Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 33
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
Braz. j. oral sci ; 15(4): 315-319, Oct.-Dec. 2016. tab
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-876023

RESUMO

Introduction: Individuals undergoing onco-hematologic treatment present higher risk for developing oral and/or systemic infections, due to the intense immunosuppression and compromise of the mucosal barriers during treatment. The aim of this study was to identify the fungal and viral oral infections that most frequently affected patients undergoing onco-hematologic treatment in a University Hospital, and relate them to the biopsychosocial data, underlying disease and treatment. Methods: This was a crosssectional study in which descriptive analysis of the data was performed, and the Exact Fisher test was applied to verify the association between the infections and the variables: sex, age group, educational level, underlying disease and treatment, considering a 5% probability of error. Results and Discussion: The clinical exam revealed that oral candidiasis was present in 8.92% of the individuals, and herpes simplex, in 4.5%. No significant associations were found between the variables and infections. The fungal and viral oral infections were little prevalente in individuals with hematologic neoplasms in the present study, suggesting that the action of dental surgeons in caring for the onco-hematologic patients at the Institution evaluated and the protocols use were efficient (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Candidíase Bucal/diagnóstico , Doenças Hematológicas , Herpes Simples/diagnóstico , Neoplasias Bucais , Estudos Transversais/métodos
2.
Full dent. sci ; 7(28): 83-88, 2016. ilus
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-908984

RESUMO

Eritema Multiforme (EM) é uma doença aguda, causada por uma reação inflamatória desordenada, mais comum em pacientes adultos jovens do sexo masculino. Apesar de ter etiologia ainda indefinida, vários estudos apontam o vírus do Herpes Simples (HSV) como fator predisponente, bem como o uso de fármacos, principalmente, antibióticos e anti-inflamatórios. As lesões orais estão presentes em mais da metade dos pacientes que procuram por tratamento. Elas se apresentam na forma de bolhas ou vesículas que se rompem rapidamente, formando úlceras dolorosas, que antecedem as lesões cutâneas, apresentando-se como um alvo ou "olho de boi". O diagnóstico diferencial é feito, entre outras doenças, com o pênfigo vulgar, estomatite ulcerativa redicivante e manifestações clínicas da leucemia. O tratamento consiste na descontinuação da droga suspeita de iniciar a reação, ou o tratamento com antivirais, quando o início está associado ao HSV. Também podem ser utilizados corticoides tópicos ou sistêmicos, imunomoduladores, além do tratamento sintomático. O objetivo do presente artigo é apresentar dois casos de Eritema Multiforme com severo envolvimento da cavidade oral diagnosticados na Clínica de Estomatologia da Unigranrio e tratados com equipe multidisciplinar, além de chamar a atenção do cirurgião dentista para o diagnóstico precoce de tal enfermidade, fato que melhora consideravelmente o prognóstico do paciente. As pacientes, cujos casos foram aqui relatados, autorizaram o uso de suas imagens bem como de dados de exames clínicos e laboratoriais através de declarações por elas assinadas (AU).


Erythema Multiform is an acute disease, caused by an inflammatory reaction, more common in male young adult patients. Although its etiology is still undefined, different studies have shown Herpes Simplex Virus (HSV) as a predisposing factor, as well as the use of some drugs, mainly antibiotics and anti-inflammatories. Oral lesions are present in more over half of the patients seeking treatment. They are presented as blisters or vesicles that disrupt rapidly to form painful ulcers that precede skin lesions (targetlike lesions or "bull's eye"). Differential diagnosis is done, amongst other diseases, such as pemphigus vulgaris, recurrent ulcerative stomatitis and clinical manifestations of leukemia. Treatment consists on discontinuation of the drug suspected of initiating the reaction or with antivirals, when EM is associated with HSV. Topical or systemic corticoids and immunomodulators can be used, besides symptomatic treatment. The aim of the present article is to introduce two cases of Erythema Multiform with sever involvement in oral cavity, diagnosed in Unigranrio's Stomatology Clinic and treated multidisciplinary, besides drawing the dentist's attention to the early diagnosis of this disease, fact that improves considerably patient's prognosis. Patients whose cases were reported here have authorized the use of their images and data of clinical and laboratory tests through a signed declaration (AU).


Assuntos
Humanos , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Diagnóstico Diferencial , Eritema Multiforme/diagnóstico , Herpes Simples/diagnóstico , Manifestações Bucais , Síndrome de Stevens-Johnson/diagnóstico , Brasil
7.
Rev. cir. traumatol. buco-maxilo-fac ; 8(2): 49-54, abr.-jun. 2008. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-490667

RESUMO

Eritema multiforme é um termo utilizado para designar uma reação de hipersensibilidade mucocutânea aguda caracterizada por erupção na pele com ou sem envolvimento bucal. Ocasionalmente, o eritema multiforme pode envolver a boca isoladamente, clinicamente caracterizada por bolhas e ulcerações, podendo ocorrer esfacelamento difuso e ulceração de toda a superfície da pele e mucosa com diferentes graus de comprometimento, apresentando, como achado comum, lesões em forma de alvo. Acredita-se que o vírus Herpes simples esteja associado à doença, haja vista ser freqüente uma infecção precedente, além de técnicas de biologia molecular terem identificado a presença do DNA do vírus em pacientes com eritema multiforme recorrente. O objetivo do presente trabalho foi relatar um caso de eritema multiforme, enfatizando suas manifestações bucais


Assuntos
Eritema Multiforme , Herpes Simples , Membrana Mucosa/patologia
8.
Rev. cir. traumatol. buco-maxilo-fac ; 8(2): 51-56, abr.-jun. 2008. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-873569

RESUMO

Eritema multiforme é um termo utilizado para designar uma reação de hipersensibilidade mucocutânea aguda caracterizada por erupção na pele com ou sem envolvimento bucal. Ocasionalmente, o eritema multiforme pode envolver a boca isoladamente, clinicamente caracterizada por bolhas e ulcerações, podendo ocorrer esfacelamento difuso e ulceração de toda a superfície da pele e mucosa com diferentes graus de comprometimento, apresentando, como achado comum, lesões em forma de alvo. Acredita-se que o vírus Herpes simples esteja associado à doença, haja vista ser freqüente uma infecção precedente, além de técnicas de biologia molecular terem identificado a presença do DNA do vírus em pacientes com eritema multiforme recorrente. O objetivo do presente trabalho foi relatar um caso de eritema multiforme, enfatizando suas manifestações bucais


Assuntos
Eritema Multiforme , Herpes Simples , Membrana Mucosa/patologia
10.
Rev. odonto ciênc ; 20(50): 372-378, out.-dez. 2005. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-436399

RESUMO

O presente estudo teve por objetivo investigar o perfil epidemiológico do herpes simples entre os pacientes do Serviço de Estomatologia do Hospital São Lucas da PUCRS. Foram analisados 167 prontuários dos quais 98 (58,68%) tiveram diagnóstico de gengivoestomatite herpética primária e 69 (41,32%) de herpes recorrente. As variáveis idade e sexo dos pacientes, sintomas da manifestação herpética, sítios anatômicos afetados, linfadenopatia e complicações, bem como tratamento empregado foram analisadas. Na gengivoestomatite herpética, 69,38% dos pacientes tinham entre O e 20 anos de idade, já no herpes recorrente 41,42% dos pacientes tinham entre 21 e 40 anos. O sexo feminino foi o mais acometido tanto pela doença primária quanto pela recorrente. Entre os sítios da cavidade bucal destacaram-se língua e gengiva para a doença primária. e o vermelhão dos lábios para a secundária. Os sintomas mais freqüentes da primoinfecção foram febre e dor, já nas lesões recorrentes, destacaram-se dor e ardência. Todos os pacientes exibiram linfadenopatia. Analgésicos e antitérmicos foram as principais drogas no tratamento da gengivoestomatite herpética primária, enquanto, para o herpes recorrente, foram os anti-sépticos e antivirais


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Recém-Nascido , Lactente , Pré-Escolar , Criança , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso de 80 Anos ou mais , Estomatite Herpética/epidemiologia , Herpesviridae , Herpes Labial/epidemiologia , Herpes Simples/epidemiologia
11.
Rev. Fac. Odontol. Porto Alegre ; 45(2): 43-46, dez. 2004.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-413463

RESUMO

O objetivo deste artigo foi descrever a infecção causada por herpes simples através de revisão da literatura mostrando os aspectos clínicos, diagnósticos, prevenção e tratamento. A prevalência desta infecção é muito alta, especilamente do HSV tipo-1. A infecção pelo HSV é doença branda e auto-limitada, mas em pacientes imunodeprimidos, crianças com primeira infecção e em pacientes com infecção no Sistema Nevoso Central ou com infecção neonatal pode ser extremamente séria. Medidas especiais devem ser consideradas na prevenção ou tratamento destas situações


Assuntos
Humanos , Herpes Simples , Herpes Simples/terapia , Doenças Transmissíveis
12.
JBC j. bras. clin. odontol. integr ; 8(45): 266-270, maio-jun. 2004. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-436341

RESUMO

As lesões causadas pelo vírus herpes simples (HSV) têm prevalência alta entre indivíduos normorreativos e uma prevalência ainda maior nos imunocomprometidos. Os aspectos clínicos da infecção herpética são muito variáveis, principalmente nos pacientes imunodeprimidos, e o herpes freqüentemente é confundido com outras patologias. Por isso, é importante estar atento ao diagnóstico diferencial. Devido ao herpes simples geralmente apresentar uma infecção primária assintomática e, portanto, a maioria das pessoas desconhecerem que estão infectadas, é importante salientar a possibilidade de disseminação assintomática do vírus, que acaba sendo a forma mais importante de transmissão. Com a disponibilidade de testes diagnósticos rápidos e de fácil realização e o constante desenvolvimento de novos agentes antivirais, o controle das infecções herpéticas vem melhorando cada vez mais. Levando em consideração todos esses fatores, os autores descrevem, nessa revisão de literatura, os principais aspectos relacionados à infecção herpética, quanto às suas características clínicas, diagnóstico diferencial, métodos de diagnóstico e principais tratamentos


Assuntos
Herpes Simples/diagnóstico , Estomatite Herpética , Doenças Sexualmente Transmissíveis/prevenção & controle , Vacinas contra o Vírus do Herpes Simples , Herpes Simples/terapia
13.
JBC j. bras. clin. odontol. integr ; 7(40): 337-340, jul.-ago. 2003. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-436369

RESUMO

Nos dias atuais, grande importância tem sido dada à saúde geral dos pacientes com doenças crônicas, idosos e hospitalizados. A integração entre as diversas áreas da saúde tem resultado na melhor qualidade de vida destes indivíduos. Nos principais hospitais do Brasil e dos países desenvolvidos já existem serviços de Odontologia, em virtude da importância do Cirurgião-dentista junto à equipes de saúde. Este trabalho enfatiza as principais complicações orais dos pacientes que são submetidos ao tratamento quimioterápico antineoplásico. As células que são atingidas pela quimioterapia saem do ciclo celular e entram num processo de morte conhecido como apoptose. Tais alterações orais podem ser classificadas como resultado direto do tratamento ou decorrentes da mielosupressão causada por ele. Os efeitos diversos sobre a mucosa oral levam à atrofia epitelial, deixando a mucosa eritematosa e brilhante. O eventual rompimento da integridade da mucosa forma úlceras que são extremamente dolorosas, podendo interromper a quimioterapia ou atuar como porta de entrada para infecções. Os maiores problemas relacionados à estomatotoxidade indireta são as infecções e as hemorragias. As infecções fúngicas, como a candidose, e as virais, como a herpes, são mais freqüentes nestes pacientes e, dependendo da intensidade, poderá haver comprometimento do tratamento e conseqüente prolongamento do tempo de internação destes paciente. Logo, o Cirurgião-dentista participa ativamente da prevenção, diagnóstico e tratamento destas complicações orais


Assuntos
Antineoplásicos/efeitos adversos , Doenças da Boca/etiologia , Tratamento Farmacológico/efeitos adversos , Candidíase Bucal , Herpes Simples , Mucosa Bucal/patologia , Estomatite
14.
Arq. odontol ; 38(2): 95-102, jun. 2002.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-405573

RESUMO

O presente artigo tem por objetivo, informar a situação da AIDS na infância, descrever as principais manifestações bucais associadas à doença, e fornecer algumas informações relacionadas, necessárias ao profissional de odontologia, que se depara cada vez mais com esta realidade. Através de uma revista da literatura, verificou-se que o número de crianças infectadas pelo vírus cresce consideravelmente e, em alguns países, já passou a ser uma das principais causas de morte infantil. Dentre as complicações bucais da doença, destacam-se a candidíase, herpes simples, queilite angular. Portanto, o cirurgião-dentista, especialmente o odontopediatra, deve estar apto a reconhecer e atender essa população que se torna cada vez mais freqüente nos consultórios odontológicos


Assuntos
Criança , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida , Candidíase Bucal , Queilite , Herpes Simples , Manifestações Bucais
15.
Arq. odontol ; 38(3): 167-178, 2002.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-405579

RESUMO

O vírus do Herpes simples do tipo 1 (HSV-1) é o principal vírus da família do Herpes responsável por infecções na região bucal. O presente artigo propõe fazer uma revisão de literatura dos aspectos gerais e ciclo celular do HSV-1, bem como do ciclo celular, curso clínico, fatores relacionados à recorrência, diagnóstico e tratamento da infecção pelo HSV-1. O efeito da imunosupressão sobre a infecção por este vírus será também discutida


Assuntos
Humanos , Herpes Simples , Herpesvirus Humano 1
16.
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-849815

RESUMO

As lesões vesículo-bolhosas constituem um grupo variado de doenças que ocorrem na cavidade oral, de grande importância clínica pela forma variada com que se apresentam, e pela freqüência observada de algumas destas desordens, o que consubstancia a necessidade de um estudo minuncioso dessas lesões. O objetivo do presente trabalho foi descrever as lesões vesículo-bolhosas que frequentemente acometem a cavidade bucal


Assuntos
Diagnóstico Bucal , Epidermólise Bolhosa , Herpes Simples , Herpes Zoster , Medicina Bucal , Penfigoide Mucomembranoso Benigno , Pênfigo
17.
Rev. odontol. UNICID ; 12(1): 77-82, jan.-jun. 2000. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-283666

RESUMO

Infecçäo herpética na cavidade bucal. Abordam-se a etiologia, manifestaçöes clínicas e orientaçäo terapêutica da infecçäo causada pelo vírus herpes simples na cavidade bucal. Chega-se a conclusäo que a infecçäo herpética é causada por um vírus com alto poder de contaminaçäo, ocorrendo pelo contato direto e que a maioria da populaçäo adulta alberga o vírus, sendo que há inúmeras formas de tratamento para a infecçäo herpética, tais como, o aciclovir, o IDU e levamisole


Assuntos
Estomatite Herpética/etiologia , Estomatite Herpética/fisiopatologia , Herpes Simples
19.
Rev. fac. odontol. Univ. Fed. Bahia ; (18): 22-7, jan.-jun. 1999. tab
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-857837

RESUMO

A síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA), causada pelo vírus da imunodeficiencia humana (HIV), apresenta no seu quadro clínico, múltiplas patologias sistêmicas e bucais, sendo muitas vezes o cirurgião-dentista o primeiro profissional da área de saúde a entrar em contato com indivíduos portadores do HIV. Portanto, é de fundamental importância o reconhecimento, pelos profissionais de saúde, de patologias bucais associadas a essa síndrome. Este trabalho teve como objeivo identificar as alterações sistêmicas e estomatológicas em um grupo de indivíduos portadores da SIDA. Na análise dos resultados foi observado que 68,5 por cento dos indivíduos pesquisados pertenciam ao gênero masculino e que, em 80 por cento da amostra, a via de contágio foi a sexual. Os sintomas mais frequentemente relatados foram distúrbios neurológicos (71,4 por cento), perda de peso (68,5 por cento), diarréia (62,8 por cento) e febre (62,8 por cento). Dentre as patologias bucais, a candidíase apresentou maior prevalência (82,3 por cento), seguida pela infecção pelo herpes simples (35,2 por cento) e leucoplasia pilosa (32,3 por cento)


Assuntos
Humanos , Masculino , Manifestações Bucais , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/epidemiologia , Candidíase Bucal/epidemiologia , Herpes Simples , HIV , Leucoplasia Pilosa
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA