Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 3 de 3
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr ; 7(3): 309-315, set.-dez. 2007.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-873407

RESUMO

Introdução: A expressão vitamina D é uma denominaçãoempregada para designar os diversos compostos que possuem apropriedade de prevenir e curar o raquitismo, Os mais importanteso ergocalciferol (D2) e o colecalciferol (D3), embora cerca de dezcompostos expressem atividade de vitamina D. Todas são vitaispara manutenção e controle da homeostase do cálcio e do fósforo.São formadas a partir de suas pró-vitaminas no organismo, pelaação da radiação ultra-violeta (UV) da luz solar. O 7-dehidrocolesterol é convertida na vitamina D3. A forma ativa é a1,25-diidroxicolecalciferol, ou calcitriol. De origem exógena ouendógena, esta forma ativa tem comportamento de hormônioesterólico. Importantes atividades da vitamina D, em particular nointestino, rim e osso colocam-na na condição de um hormônio paraa manutenção da homeostase do cálcio e do fosfato. A ocorrênciade receptores desse hormônio nos tecidos do homem se constituinuma relevante constatação que justifica as outras ações a elaatribuídas, independente da atividade específica sobre ometabolismo mineral. A vitamina D dispõe de uma via endógena deformação – ação da radiação ultra-violeta da luz solar sobre ocolesterol na pele – embora seu aporte exógeno seja um importantefator para a manutenção de níveis considerados ideais. Alteraçõesou deficiências no seu mecanismo de ativação e de controle daabsorção, resultam em distúrbios orgânicos, podendo evoluir paraimportantes patologias como o raquitismo e a osteomalácia.Objetivo: Analisar a relevância da vitamina D, atualmenteconsiderada como um hormônio esterólico,...


Assuntos
Calcitriol , Colecalciferol , Homeostase , Osteoporose , Vitamina D
2.
Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr ; 7(3): 309-315, set.-dez. 2007.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-518868

RESUMO

Introdução: A expressão vitamina D é uma denominaçãoempregada para designar os diversos compostos que possuem apropriedade de prevenir e curar o raquitismo, Os mais importanteso ergocalciferol (D2) e o colecalciferol (D3), embora cerca de dezcompostos expressem atividade de vitamina D. Todas são vitaispara manutenção e controle da homeostase do cálcio e do fósforo.São formadas a partir de suas pró-vitaminas no organismo, pelaação da radiação ultra-violeta (UV) da luz solar. O 7-dehidrocolesterol é convertida na vitamina D3. A forma ativa é a1,25-diidroxicolecalciferol, ou calcitriol. De origem exógena ouendógena, esta forma ativa tem comportamento de hormônioesterólico. Importantes atividades da vitamina D, em particular nointestino, rim e osso colocam-na na condição de um hormônio paraa manutenção da homeostase do cálcio e do fosfato. A ocorrênciade receptores desse hormônio nos tecidos do homem se constituinuma relevante constatação que justifica as outras ações a elaatribuídas, independente da atividade específica sobre ometabolismo mineral. A vitamina D dispõe de uma via endógena deformação û ação da radiação ultra-violeta da luz solar sobre ocolesterol na pele û embora seu aporte exógeno seja um importantefator para a manutenção de níveis considerados ideais. Alteraçõesou deficiências no seu mecanismo de ativação e de controle daabsorção, resultam em distúrbios orgânicos, podendo evoluir paraimportantes patologias como o raquitismo e a osteomalácia.Objetivo: Analisar a relevância da vitamina D, atualmenteconsiderada como um hormônio esterólico...


Assuntos
Calcitriol , Colecalciferol , Homeostase , Osteoporose , Vitamina D
3.
Rev. odontol. UNESP ; 11(1/2): 91-100, jan.-dez. 1982. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-187538

RESUMO

Cortes histológicos de alvéolos, após exodontia em ratos submetidos a injeçöes intraperitoniais de vitamina D3 e de vitamina A e D3 mostraram alteraçöes no padräo normal do processo de reparo em feridas de extraçäo dental. Assim, os animais que receberam vitaminas A e D3 exibiram osteoclasia em trabéculas ósseas neoformadas ao nível do terço apical. Além disso apresentaram neoformaçäo óssea mais precoce quando comparado aos demais grupos


Assuntos
Animais , Ratos , Colecalciferol/administração & dosagem , Colecalciferol/efeitos adversos , Cicatrização , Extração Dentária , Vitamina A/administração & dosagem , Vitamina A/efeitos adversos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA