Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 9 de 9
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. Ciênc. Plur ; 5(1): 102-112, jun. 2019. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1007362

RESUMO

Introdução:A queilite granulomatosa (QG) é uma lesão oral rara, apresentando clinicamente inchaço de aspecto granulomatoso no lábio.Objetivo:O presente estudo, tem como objetivo apresentar um relato de caso de QG, tendo em vista, a dificuldade do diagnóstico e tratamento de condições inflamatórias com etiologias desconhecidas que acometem a cavidade oral.Relato de caso:Paciente do sexo feminino, apresentou aumento de volume no lábio superior exibindo sintomatologia dolorosa, porém, sem relatar associações com alterações sistêmicas. Durante o exame clínico notou-se que o lábio superior apresentava fissuras profundas, observando tambémedema que se estendia da comissura labial, atravessando a linha média. Levantou-se então, a hipótese diagnóstica de QG. Foi realizada uma biópsia incisional para confirmação do diagnóstico. A análise histopatológica evidenciou, presença de granulomas não caseosos e infiltrado inflamatório linfoplasmocitário perivascular. De acordo com os dados clínicos e análise histopatológica foi dado o diagnóstico inicial de QG. Após o diagnóstico inicial de QG, a paciente foi encaminhada para uma avaliação médica, a fim de avaliar possíveis alterações intestinais que pudessem caracterizar a síndrome de Melkersson-Rosenthal ou Cronh, como também possível reação de hipersensibilidade tardia. Conclusões:O cirurgião-dentista deve estar preparado para diagnosticar aumentos de volume significativos nos lábios, a fim de manejar corretamente o tratamento do paciente, estabelecendo desta forma, prognósticos favoráveis para essas condições (AU).


Introduction:Granulomatous cheilitis (HQ) is a rare oral lesion, presenting clinically granulomatous swelling on the lip. Objective: This study aims to present a case report of HG, considering the difficulty of diagnosis and treatment of inflammatory conditions with unknown etiologies that affect the oral cavity.Objective:This study aims to present a case report of HG, considering the difficulty of diagnosis and treatment of inflammatory conditions with unknown etiologies that affect the oral cavity.Case report:A female patient presented increased volume in the upper lip showing painful symptoms, but without reporting associations with systemic alterations. During the clinical examination it was observed that the upper lip presented deep fissures, also observing edema that extended from the labial commissure, crossing the middle line. The diagnostic hypothesis of GQ was then raised. An incisional biopsy was performed to confirm the diagnosis. Histopathological analysis revealed the presence of non-caseous granulomas and perivascular lymphoplasmacytic inflammatory infiltrate. According to the clinical data and histopathological analysis the initial diagnosis of GH was given. After initial diagnosis of HG, the patient was referred for medical evaluation to evaluate possible intestinal changes that could characterize Melkersson-Rosenthal syndrome or Cronh, as well as possible late hypersensitivity reactions.Conclusions:The dentist should be prepared to diagnose significant volume increases in the lips in order to correctly manage the patient's treatment, thus establishing favorable prognoses for these conditions (AU).


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Biópsia/métodos , Neoplasias Labiais/diagnóstico , Diagnóstico Bucal/métodos , Síndrome de Melkersson-Rosenthal/diagnóstico , Síndrome de Melkersson-Rosenthal/patologia , Brasil
2.
Odontol. clín.-cient ; 6(2): 171-173, abr.-jun. 2007. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-509920

RESUMO

A síndrome de Melkersson-Rosenthal (SMR) é uma desordem neuromucocutânea rara, de etiologia não conhecida. Ocorre em 0,08 por cento da população. A paralisia facial alternante, queilite grannulomatosa e língua fissurada constituem a clássica tríade de sinal. Paciente de 39 anos do sexo feminino apresentou-se com um quadro de edema em lábio superior e episódios de cefaléia há cerca de 15 anos, com piora lenta e progressiva. Ao exame físico apresentava um edema pronunciado e ressecamento do lábio superior. A língua encontrava-se espessada e com fissuras em toda extensão. O diagnóstico de SMR foi então realizado. O conhecimento das características da SMR é fundamental para o fechamento do quadro. Só desta forma os frequentes erros de dianóstico que são comuns devido ao caráter crônico e insidioso da mesma podem ser evitados.


Assuntos
Paralisia Facial , Síndrome de Melkersson-Rosenthal , Língua Fissurada
3.
Rev. Assoc. Paul. Cir. Dent ; 60(5): 388-390, set.-out. 2006. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-543820

RESUMO

A Síndrome de Melkersson-Rosenthal (SMR) é caracterizada por uma tríade composta de edema orofacial recorrente, língua fissurada e paralisia facial. No entanto, esta clássica tríade nem sempre é observada, existindo as formas oligossintomáticas e monossintomáticas. Neste trabalho é apresentado um caso clínico de um paciente de 18 anos de idade, com edema labial, língua fissurada e geográfica e eritema gengival, cujas características clínicas e exames de laboratório permitiram o diagnóstico de Síndrome de Melkersson-Rosenthal.


The Melkersson-Rosenthal Syndrome (MRS) is characterized by a triad composed of recurrent orofacial swelling, fissured tongue and facial paralysis. However, this classic triad is not always observed, existing the forms oligossymptomatic and monossymptomatic. In this study is presented a clinical case of a 18 year-old patient, that presented lip swelling, fissured tongue and gingival erythema. Of agreement, with the clinical characteristics and laboratorial analysis the diagnosis was Melkersson-Rosenthal Syndrome.


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Edema , Eritema , Síndrome de Melkersson-Rosenthal/diagnóstico , Língua Fissurada
4.
Rev. cir. traumatol. buco-maxilo-fac ; 6(1): 29-36, jan.-mar. 2006. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-461794

RESUMO

A Síndrome de Melkersson-Rosenthal é uma desordem rara caracterizada por edema orofacial recorrente, paralisia facial e língua fissurada. A patogênese dessa condição é incerta, fazendo com que seja limitado o sucesso do tratamento. O objetivo deste trabalho é o de relatar um caso da referida síndrome bem como discutir o uso do corticóide intralesional como modalidade terapêutica


Assuntos
Humanos , Corticosteroides/uso terapêutico , Síndrome de Melkersson-Rosenthal/tratamento farmacológico
5.
Rev. cir. traumatol. buco-maxilo-fac ; 6(1): 29-36, jan.-mar. 2006. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-872909

RESUMO

A Síndrome de Melkersson-Rosenthal é uma desordem rara caracterizada por edema orofacial recorrente, paralisia facial e língua fissurada. A patogênese dessa condição é incerta, fazendo com que seja limitado o sucesso do tratamento. O objetivo deste trabalho é o de relatar um caso da referida síndrome bem como discutir o uso do corticóide intralesional como modalidade terapêutica


Assuntos
Humanos , Corticosteroides/uso terapêutico , Síndrome de Melkersson-Rosenthal/tratamento farmacológico
6.
Rev. bras. odontol ; 58(1): 20-2, jan.-fev. 2001. ilus, graf
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-298164

RESUMO

O presente trabalho visa relatar um caso clínico completo de um paciente de 24 anos de idade, feoderma, portador da Síndrome de Melkersson-Rosenthal, atendido no Setor de Cirurgia Buco-maxilo-facial do Hospital Universitário Pedro Ernesto. Atríade clássica desta síndrome, constituída de granulomatose orofacial, paralisia facial (Paralisia de Bell) e língua fissurada, é rara e pode ser observada no presente caso. Este artigo visa também atentar para outras possíveis manifestaçöes orofaciais da síndrome, além de ressaltar os parâmetros para o correto diagnóstico e seus possíveis tratamentos


Assuntos
Masculino , Adulto , Queilite/diagnóstico , Queilite/terapia , Diagnóstico Diferencial , Síndrome de Melkersson-Rosenthal/complicações , Síndrome de Melkersson-Rosenthal/diagnóstico , Síndrome de Melkersson-Rosenthal/terapia
7.
Rev. paul. odontol ; 21(6): 29-31, nov.-dez. 1999. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-256101

RESUMO

Os autores mostram a dificuldade de diagnóstico e apresentam um caso clínico da síndrome de Melkersson-Rosenthal com manifestaçöes em três geraçöes, estando em tratamento na Disciplina de Pacientes Especiais da Universidade Camilo Castelo Branco. A paciente em questäo apresentou as primeiras manifestaçöes na adolescência: edema recidivante de face; paralisia do nervo facial e língua plicata. O tratamento dentário foi convencional constando sua reabilitaçäo bucal das seguintes especialidades: Periodontia, Endodontia, Dentística Restauradora e Prótese. Foi dada atençäo para a deformidade de lábio no planejamento da futura prótese


Assuntos
Síndrome de Melkersson-Rosenthal , Pessoas com Deficiência , Paralisia Facial
9.
RPG rev. pos-grad ; 2(2): 79-86, abr.-jun. 1995. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-271533

RESUMO

A Síndrome de Melkersson-Rosenthal (SMR) é uma moléstia rara no Brasil. Embora a sua distribuiçäo seja universal, a maioria dos casos tem sido relatada na literatura européia. Caracteriza-se pela tríade edema labial recorrente, paralisia facial e língua fissurada. Revistou-se criticamente a literatura pertinente em relaçäo aos seus aspectos biopatológicos, enfatizando as diferentes teorias sobre a etiopatogenia. Com base nessa revisäo, sugeriu-se que a provável causa da SMR dever-se-ia a uma alteraçäo genética, capaz de tornar o sistema imunológico hiperreativo a diferentes antígenos, destacando-se a hipersensibilidade imediata (anafilática) e a tardia (celular)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Síndrome de Melkersson-Rosenthal/diagnóstico , Síndrome de Melkersson-Rosenthal/etiologia , Síndrome de Melkersson-Rosenthal/terapia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA