Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 10 de 10
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr ; 19(1): 4991, 01 Fevereiro 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-998272

RESUMO

Objective: To analyze osteopontin mRNA expression levels in subjects with periodontitis prior to (baseline) and 7, 14, and 28 days following scaling and root planing (SRP). Material and Methods: Gingival crevicular fluid was collected as clinical samples from four subjects with periodontitis (pocket depth, 4-5 mm) aged 35-54 years old as well as from three healthy subjects (controls). The osteopontin mRNA expression levels were measured by quantitative real-time polymerase chain reaction. Spearman's rank correlation between osteopontin levels in gingival crevicular fluid and the modified gingival index (MGI) was also performed. Results: The Wilcoxon signed-rank test showed no significant difference in osteopontin mRNA expression levels between baseline and 28 days following SRP (p=0.068). The Friedman test showed no significant difference in osteopontin mRNA expression levels between baseline and following SRP (7, 14, or 28 days) (p>0.05). Spearman's rank correlation showed no significant correlation between osteopontin mRNA expression levels and MGI (r=0.087; p=0.749). Conclusion: Following SRP of periodontal tissue, there was a decreasing trend in osteopontin mRNA expression; however, this finding was not statistically significant. Nevertheless, osteopontin can be used as a biomarker to monitor the healing process; however, further studies are required to clarify our results.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Periodontite , RNA Mensageiro , Aplainamento Radicular/métodos , Osteopontina , Estudos de Casos e Controles , Estatísticas não Paramétricas , Indonésia
3.
Belo Horizonte; s.n; 2016. 59 p. ilus.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-913268

RESUMO

Apesar de sua capacidade de reparo, o tecido ósseo pode ser submetido a alguns tipos de fraturas, cirurgias ou patologias que podem levar a grandes defeitos ósseos. As principais estratégias de tratamento de defeitos ósseos são baseados em osteoindução ou osteocondução. Matriz dentinária desmineralizada humana (MDDH) é uma alternativa biocompatível para preencher defeitos ósseos, melhorando a qualidade e quantidade de osso produzido. 24 Ratos Wistar foram selecionados, submetidos à extração de ambos os segundos molares superiores (direito e esquerdo). Os alvéolos foram separados em dois grupos: controle (direita) preenchido com coágulo sanguíneo e experimental (esquerda) preenchido com MDDH. Os animais foram sacrificados aos 5, 10 e 21 dias. Foram realizadas análises histológicas, histomorfométricas (análise de variância - ANOVA e teste de Tukey) e imunohistoquímica para osteopontina (OPN) como indicador de osteogênese. Aos 5 dias MDDH foi incorporada pelas novas trabéculas ósseas. Aos 10 dias observou-se organização do tecido conjuntivo e trabéculas no grupo experimental. Detectou-se coloração intensa para OPN em área adjacente à MDDH no grupo experimental. Aos 21 dias no grupo experimental verificou-se trabéculas maduras. Houve diferença estatísticamente significatva (p <0,05). Maior número de trabéculas em grupos experimentais que nos grupos controle em todos os períodos de análise. MDDH implantadas em alvéolos de ratos, induz a aceleração da osteogênese. Presença OPN observada mais intensamente aos 10 dias próximo à MDDH


BACKGROUND - Despite its good capacity for regeneration, bone tissue subjected to some types of fractures or surgery that can lead to large bone defects. The major bone defects treatment strategies are based in osteoinduction or osteoconduction. Demineralized human dentin matrix (DHDM) is a biocompatible alternative to fill bone defect, improving the quantity and quality of bone produced. METHODS - Wistar rats were selected, submitted to the extraction of both second molars (right and left). Alveoli were separated into two groups: control (right) filled with blood clot and experimental (left) filled with DHDM. Animals were sacrificed at 5, 10 and 21 days. Histological and histoquantitative analyzes (analysis of variance - ANOVA, and Tukey's test) were performed and immunostaining for osteopontin (OPN) as osteogenesis indicator. RESULTS - 5 days - DHDM incorporated by new trabeculae. 10 days - connective tissue organization and new trabeculae in the experimental group. Intense staining for OPN close to DHDM in the experimental group. 21 days - experimental group showing mature trabeculae. Statistical difference observed (p<0.05). Higher number of trabeculae in experimental groups in all periods of analysis. CONCLUSIONS - DHDM implanted in alveoli induces the acceleration of osteogenesis. Presence of OPN observed more intensely at 10 days close to DHDM


Assuntos
Animais , Ratos , Processo Alveolar/anormalidades , Matriz Óssea/anormalidades , Regeneração Óssea/fisiologia , Dente Molar/anatomia & histologia , Osteopontina/análise , Osteopontina/genética , Análise de Variância , Interpretação Estatística de Dados
5.
Araçatuba; s.n; 2013. 83 p. ilus.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-867180

RESUMO

Objetivos: Avaliar o processo de reparo alveolar em ratas ovarectomizadas após implante com Biosilicato cristalino. Materiais e Métodos: Sessenta ratas foram divididas em quatro grupos (n = 15) de acordo com o tratamento: Grupo 1- ratas submetidas à cirurgia sham com alvéolos preenchidos com coágulo; Grupo 2-ratas submetidas à cirurgia sham com alvéolos preenchidos com Biosilicato cristalino; Grupo 3-ratas ovarectomizadas com alvéolos preenchidos com coágulo; e Grupo 4- ratas ovarectomizadas com alvéolos preenchidos com Biosilicato cristalino. Após 7, 14 e 28 dias os animais foram sacrificados e análises histomorfométricas (histologia e histometria) e imunoistoquímicas (Osteopontina e Osteocalcina) foram realizadas. A comparação dos resultados foi realizada utilizando o programa estatístico Assistat 2013 para Windows através da Análise de Variância e teste de Mann-Whitney, com resultados significantes sendo encontrados quando p≤0.05. Resultados: No período de 7 dias, os Grupos 1 e 3 apresentaram resultados superiores e estatisticamente maiores do que os Grupos 2 e 4 (p<0.05) quanto à formação óssea. Após o período de 14 dias as diferenças estatísticas mantiveram-se, com os Grupos 1 e 3 apresentando diferença estatisticamente significante maiores aos Grupos 2 e 4 (p<0.05). Aos 28 dias, a diferença estatística significativa permaneceu entre os mesmo Grupos estudados, sendo que nos grupos implantados com o Biosilicato cerca de 60% do alvéolo já havia sido preenchido por osso novo. A imunoistoquímica revelou expressão das proteínas Osteocalcina e Osteopontina, principalmente nos animais submetidos à cirurgia de ovarectomia. Conclusões: Os Grupos 1 e 3 foram os que apresentaram os melhores resultados durante todo o estudo, com o Biosilicato cristalino apresentando resultado favorável na reparação óssea sem contudo ser observada a absorção do biovidro. As análises imunoistoquímicas demonstraram que os animais submetidos a ovarectomia apresentaram uma maior...


Objectives: To evaluate the process of alveolar repair in ovariectomized rats after implantation with Biosilicate. Materials and Methods: Sixty rats were divided into four groups (n = 15) according to treatment: Group 1 - rats underwent sham surgery with alveoli filled with blood clot; Group 2 - rats underwent sham surgery with alveoli filled with crystalline Biosilicate; Group 3 - ovariectomized rats with alveoli filled with blood clot; Group 4 - ovariectomized rats with alveoli filled with crystalline Biosilicate. After 7, 14 and 28 days the animals were sacrificed and histomorphometric analysis (histology and histometric) and immunohistochemical (Osteopontin and Osteocalcin) were measured . The comparison of the results was performed using the statistical program Assistat 2013 for Windows by Analysis of Variance and Mann-Whitney tests, with significant results being found when p ≤ 0:05 . Results: During the 7- day period, Groups 1 and 3 showed better and significantly higher results in bone formation than Groups 2 and 4 (p<0.05). After 14 days the statistical differences remained between Groups 1 and 3 and Groups 2 and 4 (p<0,05). At 28 days, the statically difference remained significant between the same Groups, while the groups implanted with Biosilicate presented about 60% of the socket filled by new bone. Immunohistochemistry revealed expression of proteins osteocalcin and osteopontin, especially in animals subjected to ovariectomy surgery. Conclusions: Groups 1 and 3 were those with the best results throughout the study, with the crystalline Biosilicate presenting favorable result in bone repair without bioglass resorption. The immunohistochemical analysis showed that animals subjected to ovariectomy had a higher signaling in Ostecalcina and Osteopontin proteins


Assuntos
Animais , Ratos , Osteocalcina , Osteopontina , Osteoporose , Ovariectomia , Silicatos , Imuno-Histoquímica , Ratos Wistar
6.
RPG, Rev. Pós-Grad ; 16(4): 179-187, out.-dez. 2009. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-855246

RESUMO

A aplicação de ozônio pode ser usada como uma alternativa no tratamento de inúmeras patologias. O objetivo é interferir positivamente na reparação tecidual e agir como anti-séptico, uma vez que o ozônio é um potente agente antimicrobiano e possui a capacidade de estimular a circulação sanguínea e a resposta imunomodulatória. Tais características justificam o interesse da sua aplicação na Medicina e na Odontologia. Quando em contato com fluidos orgânicos, o ozônio age como um oxidante gerando a formação de moléculas reativas do oxigênio e produtos de lipídeos oxidantes que influenciam em eventos bioquímicos do metabolismo celular. A proposição deste estudo foi avaliar a aplicação do ozônio diluído em água no processo de reparação óssea por meio de análise morfológica e imunoistoquímica em modelo animal. Os resultados mostraram que a irrigação da ferida cirúrgica com ozônio diluído em água ocasionou atraso na reparação e que esse era mais exuberante no início do processo


Assuntos
Animais , Masculino , Ratos , Matriz Óssea , Cicatrização , Ozônio , Durapatita , Osteoclastos , Osteonectina , Osteopontina
7.
São Paulo; s.n; 2010. 85 p. ilus, tab, graf. (BR).
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-589894

RESUMO

O presente estudo teve como objetivo caracterizar a expressão da família SIBLING (Small Integrin-Binding Ligand, N-linked Glycoproteins) após tratamento regenerativo de furca com enxerto de tecido reparativo de alvéolos dentários. Para isto, os 2os e 3os pré-molares superiores foram extraídos em quatro cães s.r.d. Cinco dias após as extrações, defeitos padronizados de furca classe II foram criados nos 2os, 3os e 4os pré-molares inferiores, bilateralmente. Estes defeitos foram tratados imediatamente com raspagem, alisamento e polimento corono-radicular (RAPCR) e retalho deslocado coronariamente (RDC) (Grupo Controle) ou com RAPCR + RDC + enxerto de tecido reparativo de alvéolos dentários (Grupo Teste) em um experimento de boca-dividida. Após um período de 6 semanas de reparação, os animais foram sacrificados e foi realizada análise imuno-histoquímica para avaliar a localização dos membros da família de proteínas SIBLING, composta pelas seguintes proteínas nãocolágenas da matriz extracelular: osteopontina (OPN), sialoproteína óssea (BSP), proteína da matriz dentinária 1 (DMP1), sialofosfoproteína da dentina (DSPP) e fosfoglicoproteína da matriz extracelular (MEPE). Não foram encontradas diferenças na expressão da família SIBLING entre os grupos teste e controle. Todas as proteínas foram expressas no novo osso, novo cemento e novo ligamento periodontal, em ambos os grupos. Os osteoclastos demonstraram imunolocalização intracelular intensa somente para a OPN.


The present study aimed in characterizing the expression of the SIBLING (Small Integrin- Binding Ligand, N-linked Glycoproteins) family in a regenerative treatment of furcation defects with a reparative tissue graft obtained from extraction sockets. The second and third upper premolars were extracted in four mixed breed dogs. Five days later, standardized class II furcation defects were created in the second, third and fourth mandibular premolars, bilaterally. The defects were immediately treated with either debridement and root planning (DRP) combined with a coronally positioned flap (CPF) (Control Group), or with DRP+CPF + a reparative tissue graft derived from the second and third premolar extraction sockets (Experimental Group) in a split-mouth design. After 6 weeks period of healing, the animals were sacrificed and immunohistochemistry was carried out to assess the localization of members of the SIBLING family of noncollagenous extracellular matrix proteins, namely osteopontin (OPN), bone sialoprotein (BSP), dentin matrix protein 1 (DMP1), dentin sialophosphoprotein (DSPP) and matrix extracellular phosphoglycoprotein (MEPE). No differences in the SIBLING family of proteins expression were noted between the control and experimental group. All proteins were expressed in new bone, new cementum and new periodontal ligament in both groups...


Assuntos
Animais , Cães , Defeitos da Furca/diagnóstico , Imuno-Histoquímica , Osteopontina/uso terapêutico
8.
RPG rev. pos-grad ; 16(4): 179-187, out.-dez. 2009. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-590666

RESUMO

A aplicação de ozônio pode ser usada como uma alternativa no tratamento de inúmeras patologias. O objetivo é interferir positivamente na reparação tecidual e agir como anti-séptico, uma vez que o ozônio é um potente agente antimicrobiano e possui a capacidade de estimular a circulação sanguínea e a resposta imunomodulatória. Tais características justificam o interesse da sua aplicação na Medicina e na Odontologia. Quando em contato com fluidos orgânicos, o ozônio age como um oxidante gerando a formação de moléculas reativas do oxigênio e produtos de lipídeos oxidantes que influenciam em eventos bioquímicos do metabolismo celular. A proposição deste estudo foi avaliar a aplicação do ozônio diluído em água no processo de reparação óssea por meio de análise morfológica e imunoistoquímica em modelo animal. Os resultados mostraram que a irrigação da ferida cirúrgica com ozônio diluído em água ocasionou atraso na reparação e que esse era mais exuberante no início do processo.


Assuntos
Animais , Masculino , Ratos , Matriz Óssea , Ozônio , Cicatrização , Durapatita , Osteoclastos , Osteonectina , Osteopontina
9.
Periodontia ; 19(4): 75-81, 2009.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-576718

RESUMO

O trauma oclusal é causado pela força oclusal excessiva e muitas vezes está associado com a perda do osso alveolar. Na presença de trauma oclusal, periodontites provocadas por biofilme estão sujeitas a ter uma evolução mais rápida que periodontites onde o trauma oclusal não está associado. Nesta revisão foi detalhada a atuação de duas proteínas (osteopontina e RANKL) que podem estar envolvidas neste processo. Sabe-se que a osteopontina é uma proteína produzida sob carga mecânica e induz a migração dos osteoclastos para o local da reabsorção. O receptor ativador do fator nuclear Kappa B (RANKL) é um importante fator na diferenciação, ativação e sobrevivência dos osteoclastos, e participa da indução in vitro da osteopontina intracelular. Entretanto, o envolvimento do RANKL na reabsorção óssea inflamatória, com ou sem trauma oclusal, e o papel da osteopontina nas células ainda não está claro. No presente estudo, uma revisão de literatura foi realizada com o objetivo de elucidar a imunohistoquímica do trauma oclusal associado aos tecidos periodontais, enfatizando a atuação da osteopontina e do RANKL, assim como a relação entre o trauma oclusal e os tecidos periodontais. Com base no que existe atualmente na literatura, o mecanismo preciso de degradação periodontal sob excessiva carga oclusal ainda não está bem estabelecido em virtude da complexa ação das referidas proteínas.


The occlusal trauma is caused by excessive occlusal loading and many times are associated with the anatomy ofthe osseous structures. In the presence of occlusal loading, periodontitis caused for bacterial film could be an evolution faster than periodontitis disease where the occlusal trauma is not associated. In this review, it will be emphasized the action of two proteins (osteopontin and RANKL) that can be involved in this process. The osteopontin is known to be reduced upon mechanical loading and is considered to induce migration of osteoclasts to the resorption bone. The receptor activator of nuclear factor Kappa B (RANKL) is an important factor in the differentiation, activation and survival of the osteoclasts, and participates of the induction in vitro of the intracellular osteopontin. However, the evolvement of the RANKL in the inflammatory osseous resorption, with or without oclusal loading, and the function of the osteopontin in the cells is unclear. In the present study, a literature review was carried through with the objective to elucidate the immunohistochemistry of the occlusal trauma associate to the periodontal tissues, emphasizing the action of osteopontin and RANKL, as well as the relation between the occlusal loading and periodontal tissues. On the basis of what it exists currently in literature, the necessary mechanism of the fabric periodontal under excessive occlusal loading was unclear because of the complex action of these proteins.


Assuntos
Osteopontina , Periodontite , Ferimentos e Lesões
10.
Periodontia ; 19(3): 117-126, 2009. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-587920

RESUMO

O estudo da reparação periodontal deve se basear em modelos que forneçam os dados necessários para a análise deste fenômeno. O modelo proposto, de defeitos agudos de furca classe II, parece ser o mais indicado, pois possui um grau previsível de regeneração espontânea, fornecendo um ambiente em que é possível o estudo dos fatores que favorecem a regeneração dos tecidos periodontais. O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade da reparação de defeitos agudos de furca classe II por meio da imunoexpressão de proteínas da matriz extracelular (MEC). Após a elevação de retalhos de espessura total, em quatro cães, foram criados defeitos agudos de furca classe II nos segundos, terceiros e quartos pré-molares de um dos lados da mandíbula. Os retalhos foram posicionados coronariamente e suturados. Após 45 dias, os espécimes foram coletados, descalcificados e analisados, em um plano vestíbulo- lingual, por meio de técnica imunohistoquímica para osteopontina (OPN), sialoproteína óssea (BSP) e osteonectina (BON). Nos tecidos periodontais originais, a marcação para os anticorpos testados foi fracamente positiva na MEC, caracterizando a presença de tecidos maduros. Já no interior dos defeitos, houve diferença na marcação, com marcação mais pronunciada para BSP, OPN e BON. Conclui-se que os resultados evidenciam maior atividade metabólica nos tecidos reparativos.


The study of periodontal repair should be based on models that provide the data required for analysis of thisphenomenon. The proposed model of acute class II furcation defects seems to be the most appropriate, as it provides apredictable degree of spontaneous regeneration, creating an environment where the factors that promote the regeneration of periodontal tissues can be studied. The objective of this study was to evaluate the quality of repair ofacute class II furcation defects, by means of immunoexpression of extracellular matrix (ECM) proteins.After lifting full thickness flaps in 4 dogs, acute class II furcation defects were created in the second, third and fourth premolar in one side of the mandible. The flaps were coronallypositioned and sutured. After 45 days, the specimens were collected, decalcified and analyzed in a buccal-lingual plane, by immunohistochemistry technique for osteopontin (OPN), bone sialoprotein (BSP) and osteonectin (BON). In original periodontal tissues, the marking for the tested antibodieswas weakly positive in the ECM, characterizing the presence of mature tissues. Inside the defects, there was a difference in the marking, with markings more pronounced for BSP, OPN and BON. It was concluded that the results showed greater metabolic activity in the reparative tissues.


Assuntos
Animais , Cães , Regeneração Óssea , Osteonectina , Osteopontina , Ligamento Periodontal , Sialoglicoproteínas
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA