Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
RPG rev. pos-grad ; 9(2): 137-141, abr.-jun. 2002. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-336389

RESUMO

A análise do DNA extraído de espécimes de arquivo utilizando-se a reaçäo em cadeia da polimerase (PCR) representa a base de uma variedade de pesquisas e protocolos de diagnóstico. A escolha de um método de extraçäo ótimo é crítica para o sucesso do procedimento. Nós avaliamos quatro métodos de extraçäo rápida de DNA para verificar qual o protocolo mais apropriado para amostras processadas rotineiramente e embebidas em parafina: digestäo enzimática e fervura, ambos com e sem desparafinizaçäo prévia em xilol. O DNA extraído das amostras foi quantificado em espectrofotômetro. O DNA foi amplificado pela técnica da PCR utilizando-se "primers" para éxon 7 da citoqueratina humana tipo 14 e o éxon 8 do gene p53 humano. DNA foi obtido através de todos os métodos de extraçäo utilizados. Apenas o DNA extraído com digestäo enzimática, com e sem desparafinizaçäo prévia, foi amplificado com sucesso pela PCR. Essas duas técnicas produzem métodos rápidos e reproduzíveis de obtençäo de DNA de tecidos arquivados em blocos de parafina, para ajudar no diagnóstico histopatológico e para realizar estudos retrospectivos


Assuntos
DNA , Reação em Cadeia da Polimerase , Parafina
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA