Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 18 de 18
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
Bauru; s.n; 2014. 109 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-867260

RESUMO

O objetivo do estudo foi verificar a influência das condições funcionais da língua nas funções de mastigação, deglutição e fala em indivíduos com disfunção temporomandibular (DTM) articular (deslocamento de disco com redução) e possível componente muscular associado. A amostra foi formada por 45 indivíduos, de ambos os gêneros, de 18 a 28 anos, divididos em dois grupos: DTM (n=30) e Controle (n=15). A função de língua foi averiguada quanto à tonicidade, mobilidade, pressão e diadococinesia oral. As funções de mastigação, deglutição e fala foram avaliadas a partir do exame clínico. Os dados referentes à tonicidade, mobilidade e às funções orofaciais foram coletados por meio do protocolo MBGR. A função mastigatória foi analisada, também, com a eletromiografia de superfície, sendo que os índices eletromiográficos foram obtidos durante mastigação unilateral. A pressão da língua foi mensurada utilizando-se o Iowa Oral Performance Instrument (IOPI), durante as provas de elevação, lateralização, protrusão, deglutição e teste de fadiga. A análise da diadococinesia (DDC) oral foi realizada com o uso do Programa Motor Speech Profile Advanced (MSP). Para comparar os grupos e analisar as correlações, testes estatísticos pertinentes foram aplicados adotando-se nível de significância de p<0,05. Ao comparar os grupos DTM e Controle, não foi encontrada diferença entre eles para a tonicidade, mobilidade e pressão de língua, bem como para as funções de mastigação, deglutição e fala e índices eletromiográficos. No entanto, para a diadococinesia oral, o grupo DTM apresentou menor velocidade nas emissões por segundo (p=0,019) e maior tempo entre as vocalizações (p=0,024) na emissão [ta] em relação ao grupo Controle. Dentre as relações evidenciadas no grupo DTM, foi observada correlação entre mobilidade de língua e deglutição (r=0,741); pressão de língua na protrusão (r=-0,366) e na deglutição de saliva (r=-0,499) e deglutição; média da taxa da DDC e deglutição nas emissões [ta]...


This study objective was to verify the influence of the functional conditions of the tongue in chewing, swallowing and speech functions in individuals with temporomandibular dysfunction (TMD) with articular disorders (disk displacement with reduction) and with possible associated muscle components. The sample consisted of 45 individuals of both genders, aged 18 to 28 years old, divided into two groups: TMD (n=30) and Control (n=15). The tongue function was verified as to the tone, mobility, pressure and oral diadochokinesia. The chewing, swallowing and speech functions were evaluated starting from the clinical examination. Data referring to tone, mobility and orofacial functions were collected through the MBGR Protocol. The chewing function was also analyzed using the surface electromyography, and the electromyographic indices were obtained during unilateral chewing. The tongue pressure was measured using the Iowa Oral Performance Instrument (IOPI), during the trials of lifting, lateralization, protrusion, swallowing and fatigue test. The oral diadochokinesia (DDK) was analyzed using the Motor Speech Profile Advanced (MSP) program. In order to compare groups and analyze correlations, relevant statistical tests were applied with a significance level of p?0.05. When comparing the TMD and Control groups, no difference was found between them for tone, mobility and pressure of the tongue, as well as for the chewing, swallowing and speech functions and electromyographic indices. However, regarding the oral diadochokinesia, the TMD group presented lower velocity in emissions per second (p=0.019) and longer time between the vocalizations (p=0.024) in the emission [ta] compared with the Control group. Among the relations evidenced in the TMD group, a correlation was observed between tongue mobility and swallowing (r=0.741); tongue pressure in protrusion (r=-0.366) and in the saliva swallowing (r=-0.499) and swallowing; mean rate of DDC and swallowing...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto Jovem , Adulto , Deglutição/fisiologia , Língua/fisiopatologia , Mastigação/fisiologia , Sistema Estomatognático/fisiopatologia , Transtornos da Articulação Temporomandibular/fisiopatologia , Estudos de Casos e Controles , Eletromiografia , Fala/fisiologia , Valores de Referência , Estatísticas não Paramétricas
2.
In. Bastos, José de Roberto de Magalhães; Peres, Sílvia Helena de Carvalho Sales; Caldana, Magali de Lourdes. Educação em saúde com enfoque em odontologia e fonoaudiologia. São Paulo, Editora Santos, 2007. p.17-33.
Monografia em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-872028
3.
In. Bastos, José de Roberto de Magalhães; Peres, Sílvia Helena de Carvalho Sales; Caldana, Magali de Lourdes. Educação em saúde com enfoque em odontologia e fonoaudiologia. São Paulo, Editora Santos, 2007. p.43-56, ilus.
Monografia em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-872030
4.
In. Bastos, José de Roberto de Magalhães; Peres, Sílvia Helena de Carvalho Sales; Caldana, Magali de Lourdes. Educação em saúde com enfoque em odontologia e fonoaudiologia. São Paulo, Editora Santos, 2007. p.57-66, ilus.
Monografia em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-872031
5.
In. Bastos, José de Roberto de Magalhães; Peres, Sílvia Helena de Carvalho Sales; Caldana, Magali de Lourdes. Educação em saúde com enfoque em odontologia e fonoaudiologia. São Paulo, Editora Santos, 2007. p.67-78, ilus.
Monografia em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-872032
6.
Braz. j. oral sci ; 4(14): 801-805, july-sept. 2005. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-427768

RESUMO

This study aimed to evaluate the electromyographic activity of the orbicularis oris muscle in patients using clinically inadequate conventional dentures before and after the insertion of clinically acceptable new convencional denture. Six patients, using inadequatedentures, were asked to pronounce the syllables PAH, BAH, MAH, SAH, FAH, VAH, MEE and the word MISSISSIPI. During this activity, we analyzed the Electromyographic activity of the orbicularis oris muscle. This was done before and after changing the inadequate denture for a acceptable new denture. A K6-I EMG Light Channel SurfaceElectromyograph was used (Myo-tronics Co). Results were analyzed by repeated measures ANOVA, with 3 sources of variation (Syllables, Muscles, and Clinical Conditions). ANOVA revealed higher electromyographic readings in the mandibular fascicle of the orbicular oris muscle, as compared to those of the maxillary fascicle (F = 79.02;P<0.01). The comparison regarding clinical conditions indicated higher electromyographic values after insertion of acceptable new denture (F= 32.64; P<0.01). Clinical condition after the implantation of a new well-adapted complete denture revealed higher electromyographicactivity levels than those measured with the use of maladapted complete dentures


Assuntos
Prótese Total , Eletromiografia , Lábio , Músculos , Fala
7.
PCL, Rev. Íbero Am. Prótese Clín. Lab. ; 7(36): 195-202, abr.-jun. 2005. CD-ROM
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-853125

RESUMO

Comprometimentos nas funções de mastigação, deglutição e fala são frequentes quando os dentes naturais são perdidos, podendo provocar consequências negativas em outras funções orgânicas, bem como na interação social dos indivíduos. Visando a qualidade de vida população idosa, no presente artigo, o autores descrevem as possíveis desordens miofuncionais orais em indivíduos desdentados totais e as implicações destas para a adaptação de próteses totais. A terapia miofuncional oral é indicada para favorecer o equilíbrio das estruturas que compõem o sistema estomatognático


Assuntos
Prótese Total , Terapia Miofuncional , Sistema Estomatognático , Deglutição , Mastigação , Reabilitação Bucal , Fala
8.
J. appl. oral sci ; 11(3): 192-197, July-Sept. 2003. ilus
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-360396

RESUMO

O trabalho avaliou a efetividade do tratamento da disfunção velofaríngea com prótese de palato. A amostra consistiu em 48 pacientes, com idades variando entre 8 e 74 anos (X = 31,47 16,03), sendo 42 com insuficiência velofaríngea devido à fissura palatina congênita operada ou não, 2 com insuficiência velofaríngea devido à ressecção total ou parcial do palato (casos que tiveram câncer) e 4 com incompetência velofaríngea devido à paralisia total ou parcial do palato mole. Os resultados do questionário mostraram que: (1) a maioria dos pacientes preferiu se alimentar usando a prótese (81,2 por cento); (2) a maioria relatou melhora da fala com a prótese (85,4 por cento); (3) a prótese ficou estável para a maioria dos pacientes, tanto na alimentação (75 por cento), quanto na fala (91,7 por cento); (4) a maior parte dos pacientes (79,2 por cento) sentiram-se confortável em usar a prótese; (5) a estética com a prótese foi satisfatória para a maioria dos pacientes (97,9 por cento); (6) a qualidade de vida da maioria dos pacientes (85,4 por cento), melhorou com o uso da prótese.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Insuficiência Velofaríngea/terapia , Obturadores Palatinos , Fala
9.
J. appl. oral sci ; 11(3): 216-222, July-Sept. 2003. ilus, tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-360400

RESUMO

O objetivo deste estudo foi avaliar a distância interoclusal durante a pronúncia dos fonemas /m/ e /s/ da Língua Portuguesa em pacientes parcialmente desdentados antes e após a instalação de novas próteses parciais inferiores e totais superiores. Os voluntários foram divididos em dois grupos: Grupo Experimental: composto por 9 pacientes totalmente desdentados na arcada dentária superior, e classificados como classe I de Kennedy na arcada dentária inferior; e Grupo Controle, composto por 9 pacientes totalmente dentados. Os voluntários do primeiro grupo tiveram suas próteses antigas substituídas e a dimensão vertical de oclusão (DVO) corrigida. O método eletromagnético do traçado dos movimentos mandibulares foi utilizado para mensurar a distância interoclusal (mm) durante a pronúncia dos referidos fonemas. A comparação dos resultados entre os grupos (teste "t") demonstrou diferença significante (p<0,05) para o fonema /m/ em todos os períodos de tempo avaliados: antes da instalação das próteses - T0 (3,38±1,23), imediatamente -T1 (2,15±1,06), seis horas - T2 (3,41±1,33), 24 horas - T3 (2,92±0,92), dois dias - T4 (4,80±1,93), uma semana - T5 (3,87±1,43), duas semanas - T6 (3,03±0,96), um mês - T7 (3,03±0,96), dois meses - T8 (4,47±1,45) e três meses - T9 (4,33±2,56), exceto para o tempo de seis meses - T10, após a instalação das próteses. Para o fonema /s/, os resultados indicaram diferenças estatísticas (p<0,05) entre os grupos em T1 (2,89±1,33), T2 (3,37±1,22), T3 (3,19±1,06), T4 (3,86±1,21), T5 (3,83±1,32), T6 (3,27±1,10), T7 (3,37±0,99) e T10 (3,84±1,39) após a reabilitação oral. O teste "t-pareado", utilizado para a comparação das médias entre antes e após a inserção das próteses, indicou diferenças significantes (p<0,05) para o fonema /m/ somente em T1, e para o fonema /s/ em T1, T2, T3, T6, T7 e T10. Pode-se concluir que a instalação de novas próteses, corrigindo a DVO, altera a distância interoclusal, e que para o fonema /m/ esta distância pode ser recuperada após 6 meses de uso das próteses.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Prótese Parcial Removível , Dimensão Vertical , Fonética , Fala
12.
Rev. dent. press ortodon. ortop. maxilar ; 5(6): 95-100, nov.-dez. 2000. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-298114

RESUMO

Este estudo de caso único tem por objetivo verificar a eficiência do tratamento multidisciplinar em um paciente portador de disfonia orgânico-funcional e disturbio craniomandibular, tendo como enfoque, além da correçäo de padröes corporais, fonatórios e articulatórios inadequados, a busca de uma profundidade maior em sua interferência, transformado a estrutura e a dinâmica desses padröes. Para tanto, objetivou-se um planejamento dentro de uma abordagem global e um trabalho com a odontologia, onde a gratificaçäo do fonoaudiólogo está em perceber seu paciente envolvido no processo de conhecer e desenvolver a voz e a fala, ao invés de apenas se livrar dos sintomas


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Estimulação Elétrica Nervosa Transcutânea , Fala , Voz , Distúrbios da Voz
13.
Rev. dent. press ortodon. ortop. maxilar ; 5(2): 76-81, mar.-abr. 2000. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-298087

RESUMO

A respiracäo nasal é uma funçäo fundamental para o crescimento do complexo crânio-facial. Atualmente muitos pacientes apresentam um quadro de respiraçäo bucal associado a problemas ortodônticos. Para um melhor resultado, seu tratamento pode necessitar de uma abordagem interdisciplinar incluindo o tratamento fonoaudiológico. Abordamos neste artigo o processo de trabalho fonoaudiológico, desde as questöes de anamnese até o tratamento. Respeitando-se as limitaçöes de cada paciente, a terapêutica fonoaudiológica compreende várias etapas e näo apenas a execuçäo de exercícios musculares


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Anamnese , Respiração Bucal , Ortodontia , Fala
14.
Rev. dent. press ortodon. ortop. maxilar ; 5(1): 51-9, jan.-fev. 2000. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-271381

RESUMO

Com o intuito de verificar a possibilidade de interferência das disfunçöes da ATM na articulaçäo da fala e suas consequências, foi analisada a produçäo de fala de 51 pacientes com diagnóstico de disfunçöes da articulaçäo temporomandibular (ATM), antes do início do tratamento odontológico e/ou fonoaudiológico. Algumas modificaçöes na articulaçäo da fala foram encontradas. A principal delas foi a presença de reduçäo da amplitude do movimento mandibular, podendo levar a aumento da atividade da musculatura per-oral compensatoriamente. É também frequente a presença de desvios do percurso mandibular em lateralidade durante a fala destes pacientes. A direçäo destes desvios relaciona-se diretamente com o lado preferência mastigatória. A qualidade vocal caracteriza-se principalmente por voz monótona, seguida por voz hipernasal, voz rouca, áspera e soprosa. A reduçäo da amplitude dos movimentos mandibulares e as alteraçöes da qualidade vocal prejudicam a inteligibilidade de fala. As disfunçöes da ATM parecem propiciar modificaçöes da articulaçäo da fala como mecanismos adaptativos protetores, provalvemente desencadeados pela presença de dor, constatada na quase totalidade dos pacientes


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Mastigação , Fala , Articulação Temporomandibular
15.
In. Parise Junior, Orlando. Câncer de boca: aspectos básicos e terapêuticos. Säo Paulo, Sarvier, 2000. p.245-52. (BR).
Monografia em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-298373
16.
Rev. dent. press ortodon. ortop. maxilar ; 4(5): 55-60, set.-out. 1999. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-271366

RESUMO

Investigou-se o padráo de deglutiçäo e articulaçäo da fala quanto à presença de distorçäo fonêmica em 51 pacientes com diagnóstico de disfunçöes da articulaçäo temporomandibular (ATM), antes do início do tratamento odontológico e/ou fonoaudiológico, com o intuito de verificar possíveis relaçöes entre tais variáveis. Os resultados mostram predomínio de deglutiçäo normal na maioria dos pacientes analisados. Observou-se a presença de deglutiçäo atípica em 19,6 por cento por casos. As distorçöes fonêmicas foram constatadas também em número reduzido e estäo diretamente relacionadas à presença de deglutiçäo atípica, estes dados parecem estar associados às alteraçöes de tonicidade e volume lingual também encontradas nestes pacientes. Näo foram observadas trocas ou omissöes fonêmicas nos pacientes com disfunçöes da ATM


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Deglutição , Fala , Articulação Temporomandibular
18.
In. Guedes Pinto, Antonio Carlos. Odontopediatria. Säo Paulo, Santos, 3 ed; 1991. p.1033-59, ilus.
Monografia em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-871756
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA