Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
Periodontia ; 18(1): 50-54, 2008. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-544192

RESUMO

Nos últimos quinze anos um considerável número de estudos tem sido focado nas relações entre as periodontopatias e as alterações hormonais importantes, como a hiperprolactinemia (HPL), não têm sua situação periodontal investigada e descrita na literatura. Trinta pacientes do sexo feminino, portadoras de HPL, foram selecionadas aleatoriamente no Serviço de Endocrinologia do Hospital Universitário Walter Cantídio, da Universidade Federal do Ceará (UFC). Um número similar de pacientes (n+30), sem doenças sistêmicas, foi selecionada como grupo controle. Profundidade de sondagem (OS) e Índice de Sangramento Gengival (ISG) foram avaliados nos dois grupos para definir a situação da saúde periodontal dos pacientes. O grupo experimental mostrou que três pacientes (10%) apresentavam periodontite crônica avançada, três tinham periodontite crônica leve/moderada (10%) e 24 foram consideradas saudáveis (80%). Na análise do ISG, as pacientes com HPL pertenciam, em sua maioria, ao grupo com ISG elevado podendo ser reflexo da alteração na microcirculação gengival. Novos estudos devem ser realizados para esclarecer a relação entre a doença periodontal e a hiperprolactinemia.


Assuntos
Humanos , Feminino , Gengivite , Hormônios , Hiperprolactinemia , Periodontite
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA