Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 22
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
Bauru; s.n; 2017. 78 p. ilus, tab, graf.
Tese em Inglês | BBO - Odontologia | ID: biblio-882987

RESUMO

Oral squamous cell carcinoma (OSCC) is one of the most common cancer in the head and neck and results in high morbidity and mortality annually, being the worst prognosis related to the presence of metastasis in cervical lymph nodes. Metastasis has been associated with a subpopulation of tumor cells, called cancer stem cells (CSCs), which consists of a small population with stem-like cells properties, higher rate of migration and metastatic potential compared to other ordinary tumor cells from the tumor bulk. The aim of present study was to evaluate the immunoexpression of the CSC markers ALDH1 and CD44 in primary sites of OSCC and corresponding metastatic lymph nodes, by means of immunohistochemistry. The immunolabeling was further correlated with clinicopathological data. Archived Formalin-fixed, Paraffin-embedded tumor tissue specimens (n=50) and corresponding metastatic lymph nodes (n=25) were obtained from 50 patients with OSCC after surgical treatment. CD44 and ALDH1 immunostaining were semi-quantitatively scored according to the proportion and intensity of positive cells within the invasive front and metastatic cervical lymph nodes as a whole. The percentage of ALDH1 and CD44 positive tumor cells as well as immunostaining intensity was graded and a combined score, ranging from 0 to 9 (ALDH1) or 0 to 12 (CD44), was obtained by multiplying both parameters. Next, combined scores were dichotomized into a final score classified as low (ALDH1≤ 2; CD44≤ 4) or high (ALDH1> 2; CD44> 4) immunoexpression. ALDH1 and CD44 immunoexpression was detected in both primary and metastatic tumor sites, although with different immunolabeling pattern. ALDH1-positive tumor cells consisted of scattered patches and no immunoexpression was observed within keratin pearls. Conversely, CD44 immunopositivity was more homogeneous and widely distributed, with higher labeling in peripheral areas of the tumor islands within the tumor invasion front. Although not statistically significant, the means of ALDH1high (p= 0.0985) and CD44high (p= 0.1632; Mann- Whitney post-test) immunoexpression were higher in metastatic lymph nodes compared to primary tumors. ALDH1high was positively associated (p= 0.0184) with perivascular invasion, while CD44high was positively associated (p= 0.0186; Fisher's Exact Test) with metastasis (N+). Five-year survival rates tended to be lower in patients with ALDH1high immunoexpression compared to ALDH1low, although with no statistical significance (p= 0.1303). In summary, the present study revealed that CD44 is highly labeled in tumor cell from metastatic sites, being associated with lymph node metastasis, while ALDH1 high immunostaining was associated with perivascular invasion. Altogether, it suggests that immunoexpression of CD44 and ALDH1 links the cancer stem cell phenotype with OSCC invasion and metastasis.(AU)


O carcinoma epidermóide de boca (CEB) é uma das neoplasias mais comuns da região de cabeça e pescoço e resulta em alta morbidade e mortalidade anualmente, estando o pior prognóstico relacionado à presença de metástase em linfonodos cervicais. O processo de metástase tem sido associado a uma subpopulação de células tumorais, chamadas células-tronco de câncer (CSC, do inglês Cancer stem cells), que consistem em uma pequena população de células com propriedades de células-tronco, incluindo maior taxa de migração e potencial metastático em comparação com outras células tumorais. O objetivo do presente estudo foi avaliar os marcadores candidatos de CSCs ALDH1 e CD44 em tumores primários de CEB e metástases linfonodais correspondentes, por meio de imuno-histoquímica. A imunomarcação foi posteriormente correlacionada com dados clínico-patológicos. Foram obtidas amostras de tecido tumoral parafinado fixado em formalina (n = 50) e os linfonodos metastáticos correspondentes (n = 25) de 50 pacientes com CEB submetidos somente ao tratamento cirúrgico. Os marcadores CD44 e ALDH1 foram analisados de forma semi-quantitativa de acordo com a proporção e intensidade de células positivas no fronte de invasão e em linfonodos cervicais metastáticos como um todo. A porcentagem de células tumorais ALDH1 e CD44 positivas, bem como a intensidade da imunomarcação, foi classificada em um escore combinado obtido pela multiplicação de ambos os parâmetros, variando de 0 a 9 (ALDH1) ou 0 a 12 (CD44). Em seguida, as pontuações combinadas foram dicotomizadas em um escore final classificado como baixo (do inglês low) (ALDH1 ≤ 2; CD44 ≤ 4) ou alto (do inglês high) (ALDH1> 2; CD44> 4). A imunoexpressão de ALDH1 e CD44 foi detectada tanto em tumores primários quanto em linfonodos cervicais metastáticos, embora com padrão diferente de imunomarcação. Células tumorais ALDH1-positivas foram identificadas como focais e dispersas ao longo do fronte de invasão, sem imunomarcação nas pérolas córneas. Em contraste, a imunopositividade para CD44 foi mais homogênea e amplamente distribuída, com maior imunomarcação em áreas periféricas das ilhotas tumorais presentes no fronte de invasão. Embora não estatisticamente significativa, as médias da imunoexpressão ALDH1high (p = 0.0985) e CD44high (p = 0.1632, pós-teste de Mann-Whitney) foram maiores em linfonodos metastáticos em comparação com tumores primários. ALDH1high foi positivamente associado com invasão perivascular (p = 0.0184), enquanto CD44high foi com metástase (N+) (p = 0.0186; teste exato de Fisher). As taxas de sobrevida global em 5 anos tenderam a ser mais baixas em pacientes com imunoexpressão elevada de ALDH1 em comparação com ALDH1low, embora sem significância estatística (p = 0.1303). Em resumo, o presente estudo revelou que a elevada imunomarcação de CD44 está significativamente associada com metástases linfonodais, enquanto que a elevada imunomarcação de ALDH1 está associada com invasão perivascular. Em conjunto, sugerimos que a imunoexpressão de CD44 e ALDH1 esteja relacionada com o fenótipo de células tronco de câncer que tem capacidade de invasão e metástase em CEB.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Carcinoma de Células Escamosas/patologia , Receptores de Hialuronatos/análise , Isoenzimas/análise , Neoplasias Bucais/patologia , Retinal Desidrogenase/análise , Biomarcadores Tumorais/análise , Imuno-Histoquímica , Invasividade Neoplásica/patologia , Metástase Neoplásica/patologia , Prognóstico , Valores de Referência
2.
Natal; s.n; fev. 2014. 92 p. ilus, tab, graf. (BR).
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-867418

RESUMO

O carcinoma epidermóide oral (CEO) representa a neoplasia maligna mais prevalente na cavidade oral e por atingir um grande número de indivíduos, acaba se tornado um relevante problema de saúde pública. Muitos estudos demonstram alterações nos componentes da via BMP em vários tipos de tumores, como os de próstata, cólon, mama, gástricos e CEOs. É do conhecimento atual que essas proteínas podem exercer efeito pró-tumoral em estágios mais avançados do desenvolvimento neoplásico vindo a favorecer a progressão e invasão tumoral. A inibição da via de sinalização da BMP-2, através dos seus antagonistas, tem mostrado resultados positivos de ação antitumoral e que assim, o uso do Noggin pode ser um novo alvo terapêutico contra o câncer. Diante destas evidências e dos escassos trabalhos com BMP-2, Noggin e CEO, o objetivo desta pesquisa foi avaliar o efeito da BMP-2 e seu antagonista Noggin sobre a proliferação e migração celulares em culturas de células de carcinoma epidermóide de língua humana (SCC25). Foi feita a divisão em três grupos de estudo, um grupo controle, onde as células SCC25 não sofriam tratamento com substância alguma, um grupo BMP-2, no qual as células eram tratadas com 100ng/ml de BMP-2 e um grupo de células que eram tratadas com 100ng/ml de Noggin. Para o ensaio de proliferação e ciclo celular foram estabelecidos três intervalos de tempo (24, 48 e 72 horas).


A atividade proliferativa foi investigada por azul de tripan e a análise do ciclo celular através da marcação por iodeto de propídio em Citometria de fluxo. O potencial de migração/invasão das células SCC25 foi avaliado através da realização de um ensaio de invasão celular utilizando o matrigel em um intervalo de 48 horas. A curva de proliferação revelou maior crescimento celular nas células tratadas com BMP-2 no intervalo de 72 horas (p<0.05) e menor crecimento e viabilidade celular no grupo Noggin. As proteínas recombinantes favoreceram a maior porcentagem das células na fase do ciclo celular Go/G1 com diferença estatisticamente significativa no intervalo de 24 horas (p<0,05). A BMP-2 promoveu uma maior invasão das células estudadas, assim como o seu antagonista Noggin inibiu a invasão das células estudadas (p<0,05). Dessa forma, os resultados indicam que a BMP-2 favorece o fenótipo maligno, pois estimula a proliferação e invasão das células SCC25 e seu antagonista Noggin pode ser uma alternativa terapêutica pois inibiu essas características pró-tumorais


Oral squamous cell carcinoma (OSCC) is the most prevalent malignancy in the oral cavity and reach a large number of individuals, has become an important public health problem. Studies have demonstrated changes in pathway components BMP in various types of cancers as prostate, colon, breast, gastric and OSCCs. Is the current knowledge that these proteins may exert pro-tumor effect in more advanced stages of neoplastic development coming to favor progression and invasion tumor. The inhibition of the signaling pathway BMP-2 through its antagonists, have shown positive results of antitumor activity and use of Noggin may be a novel therapeutic target for cancer. Given this evidence and the few studies with BMP-2, Noggin and OSCC, the objective of this research was to evaluate the effect of BMP-2 and its antagonist Noggin on proliferation and migration cell in line of cell cultures of human tongue squamous cell carcinoma (SCC25). The study was divided in three groups, a control group, where SCC25 cells suffered no treatment, a BMP-2 group, in which cells were treated with 100ng/ml of BMP-2 and a group of cells that were treated with 100ng/ml of Noggin.


For the proliferation assay and cell cycle were established three time intervals (24, 48 and 72 hours). Proliferative activity was investigated by trypan blue and cell cycle analysis by staining with propidium iodide flow cytometry. The potential for migration / invasion of SCC25 cells was performing by a cell invasion assay using Matrigel in a 48-hour interval. The proliferation curve showed a higher proliferation in cells treated with BMP-2 in 72 hours (p < 0.05), and lower overgrowth and cell viability in Noggin group. Recombinant proteins favored a greater percentage of cells in cell cycle phase Go/G1 with a statistically significant difference in the interval of 24 hours (p < 0.05). BMP- 2 produced a greater invasion of cells studied as well as its antagonist Noggin inhibits invasion of cells (p < 0.05). Thus, these results indicate that BMP-2 promotes malignant phenotype, dues stimulates proliferation and invasion of SCC25 cells and, its antagonist Noggin may be an alternative treatment, due to inhibit the tumor progression


Assuntos
Carcinoma de Células Escamosas/fisiopatologia , Neoplasias da Língua/fisiopatologia , Proliferação de Células , /efeitos adversos , Citometria de Fluxo/métodos , Metástase Neoplásica , Estatísticas não Paramétricas , Técnicas In Vitro/métodos
5.
São Paulo; s.n; 2014. 99 p. ilus, tab. (BR).
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-867279

RESUMO

Apesar da incidência relativamente baixa, as neoplasias de glândulas salivares (NGSs) constituem um grupo de doenças caracterizado pela notável heterogeneidade em sua apresentação clínica, histológica e comportamento biológico, abrigando um fator de extrema relevância a despeito de seu prognóstico: a ocorrência de metástases, considerada a principal intercorrência relacionada à mortalidade em pacientes oncológicos. Neste estudo, analisamos as características clínicas e histopatológicas de pacientes diagnosticados com metástases à distância de carcinomas de glândulas salivares tratados no A.C. Camargo Cancer Center, São Paulo, no período de 1970 a 2010. Investigamos alterações fenotípicas entre os tumores primários e tumores metastáticos de glândulas salivares, a partir do estudo da caracterização do padrão de expressão de citoqueratinas, procurando identificar a associação entre a expressão destes antígenos a fatores de risco, ou não, ao potencial metastático à distância e sua importância prognóstica. A casuística total compreendeu 43 pacientes diagnosticados com metástase à distância, com a média de idade de 42.5 anos sendo a glândula parótida o órgão primário mais acometido, e os pulmões o sítio metastático mais incidente. O tipo histológico mais comumente relacionado à metástase foi o carcinoma adenoide cístico. A análise imunoistoquímica da expressão de citoqueratinas fora realizada em 10 neoplasias primárias e 10 metastáticas, as quais revelaram um padrão fenotípico similar no tumor primário e no tumor metastático, apresentando a evidenciação majoritária de células luminais de estruturas ductais. A perda de expressão dos marcadores em áreas tumorais periféricas, adjacentes ao parênquima pulmonar, corrobora a predição de alteração do citoesqueleto das células neoplásicas, possivelmente promovendo uma maior capacidade de migração das células neoplásicas.


Salivary gland neoplasms consist of a notorious group of malignancies best known for its clinical features, biological behavior and histological heterogeneity. An important facto related to prognosis is distant metastasis (uncommon in salivary gland tumors). Cytokeratins (CK) are important differentiation markers frequently used for diagnosis processes. Its employment may be useful to identify metastatic disease. In this study, a retrospective evaluation was performed on patients undergoing treatment for metastatic salivary glands tumors between 1970 and 2010, from A.C. Camargo Cancer Center, São Paulo, Brazil. Demographic data and histopathological specimens were obtained from the medical records. Investigation of the expression of cytokeratins in primary and metastatic salivary gland neoplasms was performed and correlated with their phenotypical patterns. Forty three eligible patients were obtained from the database. Parotid gland represented the primary tumor site most frequently related to metastasis. Lung was the most common metastatic site. Adenoid cystic carcinoma was the histological type more frequently associated to metastatic disease. Immunohistochemistry analysis was performed in 10 primary salivary gland tumors and 10 metastatic salivary gland neoplasms. CK expression patterns were similar in both primary and metastatic neoplams, except for the tumor periphery in close contact with lung parenchyma. Cytokeratins were absent in the invasive front of metastatic lesions, and this may be related to an increased capacity of tumor cells migration and proliferation.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Metástase Neoplásica/fisiopatologia , Neoplasias Bucais/diagnóstico , Neoplasias das Glândulas Salivares/diagnóstico , Patologia Bucal
7.
Bauru; s.n; 2010. 153 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-865620

RESUMO

Este estudo avaliou a densidade vascular linfática (DVL) em relação a expressão do fator de crescimento endotelial vascular-C (VEGF-C) pelas células tumorais, bem como verificou a associação com variáveis clínicas e microscópicas de pacientes portadores de carcinoma espinocelular de boca (CEC). Oitenta e sete pacientes com CECs primários, clinicamente T1N0M0 ou T2N0M0, com metástase linfonodal oculta (pN+) e sem (pN0), foram analisadas após tratamento no Hospital do Câncer A.C. Camargo, São Paulo, Brasil. Amostras dos tumores emblocados em parafina foram seccionadas e coradas com os anticorpos primários anti-podoplanina e anti-VEGF-C humanos. Os vasos linfáticos foram contados nas regiões intratumoral (DLI) e peritumoral (DLP) em vinte campos microscópicos (400X) sequenciais e em cinco campos microscópicos (400X) por hot spot de cada tumor. As médias das densidades linfáticas, intratumoral e peritumoral, foram obtidas isoladamente e usadas como pontos de corte da amostra, dividindo-a em tumores com alta densidade linfática e baixa densidade linfática. As associações entre DLI / DLP e a expressão de VEGF-C ou em relação aos parâmetros clínicos e microscópicos avaliados foram obtidas pelo teste do qui-quadrado ou teste exato de Fisher. As taxas de sobrevidas, acumuladas em cinco e dez anos, foram calculadas pelo método de Kaplan-Meier e comparadas pelo teste log-rank (=5%). Não houve associação estatisticamente significativa entre a expressão de VEGF-C nos CECs de boca e os parâmetros clinicopatológicos avaliados. Os pacientes com alta DLP apresentaram maiores taxas de sobrevida específica por câncer (p=0,044) e sobrevida livre de doença (p=0,016). Houve associação estatística significativa entre a alta DLI e a maior ocorrência de recidiva regional nos pacientes da amostra (p=0,047). Entretanto, a alta DLI não foi suficiente para influenciar a sobrevida livre de doença desses pacientes do ponto de vista estatístico. DLP e DLI não se mostraram fatores...


This study evaluated the lymphatic vesssel density (LVD) in correlation with the vascular endothelial growth factor-C (VEGF-C) expression by tumors cells and with clinical and pathological variables in patients with oral squamous cell carcinomas (OSCC). Eighty-seven patients with primary OSCC, clinically T1N0M0 or T2N0M0, with occult lymph-node metastases (pN+) and without (pN0), were analysed after treated in the A. C. Camargo Cancer Hospital, São Paulo, Brazil. Archived paraffin-embedded tumor specimens were sectioned and stained with anti- human podoplanin and VEGF-C antibodies. Lymphatic vessels were counted in intratumoral (ILVD) and peritumoral (PLVD) areas in twenty sequential high-power fields and in five hot spot high-power fields from each tumor. Average values were obtained and used as cutoff point. The correlations between ILVD/PLVD and VEGF-C expression as well as clinicopathological parameters were obtained by chi-square test or Fishers exact test. The 5 and 10-year survival rates were calculated by the Kaplan-Meier method and compared by log-rank test. No statistically significant difference was found between VEGF-C expression in OSCC in regard to clinicopathological parameters. An association between the ILVD and regional recurrence was found (p=0.047) and the PLVD showed associations with disease-specific survival (p=0.044) and disease-free survival (p=0.016). These findings indicate that high ILVD may influences the regional recurrence in neck lymph nodes of patients with early OSCC, however this data was not enough to influence the disease-free survival of these patients with a statistically significant association. PLVD or ILVD did not show predictive value for occult lymph-node metastases in the early stages of OSCC.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Carcinoma de Células Escamosas/patologia , Carcinoma de Células Escamosas/secundário , Neoplasias Bucais/patologia , Neoplasias Bucais/secundário , Fator A de Crescimento do Endotélio Vascular , Vasos Linfáticos/patologia , Linfonodos/patologia , Metástase Neoplásica , Prognóstico , Fatores de Tempo
8.
Bauru; s.n; 2010. 153 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-599154

RESUMO

Este estudo avaliou a densidade vascular linfática (DVL) em relação a expressão do fator de crescimento endotelial vascular-C (VEGF-C) pelas células tumorais, bem como verificou a associação com variáveis clínicas e microscópicas de pacientes portadores de carcinoma espinocelular de boca (CEC). Oitenta e sete pacientes com CECs primários, clinicamente T1N0M0 ou T2N0M0, com metástase linfonodal oculta (pN+) e sem (pN0), foram analisadas após tratamento no Hospital do Câncer A.C. Camargo, São Paulo, Brasil. Amostras dos tumores emblocados em parafina foram seccionadas e coradas com os anticorpos primários anti-podoplanina e anti-VEGF-C humanos. Os vasos linfáticos foram contados nas regiões intratumoral (DLI) e peritumoral (DLP) em vinte campos microscópicos (400X) sequenciais e em cinco campos microscópicos (400X) por hot spot de cada tumor. As médias das densidades linfáticas, intratumoral e peritumoral, foram obtidas isoladamente e usadas como pontos de corte da amostra, dividindo-a em tumores com alta densidade linfática e baixa densidade linfática. As associações entre DLI / DLP e a expressão de VEGF-C ou em relação aos parâmetros clínicos e microscópicos avaliados foram obtidas pelo teste do qui-quadrado ou teste exato de Fisher. As taxas de sobrevidas, acumuladas em cinco e dez anos, foram calculadas pelo método de Kaplan-Meier e comparadas pelo teste log-rank (=5%). Não houve associação estatisticamente significativa entre a expressão de VEGF-C nos CECs de boca e os parâmetros clinicopatológicos avaliados. Os pacientes com alta DLP apresentaram maiores taxas de sobrevida específica por câncer (p=0,044) e sobrevida livre de doença (p=0,016). Houve associação estatística significativa entre a alta DLI e a maior ocorrência de recidiva regional nos pacientes da amostra (p=0,047). Entretanto, a alta DLI não foi suficiente para influenciar a sobrevida livre de doença desses pacientes do ponto de vista estatístico. DLP e DLI não se mostraram fatores...


This study evaluated the lymphatic vesssel density (LVD) in correlation with the vascular endothelial growth factor-C (VEGF-C) expression by tumors cells and with clinical and pathological variables in patients with oral squamous cell carcinomas (OSCC). Eighty-seven patients with primary OSCC, clinically T1N0M0 or T2N0M0, with occult lymph-node metastases (pN+) and without (pN0), were analysed after treated in the A. C. Camargo Cancer Hospital, São Paulo, Brazil. Archived paraffin-embedded tumor specimens were sectioned and stained with anti- human podoplanin and VEGF-C antibodies. Lymphatic vessels were counted in intratumoral (ILVD) and peritumoral (PLVD) areas in twenty sequential high-power fields and in five hot spot high-power fields from each tumor. Average values were obtained and used as cutoff point. The correlations between ILVD/PLVD and VEGF-C expression as well as clinicopathological parameters were obtained by chi-square test or Fishers exact test. The 5 and 10-year survival rates were calculated by the Kaplan-Meier method and compared by log-rank test. No statistically significant difference was found between VEGF-C expression in OSCC in regard to clinicopathological parameters. An association between the ILVD and regional recurrence was found (p=0.047) and the PLVD showed associations with disease-specific survival (p=0.044) and disease-free survival (p=0.016). These findings indicate that high ILVD may influences the regional recurrence in neck lymph nodes of patients with early OSCC, however this data was not enough to influence the disease-free survival of these patients with a statistically significant association. PLVD or ILVD did not show predictive value for occult lymph-node metastases in the early stages of OSCC.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso de 80 Anos ou mais , Carcinoma de Células Escamosas/patologia , Carcinoma de Células Escamosas/secundário , Neoplasias Bucais/patologia , Neoplasias Bucais/secundário , Fator A de Crescimento do Endotélio Vascular , Vasos Linfáticos/patologia , Linfonodos/patologia , Metástase Neoplásica , Prognóstico , Fatores de Tempo
9.
Rev. odonto ciênc ; 24(4)Oct.-Dec. 2009. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-543895

RESUMO

Purpose: To present a case of total bilateral jaw necrosis in a patient with primary breast cancer and bone metastases treated with zeledronic acid and discuss the adverse effects of biphosphonates and the best moment to perform dental procedures. Case description: A female patient, 62 years old, with primary breast adenocarcinoma underwent chemotherapy and zoledronic acid because of bone metastases on the right hip. After 7 months, she was submitted to debridement of exposed bone on the anterior mandible, which resulted in skin fistulae and severe pain. Computerized tomography showed bone sequestration hypodensity at the right and left mandibular body and mentum with excessive uptake of the labeled drug as seen by bone scintigraphy. The patient received amoxicillin, gluconate and chlorhexidine mouthrinse and hydrogen peroxide; partial closure of skin fistulae was achieved. After 4 months, the patient returned with submandibular tissue necrosis, intra- and extra-orally exposed mandible with active discharge. After 5 days of palliative treatment, the patient died from sepsis. Conclusion: Local infection/inflammation should be treated before the use of biphosphonates, and topic and systemic pharmacologic treatment should be combined with a strict follow-up. For selected cases, the osteonecrosis treatment may include conservative debridement, pain control, topic and systemic antimicrobial control, and, in extremely severe cases, radical surgery.


Objetivo: Apresentar um caso de necrose total de mandíbula, bilateral, em uma paciente com neoplasia primária de mama e metástases ósseas tratadas com ácido zoledrônico endovenoso, e discutir os efeitos adversos de bisfosfonatos e o momento adequado para realização de procedimentos odontológicos. Descrição do caso: Paciente do sexo feminino, 62 anos, com adenocarcinoma de mama primário foi submetida a quimioterapia e uso de ácido zoledrônico devido a metástases ósseas no quadril direito. Após 7 meses, realizou-se debridamento de osso exposto na região anterior da mandíbula, resultando em fístulas e dor severa. Os exames de tomografia computadorizada e de cintilografia óssea revelaram hipodensidade do sequestro ósseo no corpo mandibular e no mento com presença excessiva da droga nestes sítios. Após antibioticoterapia e uso de enxaguatórios bucais houve fechamento parcial das fístulas. Após 4 meses, a paciente retornou com necrose submandibular e osso mandibular exposto intra e extraoralmente com drenagem. Após 5 dias de tratamento paliativo a paciente morreu de sepsis. Conclusão: Focos de infecção e/ou processos inflamatórios locais devem ser tratados previamente ao uso de bisfosfonatos. Indica-se o tratamento farmacológico tópico e sistêmico, e a proservação do caso. Terapias para osteonecrose, em determinados casos, envolvem debridamento conservador, controle da dor, manejo antimicrobiano tópico e sistêmico e, em casos extremos, cirurgia radical.


Assuntos
Humanos , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Doenças Mandibulares/induzido quimicamente , Metástase Neoplásica/tratamento farmacológico , Osteonecrose/induzido quimicamente , Tratamento Farmacológico/efeitos adversos
10.
Rev. odonto ciênc ; 24(4): 435-438, Oct.-Dec. 2009. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-873966

RESUMO

Purpose: To present a case of total bilateral jaw necrosis in a patient with primary breast cancer and bone metastases treated with zeledronic acid and discuss the adverse effects of biphosphonates and the best moment to perform dental procedures. Case description: A female patient, 62 years old, with primary breast adenocarcinoma underwent chemotherapy and zoledronic acid because of bone metastases on the right hip. After 7 months, she was submitted to debridement of exposed bone on the anterior mandible, which resulted in skin fistulae and severe pain. Computerized tomography showed bone sequestration hypodensity at the right and left mandibular body and mentum with excessive uptake of the labeled drug as seen by bone scintigraphy. The patient received amoxicillin, gluconate and chlorhexidine mouthrinse and hydrogen peroxide; partial closure of skin fistulae was achieved. After 4 months, the patient returned with submandibular tissue necrosis, intra- and extra-orally exposed mandible with active discharge. After 5 days of palliative treatment, the patient died from sepsis. Conclusion: Local infection/inflammation should be treated before the use of biphosphonates, and topic and systemic pharmacologic treatment should be combined with a strict follow-up. For selected cases, the osteonecrosis treatment may include conservative debridement, pain control, topic and systemic antimicrobial control, and, in extremely severe cases, radical surgery.


Objetivo: Apresentar um caso de necrose total de mandíbula, bilateral, em uma paciente com neoplasia primária de mama e metástases ósseas tratadas com ácido zoledrônico endovenoso, e discutir os efeitos adversos de bisfosfonatos e o momento adequado para realização de procedimentos odontológicos. Descrição do caso: Paciente do sexo feminino, 62 anos, com adenocarcinoma de mama primário foi submetida a quimioterapia e uso de ácido zoledrônico devido a metástases ósseas no quadril direito. Após 7 meses, realizou-se debridamento de osso exposto na região anterior da mandíbula, resultando em fístulas e dor severa. Os exames de tomografia computadorizada e de cintilografia óssea revelaram hipodensidade do sequestro ósseo no corpo mandibular e no mento com presença excessiva da droga nestes sítios. Após antibioticoterapia e uso de enxaguatórios bucais houve fechamento parcial das fístulas. Após 4 meses, a paciente retornou com necrose submandibular e osso mandibular exposto intra e extraoralmente com drenagem. Após 5 dias de tratamento paliativo a paciente morreu de sepsis. Conclusão: Focos de infecção e/ou processos inflamatórios locais devem ser tratados previamente ao uso de bisfosfonatos. Indica-se o tratamento farmacológico tópico e sistêmico, e a proservação do caso. Terapias para osteonecrose, em determinados casos, envolvem debridamento conservador, controle da dor, manejo antimicrobiano tópico e sistêmico e, em casos extremos, cirurgia radical.


Assuntos
Humanos , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Doenças Mandibulares/induzido quimicamente , Metástase Neoplásica/tratamento farmacológico , Osteonecrose/induzido quimicamente , Tratamento Farmacológico/efeitos adversos
11.
J. Health Sci. Inst ; 27(3): 273-278, jul.-set. 2009. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-874008

RESUMO

Com o objetivo de estudar a ocorrência de metástases de neoplasias malignas em cavidade bucal, foi realizado um levantamento bibliográfico relativo a metástases nos maxilares publicados entre 1987 a 2006, considerando-se dados relativos à faixa etária, sexo, localização das lesões metastáticas e primária, aspectos clínicos e imaginológicos, tratamento e prognóstico. Ainda, foi relatado o caso de uma metástase tumoral em um paciente do sexo masculino, descendente de japoneses, com 59 anos, mostrando reconstruções em tomografia computadorizada, em 2D e 3D, e cintilografia, caracterizando lesões osteogênicas confirmadas pelo exame cintilográfico, as quais desviam-se do padrão, uma vez que suscitaram formação óssea. Pelo que foi verificado através da revisão da literatura e do caso apresentado, pode-se chegar as seguintes considerações: observa-se maior incidência no sexo masculino; a idade dos pacientes mais acometidos é entre 50 e 60 anos; para as mulheres a origem mais comum é a mama e para os homens é o pulmão; há maior ocorrência de metástases em mandíbula; as terapêuticas estudadas são limitadas e na maior parte paliativas; o caso apresentado foge do comportamento usual, uma vez que as lesões são de características osteogênicas


Assuntos
Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Metástase Neoplásica , Cintilografia , Tomografia Computadorizada por Raios X , Neoplasias Maxilomandibulares/diagnóstico , Osteossarcoma , Prognóstico
12.
Natal; s.n; 20090000. 134 p. ilus. (BR).
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-542516

RESUMO

Diversos estudos são desenvolvidos com o intuíto de se estabelecer parâmetros para determinar o comportamento biológico do carcinoma epidermóide oral, tendo em vista que esta neoplasia apresenta altas taxas de morbidade e mortalidade. O objetivo do presente trabalho foi realizar uma análise clínica, morfológica e imuno-histoquímica através da expressão das galectinas 1, 2, 3 e 7 em 65 casos de carcinoma epidermóide de língua, correlacionando essa expressão à parâmetros clínicos (desfecho da doença, metástase, estadiamento clínico) e morfológicos analisados e a expressão das galectinas 1, 3, 4 e 7 foram submetidos a análise estatística (teste do Qui), observando-se que os mesmos podem ser utilizados como indicadores do comportamento biológico do carcinoma epidermóide de língua. A galectina 1 foi expressa em 87,7 por cento dos casos, apresentando correlação estatisticamente significativa com a metástase (p=0,033) e o estadiamento clínico (p=0,016), localizando-se principalmente no citoplasma das células estromais. A imunomarcação da galectina 3, em 87,7 por cento dos casos, correlacionou-se com a...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso de 80 Anos ou mais , Carcinoma de Células Escamosas/diagnóstico , Galectinas , Imuno-Histoquímica , Metástase Neoplásica/patologia , Neoplasias Bucais/diagnóstico , Estudos de Avaliação como Assunto/métodos , Distribuição de Qui-Quadrado
13.
Natal; s.n; 20090000. 112 p. ilus. (BR).
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-542518

RESUMO

As BMPs (proteinas morfogenéticas ósseas) são citocinas relacionadas com a proliferação e angiogênese em diversos tipos de câncer humano. Com este trabalho foi analisada a expressão imunohistoquímica das proteínas NMP-2, BMPR-IA, BMPR-II e endoglina (CD105), correlacionando-a com o comportamento biológico e a angiogênese local nos carcinomas epidermóides de língua (CEL). A amostra foi composta de 25 casos de CEL sem metástase (CELSM), 25 CEL com metástase (CELCM) graduados segundo Bryne (1198) e adaptado por Miranda (2002), além de 25 casos de hiperplasia fibrosa inflamatória (HFI), utilizado como grupo controle. Foi utilizado escore 0 para marcação ausente-fraca e 1 para forte; tipo de distribuição focal ou difuso. Adicionalmente, para o CD105 foi realizada a contagem microvascular (MVC). A maior parte dos pacientes com CEL foi do sexo masculino, no grupo CELSM a faixa etária foi maior que 65 anos e o CELCM se encontrou entre 45-65 anos; houve predomínio do estágio II do TNM, assim como de...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Proteínas Morfogenéticas Ósseas , Carcinoma de Células Escamosas/diagnóstico , Hiperplasia Gengival/epidemiologia , Imuno-Histoquímica , Metástase Neoplásica/fisiopatologia , Neovascularização Patológica/patologia , Estudos de Avaliação como Assunto/métodos , Estudos de Avaliação como Assunto/métodos , Distribuição de Qui-Quadrado , Análise Estatística
14.
Natal; s.n; 2009. 155 p.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-552464

RESUMO

As metaloproteinases da matriz extracelular-7 (MMP-7) e -9 (MMP-9) modulam importantes funções relacionadas ao desenvolvimento, invasão e metástase de diversos cânceres humanos, dentre os quais o carcinoma epidermóide de língua (CEL). Entretanto, fatores genéticos individuais, tais como polimorfismos de nucleotídeo único (SNPs) funcionais, influenciam no padrão de expressão proteica dessas MMPs, podendo estar relacionados à variabilidade no comportamento clínico tumoral observado em pacientes com CEL. Neste contexto,o presente trabalho objetivou, através de análise em secção transversal, estudar a associação entre a frequência dos SNPs funcionais MMP-7 -181 AlG e MMP-9-1562 CfT e as características clínicas (idade, sexo e metástase) e patológicas (gradação histológica e expressão imuno-histoquímica) em uma série de casos de CEL. A genotipagem dos referidos SNPs foi executada por PCR-RFLP em amostras de DNA de 71 casos de CEL e de 60 indivíduos sem câncer, que constituíram o togrupo controle. Dentre os resultados da presente pesquisa, evidenciou-se que a frequência dos alelos polimórficos MMP-7 -181 G e MMP-9 -1562 T nos pacientes com CEL foi de 28% e 12%, respectivamente, sendo as frequências dos heterozigotos AlG (RP = 2.00; P < 0.001) e CfT (RP = 1.54; P = 0.014) significativamente maiores neste grupo de pacientes que no grupo controle. Aprevalência dos pacientes portadores da combinação dos SNPs estudados associou-se significativamente aos casos de CEL (RP = 2.00; P = 0.011) e à metástase (RP = 2.00; P < 0.001). Ademais, junto à frequência dos SNPs analisados, a idade, sexo, gradação histológica e imunoexpressão da MMP-7 e -9 constituíram parâmetros clinicopatológicos relevantes para a identificação desubgrupos populacionais mais predispostos ao desenvolvimento do CEL e metástase. Frente a estes resultados, sugere-se que os níveis de expressão da MMP-7 e -9 influenciam consideravelmente no balanço entre suas funções pró e antineoplásicas e, consequentemente, no perfil clinicopatológico do carcinomaepidermóide de língua.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Carcinoma de Células Escamosas , Neoplasias Bucais , Metástase Neoplásica , Polimorfismo de Nucleotídeo Único
15.
Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr ; 6(3): 255-258, set.-dez. 2006. graf
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-455405

RESUMO

Objetivo: O presente trabalho consiste em um estudo retrospectivo sobre carcinoma epidermóide bucal, objetivando analisar as informações concernentes aos registros sobre metástase. Método: Foi realizada a coleta de dados nos prontuários de pacientes do Instituto Maranhense de Oncologia Aldenora Belo (IMOAB), no período de 1992 a 2004, em São Luís - MA, com diagnóstico histopatológico de carcinoma epidermóide bucal, sendo que a amostra consistiu em 18 pacientes. Resultados: A região anatômica mais comum do tumor primário foi a língua em 06 dos18 casos, seguido por assoalho bucal e a mucosa jugal, ambos com 04 casos. Quanto a localização anatômica dos tumores metastáticos, a região cervical foi a mais prevalente (12/26 tumores), seguida por língua e assoalho bucal. Conclusão: O carcinoma epidermóide bucal apresenta a língua como o sítio anatômico mais prevalente, sendo comumente observada metástase quando os tumores apresentam-se nessa localização. As metástasesloco-regionais são as mais freqüentes, sendo a região cervicala de maior prevalência.


Assuntos
Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Carcinoma de Células Escamosas/diagnóstico , Carcinoma de Células Escamosas/patologia , Língua/lesões , Língua/patologia , Metástase Neoplásica/patologia
16.
São Paulo; s.n; 2003. 96 p. ilus, tab, graf. (BR).
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-366098

RESUMO

A transição epitélio-mesenquimal (EMT) é um processo chave na invasão e metástase em carcinomas, sendo responsável pela ativação de genes mesenquimais como a Vimentina e pela inibição de genes epiteliais como as Citoqueratinas. Uma série de eventos segue a EMT como a perda da adesão celular, a síntese de componentes exclusivos da matriz extracelular como a glicosaminoglicana Fibronectina e a síntese de proteases como a Estromelisina-1 (MMP-3). A perda da adesão celular associada às mudanças na morfologia e à ativação de proteínas transmembrânicas capazes de se ligar a componentes da matriz extracelular completam as alterações observadas durante esta transição. Algumas vias de sinalização, como a do Wnt e a do EGF têm sido correlacionadas com o processo da EMT, onde a proteína 'beta'-catenina desempenha papel fundamental. Sua localização citoplasmática e nuclear implica na redução da adesão celular, mudanças morfológicas, proliferação e ativação de genes-alvo da via do Wnt, quando em associação ao fator de transcrição TCF-4. O co-repressor CtBP (C-terminal-binding protein) desempenha papel importante no processo de desenvolvimento e da oncogênese em mamíferos. Esta fosfoproteína tem a capacidade de ligar-se a dois sítios no terminal C do fator de transcrição TCF-4, modulando sua capacidade oncogênica quando em complexo com a 'beta'-catenina. Desta forma, a expressão do CtBP atua como gene supressor de tumor da via Wnt. Dos 30 casos estudados de carcinomas epidermóides bucais, 33,3 por cento apresentaram positividade para Vimentina nos pólos de invasão, dos quais 90 por cento apresentaram localização citoplasmática de 'beta'-catenina e 80 por cento perda de expressão do co-repressor CtBP, estabelecendo assim um padrão de expressão destes marcadores no processo da EMT...


Assuntos
Carcinoma de Células Escamosas , Neoplasias Bucais , Metástase Neoplásica , Vimentina
17.
BCI ; 9(33): 31-36, jan.-mar. 2002. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-313021

RESUMO

Relataremos um caso de carcinoma epidermóide metastático em glândula submandibular. Paciente, leucoderna, aposentado, 72 anos, apresentava aumento de volume, em regiäo submandibular. A história médica do paciente constava de uma cirurgia de biópsia de lábio inferior, lado esquerdo. Buscamos o resultado histopatológico (de 4 anos atrás) desta lesäo e constatamos o diagnóstico de carcinoma epidermóide, moderadamente diferenciado para um fragmento e bem diferenciado para o outro. Solicitamos tomografia computadorizada da regiäo submandibular e foi constatado grande aumento de volume da glândular submandibular esquerda (em torno de 6 cm de diâmetro), sem comprometimento de linfonodos. Após a excisäo cirúrgica total da glândula e o encaminhamento para o histopatológico, o diagnóstico foi de carcinoma epidermóide metastático grau II; esta metástase proveniente da regiäo primária, o lábio inferior. A raridade deste caso, além de o carcinoma epidermóide ser incomum em glândula submandibular, deve-se ao fato de que, geralmente, o carcinoma epidermóide de lábio inferior dá metástase para os linfonodos submentonianos, submandibulares e/ou cervicais profundos e, neste caso específico, a metástase ocorreu na glândula submandibular


Assuntos
Masculino , Humanos , Idoso , Carcinoma de Células Escamosas , Metástase Neoplásica , Neoplasias , Glândula Submandibular
18.
Rev. Assoc. Paul. Cir. Dent ; 51(6): 549-53, nov.-dez. 1997. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-211046

RESUMO

Os autores apresentam as dificuldades para se chegar ao diagnóstico de certeza de massas tumorais na cavidade oral, que clinicamente se manifestam com características semelhantes. Além disso, relatam um caso atendido na Clínica de Odontopediatria da FO-UFRJ, que inicialmente foi diagnosticado como sarcoma de Ewing, mas, após uma investigaçäo mais apurada e exames laboratoriais específicos, concluiu-se ser um neuroblastoma metastático


Assuntos
Humanos , Masculino , Pré-Escolar , Metástase Neoplásica , Neuroblastoma/diagnóstico , Sarcoma de Ewing/complicações , Sarcoma de Ewing/diagnóstico , Sarcoma de Ewing/etiologia , Diagnóstico Diferencial , Neoplasias Bucais
19.
In. Pinto, Leäo Pereira; Souza, Lélia Batista de; Freitas, Roseana de Almeida; Figueiredo, Cláudia Roberta Leite Vieira de; Galväo, Hébel Cavalcanti; Câmara, Maria Leonor Assunçäo Soares; Carvalho, Rejane Andrade de. Patologia básica: sinopse. Natal, EDUFRN, 1997. p.155-66, ilus.
Monografia em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-246583
20.
Rev. Fac. Odontol. Porto Alegre ; 36(2): 5-6, dez. 1995. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-168347

RESUMO

Os autores apresentam metástase de carcinoma folicular tireoideano na regiäo posterior da mandíbula e discutem aspectos relativos à incidência, comportamento biológico, diagnóstico, modalidades terapêuticas e a maior freqüência das metástases dos maxilares atingirem a regiäo posterior da mandíbula


Assuntos
Humanos , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Mandíbula/fisiopatologia , Metástase Neoplásica/diagnóstico , Metástase Neoplásica/fisiopatologia , Neoplasias da Glândula Tireoide/diagnóstico , Neoplasias da Glândula Tireoide/fisiopatologia , Carcinoma
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA