Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 3 de 3
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. paul. odontol ; 32(3): 08-14, jul.-set. 2010. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-578135

RESUMO

Tórus são lesões não patológicas que acometem ossos maxilares. Sua remoção cirúrgica é indicada quando este se torna ulcerado por traumatismos locais insidiosos ou quando se configura um problema durante as reabilitações protéticas. Realizamos, neste estudo, uma avaliação comparativa entre duas técnicas cirúrgicas empregadas para remoção do tórus mandibulares com finalidade protética...


Tori are non pathological lesions that involve maxilary bones. Their surgical removal is indicated when this became ulcerated by insidious local trauma or when there is a problem during prosthetic rehabiblitation. The main goal of this study was to evaluate two different surgical technique applied to remove the mandibular...


Assuntos
Exostose , Hiperostose , Cirurgia Bucal
2.
Rev. paul. odontol ; 26(5): 33-35, set.-out. 2004. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-405654

RESUMO

A hipertrofia benigna de masseter é uma patologia caracteriza por um abaulamento indolor da região de ângulo mandibular, podendo ser uni ou bilateral. O diagnóstico é exclusivamente clínico, confirmado durante o ato operatório. O presente trabalho apresenta um caso de hipertrofia benigna de Masseter tratado cirurgicamente com miectomia por acesso extra-oral, onde o resultado foi satisfatório, com controle de três anos sem recidiva. Além dessa modalidade de tratamento, a hipertrofia benigna de masseter pode ser tratada com outras técnicas cirúrgicas ou modalidades conservadoras. A comparação da eficácia entre as diferentes técnicas é discutida no presente trabalho


Assuntos
Humanos , Masculino , Adolescente , Músculo Masseter/anormalidades , Músculo Masseter/cirurgia , Toxinas Botulínicas Tipo A , Hiperostose/terapia , Hipertrofia/terapia
3.
Rev. Cons. Reg. Odontol. Pernamb. ; 2(2): 126-30, out. 1999. ilus
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-856257

RESUMO

A síndrome de Eagle é caracterizada pela calcificação do ligamento estilohioídeo, causando limitação dos movimentos cervicais e dores intensas na região. Normalmente é confundida clinicamente com distúrbios de outra ordem, tais como as alterações das articulações temporomandibulares. O diagnóstico dessa entidade é basicamente clínico e radiográfico. Neste trabalho, relatamos um caso da síndrome, bem como uma breve revisão da literatura, ressaltando a importância do diagnóstico dessa entidade incomum, com o objetivo de fornecer aos profissionais maiores informações no que diz respeito ao diagnóstico diferencial e, conseqüentemente ao tratamento correto das dores orofaciais


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Calcinose , Doenças das Artérias Carótidas/diagnóstico , Doenças das Artérias Carótidas , Doenças das Artérias Carótidas/reabilitação , Dor Facial , Hiperostose/etiologia , Ligamentos Articulares/patologia , Transtornos da Articulação Temporomandibular
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA