Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
2.
Rio de Janeiro; s.n; 2002. 241 p. ilus, tab, graf. (BR).
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-351553

RESUMO

O presente estudo apresentou como objetivo avaliar o efeito longitudinal do tratamento periodontal nos níveis de anticorpos sistêmicos específicos para 13 patógenos periodontais em indivíduos brasileiros com Periodontite de Adulto, que nunca tiveram acesso à terapia periodontal. Um total de 31 indivíduos participaram de estudo, 17 indivíduos no grupo teste (42,4ñ4,32 anos) e 14 no grupo controle (34,8ñ4,8). Os parâmetros clínicos avaliados em 6 sítios por dente foram: placa, sangramento à sondagem; supuraçäo; profundidade de bolsa (mm) e nível de inserçäo (mm). Os níveis de anticorpos foram medidos através da técnica de ELISA (Enzyne Linked Immuno Sorbent Assay), enquanto que a quantificaçäo dos microorganismos utilizou a técnica de sonda de DNA (Checkerboard DNA-DNA hybridization). Os indivíduos do grupo teste receberam tratamento periodontal de raspagem e alisamento radicular, e instruçöes de higiene oral, e foram monitorados por 3, 6 e 9 meses. No baseline: os níveis de anticorpos em indivíduos com Periodontite de Adulto (Periodontite Crônica) estavam significativamente elevados para Eucobacterium nodatum e Porphyromonas gingivalis, em relaçäo ao grupo controle (p<0,05). Os níveis bacterianos médios nestes indivíduos se apresentaram significativamente maiores para Bacyeroides forsythus, Campylobacter rectus, Porphyromonas gingivalis Prevotella intermedia, Prevotella nigrescens e Treponema denticola, em relaçäo ao grupo controle (p<0,05). Os níveis de anticorpos para Eurobacterium nodatum foram significativamente correlacionados com profundidade de bolsa e nível de inserçäo (p<0,05), e os níveis de anticorpos para Porphyromonas gingivalis foram significativamente correlacionados com nível de inserçäo (p<0,05). Os níveis bacterianos de Porphyromonas gingivalis foram significativamente correlacionados com sangramento à sondagem (p<0,05). Após a terapia periodontal, os níveis médios de anticorpos em indivíduos com Periodontite do Adulto (Periodontite Crônica), se apresentaram significativamente diminuídos para Campylobacter rectus, Eikenella corrodens, Eucobacterium nodatum, Porphyromonas gingivalis, Peptostreptococcus micros e Treponema denticola, considerando diferentes intervalos (p<0,05). Os indivíduos com Periodontite do Adulto (Periodontite Crônica), apresentaram seus níveis de anticorpos Bacteroides forsythus positivamente correlacionados com nível de inserçäo (p<0,05)...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Formação de Anticorpos , Doenças Periodontais/diagnóstico , Doenças Periodontais/etiologia , Doenças Periodontais/microbiologia , Periodontite , Testes Imunológicos/métodos , Testes Sorológicos/métodos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA