Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
Bauru; s.n; 2016. 111 p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-867757

RESUMO

A terapia vocal é a opção inicial de tratamento em casos de alterações vocais decorrentes do envelhecimento. Existem poucas propostas de intervenção específicas para esta situação e as análises dos seus efeitos são limitadas. O tratamento ocorre tradicionalmente na frequência de uma ou duas vezes semanais, no entanto algumas propostas sugerem uma abordagem intensiva, não havendo clareza quanto à melhor forma de aplicação. Sendo assim, este estudo tem o objetivo de verificar os efeitos de um programa de Terapia Vocal para idosos (TVI) e se há diferenças entre a administração do tratamento no formato intensivo e convencional. Foram encaminhados para terapia vocal 27 idosos randomizados em dois grupos, sendo que o Grupo Intensivo (GI) realizou 16 sessões quatro vezes por semana e o Grupo Convencional (GC), 16 sessões duas vezes semanais. Para a comparação dos efeitos da terapia foram avaliados os aspectos de qualidade de vida por meio do protocolo Qualidade de Vida em Voz (QVV), qualidade vocal por meio da avaliação perceptivoauditiva e laríngeos por meio da análise perceptivo-visual dos exames. O profissional que aplicou o tratamento foi cego quanto aos procedimentos de avaliação, realizados na semana anterior ao início dos atendimentos, na semana seguinte ao término do mesmo e um mês após. O programa TVI envolveu exercícios de diversas técnicas com potencial para melhorar os aspectos vocais impactados pelo envelhecimento Finalizaram o tratamento 25 idosos, 13 do GI e 12 do GC. Os resultados evidenciaram melhora quanto a qualidade de vida relacionada a voz e em relação à qualidade vocal, mas não nos aspectos laríngeos. Após um mês foi mantida a melhora no QVV e na qualidade de voz, soprosidade e instabilidade durante emissões sustentadas e qualidade vocal e rugosidade na fala. Não foram observadas diferenças entre a terapia intensiva e convencional à exceção do arqueamento de pregas vocais que diminuiu em 38,46% dos participantes do GI e em nenhum do GC...


The voice therapy is the initial treatment option in cases of vocal changes due to aging. There are few specifics intervention proposals for these cases and the assessments of its effects are limited. The treatment traditionally occurs at the frequency of once or twice a week, however some methods suggests an intensive approach, there is no clarity as to the best way for applying. Therefore, this study aims to verify the effects of the method Vocal Therapy for Elderlies (VTE) and whether there are differences between the treatment administration in the intensive and conventional format. Underwent the vocal therapy 27 elderly randomized into two groups, whereas the Intensive Group (IG) accomplished 16 sessions four times a week and the Conventional Group (CG) 16 sessions twice a week. For the comparison of the effects of therapy were evaluated aspects of quality of life through the voice-related quality of life (V-RQOL) protocol, vocal quality through the auditory perceptual and laryngeal through the visual perceptive analysis of the exams. The professional who administered the treatment was blind as to the assessment procedures, accomplished in the week before the beginning of the sessions in the week following the end of it and one month after. The VTE method involved exercises of various techniques with potential to improve the vocal aspects impacted by aging. Finished the treatment 25 elderly, 13 in IG and 12 of CG. The results showed improvement as the voice related quality of life and in relation to perceptual vocal quality, but not in the laryngeal aspects. After a month was maintained improvement in V-RQOL and general vocal quality, breathiness and instability during sustained vocal emissions and general vocal quality and roughness in speech. No differences were found between the intensive therapy and conventional except the vocal fold bowing that decreased in 38.46% of participants of the IG and in none of the CG...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Distúrbios da Voz/terapia , Envelhecimento/fisiologia , Qualidade da Voz/fisiologia , Treinamento da Voz , Análise de Variância , Laringe/fisiopatologia , Qualidade de Vida , Inquéritos e Questionários , Resultado do Tratamento
2.
Odonto (Säo Bernardo do Campo) ; 20(39): 35-44, jan.-jun. 2012. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-790159

RESUMO

Objetivo: implementar um programa educacional para professores em treinamento de voz, bem como avaliar os benefícios deste programa. Metodologia: participaram deste estudo piloto, seis professores sendo cinco mulheres e um homem com idade entre 29 e 55 anos, de uma escola pública de Piracicaba, em São Paulo, Brasil, foram incluídos no estudo. Este programa educacional consistiu de cinco reuniões semanais, incluindo palestras sobre saúde vocal, exercícios de aquecimento, postura corporal, relaxamento corporal e respiração adequada. Para analisar a eficácia do programa educativo, foram coletadas respostas dos participantes sobre o programa após cada encontro, comumente relatadas e submetidas à abordagem da análise do conteúdo. Resultados: os participantes relataram que os exercícios de aquecimento para a voz melhorou o desempenho na articulação das palavras, necessitando de menos esforço para falar. Entre as mudanças como forma de hábitos saudáveis, beber água e comer maçã foram as mais relatadas. Conclusão: o programa educativo para o treinamento da voz trouxe benefícios para os professores no que diz respeito à melhoria do desempenho profissional e na qualidade de vida no trabalho.


Aim: was to implement an educational program for teachers in voice training, as well to assess the benefits of this program. Methodology: Six teachers participated, being five women and one man, aged from 29 to 55 years, living in Piracicaba, São Paulo/ Brazil. This educational program consisted of five weekly meetings, including lectures on vocal health, warm-up exercises, body posture, relaxation of the neck, and proper breathing. To analyze the effectiveness of the educational program, data concerning participants’responsiveness to the program were collected after each appointment and submitted to the content analysis. Results: The participants reported that voice warm-up exercises improved their ability to articulate words, and they required less effort to speak. Among the changes in healthy voice habits, drinking water and eating apples were the most reported.Conclusions: the educational program for voice training brought benefits to teachers as regards improvement in professional performance and the quality of work life.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Educação em Saúde/métodos , Docentes , Treinamento da Voz , Brasil , Saúde do Trabalhador , Avaliação de Programas e Projetos de Saúde , Qualidade de Vida , Fatores de Tempo , Qualidade da Voz
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA