Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 14 de 14
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
2.
Stomatos ; 18(34): 16-28, Jan.-Jun. 2012. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-693972

RESUMO

Little is known today about the possible correlations between oral and cervicovaginal diseases although some diseases affect these two regions of the human body. This study extensively investigated the pathologies caused by the Candida fungus and the herpes virus to establish the correlation between oral and cervicovaginal diseases. A questionnaire and a cytopathology test (Pap smear) were used to collect data from 118 women whose mean age was 41.51 years and who lived in the coastal city of Xangri-La, Brazil. Descriptive statistics and the Pearson correlation coefficient were used to analyze data (p=0.3 to p=0.7). The Pearson correlation coefficient showed that 16.9% of the women had oral herpes and oral candidiasis. Of the women who had oral herpes, 10% also had genital herpes, but there was no significant correlation between these diseases (χ2 = 0.255, p = 0.614); of those with oral candidiasis, 15% also had vaginal candidiasis, but there was also no significant correlation between these diseases (χ2 = 0.558, p = 0.455). After the cytopathology (Pap smear) results were reviewed, 45.8% of the women in the sample were referred to a gynecologist. Oral and cervicovaginal diseases, especially those that are sexually transmitted, have gained great importance in public health due to their growing incidence and because they affect women in all age groups. Their sequelae may be irreversible and, therefore, should be considered by dentists that treat women.


Pouco se sabe hoje em dia sobre possíveis correlações entre doenças bucais e as doenças cérvico-vaginais. Pode-se afirmar, contudo, que existem doenças que atingem ambas as regiões do corpo humano. O presente estudo foi direcionado para o aprofundado das patologias geradas por fungos Candida e vírus Herpes, com o objetivo de realizar uma correlação entre a presença e ausência de enfermidades bucais e cervico-vaginais, a partir de dados obtidos através de questionário e do exame citopatológico (Papanicolau) coletado de 118 mulheres, com uma média de idade de 41,51 anos, residentes na cidade litorânea de Xangri-Lá, Rio Grande do Sul. O teste de correlação de Pearson demonstrou que 16,9% das mulheres já tiveram herpes labial e candidíase bucal, sendo as mulheres que já apresentaram herpes labial, 10% apresentaram herpes vaginal, mas o resultado não apresentou correlação signifi cativa entre estas doenças (χ2=0,255; p=0,614) e, das mulheres que apresentaram candidíase bucal, 15% já tiveram candidíase vaginal, mas também não se encontrou correlação significativa entre as mesmas (χ2=0,558; p=0,455). 45,8% das mulheres da amostra foram encaminhados para um ginecologista. As enfermidades bucais e cérvico-vaginais femininas, em especial as sexualmente transmissíveis, adquiriram uma grande importância na área de saúde pública por sua crescente incidência, e, por acometerem mulheres em todas as faixas etárias. Suas sequelas podem ser irreversíveis e, deste modo, torna-se importante à atuação do cirurgião dentista durante o atendimento a estas mulheres no sentido de dar-lhes informações mediante a estas enfermidades bucais.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Candidíase , Candidíase Vulvovaginal , Candida/patogenicidade , Candidíase Bucal/epidemiologia , Doenças Sexualmente Transmissíveis/diagnóstico , Doenças Sexualmente Transmissíveis/epidemiologia , Herpes Genital , Herpes Labial/epidemiologia , Esfregaço Vaginal , Interpretação Estatística de Dados
3.
Rev. ABO nac ; 19(4): 237-242, ago.-set. 2011. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-667481

RESUMO

Objetivo - Avaliar atitudes e práticas de cirurgiões-dentistas frente às infecções HIV/Aids eHepatite B, estabelecendo uma correlação entre riscos de transmissão ocupacional e sexual dedoenças infecciosas. Métodos - 318 cirurgiões-dentistas (CDs) responderam a questionáriosautoaplicáveis e anônimos, abordando atitudes frente ao risco ocupacional e práticas sexuais,durante o III Congresso Internacional de Odontologia, realizado em 2009. Análise estatísticadescritiva simples foi realizada. Resultados - Respectivamente, 32,0% e 26,8% relataram nãose sentir seguros em atender pacientes vivendo com HIV/Aids e o VHB (Vírus da HepatiteB), o que atribuíram ao medo de infecção ocupacional. Aproximadamente 69% dos CDs jáse feriram com instrumentos perfurocortantes, no entanto apenas 24,8% procuraram algumserviço especializado. Em se tratando de atitudes frente às práticas sexuais, 20,1% utilizarampreservativo em todas as relações sexuais e 60,3% nunca utilizaram ou utilizaram apenas algumasvezes. Conclusões - 0O0 alto índice de acidentes ocupacionais reportados e a insegurançafrente ao atendimento de pacientes vivendo com HIV/Aids e VHB, quando relacionados como baixo percentual de utilização de preservativos em todas as relações sexuais revelaram umcontexto de vulnerabilidade desfavorável para os CDs pesquisados


Objective - To evaluate attitudes and practices by dentists toward patients with HIV/AIDS andhepatitis B, establishing a correlation between risks of occupational and sexual transmission ofdiseases. Methods - 318 dentists answered to self-administered and anonymous questionnairesabout attitudes toward occupational risks and sexual practices, in the III International Congressof Odontology, held in 2009. Descriptive statistical analyses were held. Results - Respectively,32,0% and 26,8% reported feeling insecure to treat patients living with HIV/AIDS and theHBV (Hepatitis B Virus), which was attributed to fear of acquiring occupational infection.Approximately 69% of the dentists suffered percutaneous injury, however only 24,8% soughtspecialized services for treatment. In regards the attitudes toward sexual practices, 20,1% usedcondoms in all sexual relations and 60,3% never used or used only a few times. Conclusions- The high index of percutaneous injury reported and the insecurity toward treating patientsliving with HIV/AIDS and HBV, when related with the low percentage of use of condoms inall sexual relations, reveled a context of unfavorable vulnerability of the dentists researched


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Doenças Sexualmente Transmissíveis/transmissão , Hepatite B , HIV , Exposição Ocupacional , Riscos Ocupacionais
4.
Rev. ABENO ; 11(2): 40-44, 2011.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-876700

RESUMO

Atualmente, o Ministério da Saúde desenvolve políticas públicas e incentiva ações em saúde voltadas para grupos vulneráveis, dentre estes o gênero masculino e os trabalhadores. Tais grupos procuram pouco as unidades de atenção primária à saúde ficando mais predispostos a agravos de doenças possivelmente evitáveis. Nesse sentido, uma importante ferramenta utilizada na estratégia saúde da família é a educação em saúde, uma vez que a compreensão dos condicionantes do processo saúde-doença oferece subsídios para a adoção de hábitos saudáveis. O presente trabalho tem por objetivo descrever, através de um relato de experiência, uma atividade de educação em saúde, relacionada às Doenças Sexualmente Transmissíveis, voltada para um grupo de homens trabalhadores de uma empresa de construção civil. A ação foi realizada por acadêmicos e preceptores do PET-Saúde da Estratégia Saúde da Família Independência III do município de Montes Claros/MG. A atividade de educação em saúde foi avaliada satisfatoriamente tanto pelos trabalhadores, que destacaram positivamente o fato de a ação ter sido desenvolvida em ambiente de trabalho, como pelos acadêmicos, que tiveram a oportunidade de vivenciar o trabalho em equipe e intersetorial. Pode-se concluir que a atenção à saúde do trabalhador é uma importante estratégia para atingir a população masculina em idade produtiva, prevenindo doenças e melhorando a qualidade de vida. Além disso, iniciativas como o PET-Saúde estão em consonância com a integralidade da assistência proposta pelo SUS, através de ações multidisciplinares que buscam a efetividade da atenção primária (AU).


The Ministry of Health is currently developing public policies and encouraging health-related measures targeting vulnerable groups that include males and workers. These groups rarely seek primary healthcare units, and this makes them more prone to an exacerbation of a potentially preventable disease. With this in mind, an important tool used in the Family Health Strategy is health education, since the understanding of the determinants of the health-disease process helps adopting healthy habits. This paper aims to describe a health education activity related to sexually transmitted diseases, through an experience report. It is focused on a group of male workers of a construction company. The action was taken by students and instructors of the "PET-Saúde of Independência III" Family Health Strategy Program. The activity of health education was evaluated satisfactorily both by workers, who highlighted the fact that action was taken in the workplace, and by students, who had the opportunity to experience the teamwork and inter-area work. It can be concluded that heightening awareness to occupational health is an important strategy for reaching the male population of working age, thus preventing disease and improving quality of life. In addition, initiatives like "PET-Saúde" are consistent with the integral care offered by SUS, through multidisciplinary actions seeking primary care effectiveness (AU).


Assuntos
Humanos , Masculino , Brasil , Estratégia Saúde da Família , Educação em Saúde , Saúde do Homem , Saúde do Trabalhador , Atenção Primária à Saúde , Promoção da Saúde , Doenças Sexualmente Transmissíveis
6.
Odontol. clín.-cient ; 7(4): 303-306, out.-dez.2008.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-505595

RESUMO

Este estudo buscou verificar a presença do Papiloma Vírus Humano (HPV) em mucosa oral de indivíduos sãos e relacionar com a idade e possíveis meios de transmissões. A amostra foi constituída por 50 indivíduos, que buscaram atendimento espontâneo nas clínicas odontológicas das Faculdades Estadual e Federal de Pernambuco. Inicialmente foi realizada uma entrevista, seguindo-se o exame clínico e a coleta de material da mucosa oral através de citologia esfoliativa convencional (cytobrush). As amostras foram avaliadas de duas formas, microscopicamente quanto aos aspectos morfológicos buscando-se caracteristicas sugestivas da infecção viral (colocitose, disceratose, binucleação), e pelo teste específico de Reação em Cadeia de Polimerase (PCR) com consensus primer). Consoante o sexo a amostra foi constituída por 30 indivíduos do sexo feminino e 20 do masculino. Observando-se a faixa etária houve variação de 6 até 82 anos de idade; dentre os pesquisados 7% das mulheres era fumante, enquanto 45% dos homens etilistas e tabagistas. A amostra estudada apresentou resultado negativo para a presença do vírus HPV, pelo teste de Reação em Cadeia de Polimerase (PCR), assim como não apresentou nenhuma alteração celular morfológica indicativa do vírus.


The aim of the study was to verify the possible transmission means and to the age. The sample was constituted by 50 individuals, which sought spontaneous assistance in the odontological clinics of the Universidades Estadual e Federal de Pernambuco. It initially was accomplished an interview, after the clinical exam and the material colletion of the oral mucosa through conventional exfoliative cytology (cytobrush). The samples were evaluated by two forms, microscopically regarding the morphologic aspects seeking seggestive characterístics of the viral infection (koilocytosis, disceratoses, binucleation), and by the specific test of Polymarase Chain Reaction (PCR) with consensus primer. Consonant the sex the sample was constituted by 30 individuals of the feminine sex and 20 of the masculine. The variation of the range age was from 6 up to 82 years old; among the searched 7% of the women was smoker, while 45% of the men etilistas and tabagistas. The studied sample introduced negative result for the presence of the HPV, by the Polymerase Chain Reaction (PCR), as well as it did not introduce any morphologic indicative ceccular alteration of vírus.


Assuntos
Sondas de DNA de HPV , Mucosa Bucal/lesões , Doenças Sexualmente Transmissíveis
8.
RPG rev. pos-grad ; 12(4): 487-491, out.-dez. 2005. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-556106

RESUMO

Três casos de condiloma acuminado acometendo a mucosa bucal de pacientes HIV positivos são descritos. Todos os indivíduos eram do sexo masculino com idade entre 32 e 43 anos e apresentaram lesões múltiplas. Os três relataram que seus respectivos parceiros haviam desenvolvido doenças semelhantes na genitália. Discute-se, também, a relação entre as infecções pelo papilomavírus humano (HPV) e o uso da terapia antiretroviral altamente efetiva (HAART).


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Terapia Antirretroviral de Alta Atividade , Condiloma Acuminado/diagnóstico , HIV , Sorodiagnóstico da AIDS , Sondas de DNA de HPV , Mucosa Bucal/lesões , Doenças Sexualmente Transmissíveis
9.
JBC j. bras. clin. odontol. integr ; 8(45): 266-270, maio-jun. 2004. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-436341

RESUMO

As lesões causadas pelo vírus herpes simples (HSV) têm prevalência alta entre indivíduos normorreativos e uma prevalência ainda maior nos imunocomprometidos. Os aspectos clínicos da infecção herpética são muito variáveis, principalmente nos pacientes imunodeprimidos, e o herpes freqüentemente é confundido com outras patologias. Por isso, é importante estar atento ao diagnóstico diferencial. Devido ao herpes simples geralmente apresentar uma infecção primária assintomática e, portanto, a maioria das pessoas desconhecerem que estão infectadas, é importante salientar a possibilidade de disseminação assintomática do vírus, que acaba sendo a forma mais importante de transmissão. Com a disponibilidade de testes diagnósticos rápidos e de fácil realização e o constante desenvolvimento de novos agentes antivirais, o controle das infecções herpéticas vem melhorando cada vez mais. Levando em consideração todos esses fatores, os autores descrevem, nessa revisão de literatura, os principais aspectos relacionados à infecção herpética, quanto às suas características clínicas, diagnóstico diferencial, métodos de diagnóstico e principais tratamentos


Assuntos
Herpes Simples/diagnóstico , Estomatite Herpética , Doenças Sexualmente Transmissíveis/prevenção & controle , Vacinas contra o Vírus do Herpes Simples , Herpes Simples/terapia
10.
Rev. Fac. Odontol. Porto Alegre ; 43(2): 76-81, dez. 2001.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-365818

RESUMO

O objetivo do presente artigo é descrever a importância da prevenção das doenças sexualmente transmissíveis, através de uma revisão de literatura que elucida os principais aspectos clínicos, meios de diagnóstico e tratamento dessas doenças, que freqüentemente têm manifestações, incluindo as primárias, na cavidade oral.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Doenças da Boca/diagnóstico , Doenças da Boca/prevenção & controle , Doenças da Boca/terapia , Doenças Sexualmente Transmissíveis/diagnóstico , Doenças Sexualmente Transmissíveis/prevenção & controle , Doenças Sexualmente Transmissíveis/terapia , Boca
11.
Rev. fac. odontol. Univ. Fed. Bahia ; 22: 86-8, jan.-jun. 2001. ilus
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-857955

RESUMO

Nesse presente trabalho é relatado um caso de condiloma acuminado em um garoto de 8 anos de idade. Os autores fazem uma breve revisão da literatura, discutindo os aspectos clinicos e histopatológicos, bem como, o prognóstico e tratamento da lesão


Assuntos
Humanos , Masculino , Criança , Condiloma Acuminado , Papiloma , Doenças Sexualmente Transmissíveis
12.
Rev. bras. odontol ; 58(1): 33-4, jan.-fev. 2001.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-298168

RESUMO

O abuso sexual é um problema de saúde pública e envolve os mais diversos níveis de prevençäo e talvez a atitude mais importate seja a capacidade de identificar uma criança vítima de abuso, permitindo, assim, uma correta intervençäo, tanto médica quanto judicial. É nesse momento que surge o papel dos profissionais de saúde, que se encontram na linha de frente deste problema. Aproximadamente, metade das crianças que sofrem abuso, podem apresentar lesöes orofaciais, independente da presença ou näo de lesöes no períneo. Em funçäo disso, os odontólogos precisam dedicar especial atençäo a crianças suspeitas de terem sido vítimas de abuso sexual. Discutiremos, neste artigo, os sintomas e os tipos de lesöes mais comumente encontradas nestas crianças


Assuntos
Abuso Sexual na Infância/classificação , Abuso Sexual na Infância/diagnóstico , Abuso Sexual na Infância/psicologia , Diagnóstico Bucal , Doenças Sexualmente Transmissíveis , Condiloma Acuminado , Gonorreia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA