Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 4 de 4
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. ciênc. méd. biol ; 4(2): 131-139, maio-ago. 2005. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-472249

RESUMO

O câncer na infância é um evento raro, que representa cerca de 1 por cento das neoplasias diagnosticadas nos países em desenvolvimento. O planejamento de medidas preventivas requer estudos epidemiológicos em diferentes áreas geográficas, os quais ainda são insuficientes para a definição de ocorrência, distribuição e fatores de risco da doença. Este trabalho descreve o perfil epidemiológico do câncer infantil em uma unidade de oncologia pediátrica de Salvador. Foram tomados para o estudo os prontuários dos pacientes admitidos na instituição no período de 1995 a 2003. Dos 465 pacientes estudados, 57,8 por cento eram do sexo masculino, 50,8 por cento eram pardos e 40,1 por cento eram naturais da Região Metropolitana de Salvador. Os tipos de câncer mais freqüentes foram as leucemiùs, seguidas pelos linfomas e osteossarcomas, 39,5 po cento, 18,9 por cento e 9,9 por cento respectivamente. Como principais causas de óbito, destacaram-se, em ordem decrescente: leucemias, osteossarcomas, linfomas e neuroblastoma. A sobrevida global livre de doença no período representou 51 por cento da população estudada, o número de óbitos 38,3 por cento e o número de abandonos de tratamento, 2,4 por cento. Em 21 por cento dos casos, havia relatos de outros casos de câncer na família e em 4 por cento foi registrada exposição anterior a algum tipo de agente reconhecidamente tóxico. No entanto, a análise de possíveis fatores de risco associados ao desenvolvimento de neoplasias foi prejudicada emvirtude da falta de registro desses aspectos na maioria dos prontuários analisados. São necessários novos estudos sobre o tema, que possam contribuir para a epidemiologia do câncer infantil e associar possíveis fatores de risco em áreas geográficas específicas.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Recém-Nascido , Lactente , Pré-Escolar , Criança , Criança , Leucemia , Neuroblastoma , Serviço Hospitalar de Oncologia , Osteossarcoma , Fatores de Risco
2.
Rev. Assoc. Paul. Cir. Dent ; 58(1): 39-41, jan.-fev. 2004. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-393022

RESUMO

O neuroblastoma é um tumor maligno, agressivo, sólido e congênito, que tem sua origem a partir das células embrionárias da crista neural, que são responsáveis pela formação das células ganglionares do sistema nervoso simpático e da camada medular da adrenal. Esse tumor atinge tecidos moles, podendo desenvolver metástases que envolvem linfonodos regionais, como destruir estruturas ósseas mais distantes. O tratamento consiste em cirurgia, quimioterapia, radioterapia, incluindo transplante de medula óssea autólogo, ou uma associação desses tratamentos. Este artigo relata um caso clínico de neuroblastoma olfativo em uma criança de sete meses de idade e realiza uma breve


Assuntos
Humanos , Masculino , Lactente , Criança , Neoplasias , Neuroblastoma , Patologia Bucal
3.
Rev. Assoc. Paul. Cir. Dent ; 51(6): 549-53, nov.-dez. 1997. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-211046

RESUMO

Os autores apresentam as dificuldades para se chegar ao diagnóstico de certeza de massas tumorais na cavidade oral, que clinicamente se manifestam com características semelhantes. Além disso, relatam um caso atendido na Clínica de Odontopediatria da FO-UFRJ, que inicialmente foi diagnosticado como sarcoma de Ewing, mas, após uma investigaçäo mais apurada e exames laboratoriais específicos, concluiu-se ser um neuroblastoma metastático


Assuntos
Humanos , Masculino , Pré-Escolar , Metástase Neoplásica , Neuroblastoma/diagnóstico , Sarcoma de Ewing/complicações , Sarcoma de Ewing/diagnóstico , Sarcoma de Ewing/etiologia , Diagnóstico Diferencial , Neoplasias Bucais
4.
RGO (Porto Alegre) ; 35(3): 208-13, maio-jun. 1987. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-854464

RESUMO

Os autores relatam o caso de uma criança portadora de neuroblastoma metastático em boca. Comentam os seus aspectos semiológicos principais, diagnóstico diferencial, bem como os vários fatores que podem interferir diretamente no plano de tratamento e prognóstico. Além disso, chamam a atenção para o fato de que este tipo de neoplasia pode, em alguns casos, apresentar características clínicas e radiográficas semelhantes à patologias de origem odontogênica


Assuntos
Humanos , Lactente , Feminino , Neoplasias Gengivais/secundário , Neoplasias Bucais , Neuroblastoma/secundário
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA