Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 13 de 13
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
Braz. dent. sci ; 23(1): 1-13, 2020. tab, ilus
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1049168

RESUMO

Background: vaccination is the best known application of immunology to human health. Effective vaccines have successfully eradicated the prevalence of several infectious diseases that were common less than a generation ago. The success of Periodontal vaccines is still elusive due to the complexity of periodontal pathogens that have multiple serotypes. No periodontal vaccine trials have satisfied all the requirements such as preventing colonization of pathogens, protection against tissue destruction and alveolar bone loss, elicit immunoglobulins for phagocytosis, stimulation of T-helper cells. This review aims to discuss the various immunization strategies attempted so far. Objective: this review aims to discuss the various in-vitro and in vivo studies that present supporting evidence for the feasibility of formulating a prophylactic periodontal vaccine that could emerge as an adjunct to mechanical therapy in the future. Material and Methods: an extensive literature Search was performed in electronic databases, such as PUBMED, Cochrane central register of controlled trials, Google scholar and science direct using various search terms such as " periodontal vaccines", " porphyromonas gingivalis", "chronic periodontitis", " genomic vaccine ", " recombinant vaccine", "immune response", " vaccination against periodontal bacteria". No limits and language restriction were applied during the electronic search to include all the possible animal studies, clinical trials in the potential relevant article search phase of the systematic review. Conclusion: Studies evaluating Porphyromonas gingivalis are the most common and the structures showing the most potential as a vaccine candidate are Outer membrane proteins, fimbriae and gingipains, the structure having the least potential is Lipopolysaccharide. (AU)


Fundamentação: a vacinação é a aplicação mais conhecida da imunologia à saúde humana. As vacinas eficazes erradicaram com sucesso a prevalência de várias doenças infecciosas que eram comuns há menos de uma geração atrás. O sucesso das vacinas periodontais ainda é ilusório devido à complexidade de patógenos periodontais que possuem múltiplos sorotipos. Nenhum estudo de vacina periodontal atendeu a todos os requisitos, como prevenção da colonização de patógenos, proteção contra destruição de tecidos e perda óssea alveolar, estimulação de imunoglobulinas para fagocitose, estimulação de células T auxiliares. Esta revisão tem como objetivo discutir as várias estratégias de imunização tentadas até o momento. Objetivo: esta revisão tem como objetivo discutir os vários estudos in vitro e in vivo que apresentam evidências de apoio à viabilidade de formular uma vacina periodontal profilática que possa emergir como um complemento da terapia mecânica no futuro. Material e Métodos: Foi realizada uma extensa pesquisa bibliográfica em bancos de dados eletrônicos, como PUBMED, registro central de ensaios controlados Cochrane, Google Acadêmico e science direct, usando vários termos de pesquisa como "vacinas periodontais", "porphyromonas gingivalis", "periodontite crônica" , "Vacina genômica", "vacina recombinante", "resposta imune", "vacinação contra bactérias periodontais". Nenhum limite e restrição de idioma foi aplicado durante a busca eletrônica para incluir todos os possíveis estudos em animais e ensaios clínicos na fase de busca de artigos potencialmente relevantes da revisão sistemática. Conclusão: Estudos avaliando Porphyromonas gingivalis são os mais comuns e as estruturas que mostram maior potencial como candidato a vacina são proteínas de membrana externa, fímbrias e gengivinas, a estrutura com o menor potencial é lipopolissacarídeo.(AU)


Assuntos
Animais , Periodontite , Virulência , Vacinas , Porphyromonas gingivalis
2.
J. Health Sci. Inst ; 26(4): 463-466, out.-dez. 2008.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-873822

RESUMO

A análise do sistema imune de mucosas através da IgA secretória (IgAS) na saliva contra Streptococcus mutans (SM), principal agente etiológico da cárie dentária em humanos, representa uma importante ferramenta para a busca de uma vacina anticárie. Streptococcus mutans (SM) pode se estabelecer e se acumular no biofilme dentário devido à presença de diversos antígenos (Ags) de virulência associados às suas superfícies. As proteínas ligantes de glucano (Gbp), as glucosiltransferase (Gtf) e as adesinas (AgI/II representam os Ags mais estudados e a análise funcional destas proteínas é fundamental para a compreensão dos mecanismos moleculares de virulência de SM e consequentemente para o desenvolvimento de estratégias de controle de infecção por este microrganismo. A elaboração de vacina anticárie baseada nestes Ags de SM vem demonstrando ser uma forma eficaz de controle de SM, pois são capazes de estimular o sistema imune de mucosas a produzir anticorpos IgA contraestes Ags. Desta maneira, a busca de uma vacina anticárie representa um desafio promissor e alternativo para o controle da cárie dentária


Assuntos
Cárie Dentária/prevenção & controle , Mucosa Bucal/imunologia , Vacinas/uso terapêutico , Higiene Bucal , Imunoterapia Ativa , Suscetibilidade à Cárie Dentária
3.
Rev. Fac. Odontol. Porto Alegre ; 46(1): 19-22, jul. 2005.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-436347

RESUMO

O significativo avanço na elaboração de protótipos de vacina contra a cárie é resultado de inúmeras investigações genéticas e moleculares direcionadas aos S. mutans e S. sobrinus e ao mecanismo de resposta imune do hospedeiro. Tais investigações têm permitido o reconhecimento não apenas dos melhores antígenos estreptocócicos candidatos à vacina, como também das melhores vias de administração do imunógeno, capazes de reduzir a colonização bacteriana e, conseqüentemente, o número de lesões cariosas. O presente trabalho propõe-se a fazer uma análise crítica dos aspectos atuais relacionados ao progresso e às limitações dos principais tipos propostos de vacinas anticárie


Assuntos
Humanos , Cárie Dentária/imunologia , Cárie Dentária/prevenção & controle , Vacinas
4.
J. Health Sci. Inst ; 22(2): 123-128, abr.-jun. 2004. CD-ROM
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-851170

RESUMO

A integração homem-animal, principalmente com o cão, tem sido descrita como benéfica, tanto para a saúde física como para a saúde mental do ser humano. Esses benefícios podem ser observados desde o momento em que se tem um animal de estimação em casa, propiciando relaxamento e fornecendo carinho à pessoa, até a zooterapia e os serviços prestados pelos cães aos deficientes físicos. Porém, dentro dessa relação, é necessário manter a saúde do animal, para que este não transmita nenhuma zoonose e também não seja prejudicado. Para isso, é necessária a avaliação do animal pelo veterinário, o qual também tem uma importância social indispensável neste contexto


Assuntos
Animais Domésticos , Cães , Zoonoses/transmissão , Vínculo Homem-Animal de Estimação , Higiene , Vacinas
5.
Rev. ciênc. méd. biol ; 3(1): 115-123, jan.-jun. 2004. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-481917

RESUMO

Hß alguns anos, foram desenvolvidas as primeiras linhagens atenuadas de Salmonella para serem utilizadas como candidatas a vacinas vivas orais contra a febre tifóide. No início, ainda eram desconhecidas as mutações responsáveis pelo fenótipo atenuado, mas, com o acúmulo de conhecimento sobre a genética associada à virulência, surgiram novas linhagens com atenuações geneticamente definidas. Muitas linhagens de S. enterica sorotipo Typhimurium e S. enterica sorotipo Typhi já foram bem estudadas quanto à capacidade de induzir resposta imunológica em modelos animais e em humanos. Com o desenvolvimento de sistemas de clonagem e expressão eficientes, o uso destas linhagens vacinais extrapolou o problema das salmoneloses, uma vez que tornou-se possível a produção e administração de antígenos de diferentes agentes patogênicos. Recentemente, uma nova tecnologia que vem sendo explorada é o uso de Salmonella como carreadora de vacinas de DNA. Tais vacinas já se mostraram capazes de induzir potentes respostas humorais e celulares contra antígenos heterólogos nos organismos hospedeiros. Todo este progresso nos estudos com as linhagens vacinais de Salmonella demonstra o potencial que elas possuem para a produção das futuras vacinas contra doenças infecciosas, parasitárias e até mesmo contra o câncer.


Assuntos
Animais , Masculino , Feminino , Antígenos Heterófilos , /prevenção & controle , Febre Tifoide/prevenção & controle , Salmonella typhi/isolamento & purificação , Salmonella typhimurium/isolamento & purificação , Salmonella/isolamento & purificação , Vacinas
6.
Arq. odontol ; 38(4): 257-267, 2002. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-405586

RESUMO

A possibilidade de contaminação ocupacional por várias doenças infecto-contagiosas torna a profilaxia por meio de vacinas um recurso de proteção obrigatório para todo profissional da área de saúde. Os docentes em Odontologia são responsáveis não apenas por sua saúde e a dos pacientes, como também pelo modelo de conduta profissional que é transmitido aos seus alunos. Com o objetivo de avaliar o grau de atenção do Docente do Departamento de Estomatologia da UFSC em relação ao seu estado de imunização, foi realizado um estudo tipo censo, envolvendo todo o corpo docente deste Departamento. Por meio de entrevista, foi aplicado um questionário, buscando verificar quais das principais doenças infecto-contagiosas o profissional sabe que está imunizado, se tem conhecimento da validade da sua imunização, se faz ou fez um controle laboratorial para verificar eficácia da imunização e com qual regularidade é realizado esse controle


Assuntos
Doenças Transmissíveis , Docentes de Odontologia , Imunização , Riscos Ocupacionais , Vacinas
7.
Pós-Grad. Rev ; 4(1): 67-76, jan.-abr. 2001. ilus, tab, CD-ROM
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-854055

RESUMO

Neste trabalho, os autores revisam a literatura quanto aos meios de imunização ativa e passiva contra cárie dental; os mecanismos biomoleculares de identificação dos fatores de virulência dos Streptococcus mutans e a busca de uma vacina que seja efetiva na prevenção da cárie, atuando seletivamente contra as cepas cariogênicas do S. mutans


Assuntos
Cárie Dentária , Imunização , Streptococcus mutans , Vacinas/administração & dosagem
8.
RPG rev. pos-grad ; 7(3): 266-273, jul.-set. 2000. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-308314

RESUMO

O presente trabalho tem por objetivo discutir a conscientizaçäo, a viabilidade e a necessidade da imunizaçäo do profissional da Saúde, mais especificamente da equipe odontológica, frente às doenças infecto-contagiosas (principalmente aquelas que constam no calendário oficial do Ministério da Saúde, no plano da imunizaçäo em Saúde Pública), às quais o dentista está sujeito: difteria, sarampo, caxumba, rubéola, tétano, tuberculose, hepatites B, C, D, e influenza. Algumas dessas doenças já säo consideradas erradicadas ou quase erradicadas, mas, por motivos outros, reaparecem. Com o aumento epidemiológico da AIDS, tanto algumas doenças infecto-contagiosas aparecem como infecçöes oportunistas, quanto as pesquisas säo aprofundadas e descobrem-se novas vacinas para diferents infecçöes por vírus, entre eles o vírus da hepatite B, uma das doenças de maior ocorrência entre os profissionais da Saúde


Assuntos
Controle de Doenças Transmissíveis/métodos , Vacinas , Odontologia , Doenças Transmissíveis/transmissão , Hepatite , Imunização
9.
11.
J. Health Sci. Inst ; 7(1): 19-21, jan.-jun. 1989.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-119963

RESUMO

Essa publicaçäo é uma traduçäo resumida do artigo de Russel & Johnson publicado com o mesmo título em inglês. Analisa as possibilidades e dificuldades em se produzir uma vacina anti-cárie, tipo de modelo animal mais apropriado para testar essa vacina e detalhes correlatos. Entretanto, näo há no momento perspectiva concreta de se conseguir uma vacina contra a cárie


Assuntos
Cárie Dentária/imunologia , Streptococcus/imunologia , Vacinas
12.
Rev. Esc. Farm. Odontol. Alfenas ; (6): 63-72, jan.-dez. 1983. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-856342

RESUMO

No presente trabalho os autores estudaram, no rato, o efeito protetor da imunização contra a cárie dental, isolando-se uma cepa cariogênica de Streptococcus Mutans, serotipo C, que foi utilizada como vacina. Baseado nos resultados os autores concluiram que: 1) Houve uma redução significativa do número de cáries nos animais do grupo A (imunizados) em comparação com os demais grupos mantidos sob dieta cariogênica. 2) Os animais do grupo C (mantidos com dieta cariogênica) apresentaram um índice de cáries maior que os do grupo D (mantidos com dieta não cariogênica). 3) A ingestão de substâncias (vacina anti-streptococcus mutans) parece previnir a incidência de cárie dental em ratos convencionais


Assuntos
Animais , Ratos , Cárie Dentária/imunologia , Streptococcus mutans/imunologia , Ratos/imunologia , Vacinas/análise
13.
Rev. Esc. Farm. Odontol. Alfenas ; 6: 63-72, jan.-dez. 1983. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-159932

RESUMO

No presente trabalho os autores estudaram, no rato, o efeito protetor da imunizaçäo contra a cárie dental, isolando-se uma cepa cariogênica de Streptococcus Mutans, serotipo C, que foi utilizada como vacina. Baseado nos resultados os autores concluiram que: 1) Houve uma reduçäo significativa do número de cáries nos animais do grupo A (imunizados) em comparaçäo com os demais grupos mantidos sob dieta cariogênica. 2) Os animais do grupo C (mantidos com dieta cariogênica) apresentaram um índice de cáries maior que os do grupo D (mantidos com dieta näo cariogênica). 3) A ingestäo de substâncias (vacina anti-streptococcus mutans) parece previnir a incidência de cárie dental em ratos convencionais


Assuntos
Animais , Ratos , Cárie Dentária/imunologia , Streptococcus mutans/imunologia , Ratos/imunologia , Vacinas/análise
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA