Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 85
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
Braz. dent. sci ; 23(3): 1-7, 2020. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1117355

RESUMO

Aim: To determine the prevalence, predisposing factors of white spots on enamel and the effectiveness of treatment using the microabrasion technique. Method: A study was developed in children between the ages of 6 and 12 of both genders, enrolled in municipal public schools. Epidemiological questionnaire was applied to the participants and parents or guardians to investigate the predisposing factors of the lesions on permanent teeth during the mixed dentition. Oral examination of the children was carried out, and for those children in whom white spot lesions were found, dental treatment was provided by the microabrasion technique in the incisors and/ or first permanent molars to prevent the evolution to a caries lesion with cavitation, since the enamel structure was damaged. Results: The majority of the sample had from 1% to 24% of the enamel affected by the white spots. The possible predisposing factors of white spots were systemic infections, trauma or caries with pulp involvement in a deciduous tooth. The treatment was effective in 16 children and for the remaining two the restorative treatment was performed. Conclusion: The prevalence of white spot lesions found in enamel was 3.95%, with a higher prevalence in females. Regarding predisposing factors, most children had some infectious diseases and frequently took antibiotics and anti inflammatory drugs. The permanent right upper central incisor was the most affected. The treatment proved to be effective in most children possibly because the lesion is located more superficially in the enamel (AU)


Objetivo: Determinar a prevalência, os fatores predisponentes de manchas brancas no esmalte dentário e a eficácia do tratamento pela técnica de microabrasão. Método: Foi desenvolvido um estudo em crianças na faixa etária dos 6 aos 12 anos de ambos os gêneros, matriculados em 3 escolas públicas municipais. Questionário epidemiológico foi aplicado aos participantes e aos pais ou responsáveis para investigar os fatores predisponentes das lesões em dentes permanentes durante a dentição mista. Realizou-se o exame bucal das crianças e nas que foram constatadas lesões de mancha branca foi proporcionado o tratamento odontológico pela técnica de microabrasão, nos incisivos e/ou primeiros molares permanentes, impedindo a evolução para uma lesão de cárie com cavitação, uma vez que a estrutura do esmalte estava danificada. Resultados: A maioria da amostra apresentou de 1% a 24% do esmalte atingido pelas manchas brancas. Os possíveis fatores etiológicos das manchas brancas foram infecções sistêmicas, trauma ou cárie com envolvimento pulpar em dente decíduo. O tratamento foi eficaz em 16 crianças e em duas restantes foi realizado o tratamento restaurador. Conclusão: A prevalência de lesões de manchas brancas encontradas em esmalte foi 3.95% com maior predominância no gênero feminino. Com relação aos fatores predisponentes, a maioria das crianças tiveram algumas doenças infecciosas e fizeram uso de antibióticos e anti-inflamatórios. O incisivo central superior direito permanente foi o mais acometido. O tratamento mostrou-se eficaz na maioria das crianças, possivelmente devido à localização da lesão ser superficial no esmalte (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Desmineralização do Dente , Microabrasão do Esmalte , Esmalte Dentário , Hipoplasia do Esmalte Dentário
2.
Full dent. sci ; 10(39): 130-137, 2019. ilus
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-1046204

RESUMO

Atualmente, tem se tornado rotina a busca por procedimentos que realcem o sorriso. Neste contexto, técnicas de clareamento dental, microabrasão, restaurações diretas em resina composta, bem como indiretas em cerâmica, são abordagens viáveis para restabelecer alterações do esmalte na região anterior. O objetivo deste caso clínico é relatar uma alternativa de tratamento às lesões de mancha branca extensa em dentes anteriores, compatíveis com hipocalcificação de esmalte, em uma paciente jovem, por meio de restaurações diretas em resina composta. Devido à profundidade e extensão das lesões, restaurações utilizando a técnica de inserção incremental foram realizadas, uma vez que proporcionam menor contração volumétrica do material. Além disso, a estratificação com compósitos para dentina, esmalte e translúcido garantiu a obtenção de um resultado estético harmônico. Após o controle clínico de 18 meses, foi possível verificar que as restaurações apresentavam-se satisfatórias, ausência do comprometimento da interface adesiva, necessitando apenas de repolimento para manutenção do brilho superficial. Desta maneira, na atual Odontologia de mínima intervenção, a abordagem com resina composta foi uma alternativa restauradora estética, conservadora e eficaz para o tratamento de lesões de hipocalcificação de esmalte na região anterior (AU).


Nowadays, the search for procedures that highlight the smile has become routine. In this context, dental bleaching, microabrasion, direct composite resin restorations techniques, as well as indirect ceramics resin are viable approaches to reestablish enamel alterations in the anterior region. The objective of this clinical case is to report an alternative treatment for lesions of extensive white spot in anterior teeth, compatible with enamel hypocalcification in a young patient with direct composite resin restorations. Due to lesions depth and extent, restorations using the incremental insertion technique were performed, as they provide less volumetric contraction of the material. In addition, the stratification with composites for dentin, enamel and translucent established a harmonious aesthetic result. After clinical control of 18 months, it was possible to verify that the restorations were satisfactory, there was absence of adhesive interface deterioration, only requiring repolishing to maintain the superficial brightness. So in the current minimal intervention Dentistry the composite resin approach was an aesthetic, conservative and effective restorative alternative for treatment of enamel hypocalcification lesions in anterior region (AU).


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Sorriso , Resinas Compostas/análise , Esmalte Dentário , Hipoplasia do Esmalte Dentário , Diagnóstico , Brasil
3.
Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr ; 18(1): 3727, 15/01/2018. tab
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-967093

RESUMO

Objective: To verify the relationship between developmental enamel defects (DED) in permanent incisors and socioeconomic conditions and dental caries in children within the life course context. Material and Methods: A total of 350 children aged 9-11 years from 13 public schools in the city of Bauru, Brazil were examined. Clinical exams were performed to observe the presence of caries and developmental enamel defects using the DMFT and DED indexes, respectively. In addition, information about family income and parental schooling was collected. Statistical analysis used the Spearman Correlation Coefficient and the Chi-square test to verify the association between DED, socioeconomic conditions and dental caries. The significance level adopted was 5%. Results: Association between presence of dental caries and DED (p=0.04), delimited opacity (p=0.02) and opacity (p=0.01) was observed. Inverse correlation for the decayed component with maternal schooling and family income was also verified. Regarding the types of development enamel defect (DED), correlation between delimited opacity, opacity and DED with the DMFT index was observed. Conclusion: The results of this study indicated association between enamel defects and caries, as well as correlation between income and parental schooling and dental caries.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Fatores Socioeconômicos , Brasil , Cárie Dentária/prevenção & controle , Esmalte Dentário , Hipoplasia do Esmalte Dentário/patologia , Incisivo , Distribuição de Qui-Quadrado , Saúde Bucal , Epidemiologia , Estatísticas não Paramétricas , Escolaridade
4.
Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr ; 18(1): 4320, 15/01/2018. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-967080

RESUMO

Objective: To evaluate systemic factors those are related to molar incisor hypomineralization (MIH), its association with dental caries, and the impact on oral health-related quality of life (OHRQoL) in Brazilian children. Material and Methods: This case-control study was conducted at the Pediatric Dentistry Clinic, Federal University of Parana, Brazil. Patients with MIH who were assisted from 2014 to 2015 were included in the study, for a total of 31 children, 6-13 years of age. The control group consisted of 62 children who were matched by sex and age. European Academy of Pediatric Dentistry criteria were used for MIH diagnosis. The children's mothers answered a questionnaire regarding the children's history of health intercurrences in the pre-, peri-, and postnatal periods. The Decayed, Missing, or Filled Teeth indices for permanent and primary teeth (dmft index and DMFT index, respectively) were used for dental caries examination by two calibrated examiners. Child Perceptions Questionnaires for 8- to 10-year-old children and 11- to 14-year-old children (CPQ8-10 and CPQ11-14) were used to assess OHRQoL. Results: Prematurity and prolonged delivery were significantly associated with the occurrence of MIH. In the postnatal period, recurrent fevers in the first 3 years of life were associated with MIH. Of the 339 incisors and first permanent molars that were examined, 178 presented MIH, of which 116 (65%) were demarcated opacities. A significant difference was found in the mean DMFT index between groups. No impact of MIH on OHRQoL was observed. Conclusion: The present results suggest higher intercurrences during the perinatal period and a higher incidence of caries among children with MIH.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Estudos de Casos e Controles , Criança , Desmineralização do Dente/etiologia , Cárie Dentária , Hipoplasia do Esmalte Dentário/diagnóstico , Dente Molar/anatomia & histologia , Qualidade de Vida , Brasil , Índice CPO , Saúde Bucal , Inquéritos e Questionários
5.
Belo Horizonte; s.n; 2018. 75 p. ilus, tab.
Tese em Inglês, Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-906147

RESUMO

O objetivo deste estudo transversal pareado foi avaliar defeito de desenvolvimento do esmalte dentário e cárie da primeira infância encontrados em um grupo de crianças nascidas prematuras e/ou baixo peso, e sua associação com fatores socioeconômicos, saúde gestacional e fatores pósnatais e comparar os achados com um grupo de crianças nascidas a termo e/ ou peso normal. A amostra de conveniência, contou com um grupo de 42 crianças de 2 a 5 anos de idade prematuras e/ou com baixo peso ao nascer, do Ambulatório da Criança de Risco (ACRIAR) do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, Brasil (G1). E com outro grupo de 42 crianças de 2 a 7 anos de idade com peso normal e nascidas a termo de escolas públicas do município de Belo Horizonte (G2). O estudo foi pareado através das variáveis sexo e idade, numa proporção de 1:1. Após a aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa em Seres Humanos da UFMG (COEP/UFMG) e a devida calibração do pesquisador para o exame clínico, foi realizado o estudo principal. Cárie da primeira infância foi avaliada de acordo com índice ceo-d e o defeito no desenvolvimento do esmalte pelo índice de DDE. As crianças foram examinadas de acordo com o agendamento e demanda do hospital. Foi aplicado um questionário às mães das crianças incluídas no estudo e foram consultados prontuários médicos para busca de dados do período pós-natal. Para as crianças do grupo G2, os dados foram coletados através de questionários respondidos pelas mães, além do exame clínico bucal. A coleta de dados foi realizada por uma examinadora, treinada e calibrada. Após a coleta, os dados foram analisados através do programa SPSS. Para as análises bivariadas foi utilizado o teste qui-quadrado e para a análise multivariada a regressão de Poisson. Foi adotado um nível de significância de 5%. Indivíduos do grupo G1 apresentaram um número significativamente maior de dentes com DDE, em comparação aos indivíduos do grupo G2 (p =0,007). As variáveis independentes prematuridade, escolaridade materna, internação, incubadora, intubação, medicamento, e complicações no parto apresentaram um valor de p < 0,20 na associação com a variável dependente DDE. Após a análise multivariada as variáveis que mantiveram associação com o aparecimento de defeito de desenvolvimento de esmalte dentário, foram internação após o nascimento (RP =6,45 (95% IC =1,59 ­ 11,36)) e medicação durante este período hospitalar (RP =4,67 (95% IC =1,82 ­ 11,90)). Crianças nascidas prematuramente apresentaram mais DDE que aquelas nascidas a termo. Não foram observadas diferenças entre os grupos de crianças nascidas prematuras e a termo para cárie da primeira infância (p =0,803).(AU)


The aim of this paired cross-sectional study was to assess the oral conditions found in a group of preterm and / or low birth weight infants and their association with socioeconomic factors, gestational health and postnatal factors and to compare the findings with a group of children born to term. The convenience sample consisted of a group of 42 premature and / or low birth weight children from 2 to 5 years of age, from (ACRIAR) of the Hospital das Clínicas of the Federal University of Minas Gerais, Belo Horizonte, Brazil (G1). And with another group of 42 children from 2 to 7 years old with normal weight and born at term from public schools in the city of Belo Horizonte (G2). The study was matched by sex and age, in a ratio of 1: 1. After the approval of the UFMG Ethics Committee in Human Research (COEP / UFMG) and the proper calibration of the researcher for the clinical examination, the main study was carried out. Early childhood caries was evaluated according to the dmft index (OMS, 2012) and the defect in enamel development by DDE index (FDI, 1992). The children were examined according to the scheduling and demand of the hospital. A questionnaire was administered to the mothers of the children included in the study and medical records were searched for data from the postnatal period. For the children of the G2 group, the data were collected through questionnaires answered by the mothers, in addition to clinical oral examination. Data collection was performed by a single examiner, trained and calibrated. After the data collection, the data were analyzed through the SPSS program. For the bivariate analyzes, the chi-square test was used and the multivariate analysis was the Poisson regression. A significance level of 5% was adopted. Individuals in the G1 group had a significantly higher number of DDE teeth compared to individuals in the G2 group (p = 0.007). The variables independent prematurity, maternal schooling, hospitalization, incubator, intubation, medication, and complications at delivery presented a value of p <0.20 in association with the DDE dependent variable. After the multivariate analysis, the variables that maintained association with the development of tooth enamel development were hospitalization after birth [(PR = 6.45 (95% CI = 1.59-11.36)] and medication during this period [(PR = 4.67 (95% CI = 1.82- 11.90)]. Children born prematurely presented more DDE than those born at term. No differences were observed between the groups of children born premature and term for early childhood caries (p = 0.803). (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Recém-Nascido , Pré-Escolar , Criança , Pré-Escolar , Cárie Dentária , Hipoplasia do Esmalte Dentário , Recém-Nascido de Baixo Peso , Recém-Nascido Prematuro , Criança , Estudos Transversais , Esmalte Dentário , Fatores Socioeconômicos
6.
Prótesenews ; 4(4): 440-452, out.-nov. 2017. ilus
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-877171

RESUMO

O esmalte dentário é o único tecido duro que não apresenta remodelação. Qualquer distúrbio que ocorra durante o processo de desenvolvimento e maturação do esmalte resulta em anomalias neste tecido. A hipoplasia do esmalte pode ser consequência de eventos sistêmicos, traumáticos, ambientais ou genéticos. De acordo com o grau de severidade desta anomalia, vários protocolos de tratamento podem ser realizados em restaurações estéticas diretas e laminados ou coroas unitárias, como clareamento, microabrasão e mega-abrasão. O objetivo deste trabalho foi relatar a condução de avaliação e tratamento de um caso clínico de hipoplasia de esmalte de uma paciente que mostrava insatisfação com tamanho e cor dos dentes anteriores. Foi realizada como resolução clínica a gengivoplastia e laminados cerâmicos nos dentes anteriores superiores.


The dental enamel is the only hard tissue that does not remodel itself. Any disorder that occurs during the enamel development and maturation process results in tissue abnormalities. Enamel hypoplasia may be a consequence of systemic, traumatic, environmental or genetic events. According to the degree of severity of this anomaly, several treatment protocols can be perfomed, from bleaching, microabrasion, megaabrasion, direct aesthetic restorations and laminates or single crows. The aim of this work is to present a clinical case of enamel hypoplasia of a patient who reported dissatisfaction with the size and color of the teeth. For this, gingivoplasty and ceramic laminates were performed on the upper anterior teeth.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Resinas Compostas , Hipoplasia do Esmalte Dentário/terapia , Facetas Dentárias , Estética Dentária , Anormalidades Dentárias/terapia
7.
Belo Horizonte; s.n; 2017. 91 p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-883124

RESUMO

A cárie dentária é uma das doenças bucais mais prevalentes na infância e pode estar associada à presença de defeitos de desenvolvimento do esmalte. O objetivo deste estudo foi verificar se defeitos de esmalte são fatores de risco à cárie dentária em dentes decíduos de crianças pré-escolares após tempo médio de 26 meses deacompanhamento. Para a realização deste estudo de coorte prospectivo e foi realizado um cálculo amostral e a amostral foi de 339 crianças (113 expostas e 226 não expostas) de 2 a 5 anos no baseline (primeiro exame). Após o período médio de 26 meses as mesmas crianças foram examinadas (segundo exame-acompanhamento). A amostra final foi de 325 crianças, que foram divididas em dois grupos de acordo coma exposição. O DDE foi diagnosticado através do DDE Index. Todos os dentes foram examinados para diagnóstico de cárie, de acordo com as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e avaliou-se a higiene bucal e foram realizadas entrevistas com os pais. Foram realizadas análises descritivas e os dados foram analisados usando regressão múltipla de Poisson com abordagem multinível, uma vez que os dentes (primeiro nível, no qual foi medido o desfecho e para o qual)estão agrupados em crianças (segundo nível). Esta estratégia permitiu estimar o efeito dos diferentes tipos de DDE na incidência de cárie em dentes decíduos, calculando riscos relativos (RR) e os respectivos intervalos de confiança de 95% (IC 95%), ajustados pelas demais variáveis explicativas dentárias e da criança. Através da análise multinível foi observado que o DDE é um fator de risco para cárie (RR: 1,98; IC95%: 1,20-3,26). Além disso, dentes posteriores e superiores apresentaram maior risco de desenvolver lesões de cárie (RR 2,90 IC95%: 2,45-3,44; RR 1,52 IC95%: 1,29-1,79; respectivamente). Entre as variáveis da criança, apenas o ceo-d se associou à incidência de cárie (RR 1,38 IC95%: 1,31-1,45). Portanto conclui-se que a hipoplasia é um fator de risco para cárie dentária em dentes decíduos.(AU)


Dental caries is one of the most prevalent oral diseases in childhood and may be associated with the presence of enamel defects. The objective of this study was to verify if enamel defects are risk factors for dental caries in deciduous teeth of preschool children after an average time of 26 months of follow-up. For this prospective cohort study, a sample calculation was performed and 339 children (113 exposed and 226 non-exposed) from 2 to 5 years at baseline (first examination) were sampled. After the mean period of 26 months the same children were examined (second examination-follow-up). The final sample consisted of 325 children, who were divided into two groups according to the exposition. The DDE was diagnosed through the DDE Index. All teeth were examined for caries diagnosis according to World Health Organization (WHO) recommendations and oral hygiene was evaluated and interviews with parents were carried out. Descriptive analyzes were performed and data were analyzed using multiple Poisson regression with multilevel approach, since the teeth (first level, at which the outcome was measured and for which) are grouped into children (second level). This strategy allowed to estimate the effect of different types of DDE on the incidence of dental caries in deciduous teeth, calculating relative risks (RR) and the respective 95% confidence intervals (CI 95%) adjusted by the other dental and child explanatory variables. Through the multilevel analysis it was observed that DDE is a risk factor for caries (RR: 1.98; 95% CI: 1.20-3.26). In addition, posterior and superior teeth presented a higher risk of developing carious lesions (RR 2.90, 95% CI: 2.45-3.44, RR 1.52, 95% CI: 1.29-1.79, respectively). Among the variables of the child, only ceo-d was associated with the incidence of caries (RR 1.38, 95% CI: 1.31-1.45). Therefore it is concluded that hypoplasia is a risk factor for dental caries in deciduous teeth.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pré-Escolar , Criança , Pré-Escolar , Cárie Dentária , Hipoplasia do Esmalte Dentário , Dente Decíduo , Estudos Longitudinais , Análise Multinível , Saúde Bucal , Higiene Bucal
8.
Belo Horizonte; s.n; 2017. 31 p. ilus.
Tese em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-1096641

RESUMO

A Amelogênese Imperfeita (AI) é uma alteração no desenvolvimento da estrutura do esmalte dental pertencente a um grupo complexo, que na ausência de alterações sistêmicas pode ser considerada uma condição isolada. Existem pelo menos 14 subtipos hereditários de AI, sendo 4 tipos principais: hipoplásica, hipocalcificada, hipomaturada-hipoplásica e hipoplásica-hipomaturada. A AI pode ter transmissão autossômica dominante e recessiva ligada ao gene da Enamelina (ENAM), e ligada ao cromossomo X com 14 mutações diferentes, associada ao gene da Amelogenina (AMELX). Essa alteração pode acarretar danos severos ao paciente, tanto no que diz respeito à funcionalidade, quanto à condição psico-social. O objetivo do presente trabalho é descrever um caso clínico de uma paciente acometida por AI associada à múltiplos dentes inclusos.


Amelogenesis Imperfecta (AI) is a developmental alteration in enamel structure belonging to a complex group that in absence of systemic alterations can be considered as an isolated presentation. There are 14 inherited subtypes of AI with 4 main types: hypoplasic, hypocalcificated, hypomaturated-hypoplasic and hypoplasichypomaturated. AI inheritance patterns can be autosomal dominant and recessive linked to mutation in ENAM gene, and linked to X-chromosome with 14 different mutations in the AMELX gene. This condition can lead to functions and psicosocial implications to the patients. The aim of this work is to relate a case of AI associated to multiple teeth inclusion.


Assuntos
Dente não Erupcionado , Radiografia Panorâmica/instrumentação , Esmalte Dentário , Hipoplasia do Esmalte Dentário , Amelogênese Imperfeita , Relatos de Casos , Estética Dentária
9.
Full dent. sci ; 8(30): 118-123, 2017. tab, ilus
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-909909

RESUMO

A hipoplasia de esmalte é um defeito na matriz orgânica do esmalte que acomete significativamente os incisivos, compromete a estética do sorriso, alterando cor e textura, e nos casos mais severos, a forma dos dentes. A microabrasão do esmalte é utilizada no tratamento de manchamentos intrínsecos superficiais, apresentando diversos benefícios como resultado imediato, é um procedimento minimamente invasivo, não há recidivas, apresenta curto tempo de tratamento, fácil execução, baixo custo e não provoca danos à polpa e tecidos periodontais quando realizado corretamente. Associamos a técnica da microabrasão com ácido fosfórico 37% + pedra pomes ao clareamento dental caseiro com peróxido de carbamida 16% a fim de uniformizar a coloração dental, melhorando os resultados estéticos. O objetivo do tratamento da hipoplasia de esmalte é recuperar a harmonia do sorriso, a estética e a autoestima do paciente (AU).


Enamel hypoplasia is a defect in the formation of the enamel organic matrix that affects significantly the incisors, compromise the aesthetics of the smile by changing color and texture, and in severe cases, the shape of the teeth. The enamel microabrasion is used in the treatment of superficial intrinsic staining, showing various benefits such as immediate results. It is a minimally invasive procedure, with no relapse, that shows short duration of treatment, easy to perform, inexpensive and does not cause damage to pulp and periodontal tissues when performed correctly. We associate the microdermabrasion technique with 37% phosphoric acid + pumice stone to home bleaching with carbamide peroxide 16% in order to standardize the dental staining, thus improving aesthetic results. The goal of treatment of enamel hypoplasia is to recover the smile harmony, aesthetics and, self-esteem of the patient (AU).


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Hipoplasia do Esmalte Dentário , Microabrasão do Esmalte , Clareamento Dental , Brasil
10.
Rev. Assoc. Paul. Cir. Dent ; 70(2): 210-214, abr.-jun. 2016. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-797075

RESUMO

A hemofilia é uma coagulopatia congênita autossômica recessiva ligada ao cromossomo X, isso é devido à deficiência do fator VIII (hemofilia A) ou do fator IX (hemofilia B) afetando apenas os homens.Os transtornos hemorrágicos constituem um dos problemas de maior interesse a serem considerados pelo cirurgião-dentista na prática odontológica. O tratamento odontológico de pacientes com hemofilia deve ser realizado sob cuidados especiais com uma equipe multidisciplinar, nos quais os profissionais da saúde devem ter experiência médica e apoio hematológico adequados. O Objetivo deste trabalho foi relatar a reabilitação odontológica de maneira multidisciplinar de um paciente pediátrico com diagnóstico de hemofilia B grave, a qual é tratada e controlada por médicos hematologos do Hospital Geral de Zona (HGZ). O diagnóstico odontológico foi de acúmulo de placa bacteriana nas superfícies dentais por má higiene bucal, lesões de cárie e hipoplasia de esmalte. Para reabilitação bucal foram realizadas extrações de alguns elementos dentais, profilaxia, flúor terapia, orientação emotivação de higiene bucal, remoção de tecido cariado com auxílio de ultrassom, restaurações com resina composta, ionômero de vidro e restaurações indiretas cerômeros. Concluiu-se que para um adequado manejo odontológico é imprescindível o conhecimento de diversas patologias sistêmicas como a hemofilia, o atendimento multidisciplinar, além do conhecimento de técnicas de mínima intervenção em Odontopediatria para assim poder oferecer ao paciente melhores alternativas de tratamento com a mínima invasão e resultados favoráveis.


Hemophilia is an autosomal recessive congenital blood coagulation desorder to X chromosome, this is due to deficiency of factor VIII (hemophilia A) or factor IX (hemophilia B) affects only men. Bleeding disorders are one of the issues of greatest interest to be considered by the dentist in the dental practice. Dental treatment of patients with hemophilia should be done under special care bya multidisciplinary team in which health professionals must have medical experience and adequate hematologic support. The objective of this study was to report the dental rehabilitation in a multidisciplinary team to a pediatric patient with severe haemophilia B, which is treated and controlled by medical hematologists in Zone General Hospital (HGZ). The dental diagnosis was accumulation ofplaque on dental surfaces by poor oral hygiene, dental caries and enamel hypoplasia. For oral rehabilitation extractions were performed in some dental elements, prophylaxis, fluoride therapy, guidance and motivation of oral hygiene, caries removal with ultrasound assistance restorations with compositeres in, glass ionomer and indirect restorations with cerômics. It was concluded that for properdental management is essential knowledge of various systemic diseases such as hemophilia, multidisciplinary care, in addition to knowledge of minimal intervention techniques in pediatric dentistry so as to offer the best treatment alternatives patient with minimal invasion and favorable results.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Cárie Dentária/classificação , Cárie Dentária/complicações , Cárie Dentária/diagnóstico , Hemofilia B/complicações , Hemofilia B/sangue , Hipoplasia do Esmalte Dentário/complicações , Hipoplasia do Esmalte Dentário/diagnóstico , Reabilitação Bucal/efeitos adversos , Reabilitação Bucal , Reabilitação Bucal
11.
Rio de Janeiro; s.n; s.n; 2016. 85 p. ilus.
Tese em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-909321

RESUMO

O objetivo do presente trabalho foi realizar avaliações de etiologia, perfil microbiológico e longitudinal, visando observar fatores relacionados à ocorrência de hipomineralização de molares e incisivos (HMI), o risco de cárie e a evolução clínica dos defeitos de esmalte. No estudo 1(caso-controle) se investigou-se a presença de hipomineralização de molares decíduos (HMD) pode ser utilizada como um preditor clínico de HMI em 162 pacientes (65 casos e 97 controles) com idade entre 5-12 anos, como também a associação entre HMI e fatores como baixo peso ao nascer e uso de antibióticos durante o primeiro ano de vida. Como resultado, a presença de HMD desempenha um importante papel como preditor, aumentando em 2,77 vezes a chance de ocorrência de HMI (IC 95%: 1,20 ­ 6,39). Embora HMI seja mais frequente em crianças com baixo peso ao nascimento (p: 0,036), este fator pode não aumentar as chances de ocorrência de HMI significantemente (OR: 2,82; IC 95%: 1,00 ­ 7,66). O uso de antibióticos durante o primeiro ano de vida aumentou em 2,97 a chance de desenvolver HMI (OR: 2,97; IC 95%: 1,43 ­ 6,16). Já no estudo 2 avaliou-se o risco de cárie em 20 pacientes com HMI severa (7-13 anos), observando a correlação da contagem de Streptococcus mutans (SM) e de Lactobacillus spp., do fluxo salivar e da experiência de cárie na dentição decídua com o índice CPO. O grupo apresentou CPO-D e CPO-S médiosde 2,8 (DP: 1,1) e7,3 (DP: 4,7), respectivamente. Cada dente cariado apresentava, em média, 2,5 (DP: 1,1) superfícies afetadas. Em relação ao componente "cariado" ­ cárie ativa ­ do CPO, observou-se uma média de 1,9 (DP: 2,0). Todos os pacientes apresentaram boa capacidade tampão da saliva, e não houve diferença estatisticamente significante no CPO-D ou no CPO-S médios em relação às variáveis analisadas. No estudo 3 foi realizada uma avaliação longitudinal da evolução da HMI em 58 crianças com média de idade de 8,8 anos, observando a coloração, localização e incidência de força sobre cada superfície dentária, de modo a estimar o risco de fratura pós-eruptiva. Considerando a fratura em dentina (FD) como desfecho, 14% das opacidades branco-creme (OP-BC), 26,9% das opacidades amarelo-marrons (OP-AM) e 46,9% das fraturas em esmalte (FE) evoluíram. A progressão foi significativamente mais frequente dentre as OP-AM em comparação com as OP-BC, sendo altamente significativa quando se considerou fratura a partir da FE (p<0,0003). Já a progressão para FE não foi estatisticamente diferente entre superfícies expostas ou não expostas ao atrito mastigatório tanto para as OP-BC (p=0,15), como para as OP-AM (p=0,51). O mesmo ocorreu quando se considerou a progressão para FD dentre as OP-BC (p=0,36), OP-AM (p=0,82) ou FE (p=0,27). A chance de ocorrência de fratura das opacidades demarcadas foi 3,55 (IC 95%: 1,75 ­ 7,20) e 2,27 (IC 95%: 1,06 ­ 4,86) vezes mais alta quando a opacidade era amarela-marrom, considerando FE e FD, respectivamente. Com base nos resultados, HMI ainda representa um desafio na clínica odontológica e o conhecimento dos fatores apresentados podem auxiliar no estabelecimento de tratamentos adequados com bons prognósticos.


The aim of the present study was to evaluate the etiology, microbiological profile and longitudinal follow up to observe molar-incisor hypomineralization (MIH) related factors, caries risk and clinical evolution of enamel defects. In the study 1 (case-control), the presence of deciduous molar hypomineralization (DMH) as a predictor for MIH was analyzed in 162 patients (65 case and 97 controls), with age between 5-12 years old, as well as the association between HMI and risk factors as low birth weight and antibiotics intake during the first year of life. As a result, DMH plays an important role as a predictor, increasing in 2.77 times de chance of MIH occurrence (95% CI: 1.20 ­ 6.39). Although MIH is more frequent in children with low birth weight (p: 0.0036), this factor could not increase significantly the chance of MIH occurrence (OR: 2.82; 95% CI: 1.00 ­ 7.66). Antibiotics intake during the first year of life showed an increased chance of MIH occurrence in 2.97 times (95% CI: 1.43 ­ 6.16). In the study 2, the analysis of caries risk in 20 patients with severe MIH (7-1 years old) was made to observe the association between Streptococcus mutans (SM) and Lactobacillus spp. counts, salivary flow and caries experience in deciduous teeth with DMF index. The study group showed 2.8 (SD: 1.1) and 7.3 (SD: 4.7) DMF-T and DMF-S, respectively. Each caries tooth had 2.5 (SD: 1.1) affected surface. Analyzing only the decayed component of DMF index, a mean of 1.9 (SD: 2.0) of decayed surface was observed. All patients showed good salivary buffer capacity and there were no statistical difference between DMF-T and DMF-S related to the variables. In study 3, MIH longitudinal evaluation was performed in 58 children with mean age of 8.8 years, observing the color, location and force incidence to estimate the risk of post-eruptive fracture in those affected teeth. Considering dentine fracture (FD) as outcome, 14% of white-cream (OP-BC), 26.9% of yellow-brown (OP-AM) opacities and 46.9% of enamel fracture broke. Progression was significantly frequent in OP-AM, compared to OP-BC, and highly significant when fracture was considered from FE (p<0.0003). Progression to FE was not statistically different between surfaces under masticatory forces or not for OP-BC (p=0.15), and for OP-AM (p=0.51). The same happened considering progression to FD in OP-BC (p=0.36), OP-AM (p=0.82) or FE (p=0.27). The chance of fracture occurrence from demarcated opacities was 3.55 (95% CI: 1.75 ­ 7.20) and 2.27 (95% CI: 1.06 ­ 4.86) times higher when OP-AM, considering FE and FD, respectively. Based on these results, MIH remains a challenge in clinical dentistry and the knowledge of these factors can help to establishment appropriated treatments and good prognosis.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pré-Escolar , Criança , Esmalte Dentário/anormalidades , Odontopediatria , Desmineralização do Dente/complicações , Desmineralização do Dente/etiologia , Hipoplasia do Esmalte Dentário/etiologia , Índice CPO , Incisivo , Dente Molar
12.
Braz. j. oral sci ; 14(4): 318-322, Oct.-Dec. 2015. tab
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-797255

RESUMO

Aim: To determine if the prevalence of enamel hypoplasia, molar-incisor hypomineralisation(MIH) and deciduous molar hypomineralisation (DMH) is associated with the socioeconomicstatus of the child and to determine the prevalence of enamel hypoplasia and MIH/DMH comorbidityin the study population. Methods: Information was collected on the sex andsocioeconomic status of the 1,169 study participants’ resident in Ile-Ife, Nigeria, recruited througha household survey. The children were clinically examined to assess for the presence of enamelhypoplasia, MIH and DMH. Associations between sex, socioeconomic status and the prevalenceof enamel hypoplasia, MIH and DMH were determined. The proportion of children with enamelhypoplasia and MIH/DMH co-morbidity was also determined. Results: Among the 1,169 studyparticipants, 47(4.0%) had MIH, 15 (1.3%) had DMH and 161 (13.8%) had enamel hypoplasia. One (0.09%) study participant had MIH/DMH co-morbidity, 12 (1.0%) had DMH/enamel hypoplasiaco-morbidity, and 9 (0.8%) had MIH/hypoplasia co-morbidity. There was no significant associationbetween the socioeconomic status and presence of enamel hypoplasia (p=0.22), MIH (p=0.78) orDMH (p=1.00). Conclusions: The socioeconomic status cannot be used as a distinguishing factorfor enamel hypoplasia, MIH and DMH. The possibility of co-existence of enamel hypoplasia andMIH/DMH makes it imperative to find ways to distinguish between the lesions.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Cárie Dentária/epidemiologia , Desmineralização do Dente/diagnóstico , Desmineralização do Dente/epidemiologia , Hipoplasia do Esmalte Dentário/diagnóstico , Hipoplasia do Esmalte Dentário/epidemiologia , Morbidade , Condições Sociais , Fatores Socioeconômicos , Inquéritos e Questionários
13.
Rev. Assoc. Paul. Cir. Dent ; 68(4): 346-350, out.-dez. 2014. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-745435

RESUMO

Introdução: Hipomineralização molar incisivo (HMI) é a displasia do esmalte dos dentes que afeta um ou mais primeiros molares permanentes frequentemente associados aos incisivos permanentes. Pacientes com essa alteração apresentam vários problemas clínicos, que podem incluir um desgaste dentário acentuado, perda do esmalte, aumento da suscetibilidade à cárie e sensibilidade dentária. O tratamento da hipomineralização molar-incisivo dependerá da gravidade do dente afetado, abrangendo desde medidas preventivas até procedimentos restauradores complexos. Objetivos: Relatar um caso de um paciente infantil, 7 anos, gênero feminino, diagnosticada com HMI. Além, disso, descrever a abordagem terapêutica, tratamento restaurador e acompanhamento de 28 meses. Conclusão: Pacientes com hipomineralização molar-incisivo necessitam de acompanhamento longitudinal para prevenir perda de estrutura dentária e manutenção do tratamento restaurador.


Introduction: Molar incisor hypomineralization (MIH) is defined as the enamel dysplasia that affects one or more first permanent molars and frequently permanent incisors. These patients have several oral health problems that may include increased tooth wear, loss of enamel, higher susceptibility to dental caries and tooth sensitivity. The treatment of molar incisor hypomine-ralization depends on the severity of the affected teeth, including preventive measures as well as extensive restorative procedures. Objectives: To present a case report of a patient, female, diagnosed at 7 years old with MIH and to describe restorative procedures with a 28-months follow-up period. Conclusion: MIH Patients require longitudinal follow-up to prevent loss of tooth structure and maintenance of restorative treatment.


Assuntos
Humanos , Feminino , Criança , Hipoplasia do Esmalte Dentário/diagnóstico , Odontopediatria , Tratamento Dentário Restaurador sem Trauma/métodos
14.
Prosthes. Lab. Sci. ; 4(13): 65-70, out.-dez. 2014. ilus
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-853847

RESUMO

A hipoplasia dental pode acometer tanto a dentição decídua como a permanente, manifestando-se clinicamente como alterações de cor e defeitos variáveis no esmalte e/ou dentina, podendo causar estética insatisfatória, sensibilidade dental, má oclusão, bem como predisposição a cárie dental. Dependendo da severidade da doença vários tipos de tratamentos são recomendados e esses variam desde o clareamento, microabrasão, restaurações diretas e indiretas. O presente artigo apresenta o relato de um caso clínico de restauração direta de resina composta através da técnica incremental em dente anterior com mancha hipoplásica, restabelecendo a cor, forma, naturalidade e harmonia estética. Com quatro anos de acompanhamento, o tratamento mostrou-se satisfatório e a cosmética direta permaneceu natural ao longo do tempo.


Assuntos
Humanos , Masculino , Adolescente , Resinas Compostas , Hipoplasia do Esmalte Dentário , Estética Dentária
15.
Clín. int. j. braz. dent ; 9(3): 290-303, jul.-set. 2013. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-765324

RESUMO

A hipoplasia de esmalte insere-se como um dos fatores que podem causar desarmonias estéticas do sorriso, principalmente quando acomete dentes da bateria anterior. Uma abordagem minimamente invasiva, com associação de técnicas conservadoras, apresenta-se como correta indicação para a recuperação estética desses dentes. O presente artigo relata, mediante a exposição de dois casos clínicos, a associação de clareamento dental, microabrasão e macroabrasão, seguida de restaurações com resinas compostas, e a microabrasão foi empregada apenas em um dos casos clínicos. A satisfação das pacientes, juntamente com os resultados clínicos obtidos, comprova a efetividade do tratamento.


Enamel hypoplasia is a common cause of esthetic disharmony, especially when it affects anterior teeth. Minimally invasive approaches are the first option to restore this type of enamel defect. This article presents two case reports of the association of tooth whitening, microabrasion and macroabrasion followed by composite resin restorations. Microabrasion was used only in one of the cases. Patients’ satisfaction, along with clinical results, proved the effectiveness of the association of these treatments.


Assuntos
Humanos , Feminino , Criança , Adulto Jovem , Resinas Compostas , Hipoplasia do Esmalte Dentário , Microabrasão do Esmalte , Estética Dentária , Sorriso , Abrasão Dentária , Clareamento Dental
16.
Clín. int. j. braz. dent ; 9(1): 42-47, jan.-mar. 2013. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-764851

RESUMO

Este artigo apresenta um relato de caso de hipoplasia no esmalte restaurada com resina composta. Paciente do gênero feminino, 12 anos, procurou a Clínica de Odontopediatria da Faculdade de Odontologia, da Universidade Federal de Santa Catarina, queixando-se de manchamentos nos dentes anteriores. Clinicamente, observou-se presença de manchas amarelo-esbranquiçadas nos incisivos centrais superiores e inferiores, incisivo lateral inferior direito e canino inferior direito. O tratamento proposto foi restauração direta com resina composta somente nos incisivos centrais superiores, já que os demais não apareciam na linha de sorriso da paciente. A partir desse procedimento, recuperou-se a estética do sorriso, propiciando melhora na qualidade de vida e autoestima da paciente.


This article is a ase report of a lesion of enamel hypoplasia which was restored with composite resin. Clinically, it was observed yellow-whittish spots in the maxillary and mandibular central incisors, mandibular right lateral incisor and mandibular right canine. The treatment proposed was a direct restoration using composite resin only in the maxillary central incisors, because the other teeth did not appear in the patient’s smile line. The esthetic of the smile was restored from this procedure, improving the life quality and patient’s self-steem.


Assuntos
Humanos , Feminino , Criança , Resinas Compostas , Hipoplasia do Esmalte Dentário , Dentição Permanente , Estética Dentária , Sorriso
17.
Clín. int. j. braz. dent ; 9(1): 58-64, jan.-mar. 2013. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-764853

RESUMO

Em pacientes que apresentam manchas brancas intrínsecas superficiais no esmalte, a microabrasão apresenta-se como alternativa de tratamento mais conservadora e com excelentes resultados estéticos, além de ser procedimento rápido e de fácil execução. Contudo, dependendo da profundidade das manchas, outros tratamentos poderão ser planejados. Associar a técnica do clareamento dental exógeno à microabrasão pode ser uma alternativa. Este trabalho relata, por meio de um caso clínico, a associação da técnica de clareamento dental caseiro, microabrasão do esmalte e finalização estética com resina composta em dentes anteriores com manchas hipoplásicas.


Microabrasion is a conservative, time-saving, and easy to perform treatment alternative for patients presenting intrinsic white spots on the enamel surface, with excellent esthetic results. However, depending on the depth of the spots, other types of treatment can be planned. The association of the technique of tooth bleaching and microabrasion can be an excelent alternative to improve satisfaction on the patients. This case report shows the association of a home-bleaching technique, microabrasion and composite resin restorations in anterior teeth with hypoplastic spots.


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto Jovem , Resinas Compostas , Hipoplasia do Esmalte Dentário , Microabrasão do Esmalte , Estética Dentária , Clareamento Dental
18.
Araraquara; s.n; 2013. 109 p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-867818

RESUMO

O uso da amoxicilina durante a primeira infância tem sido relacionado ao desenvolvimento de defeitos de esmalte denominados Hipomineralização Molar-Incisivo (HMI). Ademais, há relatos de possível potencialização dos efeitos do fluoreto no esmalte pela amoxicilina. Objetivo: A proposta do presente estudo foi avaliar o efeito da amoxicilina, e da associação amoxicilina com fluoreto no desenvolvimento do esmalte dentário de ratos. Metodologia: O experimento foi dividido em três capítulos. Capítulo 1 - Quinze ratas prenhas (Rattus norvegicus, albinus, Holtzman) foram aleatoriamente distribuídas em três grupos que receberam, a cada 24 h, dose intragástrica de amoxicilina 100 mg/kg/dia (grupo GA100), amoxicilina 500 mg/kg/dia (grupo GA500) ou soro fisiológico (grupo GS), a partir do 130 dia de prenhez. Após o nascimento, doze filhotes de cada grupo receberam o mesmo tratamento das respectivas mães durante os períodos de 7 dias (n=6) e 12 dias (n=6) de vida. Após a eutanásia, as cabeças dos ratos foram removidas, fixadas e processadas para inclusão em parafina. Os cortes frontais da cabeça exibindo os primeiros molares superiores foram em parte corados com H&E e em parte submetidos à reação imuno-histoquímica para detecção de amelogenina e metaloproteinases da matriz-20 (MMP-20). Os cortes corados com H&E foram utilizados para análise morfológica e mensuração da espessura da camada de esmalte. A imunoexpressão para amelogenina e MMP-20 foram avaliados por análise semiquantitativa (H-score). Os dados foram analisados estatisticamente pelo teste Tukey com nível de significância de 5%. Capítulo 2 - Quinze ratas prenhas (Rattus norvegicus, albinus, Holtzman) foram aleatoriamente distribuídas em três grupos, que receberam, amoxicilina 100 mg/kg/dia (grupo GA100), amoxicilina 500 mg/kg/dia (grupo GA500) ou soro fisiológico (grupo GS), conforme descrito no capítulo 1. Após o na...


Assuntos
Amelogênese , Amoxicilina , Esmalte Dentário , Hipoplasia do Esmalte Dentário , Ratos , Fluoreto de Sódio
20.
Rev. dental press estét ; 9(3): 98-105, Jul-Dec.2012. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-857638

RESUMO

O aparecimento de crianças com defeitos na formação do esmalte é uma rotina em consultórios osontopediátricos. Portanto, suas causas, giagnóstico e tratamento são de grande importância na prática clínica. Estudos dessas patologias são vistos em várias áreas da Odontologia, citando inúmeras causas e tratamentos propostos. Nesse estudo, abordou-se um relato de caso de tratamento estético, minimamente invasivo de hipoplasia de esmalte. Ela se apresentou com colaboração amarelo-castanha, em um dente anterossuperior permanente. A criança possuía 9 anos de idade, com histórico de trauma no dente decíduo subjacente (dente 61), envolvendo luxação intrusiva do dente aos 3 anos de idade, sendo essa a provável causa do defeito do esmalte no seu sucessor permanente (dente 21). Para tanto, um tratamento restaurador sem desgaste de esmalte foi feito com uso de corantes e resinas compsotas, utilziando a técncia incremental, mascarando completamente a lesão hipoplásica subjacente, sem necessidade de microabrsão ou desgaste para obtenção de tratamento restaurador estético satisfatório


Children with enamel defects are very common in Pediatric Dentistry. Therefore, its causes, diagnoses and treatments are very important in the day by day clinic. A lot of studies about these pathologies are seen in different areas of dentistry, related to find different causes and proposing treatments. At this study we aim to show a case report about a minimally invasive treatment in a case of enamel hypoplasia in an anterior permanent teeth in a children with 9 years old, with a esthetic complain. These hypoplasia has a yellow, almost brown color, presented in the vestibular face of the tooth 21, with an earlier history of intrusive luxation of tooth 61 at 3 years old, having no immediate treatment for the trauma. Being these trauma the possible cause of the enamel defect. As a treatment for this case, a restorative treatment was chosen without enamel removal,using composite resins, masquerading all de lesion, without need of microabrasion for esthetic treatment, achieving satisfactory esthetic


Assuntos
Humanos , Feminino , Criança , Resinas Compostas , Hipoplasia do Esmalte Dentário , Estética Dentária , Procedimentos Cirúrgicos Minimamente Invasivos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA