Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
Araçatuba; s.n; 2017. 61 p. tab, ilus.
Tese em Inglês, Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-881466

RESUMO

Objetivo: Avaliar a resposta tecidual e a capacidade de biomineralização dos materiais endodônticos SK Seal Root Canal Sealer (SK Seal), Sealer 26® e AH plus® em tecido subcutâneo de ratos. Material e Métodos: Vinte e quatro ratos Wistar (n=6) receberam implantes subcutâneo contendo os cimentos e um tubo vazio como controle. Após 7, 15, 30 e 60 dias, os animais foram eutanasiados e os tubos de polietileno foram removidos junto com o tecido circunjacente. Em seguida, os espécimes foram processados para análise em Hematoxilina-Eosina, von Kossa, luz polarizada e imunoistoquímica para fibronectina (FN) e tenascina (TN). Os dados foram tabulados e analisados através do teste de Kruskal-Wallis e Dunn (p<0,05). Resultados: Todos os materiais testados induziram uma reação inflamatória moderada aos 7 e 15 dias (p> 0,05). Não foram observadas diferenças entre os grupos após 30 ou 60 dias (p> 0,05). A cápsula fibrosa foi considerada espessa aos 7 dias, tornando-se fina no final do experimento. Todos os grupos apresentaram marcadores positivos para FN e TN em todos os tempos de análise, com maior imunomarcação para os cimentos em comparação ao grupo controle (p <0,05). Os cimentos não apresentaram von Kossa positiva ou estruturas birrefringentes à luz polarizada. Conclusão: Todos os cimentos testados apresentaram biocompatibilidade, porém não estimularam a mineralização(AU)


Aim: The aim of this study was to evaluate biocompatibility and biomineralization of the endodontic materials SK Seal Root Canal Sealer (SK Seal), Sealer 26® and AH plus® in subcutaneous tissue of rats. Methodology: Twenty-four Wistar rats (n=6) received subcutaneous implants containing the test sealers, and an empty tube as control. After 7, 15, 30 and 60 days, the animals were killed and polyethylene tubes were removed with the surrounding tissues. The pieces were processed for Hematoxylin-Eosin, von Kossa, polarized light and immunohistochemical analysis for fibronectin (FN) and tenascin (TN). Data were tabulated and analyzed via Kruskal-Wallis and Dunn's test (p<0,05). Results: All tested materials induced a moderate infammatory reaction after 7 and 15 days. (p>0,05). No difference was observed among groups after days 30 or 60 days (p>0.05). The fibrous capsule was considered thick on the 7th day, and classified as thin at the end of the experiment. All groups presented positive markers for FN and TN in all analyzed time, with higher immunolabeling to sealers in comparison with the control group (p<0,05). The sealers did not present von Kossa positive or birefringent structures to polarized light. Conclusion: All tested sealers demonstrated biocompatibility, but did not stimulate the mineralization(AU)


Assuntos
Animais , Ratos , Inflamação , Obturação do Canal Radicular , Calcificação Fisiológica , Ratos Wistar , Receptores de Fibronectina , Tenascina
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA