Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
Odonto (Säo Bernardo do Campo) ; 17(34): 7-12, jul.-dez. 2009.
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-542860

RESUMO

Introduction: The development of squamous cell carcinoma of oral cavity (SCC) is a multifactorial process, where the cellular mutagenesis is determined by co-carcinogenetic agents like the human papillomavirus (HPV). Objective: the objective of this study is to identify the HPV in the SCC by means of polymerase chain reaction (PCR). Methods: twenty cases of SCC have been analyzed where the material used was extracted from specimens included in paraffin blocks of the Pathology Laboratory file of the São Vicente de Paulo Hospital of Passo Fundo/RS in the period of 2003 to 2007. They were all male cases and the 6th decade of life was the most prevalent. The lower lip was the region that comprises most of the defects and the histological grade “well-differentiated” from the World Health Organization was predominant. It has been detected the presence of HPV’s DNA in four of the 20 cases of the SCC (20%). Conclusions: it can be assured that, by the fact of the HPV has been identified in a considerable percentage of cases of SCC, it can have influence on the genesis of the referred malignant neoplasia. So, more studies are necessary to define what is the possible role of HPV in the oral carcinogenesis.


Introdução: O desenvolvimento do carcinoma de células escamosas da cavidade bucal (CCECV) constitui-se num processo multifatorial, no qual a mutagênese celular é determinada por agentes co-carcinogênicos como o papilomavirus humano (HPV). Objetivo: o objetivo deste estudo é identificar o HPV no CCECV por meio da reação de cadeia em polimerase (PCR). Métodos: vinte casos de CCECV foram analisados, tendo sido o material utilizado extraído de espécimes incluídos em blocos de parafina do arquivo do Laboratório de Patologia do Hospital São Vicente de Paulo de Passo Fundo/RS no período de 2003 a 2007. Todos os casos levantados pertenciam a pacientes do sexo masculino e a sexta década de vida foi a mais prevalente. O lábio inferior foi a região que apresentou o maior número de lesões e o grau histológico “bem diferenciado” da Organização Mundial da Saúde foi predominante. Detectou-se a presença de DNA do HPV em quatro dos vinte casos de CCECV estudados (20%). Conclusões: pode-se concluir que, pelo fato do HPV ter sido identificado numa porcentagem significativa de casos de CCECB, ele pode ter influência na origem da referida neoplasia maligna. No entanto, mais estudos são necessários para definir qual é o possível papel do HPV na carcinogênese bucal.


Assuntos
Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Carcinoma de Células Escamosas/patologia , DNA Viral/análise , Infecções por Papillomavirus/patologia , Reação em Cadeia da Polimerase , Papillomaviridae/isolamento & purificação , Boca/patologia , Neoplasias Bucais
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA