Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 6 de 6
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr ; 19(1): 4620, 01 Fevereiro 2019. tab
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-998275

RESUMO

Objective: To analyse issue of teeth brushing according to age, gender and length in Slovak patients with multiple sclerosis disease (MS). Material and Methods: In this descriptive study, the questionnaires were collected in neurologists from December 2016 until September 2017. The study sample consisted of 103 MS patients (44.7% of men) in a mean age of 38.4 ± 9.95 years. The study sample of MS patients was divided into two sub-groups. The first sub-group consisted of MS patients who were restricted in teeth brushing (n=56) and the second group of MS patients, which had no restrictions in teeth brushing (n=47). Descriptive statistics were used to calculate the absolute and relative frequencies, mean and standard deviation. A two-sample ttest was used to compare of the proportion between sub-groups with restrictions and sub-group no restrictions in teeth brushing. The statistically significant level was determined at p<0.05. Results: The significant higher mean age (40.4 ± 10.8 years) was found in MS patients who had restrictions in teeth brushing (p=0.043). Females described often no restrictions in teeth brushing than males (59.6% vs. 40.4%; p<0.05). Length in MS disease (≤3 years) has significant impact on patients in who were not found restrictions in teeth brushing (31.9%; p=0.037). Conclusion: We recommend individual doctor approach to MS patients in older age and using of electric toothbrushes in MS patients who have hand functioning restrictions.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Higiene Bucal/métodos , Escovação Dentária/métodos , Esclerose Múltipla , Doenças do Sistema Nervoso/diagnóstico , Epidemiologia Descritiva , Inquéritos e Questionários , Eslováquia , Estatísticas não Paramétricas
2.
Periodontia ; 29(2): 15-21, 2019.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1007867

RESUMO

As desordens neurológicas (DN) acometem o sistema nervoso, levando a vários tipos de perturbações neurológicas, sendo que a maioria delas tem caráter crônico e, por vezes, ocasiona incapacidades. Sabe-se que os indivíduos que detêm DN necessitam de certa aparatologia para suprir suas deficiências e terem garantidos os recursos básicos para manutenção minimamente satisfatória da sua saúde em âmbito global, envolvendo sua saúde geral e bucal. O objetivo deste artigo foi o de evidenciar como as desordens neurológicas podem predispor ao desenvolvimento das doenças periodontais. Realizou-se revisão bibliográfica com busca nas bases de dados: PubMED, Google Acadêmico, envolvendo busca de estudos sobre desordens neurológicas e suas implicações no desempenho do autocuidado e no desenvolvimento das doenças periodontais. Os indivíduos que possuem DN apresentam dificuldades na realização do seu autocuidado com a higienização bucal, o que age favorecendo o acúmulo do biofilme dentário e o aparecimento das doenças periodontais. Os pacientes com DN apresentam deficiências, tornando o ato da higienização bucal extremamente dificultoso ou inviável, ocasionando dependência de cuidadores para realização dessas atividades. Muitas vezes, os cuidadores encontram dificuldades para conseguir realizar higienização bucal de forma satisfatória nesses pacientes, devido características intrínsecas às próprias DN, o que favorece a manutenção de quadros propícios para predisposição ou manutenção das doenças periodontais. Por isso, é importante o conhecimento e a conscientização acerca das DN por parte do cirurgião-dentista, uma vez que dessa forma é possível que sejam adotadas medidas cabíveis quando da abordagem odontológica nesses pacientes (AU)


Neurological disorders (ND) affect the nervous system, leading to various types of neurological disorders, most of which are chronic and sometimes cause disability. It is known that individuals who have NDs need a certain device to overcome their deficiencies and have guaranteed the basic resources for minimally satisfactory maintenance of their global health, involving their general and oral health. The aim of this article was to show how neurological disorders may predispose to the development of periodontal diseases. A bibliographic review was carried out with a search in the databases: PubMED, Google Scholar, involving search of studies on neurological disorders and their implications in the performance of self-care and in the development of periodontal diseases. Individuals with ND have difficulties in performing their self-care with oral hygiene, which favors the accumulation of dental biofilm and the appearance of periodontal diseases. The patients with ND present deficiencies, making the act of oral hygiene extremely difficult or infeasible, causing dependency of caregivers to perform these activities. Often, caregivers find it difficult to achieve satisfactory oral hygiene in these patients, due to the intrinsic characteristics of the NDs themselves, which favors the maintenance of adequate conditions for the predisposition or maintenance of periodontal diseases. Therefore, it is important the knowledge and awareness about the DN by the dental surgeon, since in this way it is possible to adopt appropriate measures when the dental approach in these patients.(AU)


Assuntos
Higiene Bucal , Doenças Periodontais , Autocuidado , Saúde Bucal , Doenças do Sistema Nervoso
3.
RGO (Porto Alegre) ; 56(2): 127-130, abr.-jun. 2008. ilus, graf, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-487224

RESUMO

Objetivo: Avaliar quantitativamente o fluxo salivar e a ocorrência de xerostomia em mulheres na pós-menopausa, conforme a enfermidade sistêmica relatada pelas pacientes. Métodos: A amostra foi composta por 20 mulheres na pós-menopausa, que foram submetidas à anamnese e à sialometria total estimulada. Resultados: Os resultados revelaram que 50% das mulheres examinadas relataram presença de xerostomia; a hipossalivação foi mais prevalente que o fluxo salivar normal e o baixo fluxo salivar; dentre as pacientes que relataram possuir enfermidades sistêmicas, as doenças cardiovasculares foram as mais freqüentes, seguida por depressão e nervosismo. Conclusão: Concluiu-se que a xerostomia e a alteração quantitativa no fluxo salivar são comuns em mulheres na pós-menopausa e que as enfermidades de ordem psicológica demonstraram estar relacionadas com a manifestação de xerostomia.


Objective: To make a quantitative evaluation of salivary flow and occurrence of xerostomia in post-menopausal women, according to the systemic condition related by the patients. Methods: The sample was composed of 20 post-menopausal women, who were submitted to anamnesis and completely stimulated sialometry. Results: The results revealed that 50% of the women examined related the presence of xerostomia; hyposalivation was more present than normal salivary flow and low salivary flow; among the patients who related having systemic ailments, cardiovascular diseases were the most frequent, followed by depression and nervousness. Conclusion: It was concluded that xerostomia and quantitative alteration in salivary flow are common among post-menopausal women, and that ailments of a psychological nature were shown to be related to the manifestation of xerostomia.


Assuntos
Humanos , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Ansiedade/complicações , Complicações do Diabetes , Depressão/complicações , Doenças Cardiovasculares/complicações , Doenças do Sistema Nervoso/complicações , Pós-Menopausa , Xerostomia/etiologia
4.
In. Basílio de Oliveira, Carlos Alberto. ATLAIDS: atlas de patologia da síndrome da imunodeficiência adquirida (Aids/HIV). São Paulo, Atheneu, 2005. p.277-307, ilus.
Monografia em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-416044
5.
Rev. odonto ciênc ; 16(33): 130-135, maio-ago. 2001.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-308161

RESUMO

Este estudo analisa aspectos relacionados ao diagnóstico e distribuiçäo epidemiológica de lesöes neurológicas associadas às fraturas maxilares, justificando a partir de uma revisäo de literatura a necessidade do diagnóstico precoce dos traumatismos craniofaciais e raquimedulares freqüentemente verificados em associaçäo com tais lesöes, incorrendo em um melhor prognóstico para tais pacientes


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Doenças do Sistema Nervoso/diagnóstico , Doenças do Sistema Nervoso/epidemiologia , Fraturas Maxilares
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA