Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 39
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
Periodontia ; 29(3): 16-23, 2019. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1023175

RESUMO

Este estudo se propôs a analisar a efetividade do uso do LASER como terapias auxiliares em conjunto com a terapia periodontal básica, e compará-las com o resultado clínico periodontal e microbiológica em relatos de dois casos de periodontite crônica. Após os exames iniciais foi realizado a terapia periodontal básica, raspagem e alisamento radicular em todos quadrantes e posteriormente foram divididos aleatoriamente para aplicação das técnicas terapêuticas auxiliares, as quais eram aplicação do LASER de baixa intensidade, aplicação do LASER de baixa intensidade com o fotoiniciador azul de metileno e gel de clorexidina a 2%. Na coleta microbiológica quando comparado o início e o período da reavaliação periodontal houve redução dos Gram negativos e análises clínicas no índice de sangramento gengival, índice de placa, profundidade de sondagem. Com uma diminuição dos quadros inflamatórios referente ao índice de sangramento, a mobilidade dental apresentou relativa melhora ao tratamento, entretanto em relação a profundidade de sondagem não houve diferença entre as técnicas realizadas. Na análise microbiológica houve redução nos percentuais de crescimento bacteriano, quando realizado a contagem no número de micro-organismos Gram negativos por sítios em maior número quando associado o LASER com o fotoiniciador e o gel de clorexidina.Sugere-se que o LASER pode melhorar os parâmetros de inflamação periodontal, podendo ser aplicado como auxiliar a terapia periodontal básica, devendo ensaios clínicos serem realizados para um protocolo do uso do LASER em periodontite. (AU)


This study aimed to analyze the effectiveness of the use of LASER as ancillary therapies in conjunction with basic periodontal therapy, and to compare them with the clinical and periodontal and microbiological results in two cases of chronic periodontitis. After the initial exams, basic periodontal therapy, scaling and root planing were performed in all quadrants and were later randomly assigned to the application of the auxiliary therapeutic techniques, which were low intensity LASER application, low intensity LASER application with the blue photoinitiator methylene chloride and 2% chlorhexidine gel. In the microbiological collection, when comparing the beginning and the period of the periodontal reassessment, there was a reduction of the Gram negative and clinical analyzes in the index of gingival bleeding, plaque index, depth of probing. With a decrease of the inflammatory pictures referring to the bleeding index, the dental mobility showed a relative improvement in the treatment, however in relation to the depth of probing there was no difference between the techniques performed. In the microbiological analysis, the percentage of bacterial growth was reduced when counting the number of Gram negative microorganisms by sites in greater amount when associated with the LASER with the photoinitiator and the chlorhexidine gel. It is suggested that the LASER can improve parameters of periodontal inflammation and can be applied as an aid to basic periodontal therapy, and clinical trials should be performed for a protocol of LASER use in periodontitis. (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Periodontite , Fototerapia , Terapia com Luz de Baixa Intensidade
2.
Arq. odontol ; 55: 1-10, jan.-dez. 2019. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1052248

RESUMO

Objetivo: O presente estudo tem por objetivo relatar as características da mucosite oral e o efeito da fototerapia no tratamento desta condição. Métodos: Realizou-se uma pesquisa bibliográfica nas bases de dados eletrônicas Web of Science, Scopus, PubMed e Scielo. A estratégia de busca foi baseada na pesquisa dos descritores "LLLT", "Low-Level Laser Therapy", "Light, phototherapy", "phototherapy", "Photobiomodulation Therapy" "Photobiostimulation Laser Irradiation", "Laser", "Mucositis" e "Oral Mucositis". Resultados:Após a análise dos artigos completos, 22 artigos foram considerados adequados para serem incluídos na revisão, sendo um publicado em 2012 (4,5%), um em 2013 (4,5%), dois em 2015 (9,1%), dois em 2016 (9,1%), quatro em 2017 (18,2%), nove em 2018 (40,9%) e três em 2019 (13,7%). Conclusão: Pode-se concluir que a laserterapia é eficaz na prevenção e tratamento da mucosite oral induzida por quimioradioterapia, reduzindo a dor e promovendo a cicatrização tecidual. (AU)


Aim: This study aims to report the characteristics of oral mucositis and the effect of phototherapy in the treatment of this condition. Methods: A bibliographic search was done in the electronic databases Web of Science, Scopus, PubMed, and Scielo. The search strategy was based on the research of the following descriptors: LLLT, Low-Level Laser Therapy, Light, phototherapy, phototherapy, Photobiomodulation Therapy, Photobiostimulation Laser Irradiation, Laser, Mucositis, and Oral Mucositis. Results:After reviewing the full articles, 22 articles were considered adequate to be included in the review, with one published in 2012 (4.5%), one in 2013 (4.5%), two in 2015 (9.1%), two in 2016 (9.1%), four in 2017 (18.2%), nine in 2018 (40.9%), and three in 2019 (13.7%). Conclusion: It can be concluded that laser therapy is effective in the prevention and treatment of oral mucositis induced by chemoradiotherapy, reducing pain and promoting tissue healing. (AU)


Assuntos
Fototerapia , Estomatite , Terapia com Luz de Baixa Intensidade , Terapia a Laser , Lasers , Revisão , Mucosa Bucal
3.
Full dent. sci ; 10(39): 138-142, 2019. ilus
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-1046211

RESUMO

O tratamento endodôntico em sessão única tem sido alvo de inúmeras discussões entre a comunidade da Endodontia, isso pelo ponto de vista da eficiência do tratamento, biologia, conforto, dor e preferência do paciente. Este artigo tem como objetivo relatar um caso clínico de tratamento endodôntico não cirúrgico de lesão perirradicular extensa realizado em sessão única associado à terapia fotodinâmica em um incisivo lateral superior. Ao exame clínico, o teste de sensibilidade ao frio respondeu negativamente, enquanto o teste de percussão vertical respondeu positivamente. No exame radiográfico, foi observada restauração insatisfatória com sinais de infiltração e rarefação óssea periapical extensa envolvendo o ápice do dente 12. Procedeu-se ao tratamento endodôntico em sessão única com complementação de terapia fotodinâmica. O acesso ao canal radicular foi realizado com a broca esférica e refinamento. Realizou-se a instrumentação do canal fazendo uso de sistema convencional com limas tipo K-file, em técnica coroa-ápice. A cavidade recebeu o fotosensibilizador azul de metileno (0,01%) por 3 minutos, seguido por irradiação com laser de diodo (100 mW e 660 nm) por 3 minutos. Foi realizada proservação radiográfica por um período de 11 meses. Concluiu-se que o tratamento endodôntico não cirúrgico em sessão única, em dentes necrosados com lesão periapical extensa, em associação a PDT, foi satisfatório no caso relatado, tendo indícios satisfatórios de neoformação óssea, regressão da lesão e ausência de sintomatologia (AU).


Single session endodontic treatment has been subject of numerous discussions among the endodontic community, due to its efficiency, biology, comfort, pain, and patient preference. This paper aims to report a clinical case of non- surgical endodontic treatment of extensive periradicular lesion performed in a single session associated with photodynamic therapy in a upper lateral incisor. At clinical examination, cold sensitivity test responded negatively, while the vertical percussion test responded positively. At radiographic examination unsatisfactory restoration was observed with infiltration signs and extensive periapical bone rarefaction involving the apex tooth 12. Single session endodontic treatment was performed in addition to photodynamic therapy. Root canal access was performed with the spherical drill and refinement. The canal instrumentation was performed using a conventional K-file type system, with crown-apex technique. The cavity received methylene blue photosensitizer (0.01%) for 3 minutes, followed by diode laser irradiation (100 mW and 660 nm) for 3 minutes. Radiographic proservation was performed for a period of 11 months. It can be concluded that non-surgical endodontic treatment in a single session in necrotic teeth with extensive periapical lesion in association with PDT was satisfactory in the case reported, with satisfactory evidence of bone neoformation, lesion regression and absence of symptoms (AU).


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Periodontite Periapical , Fototerapia/métodos , Fotoquimioterapia/métodos , Tratamento do Canal Radicular/métodos , Preparo de Canal Radicular/instrumentação , Brasil , Radiografia Dentária/instrumentação
4.
Periodontia ; 28(3): 68-72, 2018. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-946693

RESUMO

Introdução: a Terapia Fotodinâmica Antimicrobiana (TFDa) vem sendo considerada como coadjuvante para o tratamento da doença periodontal. Objetivo: Relatar um caso clínico onde a TFDa foi utilizada como tratamento adjuvante a Raspagem e Alisamento Radicular (RAR). Relato de caso: Paciente do gênero masculino, 56 anos de idade, melanoderma, diabetes tipo II, apresentou-se à pós graduação em Periodontia da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto com a queixa principal de sangramento espontâneo da gengiva e hipersensibilidade generalizada. Durante o exame clínico observou-se higienização deficiente, presença de biofilme bacteriano, cálculos subgengivais, inflamação crônica, bolsas periodontais com Profundidade de Sondagem (PS) ≥ 5 mm e mobilidade dentária, sendo indicado o tratamento periodontal não cirúrgico. O tratamento foi realizado por meio de RAR da boca toda utilizando instrumentos manuais e ultrassônicos e aplicações múltiplas da TFDa como adjuvante a esse tratamento (4 episódios: dias 0, 2, 7 e 14). A TFDa foi realizada com a aplicação do corante de cloridrato de fenotiazina a 10mg/ml na profundidade total bolsa periodontal e em seguida esta foi irradiada com um laser diodo num total de 1 minuto por elemento durante 14 dias. Conclusão: A terapia fotodinâmica antimicrobiana demonstrou que pode ser uma alternativa viável como coadjuvante no tratamento da Doença Periodontal, pois após aplicar o protocolo os parâmetros clínicos como ausência de sangramento gengival, redução na quantidade de biofilme dentário, da mobilidade e diminuição da PS com médias de 3mm puderam ser observados (AU)


Introduction: Antimicrobial Photodynamic Therapy (PDTa) has been considered as a coadjuvant alternative for the treatment of periodontal disease. Objective: To report a case report wherePDTawas performed as an adjuvant treatment to Root Scaling and Planing (RSP). Case report: A 56-year-old male patient, melanoderma, type II diabetes, presented to the post-graduation in Periodontics of the School of Dentistry of Ribeirão Preto with the main complaint of spontaneous bleeding of the gingiva and generalized hypersensitivity. During the clinical examination, deficient hygiene, presence of bacterial biofilm, subgingival calculations, chronic inflammation, periodontal pockets with Probing Depth (PD) ≥ 5 mm and dental mobility were observed, and non-surgical periodontal treatment was indicated. The treatment was carried out by RSP of the whole mouth using manual and ultrasonic instruments and multiple applications of PDTa as an adjuvant to this treatment (4 episodes: days 0, 2, 7 and 14). The PDTa was performed with the application of the 10 mg / ml phenothiazine hydrochloride dye to the total periodontal pocket depth and then it was irradiated with a diode laser in a total of 1 minute per elemento for 14 days. Conclusion: PDTa has shown that it may be a viable alternative as an adjuvant in the treatment of Periodontal Disease, since after applying the protocol clinical parameters such as absence of gingival bleeding, reduction in the amount of dental biofilm, mobility and decrease of PS with averages of 3mm could be observed. (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Periodontite Crônica , Terapia com Luz de Baixa Intensidade , Doenças Periodontais , Fotoquimioterapia , Fototerapia
5.
Belo Horizonte; s.n; 2018. 85 p. ilus, tab.
Tese em Inglês, Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-986506

RESUMO

A terapia por fotobiomodulação (PBMT) consiste no uso da luz em baixas densidades de potência visando promover efeitos benéficos ao organismo. Tem sido amplamente aplicada na medicina, fisioterapia e na odontologia para promover analgesia, cicatrização de feridas e reparo tecidual. A literatura que visa avaliar os efeitos da PBMT in vivo e in vitro consta de vários estudos que buscam elucidar os mecanismos celulares e moleculares envolvidos nessa terapia. Embora a literatura pertinente seja vasta, tais mecanismos ainda não foram completamente elucidados. Ademais, há uma carência de revisões sistemáticas que sumarizem os principais resultados encontrados por esses estudos, de forma que sejam fornecidas evidências do que já poderia ser considerado consenso e dos aspectos que ainda apresentam lacunas do conhecimento. Sendo assim, este trabalho se propôs a realizar uma revisão sistemática da literatura sobre os efeitos da PBMT utilizando LASER/LED, operando no azul, vermelho ou infravermelho próximo, sobre a viabilidade, proliferação, migração, expressão de citocinas, fatores de crescimento e NF-kB de queratinócitos cultivados in vitro sob diferentes densidades de energia. Uma busca sistemática foi realizada nas principais bases de dados eletrônicas PubMed, Web of Science, Scopus e LILACS, sem restrição quanto ao idioma e ano de publicação. Foram resgatadas 3221 referências sobre o tema das quais, 1997 tiveram seus títulos e resumos lidos, 137 foram lidas na íntegra e 55 foram incluídas na revisão. Os dados extraídos incluíram autor e ano de publicação, parâmetros dos dispositivos de luz utilizados, tratamentos aplicados às células, ensaios de viabilidade, proliferação, migração e expressão de marcadores inflamatórios. Os estudos primários foram agrupados de acordo com o espectro da luz e com os resultados obtidos segundo as densidades de energia utilizadas, subdivididas em 0.1 a 5.0; 5.1 a 10.0; 10.1 a 15.0 e acima de 15.0 J/cm2. Os resultados demonstraram que os efeitos fotobiomodulatórios foram alcançados na faixa de 0.1 a 5.0 J/cm2, sobretudo quando o vermelho e o infravermelho foram utilizados. Doses superiores a 10.0 J/cm2 tenderam a causar morte celular ou não gerar modificações nas células em cultivo. Entretanto, em todas as faixas avaliadas e independentemente do comprimento de onda utilizado, não houve diferença significativa entre as células irradiadas e não irradiadas quanto ao desfecho analisado. A maioria dos estudos não forneceu adequadamente os parâmetros dos dispositivos de luz e notou-se grande variabilidade quanto às doses de energia empregadas. Ademais, a heterogeneidade dos desenhos experimentais e dados impossibilitou a execução de uma meta-análise. A presente revisão pode auxiliar na condução de estudos laboratoriais com protocolos experimentais mais criteriosos, uso de doses de energia mais adequadas e na padronização de desenhos experimentais futuros.


Photobiomodulation effects on keratinocytes cultured in vitro: a systematic review Photobiomodulation therapy (PBMT) consists of the use of light at low power densities aiming to promote beneficial effects to the body. It has been widely used in medicine, physiotherapy and dentistry to promote relief of pain, wound healing and tissue repair. The literature that aims to evaluate the effects of PBMT in vivo and in vitro consists of several studies that seek to elucidate the cellular and molecular mechanisms involved in this therapy. Although the relevant literature is vast, such mechanisms have not yet been fully elucidated. In addition, there is a lack of systematic reviews summarizing the main results found by these studies, in order to provide evidence of what could already be considered as consensus and aspects that still have knowledge gaps. Thus, this work proposed a systematic review of the literature on the effects of PBMT, using LASER / LED operating in blue, red or near infrared light, on viability, proliferation, migration, expression of cytokines, growth factors and NF-kB of keratinocytes cultured in vitro according to the energy density. A systematic search was performed in the main electronic databases - PubMed, Web of Science, Scopus and LILACS, with no restriction on language and year of publication. 3221 references on the subject were rescued, 1997 had their titles and summaries read, 137 were read in full and 55 were included in the review. Data extracted included author and year of publication, parameters of the light devices used, treatments applied to cells, viability, proliferation, migration and expression of inflammatory markers assays. The primary studies were grouped according to the light spectrum and the results obtained according to the energy densities used, subdivided in 0.1 to 5.0; 5.1 to 10.0; 10.1 to 15.0 and above 15.0 J/cm2. Studies that used more than one spectrum or more than one energy dose were allocated to more than one group. The results demonstrated that photobiomodulatory effects were achieved in the range of 0.1 to 5.0 J/cm2, especially when red and near infrared were used. Doses above 10.0 J/cm2 tended to cause cell death or did not generate changes in the cells in culture. However, in all the bands evaluated and independently of the wavelength used, there was no significant difference between the irradiated and non-irradiated cells regarding the analyzed outcome. Most of the studies did not adequately provide the parameters of the light devices and there was great variability in the energy doses employed. In addition, the heterogeneity of experimental designs and data made it impossible to perform a meta-analysis. The present review may help in the conduction of laboratory studies with more rigorous experimental protocols, use of more adequate energy doses and in the standardization of future experimental designs. Keywords: Phototerapy. Keratinocyte. Dosimetry. Wound healing.


Assuntos
Fototerapia , Cicatrização , Queratinócitos , Fotobiologia , Dosimetria , Lasers , Terapêutica , Revisão , Revisão Sistemática
6.
São Paulo; s.n; 2015. 101 p. ilus, tab. (BR).
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-867712

RESUMO

Este estudo avaliou a influência da fototerapia a laser (FTL) na proliferação e diferenciação de células-tronco da polpa dentária humana (DPSCs; do inglês, Dental Pulp Stem Cells ) encapsuladas em carreador injetável e termoresponsivo (PL; Pluronic® F-127, Sigma-Aldrich, MO, EUA) com incorporação de proteína morfogenética óssea 4 recombinante humana (rhBMP4) (sistema PL/rhBMP4). O biomaterial foi caracterizado de acordo com seus perfis de embebição e dissolução, liberação de rhBMP4 e sua estrutura morfológica. DPSCs foram isoladas, caracterizadas e encapsuladas em PL para confirmar sua viabilidade e seu potencial de diferenciação (adipo e osteogênico) em comparação com células-tronco mesenquimais de medula óssea (BMMSCs; do inglês, Bone Marrow Mesenchymal Stem Cells). Quando encapsuladas no sistema PL/rhBMP4, DPSCs foram irradiadas com duas densidades de energia diferentes utilizando laser de diodo de fosfeto de índio-gálio-alumínio (InGaAlP), modos contínuo, pontual e em contato [660 nm, 0,028 cm2, 20 mW, 0,71 W/cm2, 3 J/cm2 (4 s) ou 5 J/cm2 (7 s)]. Os ensaios de PKH26 (do inglês, Red Fluorescent Cell Linker), CFU-F (do inglês, Coloning Forming Units - Fibroblastic), e MTT (do inglês, 3-(4,5-dimethylthiazol-2-yl)-2,5-diphenyl-tetrazolium bromide)) foram utilizados para avaliar adesão/proliferação, diferenças na capacidade formadora de colônias e viabilidade das DPSCs (neste último caso sob estresse nutricional), respectivamente. Finalmente, a diferenciação odonto/osteogênica foi analisada por qRT-PCR e confirmada por ensaio de vermelho de alizarina. O biomaterial embebeu e dissolveu rapidamente; densa rede tubular e reticular com poros interconectados foi observada.


DPSCs e BMMSCs apresentaram alta viabilidade celular quando encapsuladas em PL. Ambas as linhagens celulares tiveram êxito em se diferenciar em tecidos adiposo e ósseo. De acordo com o PKH26, DPSCs puderam aderir e proliferar no sistema PL/rhBMP4. DPSCs irradiadas encapsuladas tanto em PL como em PL/rhBMP4 formaram mais CFU-F que os controles não irradiados. Sob estresse nutricional, DPSCs semeadas no PL e irradiadas com 5 J/cm2 exibiram maior taxa de viabilidade celular em relação aos grupos não irradiados e irradiados com 3 J/cm2. Na presença de rhBMP4, os grupos irradiados tanto com 3 J/cm2 quanto com 5 J/cm2 apresentaram deposição mineral precoce quando comparados aos grupos não irradiados. Ainda, após 21 dias de diferenciação odonto/osteogênica, DPSCs irradiadas produziram maior quantidade de nódulos mineralizados. A irradiação com 5 J/cm2 levou ao aumento significativo da expressão de genes envolvidos na diferenciação odonto/osteogênica, como colágeno tipo I (COL1A1), osteocalcina (OCN), proteína da matriz dentinária 1 (DMP1), sialofosfoproteina dentinária (DSPP) e proteína heat shock 27 kDa (HSPB1). A associação entre rhBMP4 e FTL promove proliferação e diferenciação odonto/osteogênica de DPSCs acelerando e aumentando notavelmente a formação de tecido mineralizado, em especial quando a densidade de energia de 5 J/cm2 é aplicada.


This study evaluated the influence of laser phototherapy (LPT) on dental pulp stem cells (DPSCs) proliferation and differentiation upon encapsulation in an injectable and thermo-responsive cell carrier (PL; Pluronic® F-127, Sigma-Aldrich, MO, USA) loaded with human recombinant bone morphogenetic protein 4 (rhBMP4)(PL/rhBMP4 system). The biomaterial was characterized according to its swelling and dissolution profiles, release of rhBMP4 and morphological structure. DPSCs were isolated, characterized and encapsulated in PL to confirm their viability and multilineage differentiation potential (adipo and osteogenic) in comparison to bone marrow mesenchymal stem cells (BMMSCs). When encapsulated in the PL/rhBMP4 system, DPSCs were irradiated with two different energy densities using a continuous-wave indium-gallium-aluminum-phosphide (InGaAlP) diode laser [660 nm, 0.028 cm2, 20 mW, 0.71 W/cm2, 3 J/cm2 (4 s) or 5 J/cm2 (7 s)] in punctual and contact modes. The PKH26 (Red Fluorescent Cell Linker), the CFU-F (Coloning Forming Units - Fibroblastic), and the MTT [3-(4,5-dimethylthiazol-2-yl)-2,5-diphenyl-tetrazolium bromide] assays were used to assess differences in cell adhesion/proliferation, colony forming units formation ability, and cell viability of DPSCs (in this case under nutritional stress), respectively. Then, alizarin red and qRT-PCR analyzes were used to evaluate odonto/osteogenic differentiation. The biomaterial swelled and dissolved rapidly; dense tubular and reticular network morphology with well-interconnected pores was observed. DPSCs and BMMSCs presented high cell viability when encapsulated in PL. Both cell lineages successfully differentiated into bone or adipose tissues. According to PKH26,


DPSCs were able to adhere and proliferate in the PL/rhBMP4 system. Irradiated DPSCs encapsulated in either PL or PL/rhBMP4 system formed more CFU-F than non-irradiated controls. Under nutritional stress, DPSCs encapsulated in the hydrogels with no rhBMP4 and irradiated at 5 J/cm2 exhibited higher cell viability than the other groups. In the presence of rhBMP4, the groups irradiated both at 3 and 5 J/cm2 energy densities displayed earlier mineral deposition than the non-irradiated groups. Moreover, after 21 days of odonto/osteogenic differentiation, irradiated DPSCs produced greater nodule formation than the control groups. At the energy density of 5 J/cm2, there were significant upregulation of genes involved in odonto/osteoblast differentiation, such as type I collagen (COL1A1), osteocalcin (OCN), dentin matrix protein 1 (DMP1), dentin sialophosphoprotein (DSPP) and heat shock protein 27 kDa (HSPB1). The association between rhBMP4 and LPT promotes cell proliferation and odonto/osteogenic differentiation of DPSCs accelerating and increasing the formation of mineralized tissue, in particular when the energy density of 5 J/cm2 is applied.


Assuntos
Células-Tronco/citologia , Células-Tronco/classificação , Células-Tronco/fisiologia , Células-Tronco/patologia , Fototerapia/instrumentação , Fototerapia/métodos , Fototerapia , Lasers
7.
São Paulo; s.n; 2015. 101 p. ilus, tab. (BR).
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-871109

RESUMO

Este estudo avaliou a influência da fototerapia a laser (FTL) na proliferação e diferenciação de células-tronco da polpa dentária humana (DPSCs; do inglês, Dental Pulp Stem Cells ) encapsuladas em carreador injetável e termoresponsivo (PL; Pluronic® F-127, Sigma-Aldrich, MO, EUA) com incorporação de proteína morfogenética óssea 4 recombinante humana (rhBMP4) (sistema PL/rhBMP4). O biomaterial foi caracterizado de acordo com seus perfis de embebição e dissolução, liberação de rhBMP4 e sua estrutura morfológica. DPSCs foram isoladas, caracterizadas e encapsuladas em PL para confirmar sua viabilidade e seu potencial de diferenciação (adipo e osteogênico) em comparação com células-tronco mesenquimais de medula óssea (BMMSCs; do inglês, Bone Marrow Mesenchymal Stem Cells). Quando encapsuladas no sistema PL/rhBMP4, DPSCs foram irradiadas com duas densidades de energia diferentes utilizando laser de diodo de fosfeto de índio-gálio-alumínio (InGaAlP), modos contínuo, pontual e em contato [660 nm, 0,028 cm2, 20 mW, 0,71 W/cm2, 3 J/cm2 (4 s) ou 5 J/cm2 (7 s)]. Os ensaios de PKH26 (do inglês, Red Fluorescent Cell Linker), CFU-F (do inglês, Coloning Forming Units - Fibroblastic), e MTT (do inglês, 3-(4,5-dimethylthiazol-2-yl)-2,5-diphenyl-tetrazolium bromide)) foram utilizados para avaliar adesão/proliferação, diferenças na capacidade formadora de colônias e viabilidade das DPSCs (neste último caso sob estresse nutricional), respectivamente. Finalmente, a diferenciação odonto/osteogênica foi analisada por qRT-PCR e confirmada por ensaio de vermelho de alizarina. O biomaterial embebeu e dissolveu rapidamente; densa rede tubular e reticular com poros interconectados foi observada. DPSCs e BMMSCs apresentaram alta viabilidade celular quando encapsuladas em PL. Ambas as linhagens celulares tiveram êxito em se diferenciar em tecidos adiposo e ósseo. De acordo com o PKH26, DPSCs puderam aderir e proliferar no sistema PL/rhBMP4. DPSCs irradiadas encapsuladas tanto em PL como em PL/rhBMP4 formaram mais CFU-F que os controles não irradiados. Sob estresse nutricional, DPSCs semeadas no PL e irradiadas com 5 J/cm2 exibiram maior taxa de viabilidade celular em relação aos grupos não irradiados e irradiados com 3 J/cm2. Na presença de rhBMP4, os grupos irradiados tanto com 3 J/cm2 quanto com 5 J/cm2 apresentaram deposição mineral precoce quando comparados aos grupos não irradiados. Ainda, após 21 dias de diferenciação odonto/osteogênica, DPSCs irradiadas produziram maior quantidade de nódulos mineralizados. A irradiação com 5 J/cm2 levou ao aumento significativo da expressão de genes envolvidos na diferenciação odonto/osteogênica, como colágeno tipo I (COL1A1), osteocalcina (OCN), proteína da matriz dentinária 1 (DMP1), sialofosfoproteina dentinária (DSPP) e proteína heat shock 27 kDa (HSPB1). A associação entre rhBMP4 e FTL promove proliferação e diferenciação odonto/osteogênica de DPSCs acelerando e aumentando notavelmente a formação de tecido mineralizado, em especial quando a densidade de energia de 5 J/cm2 é aplicada.


This study evaluated the influence of laser phototherapy (LPT) on dental pulp stem cells (DPSCs) proliferation and differentiation upon encapsulation in an injectable and thermo-responsive cell carrier (PL; Pluronic® F-127, Sigma-Aldrich, MO, USA) loaded with human recombinant bone morphogenetic protein 4 (rhBMP4)(PL/rhBMP4 system). The biomaterial was characterized according to its swelling and dissolution profiles, release of rhBMP4 and morphological structure. DPSCs were isolated, characterized and encapsulated in PL to confirm their viability and multilineage differentiation potential (adipo and osteogenic) in comparison to bone marrow mesenchymal stem cells (BMMSCs). When encapsulated in the PL/rhBMP4 system, DPSCs were irradiated with two different energy densities using a continuous-wave indium-gallium-aluminum-phosphide (InGaAlP) diode laser [660 nm, 0.028 cm2, 20 mW, 0.71 W/cm2, 3 J/cm2 (4 s) or 5 J/cm2 (7 s)] in punctual and contact modes. The PKH26 (Red Fluorescent Cell Linker), the CFU-F (Coloning Forming Units - Fibroblastic), and the MTT [3-(4,5-dimethylthiazol-2-yl)-2,5-diphenyl-tetrazolium bromide] assays were used to assess differences in cell adhesion/proliferation, colony forming units formation ability, and cell viability of DPSCs (in this case under nutritional stress), respectively. Then, alizarin red and qRT-PCR analyzes were used to evaluate odonto/osteogenic differentiation. The biomaterial swelled and dissolved rapidly; dense tubular and reticular network morphology with well-interconnected pores was observed. DPSCs and BMMSCs presented high cell viability when encapsulated in PL. Both cell lineages successfully differentiated into bone or adipose tissues. According to PKH26, DPSCs were able to adhere and proliferate in the PL/rhBMP4 system. Irradiated DPSCs encapsulated in either PL or PL/rhBMP4 system formed more CFU-F than non-irradiated controls. Under nutritional stress, DPSCs encapsulated in the hydrogels with no rhBMP4 and irradiated at 5 J/cm2 exhibited higher cell viability than the other groups. In the presence of rhBMP4, the groups irradiated both at 3 and 5 J/cm2 energy densities displayed earlier mineral deposition than the non-irradiated groups. Moreover, after 21 days of odonto/osteogenic differentiation, irradiated DPSCs produced greater nodule formation than the control groups. At the energy density of 5 J/cm2, there were significant upregulation of genes involved in odonto/osteoblast differentiation, such as type I collagen (COL1A1), osteocalcin (OCN), dentin matrix protein 1 (DMP1), dentin sialophosphoprotein (DSPP) and heat shock protein 27 kDa (HSPB1). The association between rhBMP4 and LPT promotes cell proliferation and odonto/osteogenic differentiation of DPSCs accelerating and increasing the formation of mineralized tissue, in particular when the energy density of 5 J/cm2 is applied.


Assuntos
Células-Tronco/citologia , Células-Tronco/classificação , Células-Tronco/fisiologia , Células-Tronco/patologia , Fototerapia/instrumentação , Fototerapia/métodos , Fototerapia , Lasers
8.
Dent. press implantol ; 8(3): 86-94, July-Sept. 2014. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-762155

RESUMO

A terapia com laser de baixa intensidade tem sido utilizada como coadjuvante na bioestimulação do reparo ósseo. Objetivo: o objetivo desse artigo é revisar estudos que avaliaram os efeitos do laser de baixa intensidade no processo de reparo ósseo em sítios de instalação de implantes dentários. Métodos: foi realizada busca eletrônica no PubMed, periódicos CAPES e Scopus, no período de 2002 a 2013, utilizando os descritores “Laser therapy, Low-level”, “Laser phototherapy”, “Laser therapy”, “Dental implants”. Publicações estruturalmente incompletas ou que não se adequaram aos critérios de inclusão foram excluídas. Resultados: dezesseis artigos relevantes foram selecionados, quinze realizados em modelo animal e um ensaio clínico randomizado. Catorze estudos in vivo mostraram melhor cicatrização óssea nos sítios irradiados com laser de baixa intensidade. Conclusão: a terapia com laser de baixa intensidade parece acelerar o processo de reparo ósseo em sítios de instalação de implantes dentários. Apesar dos resultados promissores obtidos a partir de estudos em modelo animal, evidências científicas obtidas em estudos clínicos ainda são limitadas.


Low-level laser therapy has been used as adjuvant in biostimulation of bone repair. Objective: The aim of this paper is to review studies assessing the effects of low-levellaser therapy on the process of bone repair at dental implants sites. Methods: an electronic search of papers published between 2002 and 2013 was conducted on PubMed, Scopus and CAPES databases using the keywords “Laser therapy, Low-level”, “Phototherapy”, “Laser therapy”, and“Dental implants”. Publications structurally incomplete or not meeting the inclusion criteria were excluded. Results: Sixteen relevant articles were selected, fifteen of which were conducted in ananimal model and one randomized clinical trial. Fourteen in vivo studies showed better bone healing in sites irradiated with low-level lasers. Conclusion: Low-level laser therapy seems to acceleratethe process of bone repair at dental implant sites. Despite promising results obtained in studieswith animal models, scientific evidence from clinical trials remains limited.


Assuntos
Implantação Dentária , Terapia a Laser , Terapia com Luz de Baixa Intensidade , Fototerapia , Brasil , Osseointegração
9.
São Paulo; s.n; 2014. 80 p. ilus, tab. (BR).
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-867206

RESUMO

A instalação imediata de implante dental na região de molares é crítica, devido a grande perda óssea e da discrepância entre a espessura da crista alveolar e a plataforma do implante. Laserfototerapia (LFT) auxilia na reparação óssea, portanto pode acelerar a instalação do implante. Vinte pacientes foram selecionados para o estudo. Dez pacientes foram submetidos à LFT com laser de diodo de GaAlAs (808nm) no transcirúrgico de exodontia de molares, imediatamente após, e em 24h, 48h, 72h, 96h, 7 e 15 dias. As irradiações foram aplicadas no modo contínuo, em contato e pontual (100mW, 0,04cm2, 075,0J/cm2, 30s por ponto, 3J por ponto, em 5 pontos). O grupo controle (n=10) recebeu o mesmo tratamento, no entanto, o equipamento estava desligado. Quarenta dias depois, espécimes do tecido formado no interior dos alvéolos foram coletados para posterior análise por microtomografia (microCT) e histomorfometria. Dados de ambos os grupos foram comparados pelo test t de Student, enquanto aqueles das diferentes avaliações microtomográficas foram comparados pelo teste de correlação de Pearson (p<0.05). O volume relativo do osso, bem como a área relativa do osso foram significativamente maiores (p<0.001) no grupo laser do que no controle. No grupo controle houve correlação negativa significativa entre número e espessura de trabéculas, e entre número e separação entre trabéculas (p<0.01); entre espessura e separação das trabéculas a correlação foi positiva (p<0.01). O grupo laser mostrou correlação negativa significante entre número e espessura de trabéculas (p<0.01). A Laserfototerapia acelerou o reparo ósseo. Baseado na correlação de Pearson foi possível inferir que o grupo laser apresentou uma distribuição trabecular mais homogênea, com trabéculas menos espessas e mais numerosas, o que pode propiciar a redução do tempo para a instalação do implante


The immediate dental implant placement in the molars region is critical, because of the high amount of bone loss and the discrepancy between the alveolar crest thickness and the dental implant platform. Laserphototherapy (LPT) improves bone repair thus could accelerate the implant placement. Twenty patients were selected for the study. Ten patients were submitted to LPT with GaAlAs diode laser (808nm) during molar extraction, immediately after, 24h, 48h, 72h, 96h, 7 and 15 days. The irradiations were applied in continuous wave, in contact and punctual mode (100mW, 0.04cm2, 075,0J/cm2, 30s per point, 3J per point, in 5 points). The control group (n=10) received the same treatment; however with the power of the laser off. Forty days later samples of the tissue formed inside the sockets were obtained for further microtomography (microCT) and histomorphometry analyses. Data of both groups were compared by the Student t test, whereas those from the different microCT parameters were compared by the Pearson correlation test (p<0.05). The relative bone volume, as well as the relative area were significantly higher (p<0.001) in the lased than the control group. In the control group there were negative correlations between number and thickness, and between number and separation of trabecula (p<0.01); between thickness and separation of trabecula the correlation was positive (p<0.01). The laser group showed significant negative correlation between the number and the thickness of trabecula (p<0.01). Laserphototherapy accelerated bone repair. By the Pearson correlation test it was possible to infer that the lased group presented a more homogeneous trabecula configuration, with thin and numerous trabecula, which would facilite the reduction of time for the installation of the implant


Assuntos
Regeneração Óssea , Fototerapia/métodos , Implantação Dentária/métodos , Microtomografia por Raio-X , Transplante Ósseo/métodos
10.
Rev. Clín. Ortod. Dent. Press ; 12(2): 122-125, abr.-maio 2013. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-855943

RESUMO

Propusemos quatro critérios, ou pontos fundamentais, para a análise de trabalhos sobre o uso de laser e medicamentos, em modelos clínicos ou experimentais, cujos objetivos principais são acelerar otimizando o movimento dentário ou reduzindo seus efeitos colaterais (como as reabsorções radiculares). São eles: 1) para verificar a influência nas reabsorções radiculares, deve-se garantir que as forças aplicadas experimentalmente lesaram a camada cementoblástica de todos os espécimes; 2) para otimizar a movimentação dentária induzida reduzindo o tempo de tratamento, sem efeitos colaterais, deve-se garantir que as forças aplicadas experimentais não lesaram a camada comentoblástica em nenhum dos espécimes; 3) o aplicador da fototerapia e/ou do medicamento e o colocador dos aparelhos nos dentes não poderiam saber quais animais efetivamente recebiam o tratamento-teste, e os grupos controle devem ter recebido tratamentos simulares; 4) a análise tomográfica e microscópica dos espécimes deve ter sido aleatória, sem que os espécimes fossem identificáveis quanto ao grupo a que pertenciam, para que os imaginologistas e patologistas não sofressem qualquer influência na avaliação dos fenômenos. Se esses cuidados forem adotados, serão oferecidos resultados cada vez mais confiáveis e extrapoláveis para a clínica ortodôntica.


Assuntos
Técnicas de Movimentação Dentária , Fototerapia , Preparações Farmacêuticas/efeitos adversos , Reabsorção da Raiz , Reabsorção de Dente
11.
Araraquara; s.n; 2013. 96 p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-867815

RESUMO

Objetivo: Avaliar o efeito do LED infravermelho (855 nm), aplicado em diferentes doses de energia, na produção e expressão de mediadores inflamatórios por células pulpares humanas (HDPC) em cultura. Metodologia: HDPC obtidas de dentes decíduos foram semeadas (105 células/well) e após 24 h foram colocadas em contato com LPS (10 μg/mL α-MEM) ou TNF-α (25 ng/mL α-MEM). Em seguida, as células foram submetidas a uma única irradiação com LED infravermelho (855 nm) nas diferentes doses de energia: 2, 4, 8, 15 ou 30 J/cm2. Gupos não irradiados, com e sem LPS/TNF-α, serviram como controles. Decorridas 24 h, as células estimuladas com LPS foram avaliadas quanto à produção de óxido nítrico (NO), de espécies reativas de oxigênio (EROs) e viabilidade celular (ensaio de MTT) (n=8 por grupo). As células estimuladas com TNF-α foram avaliadas quanto à produção de citocinas pelos métodos de antibody array e q-PCR (n=5 por grupo). Os dados foram submetidos aos testes de Kruskal-Wallis e Mann-Whitney (α=0,05). Resultados: O contato com LPS resultou em aumento significativo da produção de NO sem causar qualquer dano ao metabolismo respiratório das células. Independentemente da dose de energia aplicada, a produção de NO foi significativamente reduzida quando as células foram irradiadas. O melhor efeito foi observado para a dose de 15 J/cm2. A irradiação também promoveu uma diminuição na produção de EROs, enquanto o metabolismo das HDPC não foi alterado. Nas células em contato com TNF-α verificou-se que as citocinas mais produzidas foram: GROα, IL-6, IL-8, TNF-α, MCP-1 e Serpin E1. Na análise por q-PCR redução foi observada para a expressão de IL-1 β, quando as células foram irradiadas com 4 J/cm2. Conclusão: O estresse oxidativo de HDPC pode ser biomodulado por uma única dose de irradiação com LED infravermelho. Quanto a expressão de citocinas inflamatórias...


Assuntos
Citocinas , Polpa Dentária , Estresse Oxidativo , Fototerapia , Cultura Primária de Células
12.
Bauru; s.n; 2013. 113 p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-866468

RESUMO

A reabsorção radicular inflamatória induzida pela movimentação dentária é uma consequência da lesão dos cementoblastos devido à aplicação da força sobre o dente deixando a raiz exposta à ação dos osteoclastos. Estudos vêm sendo feitos a fim de se desenvolver um meio de evitar, controlar ou reduzir este tipo de reabsorção. A fototerapia com laser tem demonstrado efetividade como agente antiinflamatório e, considerando a origem inflamatória desta patologia este estudo se propôs a avaliar a ação do laser sobre as reabsorções radiculares. Para isto realizou-se uma análise histomorfométrica da raiz disto-vestibular dos primeiros molares superiores de ratos após a indução da sua movimentação mecânica, sendo irradiados ou não com laser de baixa potência. Para a fototerapia foi utilizado um laser diodo, calibrado com comprimento de onda de 808 nm, potência de saída de 100mW, energia total de 2,1J ou 96J e área de 0,0028cm2. A aplicação foi contínua, pontual e com contato. Foram utilizados 54 ratos Wistar, machos, com aproximadamente 80 dias, pesando entre 280±40g. Para a movimentação utilizou- se uma mola fechada super-elástica, com força constante, pré-calibrada em 25g. Os espécimes foram irradiados a cada 48 horas conforme o grupo a que pertenciam. O sacrifício se procedeu no sétimo ou décimo dia após o início da movimentação. O exame histológico foi realizado com cortes de 6 μm corados em HE. Os resultados revelaram que, com as dosimetrias estudadas, o laser de baixa potência, não teve efeito estatisticamente significante sobre as reabsorções radiculares. Concluindo-se que não há diferença na área reabsorvida, espessura ou extensão da reabsorçãoradicular entre os grupos controle e experimental.


Inflammatory root resorption induced by tooth movement is a consequence of the cementoblasts injury due to application of force on the tooth leaving the root exposed to the action of osteoclasts. Studies have been made to develop a means of preventing, controlling or reducing this kind of resorption. Phototherapy by laser has demonstrated effectiveness as an antiinflammatory and considering the inflammatory origin of this pathology this study evaluated the effects of laser on root resorption. For this we carried out a histomorphometric analysis of maxillary first molars distobuccal root of rats after being moved, irradiated or not with low-level laser. Order to phototherapy it was used a diode laser, calibrated with a wavelength of 808 nm, output power of 100mW, 2.1J or 96J of energy and area of 0.0028 cm2. The application was continuous, punctual and with contact. It was used 54 male Wistar rats, approximately 80 days, weighing 280 ± 40g. For tooth movement, it was used a super elastic closed spring, with pre-calibrated and constant force of 25g. The specimens were irradiated every 48 hours depending on the group they belonged to. The sacrifice was made in the seventh or tenth day after the onset of movement. Histological examination was performed with sections of 6 μm stained with HE. The results revealed that, considering the dosimetry studied, low-level laser, has no effect statistically significant on the root resorption. Concluding it does not have difference in the root reabsorption area, thickness or extension, between the control and the experimental groups.


Assuntos
Animais , Masculino , Ratos , Fototerapia/métodos , Raiz Dentária/efeitos da radiação , Reabsorção da Raiz/terapia , Terapia com Luz de Baixa Intensidade/métodos , Técnicas de Movimentação Dentária , Ratos Wistar , Valores de Referência , Reprodutibilidade dos Testes , Fatores de Tempo , Resultado do Tratamento
13.
São Paulo; s.n; 2013. 126 p. ilus, tab, graf. (BR).
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-866721

RESUMO

Considerando a mucosite oral (MO) e a hipofunção das glândulas salivares (HGS) consequências debilitantes da quimioterapia (QT), este trabalho teve como objetivo induzir, em hamsters, MO e HGS, através do quimioterápico 5- Fluorouracil (5-FU), e comparar, através de análises clínicas, bioquímicas e histológicas, diferentes fototerapias no tratamento da MO, assim como o efeito do laser no tratamento da HGS. Cento e oitenta animais foram divididos em dois grupos, controle e experimental, onde, o grupo controle foi subdividido em grupo C, o qual recebeu somente anestesia/veículo de diluição do quimioterápico e o CQ, o qual recebeu anestesia/quimioterapia e indução da MO. O grupo experimental foi também subdividido em grupo L: com indução de MO e tratamento com LED, 630nm, 1,2J/cm2; LA: MO e tratamento com laser de alta potência (LAP), 808nm, 10J/cm2; LB: MO e tratamento com laser de baixa potência (LBP), 660nm, 6J/cm2 e o LG: sem MO e tratamento com LBP, 780nm, 5J/cm², na região das glândulas salivares (GS) submandibulares (GSSM) e sublinguais GSSL). A MO foi induzida através de ranhuras após QT e foi avaliada, clinicamente, através de escalas específicas. Os animais foram sacrificados após 5, 7 e 10 dias de experimento e a mucosa oral e as GS removidas para análises bioquímicas (TNF- e análise de proteína total, LDH e parâmetros do sistema antioxidante, respectivamente) e histológicas (análise por microscopia de luz e imuno-histoquímica para as amostras de mucosa, e por microscopia de luz, eletrônica de transmissão e imunocitoquímica para as amostras de GS).


Após análises estatísticas, os resultados clínicos, bioquímicos e histológicos mostraram que os tratamentos com LBP e LED foram eficazes no tratamento da MO, com diminuição da concentração de TNF- no dia 7 (p<0.05) e completa cicatrização das lesões ao termino do experimento, com maior formação de tecido de granulação e angiogênese. Além disso, a expressão de citoqueratina 10, analisada por imunohistoquímica, apresentou-se menos intensa comparada ao grupo CQ. O LAP não prejudicou a cicatrização final da MO quando comparada ao grupo CQ. O LBP também se mostrou eficaz para a HGS causada pelo 5-FU, uma vez que os parâmetros estudados para o grupo LG foram similares para os animais do grupo C na maior parte dos tempos experimentais. A HGS do grupo CQ foi representada por importantes alterações morfológicas, estruturais e bioquímicas, como a atrofia das unidades secretoras terminais, aumento do estroma glandular na GS sublingual e alterações na expressão de EGF, NGF e PIP2 nas GSSM, assim como alteração na expressão de mucina e p16 nas GSSL. De acordo com as análises bioquímicas, foram observadas alterações na atividade das enzimas antioxidantes catalase, peroxidase e superóxido dismutase e da atividade da enzima lactato desidrogenase (p<0.05) tanto para a GSSM quanto para a GSSL. Com base nos resultados, podemos concluir que as fototerapias com LBP e LED diminuem a severidade da MO por acelerar a reparação tecidual e diminuir o processo inflamatório, assim como o LBP é eficaz no tratamento da HGS induzida pelo quimioterápico 5-FU.


Considering oral mucositis (OM) and salivary glands hipofunction (SGH) debilitating consequences of chemotherapy (CT), the aim of this study was to compare, through clinical, biochemical and histological analysis, different photherapies on the treatment of OM and SGH induced by injections of the chemotherapic agent 5-Fluorouracil in hamsters. One-hundred-eighty animals were divided into two groups, control and experimental, which were subdivided in group C: anesthesia/chemotherapy vehicle and CQ: anesthesia, chemotherapy/OM induction, for control group and in group L: anesthesia, chemotherapy/OM and phototherapy with LED (1,2 J/cm², 1.2 J of total energy), LA: anesthesia, chemotherapy/OM and phototherapy with highpower laser (HPL) (10 J/cm², 10 J of total energy), LB: anesthesia, chemotherapy/OM and phototherapy with low-power laser (LPL) (6 J/cm², 1.2 J of total energy) and LG: anesthesia, chemotherapy and phototherapy with LPL (5 J/cm2) on salivary gland (SG) (submandibular and sublingual) areas for experimental group. The OM was induced by slots on oral mucosa, which were performed after chemotherapy treatment. The OM was analyzed through specific clinical scales and after 5, 7 and 10 days, the animals were sacrificed and the oral mucosa and submandibular and sublingual glands removed for biochemical (TNF- and total protein concentration, LDH and antioxidant system parameters, respectively) and histological (light microscopy and immune-histochemical for OM samples, and light microscopy, electronic transmission and immunocitochemical for SG samples) analysis. After statistical analysis, the clinical, biochemical and histological results showed Led and LPL as efficient treatments for OM, with decrease of TNF- concentration on day 7 (p<0.05) and complete lesions healing on last day of experiment, showing increase of granulation tissue and new blood vessels formation.


Assuntos
Animais , Ratos , Tratamento Farmacológico , Fototerapia/métodos , Lasers , Mucosa Bucal , Mucosa Bucal/patologia , Glândulas Salivares
14.
Bauru; s.n; 2013. 113 p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-689383

RESUMO

A reabsorção radicular inflamatória induzida pela movimentação dentária é uma consequência da lesão dos cementoblastos devido à aplicação da força sobre o dente deixando a raiz exposta à ação dos osteoclastos. Estudos vêm sendo feitos a fim de se desenvolver um meio de evitar, controlar ou reduzir este tipo de reabsorção. A fototerapia com laser tem demonstrado efetividade como agente antiinflamatório e, considerando a origem inflamatória desta patologia este estudo se propôs a avaliar a ação do laser sobre as reabsorções radiculares. Para isto realizou-se uma análise histomorfométrica da raiz disto-vestibular dos primeiros molares superiores de ratos após a indução da sua movimentação mecânica, sendo irradiados ou não com laser de baixa potência. Para a fototerapia foi utilizado um laser diodo, calibrado com comprimento de onda de 808 nm, potência de saída de 100mW, energia total de 2,1J ou 96J e área de 0,0028cm2. A aplicação foi contínua, pontual e com contato. Foram utilizados 54 ratos Wistar, machos, com aproximadamente 80 dias, pesando entre 280±40g. Para a movimentação utilizou- se uma mola fechada super-elástica, com força constante, pré-calibrada em 25g. Os espécimes foram irradiados a cada 48 horas conforme o grupo a que pertenciam. O sacrifício se procedeu no sétimo ou décimo dia após o início da movimentação. O exame histológico foi realizado com cortes de 6 μm corados em HE. Os resultados revelaram que, com as dosimetrias estudadas, o laser de baixa potência, não teve efeito estatisticamente significante sobre as reabsorções radiculares. Concluindo-se que não há diferença na área reabsorvida, espessura ou extensão da reabsorçãoradicular entre os grupos controle e experimental.


Inflammatory root resorption induced by tooth movement is a consequence of the cementoblasts injury due to application of force on the tooth leaving the root exposed to the action of osteoclasts. Studies have been made to develop a means of preventing, controlling or reducing this kind of resorption. Phototherapy by laser has demonstrated effectiveness as an antiinflammatory and considering the inflammatory origin of this pathology this study evaluated the effects of laser on root resorption. For this we carried out a histomorphometric analysis of maxillary first molars distobuccal root of rats after being moved, irradiated or not with low-level laser. Order to phototherapy it was used a diode laser, calibrated with a wavelength of 808 nm, output power of 100mW, 2.1J or 96J of energy and area of 0.0028 cm2. The application was continuous, punctual and with contact. It was used 54 male Wistar rats, approximately 80 days, weighing 280 ± 40g. For tooth movement, it was used a super elastic closed spring, with pre-calibrated and constant force of 25g. The specimens were irradiated every 48 hours depending on the group they belonged to. The sacrifice was made in the seventh or tenth day after the onset of movement. Histological examination was performed with sections of 6 μm stained with HE. The results revealed that, considering the dosimetry studied, low-level laser, has no effect statistically significant on the root resorption. Concluding it does not have difference in the root reabsorption area, thickness or extension, between the control and the experimental groups.


Assuntos
Animais , Masculino , Ratos , Fototerapia/métodos , Raiz Dentária/efeitos da radiação , Reabsorção da Raiz/terapia , Terapia com Luz de Baixa Intensidade/métodos , Técnicas de Movimentação Dentária , Ratos Wistar , Valores de Referência , Reprodutibilidade dos Testes , Fatores de Tempo , Resultado do Tratamento
15.
Ortodontia ; 45(1): 25-32, jan.-fev. 2012. ilus, tab, graf
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-713851

RESUMO

Esta pesquisa avaliou in vitro a resistência ao cisalhamentode bráquetes ortodônticos fotopolimerizados com o arco de plasma, odiodo emissor de luz (LED) e a luz halógena convencional em diferentestempos. Bráquetes foram colados em 60 pré-molares superioreshumanos, divididos em cinco grupos. Nos grupos 1 e 2 utilizou-se a luzarco de plasma por três e seis segundos, respectivamente; nos grupos3 e 4 utilizou-se o LED por cinco e dez segundos, respectivamente; nogrupo 5 utilizou-se a luz halógena por 40 segundos. Os corpos de provaforam armazenados em água destilada em temperatura ambiente e,após 24 horas dos procedimentos de colagem, foram submetidos aosensaios mecânicos na máquina universal MTS-Material Test System. Paraa complementação dos resultados, também foi realizada a avaliação e aclassificação do padrão de descolagem dos bráquetes utilizando o lAR.Os resultados foram analisados por meio da análise de variância (Anova,seguida do teste SNK de Tukey para comparação múltipla de médias.Nãohouve diferenças entre os grupos 2, 4 e 5, as quais foram maioresque as médias dos grupos 1 e 3, iguais entre si. Os escores do lAR nãomostraram diferenças quanto à interface de descolagem entre os trêstipos de luz em todos os tempos testados. A luz arco de plasma e o LEDpodem ser utilizados por tempos reduzidos, dentro de certos limites,em relação à luz halógena na colagem de bráquetes ortodônticos, semperda de resistência ao cisalhamento.


This study evaluated in vitro the shear bond strength ofbraekets bonded with xenon plasma are light, light-emitting diode (LED)and conventional halogen light using different curing times. Bracketswere bonded to the bueeal surfaee of 60 human maxillary premolarsalloeated to tive groups. In groups 1 and 2, the resin was cured with theplasma are for three and six seconds (5), respectively; in groups 3 and4, the LED was used for tive and ten 5, respectively; and in group 5, thehalogen light was used for 40 s. The specimens were stored in waterfor 24 hours and subjected to a shear force until bracket failure. Thedebonding pattern was classified according to the adhesive remnant index(ARI). The results were assessed by Anova and the SNK post-hoe test.No differenees were deteeted among groups 2, 4 and 5, whieh showedhigher averages than groups 1 and 3, whieh were not different betweenthemselves. The ARI scores showed no differenees among the three typesof light sourees in ali times tested. Plasma are and LED lights ean be usedwith shorter euring times, within certain limits, than conventional halogenlight for bonding orthodontie brackets, without decreasing bond strength.


Assuntos
Luzes de Cura Dentária , Cura Luminosa de Adesivos Dentários , Lasers Semicondutores , Braquetes Ortodônticos , Resistência ao Cisalhamento , Dente Pré-Molar , Fototerapia
16.
São Paulo; s.n; 2012. 88 p. ilus, tab. (BR).
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-866205

RESUMO

A mucosite oral é uma lesão induzida pelo tratamento quimioterápico, radioterápico ou pela associação de ambos. Esta consiste em uma inflamação da mucosa oral que pode gerar dor, interferir na qualidade de vida, predispor a infecções e gerar interrupções no tratamento do câncer. Devido a estes motivos, o seu tratamento se faz necessário. Há evidências científicas que comprovam que a terapia com LASER de baixa intensidade é uma forma de tratamento eficaz para estas lesões orais e, alguns autores, defendem que o LED representa uma alternativa ao LASER, sendo uma terapia mais barata e mais rápida que este. No entanto, poucas pesquisas foram realizadas com o LED e não há na literatura nenhum trabalho que compare clinicamente o efeito da terapia LED e LASER de baixa intensidade no tratamento das mucosites. Com isso, o objetivo desta pesquisa foi comparar o efeito das fototerapias LED e LASER no tratamento da mucosite oral induzida por quimioterapia. Quarenta pacientes com mucosite oral induzida por quimioterapia, foram divididos em dois grupos, onde um recebia o tratamento com LASER diodo (660nm, 40mW, 6J/cm2, 0,24J por ponto) e o outro com LED (630nm, 80mW, 0,24J/cm2, 0,24J por ponto) durante 10 dias consecutivos, excluindo os finais de semana. Os pontos anatômicos de aplicação eram os mesmos para ambas as fototerapias e foram distribuídos pelos lábios, comissuras, mucosa labial e jugal, palato mole e duro, língua e assoalho bucal.


A cada consulta, antes da aplicação das fototerapias, foi realizada a avaliação do grau de mucosite por meio da escala da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da dor através da Escala Visual Analógica (EVA). Após a realização das análises estatísticas, observou-se que o LED para os graus iniciais 1 e 2 de mucosite apresentou ação analgésica estatisticamente melhor do que a do LASER (p=0,012 e 0,022, respectivamente), mas seu efeito sobre a cicatrização das lesões de mucosite foi semelhante ao do LASER. Para o grau inicial 3 de mucosite, o LED promoveu uma melhor cicatrização (p=0,028) e uma ação analgésica semelhante a do LASER. Em conclusão, a fototerapia com LED mostrou-se mais eficaz que o LASER para a diminuição do grau de mucosite e do escore de dor nas condições do presente trabalho.


Patients submitted to chemotherapy and/or head and neck radiotherapy are usually affected by oral complications, especially oral mucositis and severe pain, which demands support therapy. Although the management of such oral complications by phototherapy with LASER (Laser Phototherapy - LPT) and with LEDs has been studied, the comparison between these therapies has not been studied yet. Thus, the aim of this study is to compare the effect of these two therapies against chemotherapy-induced oral mucositis (CIOM) and pain. Forty patients with CIOM were submitted to phototherapy according to 2 groups: G1, red low power LASER; G2, red LED. The treatment was done during 10 days. The LPT was done using an InGaAlP LASER (660nm/40mW/6Jcm-²/0,24J per point). The LED phototherapy was done using 0,24J per point/80mW/630nm. CIOM grade was assessed at each session in accordance to the World Health Organization (WHO). The patient self-assessed pain was measured by means of the visual analogue scale (VAS). The results showed that both treatments were effective, however, patients with initial mucositis grade 3, submitted to LED phototherapy presented significant decrease in the mean CIOM grades when compared with patients submitted to LASER phototherapy. In addition, LED showed better results in pain relief of patients with initial mucositis grade 1 and 2 (p=0,012 e 0,022, respectively) when compared with LASER therapy. In conclusion, phototherapy with LED is more effective than LPT on the management of CIOM which in turn would improve the patients quality of life.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Tratamento Farmacológico , Dor/diagnóstico , Fototerapia/métodos , Lasers , Mucosa Bucal/fisiopatologia
17.
Araraquara; s.n; 2012. 90 p. ilus.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-866846

RESUMO

O presente estudo avaliou o efeito da fototerapia com o laser de baixa intensidade (LBI) infra-vermelho próximo (InGaAsP: LASERTable; λ780 ± 3 ɳm, 25 mW) em linhagem celular de macrófagos de camundongos (RAW 264.7) expostos à diferentes cimentos endodônticos. Os grupos foram divididos de acordo com o material obturador e a presença ou não de irradiação, além dos grupos controle, sendo: G1: controle negativo - somente células, G2: células + laser, G3: controle positivo – LPS, G4: LPS + laser, G5: Endofill, G6: Endofill + laser, G7: AH Plus, G8: AH Plus + laser, G9: Sealapex e G10: Sealapex + laser. A viabilidade celular foi determinada por meio do teste de MTT e a produção de óxido nítrico (NO) pelo método de Griess. A irradiação com LBI influenciou significativamente a viabilidade de macrófagos expostos aos três materiais obturadores (p<0,001), sendo que o G8 foi o que resultou em maior número de células viáveis (p<0,001). Não houve interferência do LBI sobre a produção de óxido nítrico em nenhum dos grupos estudados. Concluiu-se que todos os cimentos endodônticos permitiram índices significativamente maiores de viabilidade celular quando da aplicação do LBI; o cimento AH Plus apresentou aumento significativamente maior de viabilidade dos macrófagos em relação aos demais cimentos quando da aplicação 18 do LBI , seguido do Sealapex e Endofill; o LBI não interferiu de forma significativa na produção de NO por parte dos macrófagos expostos a nenhum dos cimentos endodônticos estudados


The present study evaluated the effect of phototherapy with low intensity laser (LLLT) near infrared (InGaAsP: LASERTable; λ780 ± 3 ɳm, 25 mW) in cell line mouse macrophages (RAW 264.7) exposed to different sealers. All the groups were divided according to the filling material with presence or absence of irradiation: G1: negative control - only cells, G2: laser + cells, G3: positive control - LPS, G4: LPS + laser , G5: Endofill, G6: Endofill + laser, G7: AH Plus, G8: AH Plus + laser, G9, G10 and Sealapex: Sealapex + laser. Cell viability was determined using the MTT assay and production of nitric oxide (NO) by the Griess method. The irradiation with LLLT significantly affect the viability of macrophages exposed to three filling materials (p <0.001), and the G8 was resulted in a greater number of viable cells (p <0.001). There was no interference from the LBI on nitric oxide production in any groups. It was concluded that all the sealers was significantly higher levels of cell viability when applying the LBI, and the AH Plus showed significantly greater viability of the macrophages relative to the other cements when applying the LBI, and followed by Sealapex Endofill; the LBI didn't interfere significantly in the production of NO by macrophages exposed to any sealers studied


Assuntos
Animais , Camundongos , Sobrevivência Celular , Terapia com Luz de Baixa Intensidade , Macrófagos , Óxido Nítrico , Fototerapia
18.
Londrina; s.n; 2012. 59 p. ilus, graf.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-691520

RESUMO

O objetivo do presente estudo foi avaliar qualitativamente in vitro, o grau de conversão de uma resina composta em relação a luz emitida por um aparelho de luz halógena e transmitida por um sistema de pino pré-fabricado translúcido de fibra de vidro, em diferentes comprimentos, bem como a validade da metodologia empregada. Para esse estudo foram preparadas 15 amostras cilíndricas de resina composta fotopolimerizável, e estas divididas em 5 grupos (n=3). No grupo controle (C+) estas foram irradiadas diretamente com um aparelho fotopolimerizador a uma distância desprezível. Como controle negativo, não houve fotopolimerização. Também foram utilizados 3 pinos pré-fabricados translúcidos de fibra de vidro (WhitePost DC - FGM), seccionados a 4, 6 e 8 milímetros de distância da sua porção coronal, compondo assim os três grupos experimentais, cuja polimerização da amostra se deu, transmitindo a luz através dos pinos. As amostras então foram submetidas a análise por meio de um espectrômetro de RPE da marca JEOL (JES-PE-3X), tendo a amostra sido irradiada por 2 minutos (t=2) sob a potência de 1 mW, com o campo magnético sendo varrido da faixa de (3420 + 250)G. Em seguida, os dados foram colhidos e elaborados gráficos para analisar a intensidade dos radicais livres gerados, para então se realizar uma análise qualitativa. De acordo com os gráficos, há uma diferença de intensidade entre os grupos controle, e entre estes e os experimentais. Em relação aos pinos, o grupo com o pino de 8mm apresentou a menor intensidade de sinal, já entre os grupos de 4 e 6mm não se observou diferença. Dentro das limitações deste estudo, se pode chegar à conclusão que há uma decaimento no grau de conversão do compósito estudado em função do aumento no comprimento do pino de fibra de vidro e que a metodologia empregada é válida para a análise experimental do grau de conversão de um compósito odontológico.


Assuntos
Análise Espectral/métodos , Análise Espectral , Resinas Compostas , Luzes de Cura Dentária , Pinos Dentários , Fototerapia , Resinas Sintéticas
19.
Bauru; s.n; 2012. 192 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-866605

RESUMO

Este estudo in vivo analisou comparativamente duas técnicas de clareamento de dentes polpados, quanto ao grau de sensibilidade, mudança de cor e estabilidade do tratamento num período de doze meses. Dez pacientes foram selecionados de acordo com os critérios de inclusão e exclusão, e submetidos ao clareamento em consultório, sendo que o mesmo paciente recebeu os dois protocolos de clareamento. Grupo A (GA): três aplicações de 15 (totalizando 45) do gel de peróxido de hidrogênio (PH) 35% (Lase Peroxide Sensy, DMC Equipamentos Ltda.), nos hemi-arcos inferior e superior esquerdo. Grupo B (GB): três aplicações do gel PH 35% ativado com luz híbrida de LED/laser de diodo (Whitening Lase II DMC Equipamentos Ltda.) por 2, com intervalo de 30 (730), totalizando 2230, nos hemi-arcos inferior e superior direito. A avaliação da cor foi realizada com o espectrofotômetro Vita EasyShade (VITA), sendo a diferença mensurada através do sistema CIE-Lab antes do clareamento, após 24 horas, 1 semana, 6 e 12 meses. A sensibilidade dentária foi avaliada por meio do questionário VAS antes, imediatamente após o clareamento, após 24 horas e 1 semana. Para as variáveis luminosidade (?L) e alteração de cor (?E), ANOVA a dois critérios (período e luz) revelou haver diferenças estatisticamente significantes intra e intergrupos em função dos períodos avaliados (p<0,001). O teste de Tukey (p<0,001) para comparações individuais apontou diferenças significantes intergrupos para os dentes superiores nos períodos de 1 mês, 6 meses e 1 ano com os demais tempos avaliados. Para os dentes inferiores não houve diferenças estatísticas intra e intergrupos (p=0.0821). O GB ativado com luz apresentou, imediatamente após o clareamento, o menor grau de sensibilidade dentária com diferença estatística (p=0,043) em comparação ao GA (sem luz). Os dois protocolos de clareamento com e sem luz avaliados durante 12 meses foram semelhantes quanto a efetividade do clareamento dental. Por outro lado, a utilização...


This study examined in vivo comparison of two techniques for whitening pulp teeth, the degree of sensitivity, color change and stability of treatment over a period of twelve months. Ten patients were selected according to the criteria for inclusion and exclusion, and subjected to in-office bleaching, and the same patient received both protocols whitening. Group A (GA): three applications of 15' (total 45') of hydrogen peroxide gel (PH) 35% (Sensy Lase Peroxide, DMC Equipment Ltd.), Hemi-arches in the lower and upper left. Group B (GB): three applications of the gel 35% PH with light activated hybrid LED / laser diode (Whitening Lase II DMC Equipments Ltda.) By 2 ', with an interval of 30' (7'30"), totaling 22'30", hemi-arches in the lower and upper right. The evaluation was performed color with the spectrophotometer Vita Easyshade (VITA), and the difference measured with the CIE-Lab system before the treatment, after 24 hours, 1 week, 6 and 12 months. The tooth sensitivity was assessed using the VAS questionnaire before and immediately after bleaching, after 24 hours and 1 week. For the variable brightness (?L) and color change (?E), two-way ANOVA (time and light) revealed statistically significant differences within and between groups on the basis of the evaluation period (p<0.001). The Tukey test (p<0.001) for individual comparisons showed significant differences between groups for the upper teeth at 1 month, 6 months and 1 year with the other times evaluated. For the lower teeth no statistical differences within and between groups (p=0.0821). The GB had activated with light, immediately after bleaching, the lowest degree of tooth sensitivity with statistical difference (p=0.043) compared to GA (no light). The two protocols with and without light bleaching evaluated during 12 months were similar in effectiveness of tooth whitening. Moreover, the use of the light source hybrid decreases the time of treatment provided by 50% and less sensitivity postoperative.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto Jovem , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Clareadores/uso terapêutico , Clareamento Dental/métodos , Fototerapia/métodos , Peróxido de Hidrogênio/uso terapêutico , Sensibilidade da Dentina/induzido quimicamente , Cor , Valores de Referência , Espectrofotometria , Propriedades de Superfície , Fatores de Tempo , Resultado do Tratamento
20.
Araraquara; s.n; 2011. 146 p. ilus.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-866370

RESUMO

Pesquisas recentes demonstraram que a irradiação transdentinária da polpa pode resultar em aumento na síntese de matriz de dentina e redução na resposta inflamatória local. Entretanto, os mecanismos que regem estes processos permanecem desconhecidos. Assim, o objetivo desta pesquisa foi investigar o efeito transdentinário do LED, em três comprimentos de onda (CO: 455nm, 630nm e 850nm) e duas doses de energia (DE: 4J/cm2 e 25 J/cm2), sobre células odontoblastóides MDPC-23 cultivadas em discos de dentina (molares humanos) com 0,2 mm de espessura. Foram realizadas análises do metabolismo celular (SDH), proteína total (PT) e fosfatase alcalina (ALP), através dos ensaios de MTT, Read Northcote e Ponto Final, respectivamente. O ensaio de RT-PCR foi aplicado para avaliação da expressão dos genes que codificam para colágeno tipo I (Col-1), fibronectina (FN) e fosfatase alcalina (ALP). Além disso, foi realizada a análise da morfologia celular em Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV). Para a produção de PT, os resultados não apontaram diferença estatisticamente significante entre os grupos irradiados e controle (Mann-Whitney, p>0,05). Entretanto, para o metabolismo celular, o grupo irradiado com LED no CO de 630 nm, na DE de 25 J/cm2, obteve melhores resultados (aumento de 21,8 %), com diferença significante quando comparado ao grupo controle (Mann-Whitney, p<0,05). Para a produção de fosfatase alcalina, houve aumento significante pra todos os parâmetros utilizados (Mann-Whitney, p<0,05), com exceção da luz azul na dose de 4 J/cm2 (Mann-Whitney, p>0,05). Na análise por RT-PCR, houve maior expressão de Col-1 para o LED infravermelho na dose de 4 J/cm2. Um maior número de células MDPC-23 com morfologia normal aderidas aos discos de dentina, semelhante ao grupo controle, foi...


Several studies have demonstrated that the transdentinal irradiation of dental pulp may increase the dentin matrix synthesis as well as decrease the local inflammatory reaction. However, the mechanisms that regulate these processes remain unknown. Therefore, the objective of this in vitro study was to investigate the transdentinal effect of LED irradiation at three different wavelengths (λ= 455, 630 and 850 nm) and two doses (4J/cm2 and 25 J/cm2) on odontoblast-like cells seeded on 0.2-mm-thick dentin disks obtained from sound human molars. Cell metabolism (MTT), alkaline phosphatase expression (ALP), total protein synthesis, and cell morphology (MEV) were evaluated. The expression of genes that encode for collagen type-1 (Col-1), fibronectin (FN) and alkaline phosphatase (ALP) was analyzed by RT-PCR. For total protein synthesis, the results showed no statistical difference among irradiated and control groups (Mann-Whitney test, p>0.05). However, for cellular metabolism, the group irradiated with 630 nm LED (dose of 25 J/cm2) showed better results (21,8% increase), with significant difference when compared to control group (Mann-Whitney test, p<0.05). For alkaline phosphatase activity, a significantly increase was observed for all parameters (Mann-Whitney test, p<0.05), except for the blue light at a dose of 4 J/cm2 (Mann-Whitney test, p>0.05). RT-PCR showed a higher expression of Col- 1 for the infrared LED at a dose of 4 J/cm2. A larger number of MDPC-23 cells with normal morphology adhered to the dentin discs was observed after irradiation with 25 J/cm2 when compared to 4 J/cm2, for all wavelengths evaluated. It may be concluded that LED irradiation was effective for transdentinal cell biostimulation and the cellular response was dose and wavelength-dependent.


Assuntos
Dentina , Luz , Odontoblastos , Fototerapia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA