Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
São Paulo; s.n; 20180000. 101 p.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-970237

RESUMO

O receptor ativado por protease do tipo 1 (PAR1) foi o primeiro membro clonado da família de receptores acoplados à proteína G. Sua ativação tem sido associada ao reparo tecidual e cicatrização óssea. O objetivo do presente estudo foi avaliar o efeito da ativação do PAR1 nas atividades osteogênica e cementogênica de células mesenquimais do ligamento periodontal (CMLP). CMLP obtidas de 3 indivíduos foram cultivadas e tratadas com meio clonogênico (MC) ou meio osteogênico (MO) por 2, 7 e 14 dias. Depósitos de cálcio, concentração de cálcio (sobrenadante), atividade de fosfatase alcalina (ALP), proliferação celular, expressão gênica (qPCR) e níveis proteicos (ELISA) de fatores osteogênicos e cementogênicos foram avaliados na presença de trombina, agonista do PAR1 ou antagonista do PAR1. A ativação do PAR1 levou ao aumento da formação de depósitos de cálcio (p<0,05), o que foi associado ao aumento da concentração de cálcio (p<0,05), atividade da ALP (p<0,05) e proliferação celular (p<0,05). Além disso, os ensaios qPCR e ELISA mostraram que a ativação do PAR1 pode aumentar a expressão gênica de Runx2, OPG e CEMP1 (p<0,05) e níveis proteicos de Runx2 e OPG (p<0,05). Em conclusão, nossos resultados demonstram que a ativação de PAR1 aumenta as atividades osteogênica e cementogênica de CMLP.


Assuntos
Trombina , Regeneração Tecidual Guiada Periodontal
2.
Rev. paul. odontol ; 26(5): 4-9, set.-out. 2004. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-405648

RESUMO

O uso de trombina bovina para a obtenção do gel de plasma rico em plaquetas (PRP) é ainda contestado por alguns autores. A possibilidade de surgimento de anticorpos no paciente foi demonstrada na última década. Tal fato associado à dificuldade de trombina bovina limita seu uso na clínica diária. O presente trabalho objetivou a obtenção de trombina autógena a partir de sangue periférico colhido para a preparação de plasma rico em plaquetas. Os autores utilizaram um modelo animal em coelhos e lograram obter e positivar uma quantidade clinicamente aceitável de trombina autógena


Assuntos
Animais , Masculino , Coelhos , Plaquetas , Modelos Animais , Plasma , Trombina , Transplante Ósseo
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA