e para ter o conhecimento dessa evolução se faz uso dos indicadores de mortalidade e morbidade. Objetivo: Avaliar a morbidade e mortalidade por causas respiratórias em crianças menores de cinco anos de idade no nordeste brasileiro no período de 2013 a 2017.Metodologia:Trata-se de um estudo ecológico, realizado nos estados do nordeste brasileiro utilizando os dados secundários no período de 2013 a 2017. Os dados foram extraídos no Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde, através do Sistema de Informação sobre Mortalidade e do Sistema de Informações Hospitalares do Sistema Único de Saúde. Foram usadas as variáveis dependentes: óbitos e adoecimentos hospitalares em crianças de 1 a 4 anos de idade por causas respiratórias e como independentes,o ano e estado do Nordeste brasileiro. Resultados:Foi possível observar a prevalência de óbitos por pneumonia por microrganismo, variando entre 70,04% (470) a 75,66% (569) do total de agravos. Os números referentes a morbidade por pneumonia foram de 60% do total dos casos, seguido de asma com 30%. Conclusões:De acordo com os dados desse estudo é possível concluir a importância da abrangência dos programas de promoção e de prevenção da saúde e a fiscalização na execução delas, pois essas patologias podem ser prevenidas no decorrer do crescimento e desenvolvimento infantil a nível ambulatorial (AU).


Introduction:In the last decades, the quality of child development and growth has been used as aparameter to measure the quality of human development and to have knowledge of this evolution, indicators of mortality and morbidity are used.Objective:To assess morbidity and mortality from respiratory causes in children under five years oldin Northeastern Brazil in the period from 2013 to 2017. Methodology:This is an ecological study carried out in the states of northeastern Brazil using secondary data in period from 2013 to 2017. Data were extracted at the Informatics Department of the Unified Health System, through the Mortality Information System and the Unified Health System Hospital Information System. Dependent variables were used: deaths and hospital illnesses in children from 1 to 4 years of age due to respiratory causes and as independent, the year and state of Northeast Brazil.Results:It was possible to observe the prevalence of deaths due to pneumonia due to microorganisms, ranging from 70.04% (470) to 75.66% (569) of the total of diseases. The figures for pneumonia morbidity were 60% of the total cases, followed by asthma with 30%. Conclusions:According to the data from this study, it is possible to conclude the importance of the comprehensiveness of health promotion and prevention programs and the monitoring of their execution, as these pathologies can be prevented during the growth and development of children at an outpatient level (AU).


Introducción: En las últimas décadas, la calidad del desarrollo y el crecimiento infantil se ha utilizado como parámetro para medir la calidad del desarrollo humano y para tener conocimiento de esta evolución, se utilizan indicadores de mortalidad y morbilidad.Objetivo:Evaluar la morbilidad y la mortalidad por causas respiratorias en niños menores de cinco años en el noreste de Brasil en el período 2013-2017.Metodología: Este es un estudio ecológico realizado en los estados del noreste de Brasil utilizando datos secundarios en período de 2013 a 2017. Los datos se extrajeron en el Departamento de Informática del Sistema Único de Salud, a través del Sistema de Información de Mortalidad y el Sistema de Información Hospitalaria del Sistema Único de Salud. Se utilizaron variables dependientes: muertes y enfermedades hospitalarias en niños de 1 a 4 años debido a causas respiratorias y, de forma independiente, el año y el estado del noreste de Brasil.Resultados:Fue posible observar la prevalencia de muertes por neumonía por microorganismos, que van del 70.04% (470) al 75.66% (569) del total de enfermedades. Las cifras de morbilidad por neumonía fueron del 60% del total de casos, seguidas de asma con el 30%.Conclusiones:Según los datos de este estudio, es posible concluir la importancia de la integralidad delos programas de promoción y prevención de la salud y el monitoreo de su ejecución, ya que estas patologías pueden prevenirse durante el crecimiento y el desarrollo de los niños a nivel ambulatorio (AU).


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Lactente , Pré-Escolar , Pneumonia , Doenças Respiratórias , Brasil/epidemiologia , Criança , Mortalidade Infantil , Epidemiologia , Interpretação Estatística de Dados , Estudos Ecológicos
2.
Periodontia ; 29(2): 65-72, 2019.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1008166

RESUMO

Classifica-se a pneumonia em pneumonia adquirida na comunidade e pneumonia nosocomial (PN). O desenvolvimento da PN ocorre no intervalo entre 48 e 72 horas depois de que os pacientes tenham adentrado ao ambiente hospitalar. Doenças periodontais (DP) são doenças infecciosas, assintomáticas, de caráter crônico, que ocorrem oriundo da exposição do hospedeiro a ação de bactérias. DP são constituídas por bactérias que são estruturadoras do biofilme dentário. O objetivo do presente artigo foi averiguar como pode ocorrer possivelmente associação entre biofilme dentário, doenças periodontais e desenvolvimento da PN. Realizou-se estudo de revisão bibliográfica com busca nas bases de dados bibliográficas: PubMED, LILACS, Google Acadêmico de estudos e artigos que versavam sobre o relacionamento existente entre a ação do biofilme dentário e das DPs sobre a PN, uma vez coexistindo concomitantemente num mesmo paciente. Relacionado a data de publicação dos trabalhos levantados, somente no Google Acadêmico considerou-se como limite, publicações realizadas entre 2014 e 2018. No PubMED e no LILACS considerou-se todo o acervo publicado e disponível nas bases para consulta, independentemente da data de publicação. Sabe-se que tanto nas DP como nas doenças pulmonares crônicas existem microrganismos similares que agem como fator etiológico. A PN é um problema de Saúde Pública que onera o Estado, devido aos gastos dispendidos com seu tratamento, envolvendo inclusive internações hospitalares. Uma abordagem odontológica preventiva promove uma relação custo-benefício satisfatória, uma vez que pode agir, minimizando o relacionamento da PN com a ação do biofilme dentário e das DPs. (AU)


We classify pneumonia in community-acquired pneumonia and nosocomial pneumonia (PN). PN develops within 48 to 72 hours after patients have entered the hospital setting. Periodontal diseases (PD) are asymptomatic, chronic infectious diseases that occur from exposure of the host to the action of bacteria. PD are composed of bacteria, these bacteria are structures of the dental biofilm. The aim of the present article was to investigate the possible association between dental biofilm, periodontal diseases and PN development. A bibliographic review was carried out with a search in the bibliographic databases: PubMED, LILACS, Google Academic studies and articles that dealt with the relationship between the action of dental biofilm and PDs on PN, once coexisting concomitantly in the same patient. Regarding the date of publication of the works submitted, only in Google Scholar was considered as limit, publications made between 2014 and 2018. In PubMED and LILACS all the collection published and available in the bases for consultation, regardless of the date of publication. It is known that both PD and chronic lung diseases have similar microorganisms that act as an etiological factor. PN is a Public Health problem that burden the State, due to the expenses incurred with its treatment, including hospital admissions. A preventive dental approach promotes a satisfactory cost-benefit ratio, since it can act, minimizing the PN relationship with the action of the dental biofilm and PDs. (AU)


Assuntos
Higiene Bucal , Doenças Periodontais , Pneumonia , Infecção Hospitalar , Biofilmes , Unidades de Terapia Intensiva
3.
ImplantNewsPerio ; 1(8): 1617-1620, nov.-dez. 2016. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-848568

RESUMO

Objetivo: o processo infeccioso e inflamatório decorrente da periodontite poderia contribuir para o desenvolvimento da pneumonia nosocomial. O objetivo deste estudo foi realizar uma revisão da literatura científica sobre a relação entre periodontite e pneumonia nosocomial. Material e métodos: foi realizada uma pesquisa bibliográfica, na base de dados PubMed, por trabalhos que avaliavam o impacto da condição bucal no desenvolvimento da pneumonia nosocomial. Os termos "nosocomial pneumonia" e "periodontitis" foram utilizados nessa busca. Resultados: quatro artigos foram selecionados por dois revisores, para serem incluídos nessa revisão da literatura: um transversal, um do tipo caso-controle, uma revisão sistemática e um ensaio clínico. Conclusão: o número de estudos sobre a associação entre essas duas doenças é extremamente reduzido. O aprimoramento do conhecimento sobre o potencial papel da infecção periodontal na instalação da pneumonia nosocomial é fundamental, pois essa infecção respiratória está associada à significativa morbidade e mortalidade. Estudos adicionais são necessários para elucidação da relação entre essas duas condições patológicas.


Objective: the infectious and inflammatory process in periodontitis could contribute to the development of nosocomial pneumonia. The aim of this study was to review the scientific literature on the relationship between periodontitis and nosocomial pneumonia. Material and methods: a literature search was performed in the PubMed database, for studies that evaluated the impact of oral health in the development of nosocomial pneumonia. The nosocomial pneumonia and periodontitis terms were used in this search. Results: we selected, by two reviewers, four articles to be included in this literature review: a cross-sectional, a case-control, a systematic review and a clinical trial. Conclusion: the number of studies on the association between these two diseases is extremely low. The improvement of knowledge about the potential role of periodontal infection in the nosocomial pneumonia installation is critical because this respiratory infection is associated with significant morbidity and mortality. Additional studies are needed to elucidate the relationship between these two pathological conditions.


Assuntos
Humanos , Infecção Hospitalar/transmissão , Doenças Periodontais , Periodontite/complicações , Pneumonia/complicações
4.
ImplantNewsPerio ; 1(4): 791-796, mai.-jun. 2016.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-847045

RESUMO

A pneumonia nosocomial é uma doença sistêmica que acomete o paciente no ambiente hospitalar após 48 horas da sua admissão, principalmente nas unidades de terapia intensiva (UTIs). O acúmulo de biofilme dentário, saburra lingual e processos inflamatórios decorrentes da presença de doença periodontal podem contribuir para a formação de reserva microbiana associada à pneumonia nosocomial. A prevenção da pneumonia nosocomial é muito importante para garantir a saúde do paciente. O uso de clorexidina 0,12% para a higienização de língua, dentes e mucosas é um grande aliado na redução de bactérias, prevenindo o aparecimento de infecções nos pacientes internados, além do combate das mesmas, como a pneumonia nosocomial. O treinamento da equipe de enfermagem para realização dessas manobras, assim como para entender a importância da relação entre saúde bucal e infecções respiratórias, deve ser reforçado, visto que parece ser deficiente. A presença do cirurgião-dentista em uma equipe multidisciplinar de UTI é indispensável. Sua presença parece ser mais importante na equipe de coordenação, para o treinamento e capacitação dos profissionais ali envolvidos, além da realização de procedimentos mais complexos, como exodontia e raspagem e alisamento coronorradicular.


Nosocomial pneumonia is a systemic disease that affects the inpatient after 48 hours of admission, especially in intensive care units (ICUs). The dental plaque accumulation, tongue coating and inflammatory processes arising from the presence of periodontal disease may contribute to the formation of microbial reservatories associated with nosocomial pneumonia. Prevention of nosocomial pneumonia is very important to ensure the health of the patient. The use of 0.12% chlorhexidine for tongue, teeth and also mucosal cleaning is important to reduce bacteria and to prevent the appearance of infections in hospitalized patients, such as nosocomial pneumonia. The training of nursing staff to perform these procedures, as well as to understand the importance of the relationship between oral health and respiratory infections, should be strengthened, since it appears to be defi cient. The presence of the dentist in multidisciplinary ICU team is indispensable. Because the practitioner can coordinate a team for training and qualification of professionals involved there, in addition to performing more complex procedures such as tooth extraction and scaling and root planning.


Assuntos
Humanos , Assistência Odontológica , Unidades de Terapia Intensiva , Assistência ao Paciente , Doenças Periodontais/complicações , Periodontia , Pneumonia
7.
Belo Horizonte; s.n; 2016. 121 p. ilus.
Tese em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-915175

RESUMO

Instituiçõees hospitalares de diversos países utilizam a clorexidina na higienização bucal de pacientes em unidades de terapia intensiva. No entanto, a efetividade desse agente farmacológico na prevenção da pneumonia nosocomial e controverso para todas as populações de pacientes internados nessas unidades. O objetivo desse estudo foi sumariar as evidencias sobre a efetividade do uso da clorexidina, nos cuidados com a higiene bucal de pacientes em unidades de terapia intensiva, na prevenção da pneumonia nosocomial. O estudo foi desenvolvido, por meio de uma overview de revisões sistemáticas, utilizando artigos localizados nas bases de dados PubMed,-Cochrane- Library,- LILACS,-CRD- e-CINHAL, bem como busca manual e literatura cinzenta. Foram incluídas 16 revisões sistemáticas (14 com metanálise), sendo a maioria delas com alta qualidade metodológica. Os resultados mostraram que em unidade de terapia intensiva com população adulta de cirurgia cardíaca, a clorexidina foi efetiva na prevenção da pneumonia nosocomial. No entanto, a efetividade da clorexidina foi controversa em unidades de terapia intensiva com populações em condições clinico cirúrgicas variadas, que necessitaram de ventilação mecânica por mais de 48 horas. Embora a clorexidina tenha apresentado melhores resultados estatísticos de eficacia comparado ao controle e com efeitos adversos mínimos. Em quadros clínicos críticos, a clorexidina pode ser insuficiente para promover uma descontaminação oral inibitória de patógenos, que supere o risco infeccioso de um tubo endotraqueal, que age como um reservatório continuo de condução de microrganismos para os pulmões. Nesse contexto, o presente estudo contribui para a avaliação da atual abordagem terapêutica de paciente internado em unidades de terapia intensiva, tendo em vista as evidencias do uso da clorexidina na prevenção da pneumonia nosocomial


hospital institutions from different countries use chlorhexidine in the oral hygiene of patients in intensive care units. No! However, the effectiveness of this pharmacological agent in the prevention of nosocomial pneumonia and controversial for all populations of patients hospitalized in these units. The aim of this study was to summarize the evidence on the effectiveness of the use of chlorhexidine in care! oral hygiene! of patients! intensive care units, in the prevention of nosocomial pneumonia. The study was conducted by means of a overview of systematic reviews using items found on the basis of PubMed data, -Cochrane- Library, -! LILACS, -CRD- e-CINHAL and manual search and gray literature. included were 16 systematic reviews (14 with! meta-analysis), most of them with high quality methodological. The results showed that in the intensive care unit with adult population of cardiac surgery, Chlorhexidine was effective in the prevention of nosocomial pneumonia. However, the effectiveness of chlorhexidine was controversial in intensive care units with populations in varied conditions clinicoDcirurgicas, requiring ventilation Mechanical for more than 48 hours. While chlorhexidine has shown better statistical results of efficacy compared to control and minimal adverse comefeitos. In critical clinical pictures, chlorhexidine may be insufficient to promote a Restraining oral decontamination pathogens, which outweighs the risk infection of an endotracheal tube, which acts as a reservoir of continuous driving of microorganisms for the lungs. In this context, this study contributes to! Evaluation of! Current therapeutic approach to hospitalized patients in intensive care units, in view of the evidence of the use of chlorhexidine in prevention of nosocomial pneumonia


Assuntos
Clorexidina/uso terapêutico , Unidades de Terapia Intensiva/normas , Higiene Bucal/estatística & dados numéricos , Pneumonia/terapia , Pacientes Internados/educação , Revisão
8.
São José dos Campos; s.n; 2014. 108 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-870192

RESUMO

Pacientes críticos internados em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em sua maioria, requerem auxílio da Ventilacão Mecânica Invasiva (VMI). A análise da diversidade microbiana é fundamental para identificação de espécies, ainda desconhecidas, responsáveis pela Pneumonia Associada a Ventilação Mecânica (PAVM). Os objetivos deste estudo foram: a) Estudar a diversidade microbiana presente na cavidade oral e no BAL (mini-BAL) de pacientes internados em UTI sob VMI, através da técnica Checkerboard DNA-DNA Hybridization; b) Avaliar se o perfil microbiano presente na cavidade oral está presente no Lavado Bronco Alveolar (mini-BAL), em diferentes períodos de tempo da VMI (12 h, 48 h, 96 h) e na extubação; c) Detectar a presença de espécies bacterianas circulantes na corrente sanguínea de pacientes internados em UTI sob VMI através dos resultados de hemocultura. Participaram do estudo 10 pacientes críticos internados em UTI sob VMI. As amostras foram coletadas no dorso da língua, espaço subgengival, no BAL, no aspirado endotraqueal e cânula de intubação orotraqueal. Foi possível identificar a presença de espécies bacterianas no BAL/aspirado endotraqueal, inclusive com aumento da carga bacteriana com o tempo prolongado de Intubação orotraqueal (IOT), 48 h e 96 h; e em relação à mucosa oral e espaço subgengival também foi possível observar já nas primeiras 12 h a presença de espécies bacterianas no BAL, estes achados apresentaram associação com PAVM e com resultados de hemocultura positiva. As bactérias isoladas na hemocultura foram S auerus, S epidermides, P aeruginosa. Houve associação de febre com PAVM e hemocultura positiva. Concluiu-se que durante a IOT, espécies bacterianas migram rapidamente para as vias aéreas inferiores, podendo contribuir para a fisiopatogenia da PAVM, houve associação de PAVM com Enterococcus faecalis, Fusobacterium periodonticum, Gemella morbillorum, Neisseria mucosa, Propionibacterium, Prevotella melaninogenica...


Critical patients admitted to intensive care unit (ICU), in their majority, require Invasive Mechanical Ventilation assistance (MV). The analysis of microbial diversity is fundamental to identifying species, as yet unknown, responsible for Pneumonia associated with mechanical ventilation (VAP). The objectives of this study were: to Study microbial diversity) present in the oral cavity and in the BAL (mini-BAL) of patients hospitalized in ICU under VM by Checkerboard DNA-DNA Hybridization technique; b) assess whether the microbial profile present in the oral cavity is present in Broncho Alveolar (mini-BAL), in different time periods of the MV (12 h, 48 ‘h, 96 h) and on extubation; c) detect the presence of bacterial species circulating in the bloodstream of patients hospitalized in ICU under VM through the results of blood cultures. Participated in this study 10 critical patients admitted to ICU under MV. The samples were collected on the dorsum of the tongue, subgingival space, in BAL, endotracheal aspirate and orotracheal intubation cannula. It was possible to identify the presence of bacterial species in the BAL/endotracheal aspirate, including with increased bacterial load with the extended time of orotraqueall Intubation (OTI), 48 h and 96 h; and in relation to the oral mucosa and subgingival space has also been possible to observe in the first 12 h the presence of bacterial species in the BAL, these findings showed association with VAP and with positive blood culture results. The isolated bacteria in blood culture were S auerus, S epidermides, P aeruginosa. There was association with fever and blood culture positive PAVM. It was concluded that during the OTI, bacterial species migrate quickly to the lower airways and may contribute to the pathophysiology of VAP. There were associations between VAP and Enterococcus faecalis, Fusobacterium periodonticum, Gemella morbillorum, Neisseria mucosa, Propionibacterium, Prevotella melaninogenica...


Assuntos
Humanos , Bactérias , Unidades de Terapia Intensiva , Boca , Pneumonia , Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica
9.
São José dos Campos; s.n; 2014. 108 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-867576

RESUMO

Pacientes críticos internados em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em sua maioria, requerem auxílio da Ventilacão Mecânica Invasiva (VMI). A análise da diversidade microbiana é fundamental para identificação de espécies, ainda desconhecidas, responsáveis pela Pneumonia Associada a Ventilação Mecânica (PAVM). Os objetivos deste estudo foram: a) Estudar a diversidade microbiana presente na cavidade oral e no BAL (mini-BAL) de pacientes internados em UTI sob VMI, através da técnica Checkerboard DNA-DNA Hybridization; b) Avaliar se o perfil microbiano presente na cavidade oral está presente no Lavado Bronco Alveolar (mini-BAL), em diferentes períodos de tempo da VMI (12 h, 48 h, 96 h) e na extubação; c) Detectar a presença de espécies bacterianas circulantes na corrente sanguínea de pacientes internados em UTI sob VMI através dos resultados de hemocultura. Participaram do estudo 10 pacientes críticos internados em UTI sob VMI. As amostras foram coletadas no dorso da língua, espaço subgengival, no BAL, no aspirado endotraqueal e cânula de intubação orotraqueal. Foi possível identificar a presença de espécies bacterianas no BAL/aspirado endotraqueal, inclusive com aumento da carga bacteriana com o tempo prolongado de Intubação orotraqueal (IOT), 48 h e 96 h; e em relação à mucosa oral e espaço subgengival também foi possível observar já nas primeiras 12 h a presença de espécies bacterianas no BAL, estes achados apresentaram associação com PAVM e com resultados de hemocultura positiva. As bactérias isoladas na hemocultura foram S auerus, S epidermides, P aeruginosa. Houve associação de febre com PAVM e hemocultura positiva. Concluiu-se que durante a IOT, espécies bacterianas migram rapidamente para as vias aéreas inferiores, podendo contribuir para a fisiopatogenia da PAVM, houve associação de PAVM com Enterococcus faecalis, Fusobacterium periodonticum, Gemella morbillorum, Neisseria mucosa, Propionibacterium, Prevotella melaninogenica, ...


Critical patients admitted to intensive care unit (ICU), in their majority, require Invasive Mechanical Ventilation assistance (MV). The analysis of microbial diversity is fundamental to identifying species, as yet unknown, responsible for Pneumonia associated with mechanical ventilation (VAP). The objectives of this study were: to Study microbial diversity) present in the oral cavity and in the BAL (mini-BAL) of patients hospitalized in ICU under VM by Checkerboard DNA-DNA Hybridization technique; b) assess whether the microbial profile present in the oral cavity is present in Broncho Alveolar (mini-BAL), in different time periods of the MV (12 h, 48 ‘h, 96 h) and on extubation; c) detect the presence of bacterial species circulating in the bloodstream of patients hospitalized in ICU under VM through the results of blood cultures. Participated in this study 10 critical patients admitted to ICU under MV. The samples were collected on the dorsum of the tongue, subgingival space, in BAL, endotracheal aspirate and orotracheal intubation cannula. It was possible to identify the presence of bacterial species in the BAL/endotracheal aspirate, including with increased bacterial load with the extended time of orotraqueall Intubation (OTI), 48 h and 96 h; and in relation to the oral mucosa and subgingival space has also been possible to observe in the first 12 h the presence of bacterial species in the BAL, these findings showed association with VAP and with positive blood culture results. The isolated bacteria in blood culture were S auerus, S epidermides, P aeruginosa. There was association with fever and blood culture positive PAVM. It was concluded that during the OTI, bacterial species migrate quickly to the lower airways and may contribute to the pathophysiology of VAP. There were associations between VAP and Enterococcus faecalis, Fusobacterium periodonticum, Gemella morbillorum, Neisseria mucosa, Propionibacterium, Prevotella melaninogenica, ...


Assuntos
Humanos , Bactérias , Unidades de Terapia Intensiva , Boca , Pneumonia , Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica
10.
Rev. bras. odontol ; 69(1): 72-75, Jan.-Jun. 2012. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-874451

RESUMO

O atendimento odontológico nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) já é uma realidade em alguns hospitais brasileiros e tem o objetivo de prevenir não só as infecções bucais, que interferem na evolução das doenças dos pacientes acamados, bem como limitar a disseminação de micro-organismos que colonizam desde a cavidade oral ao trato respiratório inferior desses pacientes. Pneumonias associadas à ventilação mecânica podem interferir na recuperação do paciente, muitas vezes conduzindo-o a um desfecho fatal. Os cuidados com a saúde bucal podemdiminuir o tempo de internação do paciente e os custos hospitalares.


Assuntos
Humanos , Assistência Odontológica/tendências , Unidades de Terapia Intensiva , Saúde Bucal , Pneumonia/prevenção & controle , Unidade Hospitalar de Odontologia , Unidade Hospitalar de Odontologia/tendências , Protocolos
11.
Perionews ; 5(5): 500-504, set. 2011.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-686338

RESUMO

Com o aumento da expectativa de vida, um número maior de pacientes apresentará doenças respiratórias obstrutivas, tais como bronquite, enfisema e pneumonia. Pesquisas recentes têm associado estas patologias com a presença da doença periodontal. De forma que a periodontite poderia agravar ou até mesmo iniciar estas doenças. Desta maneira, é importante que os profissionais de saúde estejam atentos para a relação entre periodontite e doenças respiratórias, para que seja possível preveni-las.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Higiene Bucal , Periodontia , Pneumonia , Doenças Respiratórias
12.
Rev. odontol. UNESP (Online) ; 39(4): 201-206, jul.-ago. 2010. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-874542

RESUMO

O ambiente hospitalar é inevitavelmente um grande reservatório de patógenos virulentos e oportunistas, que podem ser transmitidos ao indivíduo por via endógena e, assim, desencadear infecções respiratórias, principalmente a pneumonia, que acomete comumente os pacientes submetidos à ventilação mecânica em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). No período de janeiro de 2009 a janeiro de 2010, foram acompanhados 73 pacientes com pneumonia nosocomial internados nas UTIs - adulto, pediátrica e Centro de Queimados - do Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Belém - PA, com o objetivo de avaliar o perfil desses pacientes e os principais agentes infecciosos envolvidos na infecção respiratória. Após o estudo, verificou-se uma idade média de 38,7 anos, sendo 87,7% do gênero masculino. A partir do lavado broncoalveolar, da hemocultura e da secreção traqueal, foram obtidas culturas positivas e 17 tipos de bactérias diferentes foram isolados, sendo Staphylococcus aureus o agente infeccioso mais frequente nas infecções nosocomiais (30,7%). Considerando que na microbiota normal, patógenos potencialmente respiratórios - como Staphylococcus aureus, Pseudomonas aeruginosa e alguns bacilos gram-negativos - podem colonizar o biofilme bucal, pode-se ressaltar que os cuidados odontológicos em pacientes sob terapia intensiva são essenciais como parte integrante da saúde geral, evitando agravos sistêmicos.


The hospital environment is inevitably a large reservoir of virulent and opportunistic pathogens, which can be transmitted via the individual endogenous. Which in turn can trigger respiratory infections, especially pneumonia, which commonly affects patients undergoing mechanical ventilation in the Intensive Care Unit (ICU). From January 2009 to January 2010 were followed 73 patients with nosocomial pneumonia hospitalized in ICU adult and pediatric burn center of the Metropolitan Hospital Emergency and Emergency-HMUE Belém - Pará in order to evaluate the profile of these patients and main infectious agents involved in respiratory infection. After the study it was found that the average age was 38.7 years and 87.7% were males. From broncoalveolar lavage, blood culture and tracheal aspirate positive culture was obtained and 17 kinds of different bacteria were isolated, Staphylococcus aureus the most frequent infectious agent in nosocomial infections (30.7%). Whereas the normal flora potential respiratory pathogens such as Staphylococcus aureus, Pseudomonas aeruginosa and some gram-negative bacilli can colonize the oral biofilm, may be noted that dental care for patients under intensive therapy is essential as part of general health, preventing systemic diseases.


Assuntos
Humanos , Unidades de Terapia Intensiva , Boca , Pneumonia
13.
Campinas; s.n; 2008. 128 p. ilus.
Tese em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-866562

RESUMO

A relação entre doenças sistêmicas e condições bucais tem sido abordada em vários estudos, dentre as mais implicadas neste contexto estão as pneumonias nosocomiais e a associada à ventilação mecânica. A influência das infecções bucais na saúde sistêmica é proveniente da disseminação de microrganismos, de seus produtos metabólicos na corrente sanguínea e do estabelecimento de um quadro inflamatório crônico. O objetivo do estudo foi avaliar o conhecimento e as atitudes dos profissionais das Unidades de Terapias Intensivas sobre a relação entre a Higiene bucal, Doença periodontal e Pneumonia. Para o desenvolvimento do estudo não-experimental descritivo, foi utilizado um questionário que avaliou 154 profissionais (55 médicos, 33 enfermeiros e 66 técnicos/auxiliares de enfermagem) de quatro hospitais públicos (n=72) e privados (n=82). Resultados: Afirmaram ser importante o procedimento de higiene bucal 96,3% (52/54) dos médicos, 94% (31/33) dos enfermeiros, 87,6% (57/65) dos técnicos/auxiliares. Concordaram que o controle do biofilme dental pode contribuir na prevenção da doença periodontal (p<0,001), endocardite bacteriana (p<0,001) e pneumonia (p<0,001), respectivamente, 96,4%, 83,6% e 34,5% dos médicos; 81,8%, 51,5% e 6,1% dos enfermeiros; 57,8%, 34,8% e 9,1% dos técnicos/auxiliares, nas demais patologias pesquisadas não houve diferença estatística. Em relação aos métodos de higiene bucal adquiridos durante a formação escolar, a escova dental foi a mais citada para pacientes internados e o swab para os pacientes intubados; e para todos os pacientes o colutório mais citado foi o Cloreto de cetilpiridino. Admitiram haver protocolo nas instituições para os pacientes internados e intubados, respectivamente: 43,6% (24/55) e 32,7% (18/55) dos médicos, 45,5% (15/33) e 48,5% (16/33) dos enfermeiros e 39,4% (26/66) e 31,8% (21/66) dos auxiliares-técnicos. A freqüência de higiene bucal para todos os pacientes apresentou mediana de três vezes...


The relationship between systemic diseases and oral conditions has beenapproached in several studies, among the more implicated in this context are hospitalpneumonias and mechanical ventilation association. The influence of oral infectionsin the systemic health is originating from the spread of microorganisms, theirmetabolic products in the sanguine current and the establishment of a chronicinflammatory picture. The objective of this study was to evaluate the knowledge andthe attitudes of professionals that work in Intensive Care Units about the relationshipamong the oral Hygiene, periodontal Disease and Pneumonia. It was used aquestionnaire that evaluated 154 professionals (55 doctors, 33 nurses and 66 nursetechnicians/assistants) of four public hospitals (n=72) and private (n=82) for thedevelopment of the descriptive no-experimental study. Results: They affirmed to beimportant the procedure of oral hygiene 96,3% (52/54) of doctors, 94% (31/33) ofnurses, 87,6% (57/65) of nurse technicians/assistants. They agreed that the dentalbiofilm control can contribute in the prevention of periodontal disease (p <0,001),bacteria endocarditis (p <0,001) and pneumonia (p <0,001), respectively, 96,4%,83,6% and 34,5% of doctors; 81,8%, 51,5% and 6,1% of nurses; 57,8%, 34,8% and9,1% of nurse technicians/assistants, in other researched pathologies there was notstatistics difference. In relation to methods of oral hygiene acquired during the schoolformation, the toothbrushing was more mentioned for hospitalized patients and theswab for the intubated patients; and for all the patients the mouthrinses morementioned was the cetylpyridinium chloride. They admitted there to be protocol in theinstitutions for the hospitalized patients and intubated, respectively: 43,6% (24/55)and 32,7% (18/55) of doctors, 45,5% (15/33) and 48,5% (16/33) of nurses and 39,4%(26/66) and 31,8% (21/66) of auxiliary-technicians. The frequency of oral...


Assuntos
Biofilmes , Higiene , Periodontia , Pneumonia
14.
Periodontia ; 17(03): 67-72, set.2007. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-853464

RESUMO

O objetivo deste estudo foi determinar o perfil periodontal de pacientes adultos traqueostomizados com pneumonia nosocomial, internados na UTI do Instituto Dr. José Frota, Fortaleza(CE). O diagnóstico clínico e radiográfico de pneumonia nosocomial e um exame periodontal foram realizados e, para a análise estatística dos dados, utilizaram-se os testes t de Student,Mann-Whitney e Exato de Fisher. O Índice de Sangramento Gengival (ISG) foi maior nos pacientes com pneumonia nosocomial (41,03%) em relação aos pacientes sem esta patologia(25,19%). Porém, não houve diferença estatisticamente significante (p>0,05). Dos 33 pacientes examinados, 25 apresentaram periodontite, dos quais 22 (88%) tinham pneumonia nosocomial, não havendo associação estatisticamente significante entre as duas patologias (p>0,05). Portanto, apesar de uma higiene bucal mais deficiente e uma maior prevalência de periodontite em pacientes com pneumonia nosocomial, estas associações não foram positivas.


Assuntos
Adulto , Humanos , Periodontite , Pneumonia , Traqueostomia
15.
Periodontia ; 17(3): 67-72, set. 2007. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-524096

RESUMO

O objetivo deste estudo foi determinar o perfil periodontal de pacientes adultos traqueostomizados com pneumonia nosocomial, internados na UTI do Instituto Dr. José Frota, Fortaleza(CE). O diagnóstico clínico e radiográfico de pneumonia nosocomial e um exame periodontal foram realizados e, para a análise estatística dos dados, utilizaram-se os testes t de Student,Mann-Whitney e Exato de Fisher. O Índice de Sangramento Gengival (ISG) foi maior nos pacientes com pneumonia nosocomial (41,03%) em relação aos pacientes sem esta patologia(25,19%). Porém, não houve diferença estatisticamente significante (p>0,05). Dos 33 pacientes examinados, 25 apresentaram periodontite, dos quais 22 (88%) tinham pneumonia nosocomial, não havendo associação estatisticamente significante entre as duas patologias (p>0,05). Portanto, apesar de uma higiene bucal mais deficiente e uma maior prevalência de periodontite em pacientes com pneumonia nosocomial, estas associações não foram positivas.


Assuntos
Humanos , Adulto , Periodontite , Pneumonia , Traqueostomia
16.
Rev. Assoc. Paul. Cir. Dent ; 60(4): 265-270, jul.-ago. 2006. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-539270

RESUMO

Os desvios da aparência normal do esmalte dentário são, em geral, resultantes de defeitos estruturais oriundos da disfunção de constituintes do órgão do esmalte, em particular das células formadoras do esmalte, ou seja, os ameloblastos. Assim sendo, o aparecimento desses defeitos está relacionado a distúrbios da amelogênese. A formação do esmalte passa por várias fases, iniciando-se por uma fase secretora, em que as células produzem principalmente amelogeninas simutaneamente ao inicio da mineralização, ou seja, a deposição orientada de cristais de hidroxiapatita. Esta fase é seguida pela reabsorção das amelogeninas, criando-se dessa maneira os espaços necessários para o crescimento das longas fitas de hidroxiapatita. Outras proteinas aparecem em seguida, havendo intensa reabsorção de água, fase em que os ameloblastos se modificam e tornam-se especializadas na reabsorção. Esses eventos levam, finalmente, a formação do esmalte maduro, constituído por aproxidamente 96% de minera.


Abnormalities of dental enamel are developmental defects arising from dysfunction of constituents of the enamel organ, in particular of ameloblasts, during amelogenesis. Enamel defects are observed in deciduous and permanent dentitions and are associated with a variety of local factors and systemic diseases. The purpose of this study was to review recent literature on the subject and to present two clinical cases. Thus, our observations, together with the literature, confirm that infections, nutritional problems, genetic factors, and preterm babies are more likely to be associated with enamel defects. The general dental practioner must therefore be aware of all the possibilities for a correct diagnosis and treatment.


Assuntos
Humanos , Feminino , Criança , Adolescente , Amelogênese , Calcificação Fisiológica , Esmalte Dentário/anormalidades , Pneumonia , Germe de Dente
17.
Periodontia ; 14(03): 25-29, set.2004.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-853398

RESUMO

A pneumonia nosocomial é responsável entre 19% a 15%, aproximadamente, de todas as infecções adquiridas em hospitais, e de 20% a 50% dos pacientes que a contraem falecem. Um dos fatores da etiologia desta patologia é, entre outras bactérias anaeróbias encontradas no biofilme dental, que podem contaminar o trato respiratório inferior por aspiração do conteúdo da orofaringe e inalação de aerossóis infectados. Portanto, a cavidade oral pode ser considerada um potencial reservatório desses microorganismos. O objetivo deste trabalho é revisar criticamente a literatura sugerindo que a doença periodontal possa atuar como fator de risco para pneumonias nosocomiais dentre outras já citados pela literatura médica.


Assuntos
Periodontite , Pneumonia
18.
Periodontia ; 14(3): 25-29, set. 2004.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-500821

RESUMO

A pneumonia nosocomial é responsável entre 19% a 15%, aproximadamente, de todas as infecções adquiridas em hospitais, e de 20% a 50% dos pacientes que a contraem falecem. Um dos fatores da etiologia desta patologia é, entre outras bactérias anaeróbias encontradas no biofilme dental, que podem contaminar o trato respiratório inferior por aspiração do conteúdo da orofaringe e inalação de aerossóis infectados. Portanto, a cavidade oral pode ser considerada um potencial reservatório desses microorganismos. O objetivo deste trabalho é revisar criticamente a literatura sugerindo que a doença periodontal possa atuar como fator de risco para pneumonias nosocomiais dentre outras já citados pela literatura médica.


Assuntos
Periodontite , Pneumonia
19.
Rev. odontol. UNESP ; 28(2): 285-99, jul.-dez. 1999. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-298417

RESUMO

Este estudo tem por objetivo caracterizar o perfil epidemiológico dos presos soropositivos ou portadores de AIDS da Cadeia Pública de Ribeiräo Preto, SP, Brasil, segundo as variáveis idade média, tipo de uniäo marital, tipo de delito e nível socioeconômico. Para os indivíduos com AIDS, identificou-se as complicaçöes médicas e odontológicas mais comuns da doença. Os dados se referem ao período de abril a novembro de 1996, tendo sido obtidos através de prontuários e exames médico e odontológico. A cadeia contava com 411 detentos em junho de 1996, sendo 67,9 por cento menores de 30 anos. Encontrou-se 6 por cento de indivíduos soropositivos para o HIV, entre os voluntários à realizaçäo da sorologia, valor inferior à faixa de 17 por cento a 19,5 por cento de soropositividade estimada pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de Säo Paulo para aquela cadeia. Para os presos com AIDS, as complicaçöes mais encontradas foram a caquexia, a candidíase oral e a pneumonia por Pneumocystis carinii. A candidíase oral foi a complicaçäo odontológica mais encontrada. A freqüente transferência de detentos entre instituiçöes do sistema penal e as dificuldades para deslocamento dos presos doentes até os serviços do sistema de saúde säo entraves para a oferta de assistência adequada à saúde dessa populaçäo


Assuntos
Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida , Saúde Bucal , Prisões/estatística & dados numéricos , Saúde Pública , Caquexia , Candidíase Bucal , Pneumonia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA