Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
RFO UPF ; 13(2): 45-50, maio-ago. 2008. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-497082

RESUMO

O objetivo do presente estudo foi verificar a influência do pH, embalagem e local de armazenamento na estabilidade química da solução de hipoclorito de sódio em diferentes concentrações. Quinze litros da solução de hipoclorito de sódio foram preparados a partir da diluição de uma solução concentrada para cada uma das seguintes concentrações 0,57 por cento, 1,16 por cento, 2,98 por cento e 6 por cento, perfazendo um total de sessenta litros. Após o preparo, as soluções, foram armazenadas em cinco tipos de embalagens (frasco de vidro âmbar, frasco de vidro transparente, frasco de plástico âmbar, frasco de plástico transparente e frasco de plástico branco opaco) e em três locais diferentes (luminosidade ambiente, ambiente ao abrigo da luz e refrigerador) por um tempo experimental de 180 dias. A análise do pH foi realizada em 1, 7, 15, 30, 60, 90, 120, 150 e 180 dias de armazenamento, por meio de um peagâmetro. O teor de cloro foi verificado pelo método da iodometria em triplicata no início do experimento e após os 180 dias de armazenamento. Verificou-se que todos os valores de pH encontrados foram superiores a 11, sendo, portanto, favoráveis para a estabilidade das soluções de hipoclorito de sódio analisadas. Os fatores que interferiram na estabilidade química das soluções analisadas foram a embalagem e o local de armazenamento. Em relação à embalagem de armazenamento, devem-se usar frascos de vidro ou plástico âmbar e armazená-los em refrigerador.


Assuntos
Compostos Clorados , Cavidade Pulpar , Endodontia , Hipoclorito de Sódio
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA