Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 12 de 12
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. Ciênc. Plur ; 6(1): 71-86, 2020. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1052629

RESUMO

Introdução:Durante a gravidez, os hormônios sexuais, estrógeno e progesterona, aumentam significativamente no organismo da mulher e parecem exercer efeitos marcantes e potencialmente prejudiciais sobre o metabolismo tecidual sendo, portanto, um fator agravante para oaumento da incidência da doença periodontal nesse período, assim como para o aumento da severidade da doença quando já instalada. Além disso, durante o período de gestação, ocorrem alterações nos níveis hormonais modificando as chances da doença periodontal se instalar ou se agravar. Objetivo:Estudar a prevalência e a severidade da doença periodontal, a identificação de dieta, higiene bucal e levantamento de lesões brancas ativas de esmaltenas gestantes cadastradas no Programa Pré-natal em umaUnidade Básica de Saúde em Natal/RN. Método:O estudo se caracteriza como seccional, descritivo e observacional, tendo como público alvo as gestantes cadastradas no programa de Pré-natal da Unidade de Saúde de Aparecida. Foram incluídas 30 gestantes em estágios diversos de gravidez. Para a análise das condições periodontais utilizou-se Índice Periodontal Comunitário. Os dados obtidos foram tabulados em planilha Excel, a partir dos quais foram calculadas médias e os respectivos desvios-padrão. Além disso foi aplicado um questionário com questões semiestruturadas para a identificação de dieta, higiene bucal e levantamento de lesões brancas ativas de esmalte. Resultados:Constatou-se que metade das gestantes adotavam dieta rica em carboidratos, e de um modo geral, apresentavam higiene bucal insatisfatória; presença de lesão branca de esmalte ativa na maioria das gestantes examinadas; a condição periodontal avaliada por meio do índice escolhido queevidenciou alta prevalência de cálculo dentário, sangramento gengival ebolsas periodontais entre os sextantes examinados. Conclusões:De forma geral, as gestantes apresentaram uma condição de saúde bucal precária, com altas médias dos componentes do índice usadoe presença de lesões brancas ativas de esmalte.(AU).


Introduction:During pregnancy, the sex hormones, estrogen and progesterone, increase significantly in the woman's body and seem to exert significant and potentially harmful effects on the tissue metabolism and, therefore, an aggravating factor to increase the incidence of periodontal disease in this period, as well as to increase the severity of the disease when already installed. In addition, during the gestation period, changes in hormone levelsoccur, modifying the chances of periodontal disease if it installs or worsens.Objective:To study the prevalence and severity of periodontal disease, identification of diet, oral hygiene and survey of active White enamel lesions among pregnant women enrolled in the Pré-natal Program in aBasic Health Unitin Natal/RN. Methods:The study is characterized as sectional, descriptive and observational, with the target group of pregnant women enrolled in the Pré-natal Program of the Aparecida Health Unit. Thirty pregnant women were included in various stages of pregnancy. Periodontal Community Index was used to analyze the periodontal conditions. The data obtained were tabulated in Excel spreadsheet, from this mean and the respective standard deviations were calculated. 10390In addition, a questionnaire with semistructured questions was applied to the identification of diet, oral hygiene and survey of active white lesions of enamel. Results:It was found that half of the pregnant women adopted a diet rich in carbohydrates, and, in general, presented poor oral hygiene; presence of active enamel white lesion in the majority of pregnant women examined; the periodontal condition evaluated through of theshowed a high prevalence of dental calculus, gingival bleeding and periodontal pockets among the sextants examined.Conclusions:In general, the pregnant women presented a precarious oral health condition, with high mean values of the components of the used indexand the presence of active enamel white lesions.(AU).


Introducción:durante el embarazo, las hormonas sexuales, el estrógeno y la progesterona, aumentan significativamente en el cuerpo de la mujer y parecen tener efectos marcados y potencialmente dañinos en el metabolismo de los tejidos, por lo que son un factor agravante de la mayor incidencia de enfermedad periodontal en este período. Así como para aumentar la gravedad de la enfermedad cuando ya está instalada. Además, durante el período de gestación, se producen cambios en los niveles hormonales, lo que cambia las posibilidades de que la enfermedad periodontal se estabilice o empeore. Objetivo:Estudiar la prevalencia y la gravedad de la enfermedad periodontal, identificación de la dieta, higiene bucal y estudio de lesiones activas del esmalte blanco en mujeres embarazadas registradas en el Programa Pré-natal en unaUnidad de SaludBásica en Natal/RN. Método:El estudio se caracteriza por ser descriptivo, descriptivo y observacional, dirigido a mujeres embarazadas registradas en el programa Pré-natal de la Unidad de Salud de Aparecida. Se incluyeron treinta mujeres embarazadas en diferentes etapas del embarazo. Para el análisis de las condiciones periodontales, se utilizó un índice periodontal comunitario. Los datos obtenidos se tabularon en una hoja de cálculo Excel, a partir de la cual se calcularon los promedios y las respectivas desviaciones estándar. Además, se aplicó un cuestionario con preguntas semiestructuradas para identificar la dieta, la higiene bucal y la encuesta de las lesiones activas del esmalte blanco. Resultados: encontró que la mitad de las mujeres embarazadas adoptaron una dieta rica en carbohidratos y, en general, presentaron una higiene bucal insatisfactoria; presencia de lesión del esmalte blanco activa en la mayoría de las embarazadas examinadas; La condición periodontal evaluada mediante el índicemostró una alta prevalencia de cálculo dental, sangrado gingival y bolsas periodontales entre los sextantes examinados. Conclusiones:en general, las mujeres embarazadas presentaron una condición de salud bucal precaria, con promedios altos de los componentes del índice utilizadoy la presencia de lesiones activas de esmalte blanco.(AU).


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Adulto , Doenças Periodontais , Brasil , Centros de Saúde , Saúde Bucal , Gestantes , Higiene Bucal , Hormônios Esteroides Gonadais , Índice Periodontal , Epidemiologia Descritiva , Estudos Observacionais como Assunto
2.
Odonto (Säo Bernardo do Campo) ; 25(50): 1-8, jul.-dez. 2017. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-996495

RESUMO

A gengivite é uma doença inflamatória que interfere nos tecidos de suporte dos dentes. Inicia-se pelo acúmulo da placa bacteriana sobre as faces dentárias e a margem gengival, promovendo a liberação de produtos tóxicos que são efeitos da combinação da bactéria e do hospedeiro. Há indícios de que os hormônios sexuais, principalmente os esteroidais, que estão presentes no ciclo menstrual, apresentem efeitos sobre a saúde periodontal, causando impactos diretos na inflamação gengival e em possíveis alterações de substâncias no fluido gengival. Para tanto, realizou-se uma pesquisa de campo com o intuito de validar a relação entre o ciclo menstrual e a gengivite e seus possíveis diagnósticos frente aos hormônios sexuais que se apresentam de forma tão relevante. OBJETIVO: O objetivo do presente trabalho é verificar através de uma pesquisa de campo, se durante o ciclo menstrual, as alterações hormonais causadas neste período têm capacidade de gerar alterações nos tecidos gengivais. METODOLOGIA: Trata-se de uma pesquisa de campo, realizada por meio de artigos indexados na base científica SciELO e avaliação clínica e sondagem da gengiva de 20 voluntárias durante o período pré-mentrual, menstrual e período pós-mentrual de cada uma.(AU)


Gingivitis is an inflammatory disease that affects the supporting tissues of the teeth. It begins by the accumulation of bacterial plaque on the dental faces and the gingival margin, promoting the release of toxic products that are effects of the combination of bacteria and the host. There are indications that the sex hormones, especially the steroidal ones, that are present in the menstrual cycle, have effects on the periodontal health, causing direct impacts on gingival inflammation and possible alterations of substances in the gingival fluid. Therefore, a field research was carried out with the purpose of validating the relationship between the menstrual cycle and gingivitis and its possible diagnoses against the sex hormones that present themselves in such a relevant way. OBJECTIVE: The objective of the present study is to verify through a field survey whether, during the menstrual cycle, the hormonal changes caused in this period have the capacity to generate alterations in the gingival tissues. METHODOLOGY: This is a field study, carried out by means of articles indexed in SciELO scientific basis and clinical evaluation and gingival probing of 20 volunteers during the pre-mentual period, menstrual period and post-mentual period of each.(AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Hormônios Esteroides Gonadais/fisiologia , Gengivite/fisiopatologia , Ciclo Menstrual/fisiologia , Índice Periodontal , Fotografia Dentária , Gengivite/diagnóstico por imagem
3.
Araraquara; s.n; 2013. 122 p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-867799

RESUMO

A hipótese deste trabalho é que hormônios sexuais participam da etiopatogenia da doença periodontal (DP). Diferentes níveis de evidência científica testaram esta hipótese, avaliando: i. associação entre hormônios sexuais e DP em homens; ii. a influência de níveis sub- e suprafisiológicos de testosterona (T) sobre a DP em ratos; iii. se este mecanismo de ação envolve respostas de osteoblastos e osteoclastos in vitro. Dados do III NHANES relacionados com diagnóstico de DP e mensuração hormonal em homens com 30+ anos foram analisados para correlacionar estas duas variáveis. Em ratos, níveis subfisiológicos foram alcançados através da orquiectomia e níveis suprafisiológicos pelo tratamento com T. Metade dos animais em cada grupo foi submetida à DP utilizando–se modelo de ligadura. In vitro, células RAW264.7 foram diferenciadas em osteoclastos na presença de T (1nM-1μM) e identificados por TRAP. Cultura primária de osteoblastos murinos foi utilizada para avaliar a expressão de osteocalcina, RANKL e OPG na presença de T. Em homens, altos níveis de T biodisponível e baixa razão estradiol:T se correlacionaram significativamente com DP. Em idosos, baixos níveis de AAG, metabólito da dihidrotestosterona, também apresentaram correlação significativa. Em ratos, níveis sub- e suprafisiológicos de T aumentaram significativamente a perda óssea e modularam a expressão de citocinas inflamatórias. In vitro, doses fisiológicas de testosterona preveniram a osteoclastogênese e diminuíram a expressão de osteocalcina, RANKL e razão RANKL:OPG por osteoblastos. Concluiu-se que a T modula a resposta do hospedeiro à DP no sexo masculino, regulando a diferenciação de osteoclastos direta e indiretamente (via osteoblastos).


Assuntos
Hormônios Esteroides Gonadais , Periodontite
4.
Araçatuba; s.n; 2011. 54 p. tab, graf.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-705167

RESUMO

Para estudar os efeitos da castração e androgenização neonatal sobre o dimorfismo sexual esquelético, bem como, secreções de leptina e corticosterona. Ratos Wistar, neonatos foram divididos em quatro grupos do mesmo sexo (n = 06-08 por grupo). Os machos foram castrados ou sham-operados nas primeiras 24h de nascimento. As fêmeas receberam injeções subcutâneas diárias de 100mg de propianato de testosterona em 50μl de óleo de milho, ou somente o veículo durante 05 dias. Os animais foram pesados semanalmente para acompanhar a evolução da massa corporal e eutanasiados aos 20, 40 e 120 dias, onde foram coletados sangue e os fêmures para determinação do comprimento e espessura, realizadas com auxílio de um paquímetro. A densidade mineral óssea areal (DMO areal) foi determinada por meio de um densitômetro de dupla emissão de raios-X e, o ensaio mecânico de flexão foi realizado para a aquisição e cálculo das propriedades estruturais: força máxima, rigidez e tenacidade. As amostras sanguíneas foram utilizadas para determinar as concentrações plasmáticas de cálcio, fósforo e fosfatase alcalina, bem como as concentrações plasmáticas de leptina e corticosterona. Os resultados evidenciam que o ganho de massa corpórea, DMO areal e propriedades biofísicas aumentaram rapidamente com o envelhecimento em todos os grupos, confirmando que em animais controle, o dimorfismo sexual esquelético e o padrão dimórfico de secreção da leptina e corticosterona são evidenciados após a puberdade. No entanto, a exposição neonatal a andrógenos induz alterações no crescimento, com DMO areal e qualidade óssea aumentadas em fêmeas androgenizadas, levando a um padrão masculinizado no desenvolvimento. Por outro lado, machos castrados no período neonatal apresentaram fragilidade óssea, com tenacidade e força máxima reduzidas em todas as fases comparados com machos sham-castrados. Estes resultados sugerem ainda, que a exposição ou ausência de andrógenos no período neonatal pode ser uma das...


To study the effects of neonatal castration and androgenization on sexual dimorphism in bone, and leptin and corticosterone secretion, Wistar rats, newborns, were divided into four groups (n = 06-08 per group) of the same sex. Male pups were cryoanesthetized and castrated or sham/castrated by 24 hours after birth; female pups from separate litters were injected SC with testosterone propionate 100 μg in 50μL corn oil or oil vehicle 50μL during 05 days and were euthanized by 20, 40, and 120 postnatal day. Were collected blood samples, and femurs. The animals were weighed weekly to monitor the evolution of body mass, and the length and thickness of the femurs were performed with aid of a caliper. The Areal Bone Mineral Density (areal BMD) was determinate by Dual-energy X-ray Absorptiometry and, Biomechanical Three-Point Bending Testing; these data were used for the acquisition and calculation of the structural properties: Ultimate Strength, Toughness, and Stiffness. The blood samples were subjected to a biochemical assay to estimate the serum levels of calcium, phosphorus and alkaline phosphatase; and serum leptin and corticosterone concentration. The results showed that weight gain, areal BMD and biomechanical properties increased rapidly with aging in all groups, and confirm that in control animals, skeletal sexual dimorphism, and serum leptin concentration, and a dimorphic pattern in serum corticosterone concentration evidenced after puberty. However, the neonatal exposed to androgen induced changes in growth, areal BMD and bone mass quality in androgenized females, leading to a masculinization pattern in development. On the other hand, neonatally castrated males had the bone development and quality of the mechanical properties similar to those control females. These results suggest that the presence or absence of exposure to neonatal androgen may represent at least one covariate that mediates the dimorphic variation in leptin and corticosterone secretion...


Assuntos
Animais , Ratos , Osso e Ossos , Castração , Corticosterona , Hormônios Esteroides Gonadais , Leptina , Caracteres Sexuais
5.
Rev. paul. odontol ; 26(4): 31-34, jul.-ago. 2004.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-404361

RESUMO

A gengivite e hiperplasias gengivais são alterações que acometem a maioria das mulheres durante a gravidez. A literatura é bastante controversa quanto aos fatores etiológicos dessa patogênese durante esse período. Em função dos aspectos múltiplos que envolvem essas alterações gengivais, deve-se destacar a necessidade de uma avaliação geral da paciente, além de acompanhamento, motivação e tratamento odontológico preventivo satisfatório durante esta fase


Assuntos
Hiperplasia Gengival , Gengivite , Hormônios Esteroides Gonadais , Gravidez
8.
In. Douglas, Carlos Roberto. Patofisiologia oral: fisiologia normal e patológica aplicada a odontologia e fonoaudiologia. Säo Paulo, Pancast, 1998. p.247-65, ilus, tab, graf. (BR).
Monografia em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-246794
11.
Rev. Esc. Farm. Odontol. Alfenas ; (6): 105-11, jan.-dez. 1983. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-856338

RESUMO

Através da microscopia eletrônica os autores estudaram alguns elementos constitutivos da mucosa gengival de rata (Rattus Norvergicus Albinus) para verificar a ação gengival como órgão-alvo dos hormônios ovarianos. Para tanto, selecionaram 3 ratas em fase de estro para grupo controle e 6 ratas submetidas à ooforectomia bilateral. Com base nos resultados obtidos, os autores observaram modificações significativas de algumas estruturas, fato indicativo de ser a lâmina própria sensível à ação dos hormônios ovarianos. Chegaram à conclusão de que a gengiva pode ser incluída no grupo dos órgãos-alvo da ação dos hormônios sexuais


Assuntos
Animais , Feminino , Adulto , Ratos , Gengiva/ultraestrutura , Mucosa Bucal/citologia , Ovariectomia/efeitos adversos , Hormônios Esteroides Gonadais/fisiologia , Microscopia Eletrônica/métodos
12.
Rev. Esc. Farm. Odontol. Alfenas ; 6: 105-11, jan.-dez. 1983. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-159922

RESUMO

Através da microscopia eletrônica os autores estudaram alguns elementos constitutivos da mucosa gengival de rata (Rattus Norvergicus Albinus) para verificar a açäo gengival como órgäo-alvo dos hormônios ovarianos. Para tanto, selecionaram 3 ratas em fase de estro para grupo controle e 6 ratas submetidas à ooforectomia bilateral. Com base nos resultados obtidos, os autores observaram modificaçöes significativas de algumas estruturas, fato indicativo de ser a lâmina própria sensível à açäo dos hormônios ovarianos. Chegaram à conclusäo de que a gengiva pode ser incluída no grupo dos órgäos-alvo da açäo dos hormônios sexuais


Assuntos
Animais , Feminino , Adulto , Ratos , Gengiva/ultraestrutura , Mucosa Bucal/citologia , Ovariectomia/efeitos adversos , Hormônios Esteroides Gonadais/fisiologia , Microscopia Eletrônica/métodos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA