Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 7 de 7
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
Braz. j. oral sci ; 4(13): 716-724, Apr.-June 2005.
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-872651

RESUMO

Dental enamel is the most mineralized tissue in the vertebrate body and contains the largest known biologically formed hydroxyapatite crystals. Its formation occurs extracellularly through the collaborationof a proteic transient framework (the enamel organic matrix), which controls hydroxyapatite crystal growth, morphology and orientation. This matrix is deposited with a small amount of mineral during the secretory stage of amelogenesis. The organic components begin to bedegraded in the transition stage and are extensively corrupted, and almost entirely replaced by the inorganic crystallites during maturation stage. The present paper reviews current knowledge on the structural biology of the enamel organic matrix


Assuntos
Esmalte Dentário , Amelogênese , Endopeptidases , Proteínas
2.
Braz. j. oral sci ; 4(13): 716-724, Apr.-June 2005.
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-412549

RESUMO

Dental enamel is the most mineralized tissue in the vertebrate body and contains the largest known biologically formed hydroxyapatite crystals. Its formation occurs extracellularly through the collaborationof a proteic transient framework (the enamel organic matrix), which controls hydroxyapatite crystal growth, morphology and orientation. This matrix is deposited with a small amount of mineral during the secretory stage of amelogenesis. The organic components begin to bedegraded in the transition stage and are extensively corrupted, and almost entirely replaced by the inorganic crystallites during maturation stage. The present paper reviews current knowledge on the structural biology of the enamel organic matrix


Assuntos
Esmalte Dentário , Amelogênese , Endopeptidases , Proteínas
3.
Ciênc. odontol. bras ; 5(3): 75-83, set.-dez. 2002. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-407983

RESUMO

Leveduras do gênero Candida são habituais na cavidade bucal humana e podem causar doença na presença de fatores predisponentes. As leveduras podem ser isoladas de bolsa periodontal e originar um quadro de superinfecção, principalmente quando do uso de antibióticos. O objetivo do presente trabalho foi verificar a presença de leveduras do gênero Candida na cavidade bucal e bolsas periodontais de indivíduos portadores de periodontite crônica e correlacionar as etapas isoladas da cavidade bucal com as da bolsa periodontal. As amostras coletadas de 88 indivíduos foram semeadas em ágar Sabouraud dextrose com cloranfenicol e, após crescimento, as cepas foram isoladas e identificadas através das provas bioquímicas. Leveduras do gênero Candida foram isoladas da cavidade bucal em 31,82 por cento e da bolsa periodontal em 7,96 por cento dos indivíduos examinados, sendo que 6,82 por cento apresentaram leveduras tanto na cavidade bucal quanto na bolsa periodontal. Candida albicans foi a espécie mais freqüentemente encontrada


Assuntos
Candida , Endopeptidases , Doenças da Boca , Periodontite , Fosfolipases
4.
Rio de Janeiro; s.n; 2001. 191 p. ilus, tab. (BR).
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-312579

RESUMO

Este estudo propöe-se a avaliar em que medida a infecçäo pelo HIV, o estado imunológico da criança infectada por este vírus e as condiçöes de higiene bucal influenciam na frequência e atividade proteolítica das espécies de candida isoladas da cavidade bucal. A amostra consta de 100 crianças (50 HIV+ e 50 HIV-). Todas foram submetidas a exame clínico e coleta de saliva. As espécies de candida foram isoladas em 37 (74 por cento) das crianças HIV+ e em 23 (46 por cento) HIV-. A C. albicans, e a C. parapsilosis foram as espécies mais comumente isoladas. O índice de biofilme dentário näo influenciou na prevalência de Candida nas crianças de ambos os grupos. Constatou-se que a prevalência de candida nas crianças é inversamente proporcional ao número de linfócitos CD4+ e diretamente proporcional à carga viral em crianças HIV+. Observou-se diferença nos perfis proteolítico entre as espécies de C. albicans isoladas das crianças HIV+ e HIV-. Näo se verificou correlaçäo entre o número de linfócitos CD4+, a carga viral, as condiçöes de higiene bucal e o perfil proteolítico apresentado por essas espécies isoladas das crianças HIV+. As proteases secretadas pelas espécies de candida foram serina e metalo-proteases. Conclui-se que a prevalência de candida é significativamente maior nas crianças HIV+. Inexiste correlaçäo estatisticamente significativa entre a prevalência de candida e as condiçöes de higiene bucal. O número de linfócitos CD4 e a carga viral exercem influência sobre a prevalência de candida, mas näo interferem na atividade proteolítica dessas espécies


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Candida , Índice de Placa Dentária , Endopeptidases , Soronegatividade para HIV , Soropositividade para HIV , Infecções por HIV/complicações , Infecções por HIV/imunologia , Mucosa Bucal , Higiene Bucal , Prevalência
6.
Pesqui. odontol. bras ; 14(2): 119-22, abr.-jun. 2000. graf
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-271392

RESUMO

A Estomatite Prot´´etica (EP) é uma lesão frequentemente observada na prática a estomatológica. Diversos fatores etiológicos tem sido implicados no seu desenvimento, tanto de ordem geral como local, sendo estes últimos representados por trauma mecânico, higiene deficiente, infecção, por microorganismos, principalmente fungos do gênero Candida. Procuramos, assim, identificar os fatores de ordem local presentes em indivíduos portadores de prótese total com EP diagnosticada clinicamente, comparados a portadores de prótese total sem EP, considerando a frequencia de leveduras, com enfase para Candida albicans, e a produção de exoenzimas como a proteinase e fosfolipase. Nossos resultados indicaram que Candida albicans é identificada com maior frequencia em indivíduos portadores de próteses como lesão clinicamente evidente do que em indivíduos que não apresentam lesão sendo a produção de proteinase positiva em todos os casos, atingindo altos índices em 69,3 por cento das amostras. Concluimos que a EP parece ser decorrente da ação destes com a presenτa de fungos, principalmente Candida albicans, com alta expressão de exoenzimas, predominantemente a proteinase.


Assuntos
Candida albicans , Estomatite sob Prótese , Endopeptidases
7.
Säo Paulo; s.n; 1997. 77 p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-211090

RESUMO

Candida albicans, habitante do tubo digestivo do ser humano, é bastante comum, também, na cavidade bucal. Apresenta atividade de produçäo de exoenzimas, dentre as quais proteinase e fosfolipase, em níveis variáveis, estudadas como fatores de virulência. A freqüênte observaçäo clínica de quadros da denominada estomatite protética, em cuja etiologia, Candida albicans tem sido discutida como importante componente, levaram o autor à indagaçäo da possível açäo das proteinases e fosfolipases. Para tanto, o propósito do presente trabalho foi estudo comparativo da atividade de produçäo de proteinase e fosfolipase, in vitro, de amostras de Candida albicans isoladas da cavidade bucal de indivíduos saudáveis, dentados, fumantes e näo fumantes (Grupo I) e de indivíduos desdentados, portadores de prótese total, acometidos de estomatite protética, fumantes e näo fumantes (Grupo II), estabelecendo e analisando os possíveis biotipos baseados nesses fatores, da levedura e dos portadores...


Assuntos
Candida albicans/isolamento & purificação , Candida albicans/patogenicidade , Estomatite sob Prótese/diagnóstico , Estomatite sob Prótese/etiologia , Técnicas In Vitro , Virulência , Endopeptidases , Técnicas Microbiológicas , Fosfolipases , Fumar/efeitos adversos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA