Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 12 de 12
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
Dent. press implantol ; 6(2): 29-34, Apr.-June 2012. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-671859

RESUMO

Qual é a origem das BMPs e qual a vasta sinonímia empregada para identificá-las?As proteínas morfogenéticas ósseas são as responsáveis pela sinalização para a indução da formação óssea. As BMPs (bone morphogenetic proteins) representam uma família com mais de vinte proteínas relatadas, as quais fazem parte da família dos fatores ß de crescimento e transformação (TGF-ß), ativando e inibindo os fatores de diferenciação e crescimento (GDFs).


What is the origin of BMPs and how extensive is the synonymy employed to identify them?The morphogenetic proteins of the bone are responsible for signaling to induce bone formation. BMPs (bone morphogenetic proteins) represent a family with more than 20 reported proteins, which are part of the transforming growth ß factor family (TGF-ß), activating and inhibiting the differentiation and growth factors (GDF).


Assuntos
Osteogênese , Proteínas Morfogenéticas Ósseas/uso terapêutico , Matriz Óssea , Fatores de Diferenciação de Crescimento , Osteoblastos , Fator de Crescimento Transformador beta
2.
Araçatuba; s.n; 2012. 107 p. ilus, tab.
Tese em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-866803

RESUMO

O objetivo deste estudo foi avaliar o mecanismo envolvido na produção de TGF-β, FGF-2 e CCL3/MIP-1α induzida por Stem cell factor (SCF) em células da musculatura lisa de traqueia (CMLT) e as vias de transdução de sinalização ativadas. Traqueias de camundongos normais foram coletadas, fragmentadas e colocadas em garrafas contendo meio de cultura DMEM com 10% de Soro Fetal Bovino. CMLT foram estimuladas com SCF (1, 10 and 100 ng/mL) e avaliadas após 1, 6 e 24 horas. Características fenotípicas das CMLT foram analisadas por imunofluorescência para α-actina de músculo liso (α-AML), α-citoqueratina e α-proteína de ativação de fibroblastos (α-FAP). Ativação de c-kit em CMLT estimuladas por SCF foi avaliada por citometria de fluxo. A expressão de RNAm para TGF-β foi observada pela reação de polimerase em cadeia-transcriptase reversa (RT-PCR) e a produção da proteína, por ensaio de imunoabsorção enzimática (ELISA). A produção de FGF-2 foi avaliada por immunoblot e a produção de CCL3/MIP-1α por ELISA. Em outro conjunto de experimentos, CMLT foram pré-tratadas com inibidores de MAPK p42/44(PD 98059 [PD]), p38(SB 202190[SB]), e JNK (SP 600125 [SP]) por 30 minutos seguidos de estimulação com SCF (10 ng/mL) por 24 horas. Células pré-tratadas com anticorpos específicos não revelaram qualquer marcação para citoqueratina nem para α-FAP, contudo, ocorrendo a marcação para α-AML, indicando a pureza da linhagem celular primária. SCF induziu a expressão de receptores c-kit em CMLT. CMLT estimuladas por 10 ng/mL de SCF expressaram TGF-β mRNA e produziram TGF- β proteína, FGF-2 e CCL3/MIP-1α após 24 horas. O pré-tratamento com SB, PD e SP inibiu estas produções. Estas produções foram mediadas pela ativação das vias p42/44, p38, e JNK. CMLT parecem ser importantes células residentes envolvidas na ativação e reparo tecidual, visto que são capazes de produzir fatores de crescimentos e quimiocinas, adicionando novas informações sobre o papel da musculatura lisa de traqueia na...


The aim of this study was to evaluate the mechanism involved in SCF-induced TGF-β, FGF-2 and CCL3/MIP-1α production in tracheal smooth muscle cells (tSMC) and the activated signaling transduction pathway. Normal mouse tracheas were collected, fragmented and placed in bottles containing the culture medium DMEM with 10% Fetal Bovine Serum. tSMC primary cultures were stimulated with SCF (1, 10 and 100 ng/mL) and evaluated at 1, 6 and 24 hours. The phenotypic characteristic of tSMC in primary culture was analyzed using immunofluorescence staining for α-smooth muscle actin (α-SMA), α-cytokeratin and α-Fibroblast Activation Protein (α-FAP). c-Kit activation in SCF-stimulated tSMC was evaluated by flow cytometric. The TGF-β mRNA expression was observed by reverse-transcriptase polymerase chain reaction (RT-PCR) and protein production by enzyme-linked immunosorbent assay (ELISA). FGF-2 production was evaluated by immunoblot and CCL3/MIP-1α production by ELISA. In other set of experiment, tSMC were pretreated p42/44 inhibitor (PD 98059 [PD]), p38 inhibitor (SB 202190[SB]), or JNK inhibitor (SP 600125 [SP]) for 30 minutes followed by stimulation with SCF (10 ng/mL) for 24 hour. Cells treated with specific antibodies, showing neither labeling for cytokeratin nor either FAP, however, labeling for α-SMA indicating purity of the primary cell line. SCF induces c-Kit expression on tSMC. SCF-stimulated tSMC express TGF-β mRNA expression and FGF-2 and CCL3/MIP-1α production at 10 ng/mL after 24 hours. SB, PD and SP pre-treatment inhibited these productions. These productions were mediated by activation pathways p42/44, p38, and JNK. tSMC seems to be important resident cells involved in the cell activation and tissue repair, since they are capable of producing growth factors and chemokines and added new information about the role of tracheal smooth muscle cells in the allergic inflammation...


Assuntos
Animais , Camundongos , Asma , Proteínas Inflamatórias de Macrófagos , Fator de Células-Tronco , Traqueia , Fator de Crescimento Transformador beta
3.
Rio de Janeiro; s.n; 2009. 70 p. ilus.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-865408

RESUMO

No momento em que há a agressão tecidual e a defesa inata é deflagrada, mediadores químicos são liberados no local afetado. Esses mediadores podem ser de origem celular tais como CGRP, VEGF e TGFß. Os objetivos desta pesquisa foram avaliar a expressão e distribuição de CGRP, TGFß e VEGF na gengiva do primeiro molar inferior esquerdo de rato no 7° e 14° dias após a indução por ligadura; a expressão e distribuição de CGRP, TGFß e VEGF na gengiva do dente contralateral correspondente sem ligadura, no 7° e 14° dias, e se a indução da periodontite por ligadura no dente experimental provoca uma inflamação na gengiva do dente contralateral correspondente no 7° e 14° dias após a ligadura. Para o desenvolvimento deste trabalho foram selecionados 15 ratos Rattus Novergicus, Albinus, Wistar. O grupo experimental de 12 ratos foi dividido em 2 subgrupos compostos por 6 ratos cada um deles distribuídos da seguinte maneira: os do subgrupo A1 permaneceram com a ligadura no primeiro molar inferior esquerdo por 7 dias e foram sacrificados; os do subgrupo A-2 -permaneceram com a ligadura no primeiro molar inferior esquerdo por 14 dias e foram sacrificados. Outros três animais constituíram o grupo controle. Após o sacrifício dos 12 animais dos grupos experimentais e controle suas mandíbulas foram colocadas em ácido etilenodiaminotetracético (EDTA) neutro para sofrerem descalcificação. Então foram processadas para inclusão em parafina e os cortes histológicos foram corados pela hematoxilina-eosina e submetidos à técnica imunohistoquímica para imunomarcação de CGRP, VEGF e TGFß. Aos 7 dias de ligadura observou-se na lâmina própria gengival, epitélio juncional e epitélio oral, expressiva marcação para CGRP. A expressão de VEGF foi intensa na lamina própria e com pouca ou nenhuma marcação no epitélio oral e juncional. O TGFß apresentou pouca marcação na lâmina própria ou nenhuma marcação no epitélio oral e juncional...


At the time of the tissue aggression the innate defense is triggered and the chemical mediators are released in the affected site. These mediators may have cell origin as the CGRP, VEGF and TGFß. The aim of this research were to evaluate the expression and distribution of the CGRP, VEGF and TGFß in the gingiva of the lower left first molar of rats in the seven and fourteen days after the ligature for inflammation induction; to analyse the expression and distribution of the CGRP, VEGF and TGFß in the gingiva of the correspondent counter lateral tooth without ligature in the seven and fourteen days and if the induction of periodontitis causes gingival inflammation of the counter lateral tooth after seven and fourteen days after ligature. For the development of this work were selected fifteen Rattus Novergicus, Albinus,Wistar. The experimental group of 12 rats was divided into 2 groups consisting of 6 rats each distributed of the following manner: the subgroup A1 remained with ligature in the first molar and left for 7 days before the sacrificed and the subgroup A-2 remained with the ligature for 14 days before the sacrificed. Another 3 animals constituted the control group. After the sacrificed of the 12 experimental and 3 control animals were immersedin neutral ethylenidiaminetetracetic (EDTA) for the decalcification. Then were processed for paraffin embedding. The sections were stained with hematoxylin-eosin and submitted to immunohistochemical techniques to imunostaining for CGRP, VEGF and TGFß. At 7 days of ligature was observed in the gingival lamina propria, junctional epithelium and oral epithelium, strong staining for CGRP. The intensive expression of VEGF occur in the lamina propria and scarce or no staining in the oral and junctional epithelium. The TGFß shows scarce staining in the lamina propria and no staining in the oral and junctional epithelium...


Assuntos
Animais , Ratos , Peptídeo Relacionado com Gene de Calcitonina , Periodontite/induzido quimicamente , Fator de Crescimento Transformador beta , Fator A de Crescimento do Endotélio Vascular , Gengiva , Ligadura , Dente Molar , Ratos Wistar
4.
Rio de Janeiro; s.n; 2009. 70 p. ilus.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-589605

RESUMO

No momento em que há a agressão tecidual e a defesa inata é deflagrada, mediadores químicos são liberados no local afetado. Esses mediadores podem ser de origem celular tais como CGRP, VEGF e TGFß. Os objetivos desta pesquisa foram avaliar a expressão e distribuição de CGRP, TGFß e VEGF na gengiva do primeiro molar inferior esquerdo de rato no 7° e 14° dias após a indução por ligadura; a expressão e distribuição de CGRP, TGFß e VEGF na gengiva do dente contralateral correspondente sem ligadura, no 7° e 14° dias, e se a indução da periodontite por ligadura no dente experimental provoca uma inflamação na gengiva do dente contralateral correspondente no 7° e 14° dias após a ligadura. Para o desenvolvimento deste trabalho foram selecionados 15 ratos Rattus Novergicus, Albinus, Wistar. O grupo experimental de 12 ratos foi dividido em 2 subgrupos compostos por 6 ratos cada um deles distribuídos da seguinte maneira: os do subgrupo A1 permaneceram com a ligadura no primeiro molar inferior esquerdo por 7 dias e foram sacrificados; os do subgrupo A-2 -permaneceram com a ligadura no primeiro molar inferior esquerdo por 14 dias e foram sacrificados. Outros três animais constituíram o grupo controle. Após o sacrifício dos 12 animais dos grupos experimentais e controle suas mandíbulas foram colocadas em ácido etilenodiaminotetracético (EDTA) neutro para sofrerem descalcificação. Então foram processadas para inclusão em parafina e os cortes histológicos foram corados pela hematoxilina-eosina e submetidos à técnica imunohistoquímica para imunomarcação de CGRP, VEGF e TGFß. Aos 7 dias de ligadura observou-se na lâmina própria gengival, epitélio juncional e epitélio oral, expressiva marcação para CGRP. A expressão de VEGF foi intensa na lamina própria e com pouca ou nenhuma marcação no epitélio oral e juncional. O TGFß apresentou pouca marcação na lâmina própria ou nenhuma marcação no epitélio oral e juncional...


At the time of the tissue aggression the innate defense is triggered and the chemical mediators are released in the affected site. These mediators may have cell origin as the CGRP, VEGF and TGFß. The aim of this research were to evaluate the expression and distribution of the CGRP, VEGF and TGFß in the gingiva of the lower left first molar of rats in the seven and fourteen days after the ligature for inflammation induction; to analyse the expression and distribution of the CGRP, VEGF and TGFß in the gingiva of the correspondent counter lateral tooth without ligature in the seven and fourteen days and if the induction of periodontitis causes gingival inflammation of the counter lateral tooth after seven and fourteen days after ligature. For the development of this work were selected fifteen Rattus Novergicus, Albinus,Wistar. The experimental group of 12 rats was divided into 2 groups consisting of 6 rats each distributed of the following manner: the subgroup A1 remained with ligature in the first molar and left for 7 days before the sacrificed and the subgroup A-2 remained with the ligature for 14 days before the sacrificed. Another 3 animals constituted the control group. After the sacrificed of the 12 experimental and 3 control animals were immersedin neutral ethylenidiaminetetracetic (EDTA) for the decalcification. Then were processed for paraffin embedding. The sections were stained with hematoxylin-eosin and submitted to immunohistochemical techniques to imunostaining for CGRP, VEGF and TGFß. At 7 days of ligature was observed in the gingival lamina propria, junctional epithelium and oral epithelium, strong staining for CGRP. The intensive expression of VEGF occur in the lamina propria and scarce or no staining in the oral and junctional epithelium. The TGFß shows scarce staining in the lamina propria and no staining in the oral and junctional epithelium...


Assuntos
Animais , Ratos , Peptídeo Relacionado com Gene de Calcitonina , Periodontite/induzido quimicamente , Fator de Crescimento Transformador beta , Fator A de Crescimento do Endotélio Vascular , Gengiva , Ligadura , Dente Molar , Ratos Wistar
5.
Rev. clín. pesq. odontol. (Impr.) ; 4(3): 129-136, set.-dez. 2008. ilus
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-617350

RESUMO

OBJECTIVES: Recent studies of pulpotomy and direct pulp capping using bone morphogeneticprotein (BMP) in the teeth of animals have indicated a role for BMP in the induction and biologicalproduction of dentin. The aim of this study was to observe painful reactions and signs of clinicaland radiographic pathological alterations in human deciduous teeth, as well as to histologicallyexamine pulp tissue after the use of recombinant human BMP-2 in a collagen scaffold. MATERIALAND METHOD: Five deciduous teeth for which pulpotomy had been indicated were studied.rhBMP-2 was placed in the pulp chamber of the teeth, and they were then filled using compositeresin. In two teeth that exfoliated, histological examinations were performed. RESULTS: Aftertwelve months, we observed 100% clinical and radiographic success, with no detectableabnormalities. On the histological sections, areas of inflammation, pulp necrosis and internalreabsorption, as well as the formation of tissue resembling osteodentin in the radicular portion,were observed. CONCLUSIONS: It could be concluded that the absence of symptomatologyand clinical and radiographic alterations suggests that rhBMP-2 is a material with inductive propertiesthat should be further investigated for use as an alternative to pulpotomy treatment.


OBJETIVOS: A proposta deste estudo foi observar as reações álgicas, sinais de alteraçõespatológicas (clínica e radiográfica) e examinar histologicamente o tecido pulpar de molaresdecíduos humanos, após o uso de BMP-2 recombinante humano em arcabouço de colágeno.MATERIAL E MÉTODO: Foram utilizados cinco molares decíduos de crianças entre oito edez anos, com indicação de pulpotomia. Após execução da técnica, na câmara foi acomodadaa rhBMP-2 em colágeno e o dente restaurado com resina composta. Estes pacientes foramacompanhados durante doze meses, dois dentes que esfoliaram foram realizados exameshistológicos (H.E.). RESULTADOS: Após este período observou-se sucesso clínico eradiográfico de 100%, pois nenhuma anormalidade foi detectada. Foram observadas noscortes histológicos, áreas de inflamação, necrose pulpar e reabsorção interna, também formaçãode tecido semelhante a osteodentina. CONCLUSÕES: Pode-se concluir que as ausências desintomas e de alterações clínicas e radiográficas sugerem que as rhBMP-2 em arcabouço decolágeno são materiais com propriedades indutivas que devem ser melhor pesquisadas paraque se tornem alternativa para as pulpotomias.


Assuntos
Humanos , Criança , Proteínas Morfogenéticas Ósseas/uso terapêutico , Polpa Dentária/patologia , Pulpotomia/métodos , Proteínas Recombinantes/uso terapêutico , Dente Decíduo/patologia , Fator de Crescimento Transformador beta/uso terapêutico , Materiais Biocompatíveis , Teste de Materiais , Resultado do Tratamento
6.
Arq. odontol ; 42(3): 164-179, jul.-set. 2006. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-462905

RESUMO

Germes dentais de molares de fetos de camundongos de 14 ou de 17 dias foram cultivados na presença de EGF ou de TGF-β com a finalidade de estudar os efeitos desses fatores de crescimento sobre o desenvolvimento do germe e sobre os componentes da matriz extra celular do tecido conjuntivo. Após o período de observação os germes foram incluídos em parafina, cortados e corados com hematoxilina e o eosina ou congelados em nitrogênio líquido, cortados e submetidos a reação imunocitoquímica para laminina, fibronectina ou colágeno tipo I. Os resultados mostraram uma série de efeitos que permitiram chegar às seguintes conclusões. 1. houve estimulação da proliferação celular, atraso no desenvolvimento do germe dental e inibição da diferenciação celular sob ação do EGF e mais acentuadamente sob o TGF-β. 2. O EGF e o TGF-β não interferiram na presença e distribuição dos componentes da matriz do conjuntivo estudados. 3. A laminina foi identificada nas interfaces epitélio-ectomesênquima do órgão do esmalte com a papila e com o folículo dentais e da gengiva e em formações vasculares na papila no folículo dentais. 4. A fibronectina foi identificada na papila e no folículo dentais principalmente nos germes dentais de fetos mais idosos e entre o epitélio interno do órgão do esmalte e a papila dental. 5. O colágeno tipo I foi identificado entre o epitélio do órgão do esmalte e o ectomesênquima da papila e o do folículo dentais e em regiões específicas dessas estruturas.


Assuntos
Animais , Camundongos , Germe de Dente/crescimento & desenvolvimento , Técnicas In Vitro , Matriz Extracelular/genética , Fator de Crescimento Epidérmico , Fator de Crescimento Transformador beta
7.
Porto Alegre; s.n; 2006. 69 p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-440971

RESUMO

O propósito do presente estudo foi avaliar o comportamento de células pulpares humanas expostas ao TGFß1 e ao aFGF, em cultura, nas seguintes concentrações: TGFß1 a 1ng/mL, TGFß1 a 5ng/mL, TGFß1 a 1ng/mL + aFGF a 5ng/mL, TGFß1 a 5ng/mL + aFGF a 5ng/mL e aFGF a 5ng/mL. Foi avaliada a morfologia celular, a atividade da fosfatase alcalina, através de ensaio com pNPP como substrato e a expressão das proteínas osteocalcina, sialoproteína óssea e sialofosfoproteína de dentina, através de RT-PCR. Após quatro dias, verificou-se que a média do número de nucléolos no grupo tratado com TGFß1a 1nglmL foi significativamente maior que no grupo tratado com aFGF a 5ng/mL. A média da atividade da fosfatase alcalina no grupo tratado com TGFß1 a 1 ng/mL foi significativamente maior que no grupo tratado com TGFß1 a 5ng/mL + aFGF a 5ng/mL. Foi observada a expressão de osteocalcina em todas as células pulpares humanas que proliferaram em cultura. Entretanto, no grupo em que foi utilizado o aFGF a 5ng/mL houve diminuição da expressão da osteocalcina. A exposição dos fatores não induziu a expressão de componentes da matriz de dentina tais como BSP e DSPP. Sugere-se que as células expostas ao TGFß1 1ng/mL foram estimuladas, apresentando uma maior atividade celular e as células expostas ao aFGF 5ng/mL foram inibidas, apresentando uma menor atividade celular.


Assuntos
Humanos , Fosfatase Alcalina , Técnicas de Cultura de Células , Diferenciação Celular , Fatores de Crescimento de Fibroblastos , Odontoblastos , Osteocalcina , Sialoglicoproteínas , Fator de Crescimento Transformador beta
8.
Rev. ciênc. méd. biol ; 3(2): 176-180, jul.-dez. 2004. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-481909

RESUMO

O objetivo deste estudo foi determinar os níveis de TGF-β presentes no fluido gengival de sítios com destruição tecidual (PP) de pacientes com periodontite crônica generalizada e compará-los aos níveis de TGF-â de sítios com inflamação gengival, mas sem sinais de perda de inserção desses mesmos pacientes (GP) e de pacientes com gengivite somente (GG). A população era composta de 17 pacientes com periodontite crônica, com média de idade de 48,2 anos (DP± 7,5), e de 19 pacientes-controle, com média de idade de 48 anos (DP± 9), sem sinais clínicos de perda de inserção. Os parâmetros clínicos analisados foram: Índice de Placa (IP), Índice Gengival (IG), Profundidade de Bolsa à Sondagem (PBS) e Nível de Inserção Clínica (NI). As amostras de fluido gengival foram coletadas com o método de lavagem intra-sulcular. Os níveis de TGF-β, nas amostras coletadas, foram determinados através da técnica de ELISA. Os resultados mostram que a quantidade de TGF-β, nos sítios PP (8,2 ng ± DP9,7), foi significantemente maior do que em sitos GP (2,2 ng ± DP4,3) (p < 0,001). Não foram observadas diferenças significantes entre GP e GG (4,3ng, DP ± 9,1), e entre PP e GG. Conclui-se que a diferença significante entre os níveis de TGF-β, nos sítios PP, quando comparados aos sítios GP, sugere que essa citoquina possui um papel significante no processo de destruição tecidual em pacientes portadores de periodontite crônica.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Gengivite , Periodontite , Fator de Crescimento Transformador beta
9.
Bauru; s.n; 2001. 144 p. ilus, tab. (BR).
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-312631

RESUMO

A utilizaçäo de fatores de crescimento no tratamento periodontal tem sido amplamente estudada. No entanto, sua aplicabilidade no tratamento de seres humanos ainda näo foi estabelecida. Os objetivos deste trabalho foram determinar os efeitos da aplicaçäo de PDGF-BB, IGF-1, TGF-ß1 e sua combinaçäo na proliferaçäo de células cultivadas originadas do ligamento periodontal de humano (células FL2). Além disso, analisou-se a adesäo dessas células a fragmentos radiculares periodontalmente comprometidos tratados previamente ou näo por associaçäo de ácido cítrico e tetraciclina após a raspagem. Para tanto, foi estabelecida cultura primária de fibroblastos obtidos de 3§ molares retidos e/ou impactados extraídos de pacientes saudáveis. Para analisar a taxa de proliferaçäo celular, foram plaqueadas 72 placas de Petri contendo inicialmente 103 células aleatoriamente divididas em 4 grupos que receberam a adiçäo de PDGF-BB (grupo 1), TGF-ß1 (grupo 2), IGF-1 (grupo 3) ou de sua combinaçäo (grupo 4) ao meio de cultura e 2 grupos controle (sem adiçäo de fatores de crescimento) e contadas em triplicatas após 1, 3, 5 e 7 dias. Paralelamente, foram obtidos 30 fragmentos de dentes extraídos de 14 pacientes com perda de inserçäo à sondagem > 6 mm aleatoriamente distribuídos em 10 grupos de acordo com o tratamento: raspagem (grupo 1), raspagem e aplicaçäo dos fatores de crescimento isolados ou em combinaçäo (grupos 2-5), raspagem e condicionamento ácido (grupo 6) ou raspagem, condicionamento ácido e aplicaçäo dos fatores de crescimento isolados ou em combinaçäo (grupos 7-10). Os resultados obtidos foram estatisticamente avaliados pelo teste ANOVA e por métodos descritivos. Os resultados demonstraram que o TGF-ß1 apresentou os melhores efeitos na proliferaçäo de células do ligamento periodontal em cultura, enquanto que na adesäo das células aos fragmentos a combinaçäo dos três fatores apresentou resultados mais favoráveis, com diferenças estatisticamente significantes (p<0,05) em relaçäo aos grupos tratados sem o condicionamento ácido radicular, com exceçäo do grupo tratado através da combinaçäo. Esses dados sugerem que a aplicaçäo de fatores de crescimento, especialmente do TGF-ß1 associado ou näo ao PDGF-BB e IGF-1, poderia ser favorável à regeneraçäo dos tecidos periodontais perdidos com o processo de doença periodontal


Assuntos
Ligamento Periodontal , Proteínas Proto-Oncogênicas c-sis/isolamento & purificação , Fator de Crescimento Insulin-Like I , Fator de Crescimento Transformador beta
11.
Rev. bras. odontol ; 55(5): 286-92, set.-out. 1998. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-230292

RESUMO

A busca da manutençäo da vitalidade e integridade pulpar tem sido um fato corriqueiro na odontologia moderna. Tentativas de proteçäo pulpar direta ocorrem desde o século XVIII. Vários materiais têm sido propostos com esta finalidade, apresentando qualidades favoráveis e desfavoráveis que devem ser consideradas. Em 1920, Hermann introduziu o hidróxido de cálcio, que se tornou um marco histológico para a preservaçäo pulpar. A partir desta época, várias outras substâncias e associaçöes foram propostas, desde o cimento de óxido de zinco e eugenol até materiais mais recentes, como o agregado de trióxido mineral


Assuntos
Corticosteroides/uso terapêutico , Capeamento da Polpa Dentária , Adesivos Dentinários , Hidróxido de Cálcio/uso terapêutico , Pulpotomia , Fator de Crescimento Transformador beta/uso terapêutico , Eugenol/uso terapêutico , Óxido de Zinco/uso terapêutico
12.
Periodontia ; 6(1): 13-9, jan.-jun. 1997.
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-853593

RESUMO

Uma série de terapias já foram tentadas visando a completa regeneração dos tecidos periodontais perdidos durante o processo inflamatório, obtendo diferentes graus de regeneração: enxertos ósseos e de outros materiais; condicionamento ácido da superfície radicular; barreiras e, uma sugestão mais recente, aplicação de fatores de crescimento. Dentre os fatores de crescimento já caracterizados, cinco deles parecem muito promissores no campo da regeneração periodontal: fator de crescimento derivado de plaquetas (PDGF); fator de crescimento semelhante à insulina (IGF); fator de crescimento transformador-b (TGF-b), fator de crescimento dos fibroplastos (FGF) e proteínas ósseas morfogenéticas (BMP), pois são capazes de estimular a proliferação de células com fenótipo osteoblástico ou do ligamento periodontal, promover a formação óssea ou a regeneração periodontal em estudos em animais ou in vitro. Baseados nas evidências da ação que estes fatores de crescimento exercem sobre as células responsáveis pela regeneração tecidual, concluímos que seu uso na terapia periodontal é bastente promissor, necessitando apenas de pesquisas mais extensas, Para garantir a segurança de sua utilização em seres humanos


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Fatores de Crescimento de Fibroblastos , Substâncias de Crescimento , Regeneração Tecidual Guiada , Fator de Crescimento Insulin-Like I , Fator de Crescimento Insulin-Like II , Fator de Crescimento Derivado de Plaquetas , Fator de Crescimento Transformador beta
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA