Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 90
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
Braz. j. oral sci ; 18: e191635, jan.-dez. 2019. tab
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1095364

RESUMO

Aim: Cast post and core (CPC) is the main used post type; however, the biomechanical behavior of CPCs adhesively luted to the dentin is still unclear. Therefore, we aimed to evaluate the fracture resistance (FR) and fracture modes of teeth restored with CPCs luted with zinc-phosphate (ZP) or resin-based self-adhesive (SA) cements, as well as the influence of the coronal remnant. Methods: For that, 24 human premolars were divided into four groups according to the cement (ZP or SA) and coronal remnant (with or without 2mm). FR was tested in a universal machine and data analyzed by two-way ANOVA and Tukey HSD (α=.05). Fracture modes were classified according to the degree of dental destruction. Results: The results showed that there was no difference in FR (p=.352); however, teeth without ferrule presented more irreparable fractures, specially in the ZP group. Conclusion: All in all, self-adhesion of CPCs does not enhance fracture resistance, however it reduces the number of irreparable fractures, compared to ZP cement


Assuntos
Adesividade , Técnica para Retentor Intrarradicular , Cimentos de Resina , Fraturas por Compressão
2.
Journal of Oral Investigations ; 7(2): 33-45, jul.-dez. 2018. graf, tab, ilus
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-915365

RESUMO

Objetivo: O objetivo deste estudo experimental é avaliar o efeito da radiação com raios X de alta energia na resistência de união entre dentina humana e resina composta. Métodos: Trinta terceiros molares humanos hígidos foram seccionados, produzindo superfícies oclusais planas de dentina, e distribuídos aleatoriamente em dois grupos (n=15): um não irradiado e restaurado com Resina Composta Filtek Z-250, 3M-ESPE® (G1, n=15 ­ grupo controle), outro irradiado e restaurado com Resina Composta Filtek Z-250, 3M-ESPE® (G2, n=15). O protocolo de radiação utilizado foi de 70 Gy no total. As amostras foram cortadas em palitos (área média de 1 mm2) e submetidas ao teste de microtração. Os dados foram comparados por meio do teste t-student (p <0,05). O padrão de fratura foi examinado em microscopia óptica e submetido ao teste exato de Fischer (p <0,05). Resultados: não houve diferença significativa entre o grupo de dentes não irradiados e irradiados (p=0,738). O grupo controle e o grupo irradiado apresentaram predominância no padrão de fratura de falhas coesivas em resina e/ou mistas e falhas adesivas foram verificadas somente no grupo dos dentes irradiados. Conclusões: A radiação não interfere significativamente na resistência de união da dentina humana restaurada com resina composta e que não houve influência significativa entre os grupos estudados em relação ao padrão de fratura(AU)


Objective: The aim of this experimental study is to evaluate the effect of high-energy x-rays radiation on the bond strength between human dentin and composite resin. Methods: Thirty healthy human third molars were sectioned, producing plane occlusal surface of dentine, and they were randomly distributed in two groups (n=15): one non-irradiated and restored with Composite Resin Filtek Z-250, 3M-ESPE® (G1, n=15 ­ control group), another was irradiated and was restored with Filtek Z-250, 3M-ESPE® (G1, n=15). The radiation protocol used was 70 Gy in total. The samples were cut in sticks (average area of 1 mm2) and were submitted to microtensile test. Data were compared using the t-student (p<0.05) test. The fracture pattern was examined in optical microscopy and was submitted to Fisher's exact test (p<0.05). Results: there was no significant difference between the group of non-irradiated and irradiated teeth (p=0.738). The control group and the irradiated group showed predominance in the fracture pattern of cohesive resin faults and/or mixed and adhesive failures were verified only in the group of irradiated teeth. Conclusions: The radiation does not significantly interfere in bond strength of human dentin restored with composite resin and there was no significant influence between the studied groups in relation of the fracture pattern(AU)


Assuntos
Adesividade , Resinas Compostas , Dentina , Neoplasias de Cabeça e Pescoço/radioterapia , Restauração Dentária Permanente , Radiação Ionizante
3.
Journal of Oral Investigations ; 7(2): 58-68, jul.-dez. 2018. tab
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-915378

RESUMO

Objetivos: O objetivo desse estudo foi avaliar a resistência à compressão, tração diametral e flexão de dois cimentos resinosos de presa dual. Métodos: foi utilizado o cimento autoadesivo RelyX U200 (3M ESPE) e o cimento convencional Variolink II (Ivoclar Vivadent). Foram confeccionados corpos de prova cilíndricos com 4mm de diâmetro x 6mm de altura para o teste de compressão, 6mm de diâmetro x 2mm de altura para o teste de tração diametral (ISO 9917-1:2007) e em forma de barra com 25mm de comprimento x 2mm de altura e largura para o teste de flexão três pontos (ISO 4049:2009). As amostras foram armazenadas por 24h (n = 10) e 45 dias (n = 10) em água destilada a 37ºC. Os testes foram realizados em uma máquina universal de ensaios EMIC (DL 2000) com uma célula de carga de 2000 Kgf para o teste de compressão e 200 Kgf para os testes de tração diametral e flexão, à uma velocidade de 0,5 mm/min. Os dados foram submetidos à análise de variância dois critérios (ANOVA) e as médias comparadas pelo teste de Tukey (5%). Resultados: os resultados mostraram valores estatisticamente similares para todas as propriedades mecânicas avaliadas entre todos os cimentos e tempos de armazenamento estudados. Conclusões: A composição química dos cimentos resinosos e o armazenamento em água por 45 dias não foram suficientes para ocasionar alterações nas propriedades mecânicas avaliadas nesse estudo(AU)


Objectives: the aim of this study was to evaluate the compressive, diametral tensile and flexural strength of two dual resin cements. Materials and methods: RelyX U200 self-adhesive cement (3M ESPE) and the conventional Variolink II cement (Ivoclar Vivadent) were used. The test consisted in the preparation of cylindrical specimens measuring 4mm diameter x 6mm height for compression test, 6mm diameter x 2mm height for diametral tensile test (ISO 9917-1: 2007) and in shape of bar with 25mm length x 2mm height and width for three-point bending test (ISO 4049: 2009). The samples were stored for 24 h (n = 10) and 45 days (n = 10) in distilled water at 37°C. The tests were performed in a universal EMIC testing machine (DL 2000) with a load of 2000 Kgf for compressive test and 200 Kgf for diametral tensile and flexural strength tests at a crosshead speed of 0.5 mm/min. The data were submitted to analysis of variance (two-way ANOVA), and the means were compared by the Tukey test (5%). Results: the results showed statistically similar values of all the mechanical properties evaluated between all the resin cements and storage times. Conclusions: The chemical composition of the resin cements and storage in water for 45 days were not enough to cause changes in the mechanical properties evaluated in this study(AU)


Assuntos
Cimentos de Resina , Adesividade , Força Compressiva , Resistência à Tração
4.
Full dent. sci ; 9(34): 92-99, 2018. ilus, tab, graf
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-988236

RESUMO

A restauração de dentes por sistemas adesivos é rotina em odontologia. O tratamento do esmalte inicia-se pela profilaxia e asperização dos prismas. A manobra é feita com brocas adaptadas à canetas de alta ou baixa rotação as quais devem ser lubrificadas frequentemente. Diversos fatores podem provocar falhas nas restaurações, entre eles a contaminação por oleosidade. A proposta do trabalho foi verificar a influência da lubrificação das pontas de alta rotação na adesão de resinas compostas ao esmalte. Foram confeccionados 30 corpos de provas, constituídos de cilindros de PVC, nos quais se incluiu fragmento da superfície vestibular de dente bovino em resina acrílica autopolimerizável, de maneira paralela ao solo, com área suficiente para a colagem de braquete de 9 mm2. A amostra foi dividida em três grupos de 10. No primeiro (A), cada braquete foi colado de maneira convencional com uma asperização prévia do esmalte realizada com caneta sem lubrificação. No segundo (B), foi realizada asperização com caneta lubrificada e pré-acionada por 30 segundos. E no terceiro (C), a asperização foi feita imediatamente após a lubrificação. Cada braquete foi submetido ao teste de tração. Todas as falhas foram coesivas, apresentando valores médios de 73,18N para o grupo A, 75,90N para o B e 91,45N para o C. O tratamento estatístico não mostrou diferença significativa entre os grupos. De acordo com o método instituído não houve influência da lubrificação das pontas de alta rotação na adesão de resinas compostas ao esmalte (AU).


The use of adhesive systems is a routine procedure in restorative dentistry. Enamel treatment starts with prophylaxis and abrasion of enamel prisms. This is performed using drills adapted to high or slow speed handpieces which must be frequently lubricated. Many factors may produce failure in tooth restoration, among them is the contamination by oil. The purpose of this study was to assess the influence of high speed handpiece lubrication in bond strength of composite resin to enamel. Thirty specimen were made constituted of PVC cylinders, in which were included fragments of the vestibular surface of the bovine tooth in self-polymerized acrylic resin parallel to the floor with sufficient area for bonding the 9 mm2 bracket. The samples were divided randomly into three groups of 10. In the first group (A), the bracket was bonded using the conventional way and enamel abrasion was previously performed with an unlubricated handpiece. In the second one (B), abrasion was performed with a lubricated handpiece which was run on air for 30 seconds and in the third group (C), abrasion was made immediately after lubrication. A tensile test was carried out for each bracket. All failures were cohesive with mean values of 73,18N (group A), 75,90N (group B) and 91,45N (group C). Statistical tests detected no significant differences between the groups. According to the established method, there was no influence of high speed handpiece lubrication on bond strength of composite resin to enamel (AU).


Assuntos
Animais , Bovinos , Adesividade , Resinas Compostas , Esmalte Dentário , Lubrificantes , Análise de Variância
5.
São José dos Campos; s.n; 2017. 76 p. il., tab., graf..
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-906707

RESUMO

O objetivo desse estudo in vitro foi avaliar a resistência adesiva, rugosidade superficial, ângulo de contato e o espectro infravermelho da zircônia, após diferentes tratamentos de superfície. Para isso, blocos (n=9) de zircônia Y-TZP (e.max ZirCad - Ivoclar, Schann, Liechtenstein) foram seccionados em 39 fatias (12 x 11x 3 mm) divididas em grupos de acordo com cada teste. Para resistência adesiva, 20 fatias foram divididos em: 2 grupos controle; JAT, jateamento com óxido de alumínio e sílica + primer (Monobond Plus - Ivoclar, Schann, Liechtenstein); HFP, condicionamento com ácido fluorídrico 10% + primer, e 3 experimentais: PL, plasma (Plasma Não Térmico de Superfície - modelo SAP); PLP, plasma + primer; HFPLP, ácido fluorídrico + plasma + primer. Cada fatia de zircônia foi cimentada (Multilink N - Ivoclair, Schann, Liechtenstein) a um bloco pré-polimerizado de resina composta. Após a cimentação os espécimes foram seccionados, e 48 palitos com área adesiva de 1 mm2 foram obtidos em cada grupo para o ensaio de microtração (µTBS). Quatro outras fatias foram submetidas à análise de rugosidade superficial e 12 fatias submetidas à análise do ângulo de contato, após os seguintes tratamentos de superfície: sem tratamento (AV), aplicação de ácido fluorídrico a 10% (AHF), aplicação de plasma (AP) e jateamento (AJ), sendo que para o ângulo de contato foram feitas medições imediatamente após o tratamento, após 12 e 24 horas. Os resultados foram submetidos à análise estatística Anova e teste de Tukey a 5% (p< 0,05). Os espectros das ligações químicas da superfície da zircônia foram determinados em 3 outras amostras após as seguintes condições: sem tratamento (AV), jateamento (JAT) e aplicação de ácido fluorídrico 10% seguido da aplicação do plasma (AHFP). Em termos de adesão, não houve diferença estatística significante entre os grupos JAT e HFPLP, porém esses 2 foram estatisticamente superiores ao grupos HFP, PL e PLP. O jateamento demonstrou aumentar significantemente a rugosidade superficial em relação aos demais grupos. O plasma demonstrou diminuir o ângulo de contato da superfície da zircônia imediatamente e ao longo de 48 horas(AU)


The purpose of this in vito study was to evaluate zirconia bond strength, surface roughness, contact angle and to mesure infrared spectrum after different surface treatments. Y-TZP zirconium (e.max ZirCAD - Ivoclair, Schann, Liechtenstein) blocks (n=9) were sliced into 36 discs (12 x 11 x 3 mm) and divided (n=4) into surface treatment groups as following: two control groups: JAT, airborneparticle abrasion and HFP, 10% hydrofluoric acid etching + primer (Monobond Plus - Ivoclair, Schann, Liechtenstein)application ,and three experimental groups: PL, non-thermal plasma (Surface Non-Thermal Plasma SAP model) application; PLP non-thermal plasma + primer application, and HFPLP, 10% hydrofluoric acid etching + non-thermal plasma + primer application. Each zirconia disk was cemented (Multilink N - Ivoclair, Schann, Liechtenstein) to a pre-polymerized resin block (Filtek Z350 - 3M, St Paul, MN, USA). After cementation the specimens were sectioned and 48 sticks with adhesive area of 1 mm2 obtained from each group for micro-tensile testing (µTBS). Four discs were submitted to surface roughness analysis and 12 discs to contact angle analysis, after the following surface treatments: no treatment (AV), 10% hydrofluoric acid etching (AHF), non-thermal plasma application (AP); and airborne- particle abrasion (AJ). The results were submitted to ANOVA and Tukey's test (p < 0.05). Zirconia surface chemical bonds spectrum was determined in infrared spectroscopy for three specimens after the conditions: no treatment; airborne- particle abrasion and hydrofluoric acid etching + non-thermal plasma application. The results showed no statistically significant differences between the groups JAT and HFPLP, but these two groups were statistically superior to HFP, PL and PLP. Airborne- particle abrasion resulted in a significant increase of surface roughness compared to the other groups. Non-thermal plasma was shown to decrease the contact angle of the surface, within 48 hours(AU)


Assuntos
Humanos , Adesividade , Espectrofotometria Infravermelho/estatística & dados numéricos , Resistência à Tração
6.
São José dos Campos; s.n; 2014. 88 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-867566

RESUMO

O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito de diferentes tratamentos de superfície na resistência de união entre a cerâmica de di-silicato de lítio IPSe.max Press (Ivoclar Vivadent, Liechtenstein) e o cimento resinoso Variolink II (Ivoclar Vivadent, Liechtenstein) quando submetidos a teste de tração. Para isso 330 bases tronco-cônicas de cerâmica de di-silicato de lítio foram aleatoriamente divididas em 11 grupos de acordo com o tratamento a ser realizado: C - grupo controle; J - Jateamento com óxido de alumínio (50 μm); JAr - Jateamento com óxido de alumínio (30 μm) e secagem do silano com ar quente; GEr -Revestimento da superfície com grafite e tratamento com laser Er:YAG(200 mJ de intensidade de energia e 10 Hz defrequência); GErAr – Revestimento da superfície com grafite, tratamento com laser Er:YAG (200 mJ de intensidade de energia e 10 Hz de frequência) e secagem do silano com ar quente; Er - Tratamento com laser Er:YAG (200 mJ de intensidade de energia e 10 Hz de freqüência); ErAr -Tratamento com laser Er:YAG (200 mJ de intensidade de energia e 10 Hzde frequência) e secagem do silano com ar quente; GNd – revestimento da superfície com grafite e tratamento com laser Nd:YAG (120 mJ de intensidade de energia e 15 Hz de frequência); GNdAr – Revestimento da superfície com grafite, tratamento com laser Nd:YAG (120 mJ de intensidade de energia e 15 Hz de frequência) e secagem do silano com arquente; Nd – Tratamento com laser Nd:YAG (120 mJ de intensidade de energia e 15 Hz de frequência); NdAr – Tratamento com laser Nd:YAG (120mJ de intensidade de energia e 15 Hz de frequência) e secagem do silano com ar quente. O cimento resinoso que uniu os espécimes foi fotoativado por 40 segundos utilizando o aparelho LED (Radii cal-SDI). Então, foi realizada a ciclagem termomecânica com carga de 60N, 1.000 ciclos termicos e 24000 mecânicos e o ensaio mecânico de tração na máquina de ensaios universal EMIC. Os dados obtidos foram submetidos aos ...


The aim of this study was to evaluate the bond strength afforded by different surface treatments on IPS e.max Press ceramic united to Variolink II (both Ivoclar-Vivadent, Liechtenstein), when subjected to tensile test. 330 ceramic bases were divided into 11 groups in accordance with the surface treatment performed: C - control group J - aluminum oxide sandblast, JAr aluminum oxide sandblast and silane hot air dry, GEr - surface coating withgraphite and treatment with Er: YAG laser (200 mJ of energy intensity and frequency 10 Hz), GErAr - surface coating with graphite, treatment with Er:YAG laser (200 mJ of energy intensity and 10 Hz frequency) and silane hotair dry; Er - treatment with Er: YAG laser (200 mJ of energy intensity and frequency 10 Hz) ErAr - treatment with Er: YAG laser (200 mJ intensity energy and 10 Hz frequency) and silane hot air dry; GNd - coating the surface with graphite and treatment with Nd: YAG laser (120 mJ of energy and intensity of frequency 15 Hz); GNdAr - coating the surface with graphite, treatment with Nd: YAG laser (120 mJ of energy intensity and 15 Hz frequency) and silane hot air dry; Nd - treatment with Nd: YAG laser (120mJ of energy intensity and frequency 15 Hz); NdAr - treatment with Nd: YAGlaser (120 mJ of energy and intensity of frequency 15 Hz) and silane hot airdry. The resin cement that unite the specimens was cured for 40 second susing the LED cure equipment (Radii-cal SDI). Then they were termomechanical cycled (60N, 1,000 thermical cycles and 24000 mechanical) and were submitted to the tensile test in a universal testing machine EMIC-2000. Data were tested for Dunnet ( α = 5 % ) and 3 ANOVAWay . The Er group showed higher tensile strength greater than the controlgroup and the other groups, while the NdG group presented results of bond strength lower than the control group and the other surface treatments. The other groups did not differ statistically from the control group. It was..


Assuntos
Adesividade , Cimentação , Cerâmica
7.
Prosthes. Lab. Sci. ; 3(10): 93-101, jan.-mar. 2014. ilus
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-853805

RESUMO

A etapa de cimentação é de fundamental importância para o tratamento restaurador usando laminados cerâmicos. É nessa etapa que normalmente são verificados os erros e acertos nas etapas anteriores de planejamento, preparo e moldagem dos laminados. É fundamental que o dentista conheça essa etapa, desde o tratamento da superfície interna da restauração cerâmica até o preparo do substrato dental para a técnica adesiva. Dessa forma, o objetivo desse artigo é mostrar de forma segura a cimentação de laminados cerâmicos reforçados por dissilicato de lítio, o que garante um resultado final satisfatório do tratamento conservador estético


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adesividade , Cimentação , Cerâmica , Resinas Compostas , Cimentos Dentários , Materiais Dentários , Facetas Dentárias , Adesivos Dentinários , Cimentos de Resina
8.
Braz. dent. sci ; 16(1): 53-58, 2013. tab
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-698278

RESUMO

Objective: Assessment of the influence of the ultrasound and irrigant solutions on the bond strength (BS) of glass fiber posts. Material and Methods: Sixty-six roots of bovine teeth standardized at 16 mm were used. The roots were submitted to a biomechanical preparation up to size #80 Kerr file, with irrigation of 5 ml of saline solution at every file change and then filled. The canals underwent partial desobturation and were divided into 6 groups according to the irrigant solution and the use of ultrasound prior to the post cementation: S – saline solution; C – 2% chlorhexidine solution; H –2.5% sodium hypochlorite solution; US – saline solution + ultrasound; UC – 2% chlorhexidine solution + ultrasound; UH – 2.5% sodium hypochlorite solution + ultrasound. After the cementation of the posts, the specimens were cut into 3 slices of 2 mm of thickness, perpendicular to its long axis. The samples were submitted to push-out test with crosshead speed of 1 mm/min and load of 50kgf. The data obtained were submitted to ANOVA and Tukey test (level of significance of 5%). Results: Groups C 7.77(±1.8)a, UC 7.82(±1.6)a, S 7.33(±2.2)a, US 6.16(±2.3)a, H 5.43(±1.3)b, UH 5.01(±2.3)b values in Mpa. Only the irrigant solutions showed statistically significant differences (<0.05). Tukey test revealed smaller bond strength for the specimens treated with Sodium Hypochlorite (b). Conclusions: The ultrasound treatment did not show significant difference compared with the other groups; therefore, its use can be indicated prior to the cementation of glass fiber posts without damage to the bond strength. The sodium hypochlorite solution showed the smallest BS values compared with the other groups


Objetivo: Avaliação da influência do ultrassom e de soluções irrigadoras sobre a resistência de união (RU) de pinos de fibra de vidro. Material e Métodos: Utilizou-se 66 raízes de dentes bovinos, padronizadas em 16 mm. As raízes foram submetidas a preparo biomecânico até Lima Kerr #80, com irrigação de 5ml de solução salina fisiológica a cada troca de lima, e foi realizada a obturação. Os espécimes foram parcialmente desobturados e divididos em 6 grupos de acordo com a solução irrigadora e a utilização de ultrassom antes da cimentação do pino: S – solução salina; C – solução de clorexidina 2%; H – solução de hipoclorito de sódio 2,5%; US – solução salina + ultrassom; UC – solução de clorexidina 2% + ultrassom; UH – solução de hipoclorito de sódio 2,5% + ultrassom. Após a cimentação dos pinos, os espécimes foram seccionados em 3 fatias de 2 mm de espessura, perpendiculares ao seu longo eixo. Os corpos de prova foram submetidos ao teste de push-out com velocidade 1 mm/min e carga de 50 kgf. Os dados obtidos foram submetidos aos testes de ANOVA e Tukey (nível de significância 5%). Resultados: Grupos C 7,77(±1,8)a, UC 7,82(±1,6)a, S 7,33(±2,2)a, US 6,16(±2,3)a, H 5,43(±1,3)b, UH 5,01(±2,3)b valores em Mpa. Apenas as soluções irrigadoras apresentaram diferença estatística relevante (<0,05). Ao teste de Tukey, percebeu-se uma resistência menor aos espécimes tratados com Hipoclorito de Sódio (b). Conclusões: O tratamento com ultrassom não demonstrou diferença significante em relação aos demais grupos, portanto pode ser indicado antes da cimentação de pinos de fibra de vidro sem prejuízo na resistência de união. A solução de hipoclorito de sódio apresentou os menores valores de RU comparados aos demais grupos.


Assuntos
Animais , Bovinos , Clorexidina , Hipoclorito de Sódio , Ultrassom , Adesividade
9.
Rio de Janeiro; s.n; 2013. 75 p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-867230

RESUMO

O objetivo deste estudo foi avaliar a resistência de união a microtração de cimentos resinosos autoadesivos a cerâmicas de zircônia policristalina. Dezoito blocos cerâmicos de zircônia 3Y-TZP (9 LAVA™ e 9 LAVA™ Plus) foram jateados com partículas de 50 µm de Al2O3por 20 s com pressão de 28 psi a uma distância de 10 mm. Os blocos cerâmicos foram duplicados em resina composta (Point 4, Kerr) por moldagem com silicone. Os blocos de resina composta foram cimentados à superfície jateada da zircônia usando três diferentes cimentos resinosos autoadesivos: (1) RelyX Unicem 2 (3M ESPE); (2) SmartCem 2 (Dentsply); (3) Speedcem (Ivoclar Vivadent). Após 24 h imersos em água destilada a 37oC, os blocos cimentados foram cortados em palitos para testes de microtração,com área da interface adesiva de 1 mm2 ± 0,2 mm, e tensionados até a fratura. Os resultados foram analisados pelo teste de análise de variância de dois fatores e pelo teste de comparações múltiplas LSD (α=0.05). As amostras fraturadas foram analisadas com microscopia eletrônica de varredura (MEV) e o modo de falha foi registrado. A topografia das superfícies cerâmicas antes e após o jateamento foi comparada por microscopia de força atômica (AFM). A resistência de união do cimento Speedcem à zircônia foi estatisticamente superior àquela reportada pelos cimentos RelyX Unicem 2 e SmartCem 2, independentemente da cerâmica usada (p<0,05). O fator cerâmica não teve influência estatística na resistência de união. A interação entre os dois fatores se mostrou significativa (p<0,05). O modo de fratura associado ao SmartCem 2 foi quase exclusivamente adesiva, enquanto oRelyX Unicem 2e o Speedcem exibiram um maior percentual de falhas mistas. Não foram observadas falhas coesivas. O AFM não revelou diferença no padrão de topografia de superfície entre as duas cerâmicas antes ou após o jateamento. Concluiu-se que o cimento Speedcem foi superior na adesão a cerâmicas de zircônia policristalina.


The aim of this study was to evaluate the microtensile bond strength of self-adhesive resin cements to polycrystalline zirconia. Eighteen 3Y-TZP ceramic blocks (9 LAVA™ and 9 LAVA™ Plus) were sandblasted with 50 µm Al2O3 powder for 20 s with a pressure of 28 psi at a working distance of 10 mm. The ceramic blocks were duplicated in composite resin (Point 4, Kerr) using a silicon mold. Composite blocks were bonded to sandblasted zirconia using different self-adhesive resin cements: (1) RelyX Unicem 2 (3M ESPE); (2) SmartCem 2 (Dentsply); (3) Speedcem (Ivoclar Vivadent). After 24 h immersed in distilled water at 37oC the bonded specimens were cut into microtensile bond sticks of 1 mm2 ± 0,2 mminterface areaand loaded in tension until failure. Data were analyzed by two-way ANOVA and LSDtest for multiple comparisons (α=0.05). The fractured surfaces were observed using a scanning electron microscope (SEM) and the failure mode was recorded. Surface topography of the sandblasted and the as sintered zirconia materials were analyzed under an atomic force microscope (AFM).Bond strength of Speedcem cement to zirconia was significantly higher than that of RelyX Unicem 2 and SmartCem 2, irrespective of the ceramic used (p<0,05). Bond strength was not significantly influenced by the ceramic factor. Interactions were significant (p<0,05). The mode of failure of SmartCem 2 was almost exclusively adhesive, while RelyX Unicem 2 and Speedcem exhibited a good percentage of mixed fractures. No cohesive fractures were observed. AFM did not reveal differences in the topography pattern of the two ceramics before or after sandblasting. It was concluded that Speedcem presented superior adhesion to polycrystalline zirconia ceramics.


Assuntos
Cerâmica , Dentística Operatória , Teste de Materiais , Cimentos de Resina , Zircônio , Adesividade , Análise de Variância , Brasil , Cimentação , Colagem Dentária , Microscopia de Força Atômica , Microscopia Eletrônica de Varredura , Propriedades de Superfície
10.
Prosthes. Lab. Sci. ; 2(8): 296-301, jul. - set. 2013. ilus
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-853794

RESUMO

Os diastemas nos dentes anteriores são vistos como um fator antiestético e a busca pelo belo tem se intensificado nos últimos anos. Com o desenvolvimento das porcelanas e dos sistemas adesivos, as facetas de porcelana têm apresentado ótimos resultados estéticos, biológicos e funcionais ao longo do tempo. Porém, o sucesso do tratamento depende do conhecimento das propriedades e limitações do material, bem como do domínio da técnica. O objetivo deste artigo é apresentar um caso clínico de fechamento de diastema utilizando facetas de porcelana


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto Jovem , Adesividade , Cerâmica , Porcelana Dentária , Adesivos Dentinários , Diastema , Diastema/terapia , Estética Dentária
11.
Londrina; s.n; 2012. 84 p. ilus.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-681494

RESUMO

O objetivo do presente estudo foi comparar in vitro, por meio do teste push-out, a resistência adesiva do cimento Portland Estrutural Branco (Votorantin Cimentos Rio Branco AS, Rio de Janeiro, RJ, Brasil) associado à diferentes radiopacificadores às paredes internas do canal radicular. Para esse estudo foram utilizadas 40 raízes de dentes unirradiculados humanos, que foram instrumentadas e depois incluídas em resina epóxica. Após a remoção dos 3 mm apical de cada raiz, foram obtidos 3 discos (corpos-de-prova) de 2 mm de espessura cada (porção apical, média e cervical). Em seguida, com uma ponta diamantada acoplada a um aparelho de ultrassom, foi confeccionada uma cavidade retrógrada. Os corpos-de-prova foram divididos aleatoriamente em 4 grupos experimentais: G1 (cimento de Portland, grupo controle, n=15), G2 (cimento de Portland + Iodofórmio, n=30), G3 (cimento de Portland + Óxido de bismuto, n=30) e G4 (cimento de Portland + Óxido de zircônio, n=30). Após o preenchimento dos corpos-de-prova com os respectivos materiais, cada disco de resina/dentina/material obturador foi posicionado numa máquina de ensaios mecânicos, para a realização do teste push-out. O teste de push out foi realizado a uma velocidade de 1 mm/min. Os resultados, submetidos a análise estatística pelo teste de Kruskal-Wallis para comparação global, não evidenciou diferença estatística significativa (p>0,05) entre os grupos. Para comparação dentro de cada grupo, o teste de Dunn não constatou diferença significante (p>0,05) entre as três porções do G1, G2 e G3. No G4 foi constatada diferença significante (p<0,05) entre as porções média e cervical. Nas demais comparações não foram encontradas diferenças significantes (p>0,05). Assim, pode-se concluir que a resistência adesiva do cimento de Portland não foi afetada significativamente pelos radiopacificadores.


Assuntos
Adesividade , Meios de Contraste , Cimentos Dentários , Endodontia , Teste de Materiais
12.
Rio de Janeiro; s.n; 2012. 105 p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-719727

RESUMO

Este estudo avaliou o efeito de diferentes métodos de silanização e aplicação do ácido hidrofluorídrico (HF) sobre a resistência à microtração de uma cerâmica de dissilicato de lítio a um cimento resinoso. Quarenta blocos de IPS e.max Press /Ivoclar Vivadent (5x5x6mm) foram cimentados a blocos de resina Z250/3M ESPE (5x5x6mm) usando o cimento resinoso RelyX ARC/3M ESPE de acordo com os seguintes métodos de tratamento superficial: G1: 20s de ácido fluorídrico (HF) + silano não hidrolisado Primer-Activactor/Dentsply (SNH) seco à temperatura ambiente; G2: 20s HF + silano pré-hidrolisado RelyX Ceramic-Primer/3M ESPE (SPH) seco à temperatura ambiente; G3: 10s HF + SNH seco com ar quente (50oC-2min); G4: 10sHF + SPH seco com ar quente (50oC-2min); G5: sem ácido, SNH seco com ar quente (50oC-2min); G6: sem ácido, SPH seco com ar quente (50oC-2min); G7: sem ácido, SNH seco à temperatura ambiente; G8: sem ácido, SPH seco à temperatura ambiente. Antes de cada método de silanização, os blocos cerâmicos receberam acabamento com lixas de carbeto de silício (220-600) e limpeza com ácido fosfórico 37% (1min). A cimentação foi realizada com carga vertical de 1kg por 10min. Os conjuntos de cerâmica/cimento/resina foram armazenados em água destilada (37ºC) por 24 horas e depois seccionados em máquina de corte Isomet 1000 a fim de obter palitos (n = 40) de ± 1mm2 de área da seção transversal, que foram submetidos ao teste de microtração em máquina de ensaio universal Emic (v = 0,5mm/min). O modo de fratura foi avaliado em microscópio eletrônico de varredura. A análise estatística foi realizada utilizando ANOVA / Dunnett (p-valor = 0,000). As médias MPa e desvio padrão foram: G1-21,5 (8,9) BC; G2-30,5 (7,2) A; G3-19.4 (9.1) BC; G4-24,0 (9,0) B; G5-8.1 (3.2) D; G6 -18,0 (6,2) C; G7-7.8 (2,6) D; G8-6.3 (2,5) D. Grupos 2, 3, 4 e 6 não tiveram falhas prematuras...


This study devaluated the effect of different types of silanization and hydrofluoric acid on the microtensile bond strength of a lithium dissilicate ceramic system. Forty IPS e.max Press /Ivoclar Vivadent blocks (5x5x6mm) were cemented to Z250/3M ESPE resin blocks (5x5x6mm) using RelyX ARC/3M ESPE resin-cement according to the following silanization methods: G1: 20s hydrofluoric acid (HF) + non-hydrolyzed silane Primer-Activactor/Dentsply (NHS) dried at room temperature; G2: 20sHF + pre-hydrolyzed silane RelyX Ceramic-Primer/3M ESPE (PHS) dried at room temperature; G3: 10sHF + NHS dried with hot air (50oC-2min); G4: 10sHF + PHS + hot air; G5: NHS + hot air; G6: PHS + hot air; G7: NHS dried at room temperature; G8: PHS dried at room temperature. Before each silanization method, all ceramic blocks were abraded with SiC grit papers (220-600) and cleaned with 37% phosphoric acid (1min). The cementation was made with vertical load of 01 kg for 10 min. After cementation procedure, all ceramic/ciment/resin blocks were stored in distilled water (37oC) for 24h before being cut to obtain stick-shapped specimens (n=45) of approximately 1mm2 cross-sectional area for microtensile test (v=0.5mm/min). Statistical analysis was performed using ANOVA/Dunnett (p-value = 0,000). The mean MPa(SD) values were: G1-21.5(8.9)BC; G2-30.5(7.2)A; G3-19.4(9.1)BC; G4-24.0(9.0)B; G5-8.1(3.2)D; G6-18.0(6.2)C; G7-7.8(2.6)D; G8-6.3(2.5)D. Groups 2, 3, 4 and 6 had no sticks premature fail against groups 1, 5, 7 and 8, that had 2.2, 44.4, 75.6 and 33.3% of sticks premature fails, respectively. As the correlation coefficient was statistically significant, -0.736 (p-value = 0.000), it could be argued that as the percentage of premature...


Assuntos
Ácido Fluorídrico/efeitos adversos , Cerâmica , Cimentos de Resina , Autocura de Resinas Dentárias , Silanos/química , Adesividade , Análise de Variância , Microscopia Eletrônica de Varredura , Propriedades de Superfície
13.
Rio de Janeiro; s.n; 2012. 54 p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-866133

RESUMO

O objetivo deste estudo foi realizar uma avaliação tridimensional da rugosidade superficial em 3 tipos de pinos de fibra - DT LightPost®, FRC Postec Plus® e Transluma Post™ - submetidos a diferentes tratamentos de superfície e avaliar os efeitos dos pré-tratamentos na resistência adesiva a um compósito de presa dual Biscore™. Os tratamentos de superfície foram: imersão em ácido hidrofluorídrico, jateamento com óxido de alumínio a 50µm, imersão em peróxido de hidrogênio, jateamento com óxido de alumínio a 50µm seguido de imersão em ácido hidrofluorídrico e jateamento com óxido de alumínio a 50µm seguido de imersão em peróxido de hidrogênio. No experimento 1, 75 pinos foram divididos em 3 grupos (n = 25), de acordo com seu fabricante e subdivididos em cinco subgrupos. A rugosidade superficial foi medida usando um rugosímetro tridimensional e analisada com o software de análise 3D. Os valores de rugosidade foram obtidos antes e após diferentes tratamentos de superfície na área dos mesmos corpos-de-prova. Para o experimento 2, foram utilizados os mesmos corpos-de-prova, os mesmos grupos e subgrupos do experimento 1, tendo sido adicionado o subgrupo de controle (n=90) e a resistência adesiva a um compósito presa dual Biscore™ foi mensurada através de um teste push-out. A resistência adesiva foi medida em uma máquina universal de ensaios, com uma célula de carga tipo SLBL-5kN em uma velocidade de 0,5 mm / min. Os resultados do experimento 1 foram analisados através de um teste estatístico t-Student. Jateamento e jateamento seguido de imersão em ácido hidrofluorídrico produziram um aumento estatisticamente significante na rugosidade, contudo somente o tratamento por jateamento proporcionou um aumento significativo nos valores de rugosidade. Os resultados do experimento 2 foram obtidos através de um um teste t-unilateral de hipótese com variância desconhecida. Concluiu-se que o jateamento com óxido de alumínio a 50μm em uma distância de 30 mm a 2,5 bar ...


The aim of this study was to perform a tridimensional surface roughness test evaluation of different surface treatments to 3 types of fiber posts - DT LightPost®, FRC Postec Plus® e Transluma Post™ - and evaluate the effects of the different pretreatments on the bond strength of a dual-cure resin core material Biscore™. The different surface treatments were: immersion in hydrofluoric acid, sandblasting abrasion with 50 µ alumina particles, immersion in hydrogen peroxide, sandblasting abrasion with 50 µ alumina particles followed by immersion in hydrofluoric acid and sandblasting abrasion with 50 µ alumina particles followed by immersion in hydrogen peroxide. In the first experiment seventy five fiber posts were divided into 3 groups (n = 25), according to their manufacturer and subdivided into 5 subgroups. Surface roughness was measured using a tridimensional surface roughness test and analyzed with 3D analysis software. Surface roughness was obtained before and after the different surface treatments at the same post area. In the second experiment the same samples divided in groups and subgroups were used, but a control group (no treatment) was added (n = 90) and the bond strength to a composite resin core material Biscore™ was measured using a push-out design. The interfacial push-out bond strength was measured in a universal testing machine, with a load cell type SLBL-5kN at a crosshead speed of 0.5 mm/min. Results in experiment 1 were statistically analyzed using Student´s t-Test. Sandblasting and sandblasting followed by immersion in hydrofluoric acid produced a significant increase in roughness, but the sandblasting treatment was able to provide a significant roughness increase. Results in experiment 2 were statistically analysed using one-sided t-Test of Hypothesis with unknown variance. It was concluded that sandblasting airborne-particle abrasion with alumina 50µ at a distance of 30 mm at 2.5 bars pressure for 5 seconds was ...


Assuntos
Resinas Compostas , Pinos Dentários , Adesividade , Óxido de Alumínio , Peróxido de Hidrogênio , Propriedades de Superfície , Autocura de Resinas Dentárias
14.
Araraquara; s.n; 2012. 75 p. ilus.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-866853

RESUMO

Este estudo foi dividido em dois capítulos, tendo como objetivo comparar, através do teste de push-out, a resistência de união do cimento MTA Fillapex (Angelus, Londrina, PR, BR), Sealapex (SybronEndo, Orange, CA, USA) e AH Plus (Dentsply De Trey Gmbh , Konstanz, GE) às paredes do canal radicular de dentes humanos extraídos, após o uso prévio de três tipos de medicação intracanal contendo hidróxido de cálcio: Calen (SS White, São Paulo, SP, BR), Pasta HPG (hidróxido de cálcio, paramonoclorofenol canforado e glicerina) e Ca(OH)2 + água (hidróxido de cálcio + água). Foram utilizados 60 dentes unirradiculares, que tiveram suas coroas seccionadas na junção amelocementária. As raízes foram incluídas em resina epóxi e cortadas transversalmente em fatias de 2 mm dos terços cervical, médio e apical das raízes. Em seguida, utilizando uma fresa tronco-cônica acoplada em micromotor, devidamente adaptado em um delineador, os canais foram preparados, padronizados e submetidos à irrigação com o EDTA a 17%. No primeiro estudo (Capítulo 1), os espécimes foram divididos em seis grupos: G1- MTA Fillapex; G2-Sealapex; G3-AH Plus, após o uso prévio das respectivas medicações com hidróxido de cálcio, por 21 dias. Após este período, os espécimes foram irrigados com NaOCl a 2,5% e EDTA a 17%, sendo então preenchidos com um dos cimentos em estudo, mantendo os corpos de prova por 7 dias, a 37˚C e 95% de umidade. Nos grupos 4, 5 e 6 foram utilizados os mesmos cimentos, sem uso da medicação intracanal, respectivamente. No segundo estudo (Capílulo 2), os espécimes foram distribuídos por grupos e os canais radiculares obturados com: G1- MTA Fillapex e G2-Sealapex. Cada grupo foi subdividido em três sub-grupos, em função da associação da medicação intracanal com hidróxido de cálcio previamente empregada: A - sem medicação; B - Ca(OH)2 + água destilada...


The aim of this study, divided in two chapters, was to evaluate and to compare the push-out bond strength of three root canal sealers to the root canal walls of human extracted teeth: MTA Fillapex (Angelus, Londrina, PR, BR), Sealapex (SybronEndo, Orange, CA, USA) and AH Plus (Dentsply De Trey Gmbh, Konstanz, GE), after the previous use with three calcium hydroxide compositions with intracanal medication: Calen (SS White, São Paulo, SP, BR), HPG paste (Calcium hydroxide, Paramonoclorofenol canforado and Glycerin) and Calcium hydroxide with water paste. Sixty unirradicular teeth were sectioned transversally below the cement-enamel junction. The roots were included in epoxy resin and cut transversally, obtained 2 mm-thick cross-section slices of cervical, middle and apical radicular thirds. In sequence, using a conic drill adjusted in a low electric piece adapted in a pararelometer , the canals were prepared, standardized and submitted to irrigation with EDTA to 17%. In the first study (Chapter 1), the specimens were divided into six groups: G1-MTA Fillapex; G2-Sealapex; G3-OH Plus, after the prior use of calcium hydroxide intracanal medication, by 21 days. After, were irrigated with the 2.5% NaOCl and then filled with one of the materials, stored at 37˚C, for 7 days and 95% of relative humidity. In groups 4, 5 and 6 were used the same cement, without intracanal medication, respectively. In the second study (Chapter 2), the specimens weredivided and the canals obturated with: G1- Fillapex MTA and G2-Sealapex. Each group was subdivided into three sub-groups, depending of the calcium hydroxide intracanal medication composition, previously used: A-without medication; B- distilled water and C- Glycerin/camphorate paramonochlorophenol . After 7 days, the specimens were submitted to the push-out test in mechanical testing machine. The data were analyzed with ANOVA and Tukey test (α = 5%)...


Assuntos
Humanos , Adesividade , Hidróxido de Cálcio , Endodontia , Resinas Epóxi , Dente
15.
Rio de Janeiro; s.n; 2012. 105 p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-866984

RESUMO

Este estudo avaliou o efeito de diferentes métodos de silanização e aplicação do ácido hidrofluorídrico (HF) sobre a resistência à microtração de uma cerâmica de dissilicato de lítio a um cimento resinoso. Quarenta blocos de IPS e.max Press /Ivoclar Vivadent (5x5x6mm) foram cimentados a blocos de resina Z250/3M ESPE (5x5x6mm) usando o cimento resinoso RelyX ARC/3M ESPE de acordo com os seguintes métodos de tratamento superficial: G1: 20s de ácido fluorídrico (HF) + silano não hidrolisado Primer-Activactor/Dentsply (SNH) seco à temperatura ambiente; G2: 20s HF + silano pré-hidrolisado RelyX Ceramic-Primer/3M ESPE (SPH) seco à temperatura ambiente; G3: 10s HF + SNH seco com ar quente (50oC-2min); G4: 10sHF + SPH seco com ar quente (50oC-2min); G5: sem ácido, SNH seco com ar quente (50oC-2min); G6: sem ácido, SPH seco com ar quente (50oC-2min); G7: sem ácido, SNH seco à temperatura ambiente; G8: sem ácido, SPH seco à temperatura ambiente. Antes de cada método de silanização, os blocos cerâmicos receberam acabamento com lixas de carbeto de silício (220-600) e limpeza com ácido fosfórico 37% (1min). A cimentação foi realizada com carga vertical de 1kg por 10min. Os conjuntos de cerâmica/cimento/resina foram armazenados em água destilada (37ºC) por 24 horas e depois seccionados em máquina de corte Isomet 1000 a fim de obter palitos (n = 40) de ± 1mm2 de área da seção transversal, que foram submetidos ao teste de microtração em máquina de ensaio universal Emic (v = 0,5mm/min). O modo de fratura foi avaliado em microscópio eletrônico de varredura. A análise estatística foi realizada utilizando ANOVA / Dunnett (p-valor = 0,000). As médias MPa e desvio padrão foram: G1-21,5 (8,9) BC; G2-30,5 (7,2) A; G3-19.4 (9.1) BC; G4-24,0 (9,0) B; G5-8.1 (3.2) D; G6 -18,0 (6,2) C; G7-7.8 (2,6) D; G8-6.3 (2,5) D. Grupos 2, 3, 4 e 6 não tiveram falhas prematuras...


This study devaluated the effect of different types of silanization and hydrofluoric acid on the microtensile bond strength of a lithium dissilicate ceramic system. Forty IPS e.max Press /Ivoclar Vivadent blocks (5x5x6mm) were cemented to Z250/3M ESPE resin blocks (5x5x6mm) using RelyX ARC/3M ESPE resin-cement according to the following silanization methods: G1: 20s hydrofluoric acid (HF) + non-hydrolyzed silane Primer-Activactor/Dentsply (NHS) dried at room temperature; G2: 20sHF + pre-hydrolyzed silane RelyX Ceramic-Primer/3M ESPE (PHS) dried at room temperature; G3: 10sHF + NHS dried with hot air (50oC-2min); G4: 10sHF + PHS + hot air; G5: NHS + hot air; G6: PHS + hot air; G7: NHS dried at room temperature; G8: PHS dried at room temperature. Before each silanization method, all ceramic blocks were abraded with SiC grit papers (220-600) and cleaned with 37% phosphoric acid (1min). The cementation was made with vertical load of 01 kg for 10 min. After cementation procedure, all ceramic/ciment/resin blocks were stored in distilled water (37oC) for 24h before being cut to obtain stick-shapped specimens (n=45) of approximately 1mm2 cross-sectional area for microtensile test (v=0.5mm/min). Statistical analysis was performed using ANOVA/Dunnett (p-value = 0,000). The mean MPa(SD) values were: G1-21.5(8.9)BC; G2-30.5(7.2)A; G3-19.4(9.1)BC; G4-24.0(9.0)B; G5-8.1(3.2)D; G6-18.0(6.2)C; G7-7.8(2.6)D; G8-6.3(2.5)D. Groups 2, 3, 4 and 6 had no sticks premature fail against groups 1, 5, 7 and 8, that had 2.2, 44.4, 75.6 and 33.3% of sticks premature fails, respectively. As the correlation coefficient was statistically significant, -0.736 (p-value = 0.000), it could be argued that as the percentage of premature...


Assuntos
Ácido Fluorídrico/efeitos adversos , Cerâmica , Cimentos de Resina , Autocura de Resinas Dentárias , Silanos/química , Adesividade , Análise de Variância , Microscopia Eletrônica de Varredura , Propriedades de Superfície
16.
Rio de Janeiro; s.n; 2012. 54 p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-673664

RESUMO

O objetivo deste estudo foi realizar uma avaliação tridimensional da rugosidade superficial em 3 tipos de pinos de fibra - DT LightPost®, FRC Postec Plus® e Transluma Post™ - submetidos a diferentes tratamentos de superfície e avaliar os efeitos dos pré-tratamentos na resistência adesiva a um compósito de presa dual Biscore™. Os tratamentos de superfície foram: imersão em ácido hidrofluorídrico, jateamento com óxido de alumínio a 50µm, imersão em peróxido de hidrogênio, jateamento com óxido de alumínio a 50µm seguido de imersão em ácido hidrofluorídrico e jateamento com óxido de alumínio a 50µm seguido de imersão em peróxido de hidrogênio. No experimento 1, 75 pinos foram divididos em 3 grupos (n = 25), de acordo com seu fabricante e subdivididos em cinco subgrupos. A rugosidade superficial foi medida usando um rugosímetro tridimensional e analisada com o software de análise 3D. Os valores de rugosidade foram obtidos antes e após diferentes tratamentos de superfície na área dos mesmos corpos-de-prova. Para o experimento 2, foram utilizados os mesmos corpos-de-prova, os mesmos grupos e subgrupos do experimento 1, tendo sido adicionado o subgrupo de controle (n=90) e a resistência adesiva a um compósito presa dual Biscore™ foi mensurada através de um teste push-out. A resistência adesiva foi medida em uma máquina universal de ensaios, com uma célula de carga tipo SLBL-5kN em uma velocidade de 0,5 mm / min. Os resultados do experimento 1 foram analisados através de um teste estatístico t-Student. Jateamento e jateamento seguido de imersão em ácido hidrofluorídrico produziram um aumento estatisticamente significante na rugosidade, contudo somente o tratamento por jateamento proporcionou um aumento significativo nos valores de rugosidade. Os resultados do experimento 2 foram obtidos através de um um teste t-unilateral de hipótese com variância desconhecida. Concluiu-se que o jateamento com óxido de alumínio a 50μm em uma distância de 30 mm a 2,5 bar ...


The aim of this study was to perform a tridimensional surface roughness test evaluation of different surface treatments to 3 types of fiber posts - DT LightPost®, FRC Postec Plus® e Transluma Post™ - and evaluate the effects of the different pretreatments on the bond strength of a dual-cure resin core material Biscore™. The different surface treatments were: immersion in hydrofluoric acid, sandblasting abrasion with 50 µ alumina particles, immersion in hydrogen peroxide, sandblasting abrasion with 50 µ alumina particles followed by immersion in hydrofluoric acid and sandblasting abrasion with 50 µ alumina particles followed by immersion in hydrogen peroxide. In the first experiment seventy five fiber posts were divided into 3 groups (n = 25), according to their manufacturer and subdivided into 5 subgroups. Surface roughness was measured using a tridimensional surface roughness test and analyzed with 3D analysis software. Surface roughness was obtained before and after the different surface treatments at the same post area. In the second experiment the same samples divided in groups and subgroups were used, but a control group (no treatment) was added (n = 90) and the bond strength to a composite resin core material Biscore™ was measured using a push-out design. The interfacial push-out bond strength was measured in a universal testing machine, with a load cell type SLBL-5kN at a crosshead speed of 0.5 mm/min. Results in experiment 1 were statistically analyzed using Student´s t-Test. Sandblasting and sandblasting followed by immersion in hydrofluoric acid produced a significant increase in roughness, but the sandblasting treatment was able to provide a significant roughness increase. Results in experiment 2 were statistically analysed using one-sided t-Test of Hypothesis with unknown variance. It was concluded that sandblasting airborne-particle abrasion with alumina 50µ at a distance of 30 mm at 2.5 bars pressure for 5 seconds was ...


Assuntos
Resinas Compostas , Pinos Dentários , Adesividade , Óxido de Alumínio , Peróxido de Hidrogênio , Propriedades de Superfície , Autocura de Resinas Dentárias
17.
RPG rev. pos-grad ; 17(3): 138-142, jul.-set. 2010. tab, graf
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-590696

RESUMO

O propósito desse estudo foi avaliar a correlação entre a resistência de união e a espessura de incrementos de resina composta, por meio de teste de microtração. Para tanto, foram utilizados 30 incisivos bovinos hígidos (n=10), que tiveram as faces vestibulares aplainadas em lixa de carbeto de silício de granulação decrescente. Foram seccionados em blocos de 10 mm x 8 mm na face aplainada. Esses espécimes foram incluídos em blocos de resina acrílica para realização do teste de microtração. Foi aplicado na superfície de esmalte o sistema adesivo do tipo condicione e lave e confeccionado um bloco de resina composta micro-híbrida, sendo que no primeiro grupo foram aplicados quatro incrementos de 1 mm polimerizados 40 s cada. No segundo grupo foram aplicados 2 incrementos de 2 mm polimerizados por 80 s cada. No terceiro grupo foi aplicado um único incremento de 3 mm sendo polimerizado por 160 s. Esse conjunto foi seccionado de modo a obter corpos-de-prova em forma de palito com área seccional de 1mm(2), que foram tracionados a velocidade de 0,5 mm/min. Os resultados foram analisados estatisticamente por ANOVA (p<0,05) e não mostraram diferença estatisticamente significante entre os grupos (p=0,9831 e ƒ=0,0180). Concluiu-se que a diferença de espessura de incremento da resina composta e a provável diferença no grau de conversão que a ocasiona não interferem na resistência adesiva ao esmalte em espessuras de 1, 2 e 3 mm, quando mantido o mesmo tempo total de fotoativação.


Assuntos
Animais , Bovinos , Adesividade , Resinas Compostas , Adesivos Dentinários , Esmalte Dentário , Materiais Dentários , Estética Dentária
18.
Rev. flum. odontol ; 15(32): 32-38, jul.-dez. 2009. ilus, tab, graf
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-589614

RESUMO

O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito de diferentes tratamentos superficiais na rugosidade superficial de uma resina composta microhíbrida fotopolimerizável (TPH Spectrum – Dentsply) armazenada em água deionizada à temperatura ambiente por 7 dias e por 6 meses, associando-os aos resultados do teste de resistência a flexão de reparos. Assim, para cada tempo de envelhecimento, a amostra foi dividida em 5 grupos (n=15), sendo G1, o grupo controle, sem tratamento superficial e os demais: G2 tratamento mecânico com ponta diamantada (no 4138 – KG Sorensen); G3: tratamento com ponta diamantada + condicionamento com ácido fosfórico a 37% (Condicionador Dental Gel – Dentsply); G4: tratamento com ponta diamantada + ácido fosfórico a 37% + adesivo resinoso (Prime & Bond 2.1 – Dentsply) e G5: tratamento com ponta diamantada + ácido fosfórico a 37% + aplicação de silano (Silano Primer e Silano Ativator – Dentsply) + adesivo resinoso. Analisou-se a interface adesiva utilizando-se o rugosímetro, após cada tratamento superficial. Os resultados obtidos mostram que: i) o aumento da rugosidade superficial nos espécimes a serem reparados é desejável, mas não suficiente para promover uma adesão adequada. ii) todavia quando se alia a este procedimento a aplicação de um adesivo resinoso fluido, conjugado ou não com um agente silano, é importante para aumentar a resistência adesiva do material em estudo.


The aim of this study was to evaluate the effect of the different surface treatments on the surface roughness of a micro-hibrid composite (TPH Spectrum – Dentsply) storaged in deionized water at room temperature, for 7 days and 6 months, associated to the flexural strength of repaired ones. For each time of aging, the sample was divided in 5 groups (n=15): G1: control group, unrepaired specimens; G2: mechanical treatment with médium grit diamond bur (4138 – KG Sorensen); G3: diamond bur + etching with 37% phosphoric acid (Dentsply); G4: diamond bur + phosphoric acid etching + unfilled resin (Prime & Bond 2.1 – Dentsply) and G5: diamond bur + phosphoric acid etchning + silane agent (Silano Primer e Silano Ativator – Dentsply) + unfilled resin. After each surface treatment, the adhesive interface was analyzed with a surface roughness tester. According to the results: i) increasing the surface roughness on the speciments to be repaired is desirable but not enough to promote adequate Bond strength, ii) in fact, the use of unfilled resin, combine dor not with silane agent, is important to enhance the flexural Bond strength.


Assuntos
Adesividade , Resinas Compostas , Técnicas In Vitro
19.
Camaragibe; s.n; set. 2009. 120 p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-605452

RESUMO

Verificou-se a influência de diferentes estratégias adesivas sobre a união à dentina de sistemas cimentantes resinosos através das metodologias de resistência de união à microtração (RUuT) e microscopia eletrônica de varredura (MEV)...


the performance of different cementation systems to dentin was evaluated through analyses of micro tensile bond strenght (uTBS), and scanning electronic microscopy (SEM)...


Assuntos
Adesividade , Dentina , Cimentos de Resina , Estresse Mecânico
20.
Rev. clín. pesq. odontol. (Impr.) ; 5(2): 89-94, maio-ago. 2009. tab, ilus
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-617407

RESUMO

OBJECTIVE: To evaluate the microtensile bond strength of ten dentin adhesive systems. MATERIAL AND METHOD: Sixty human molars were cut to the dentine level and restored with a hybrid composite and one of the adeshive systems. Each teeth were sectioned to obtain sticks measuring 1.0 ± 0.2 mm2, which were then stressed at a crosshead speed of 1mm/min in auniversal testing machine until failure. The failure modes were verified using optical microscopy. RESULTS: One Up Bond FTM, All Bond 2TM, One Step PlusTM, Adper Prompt L-PopTM, OneStepTM, Single BondTM and Clearfil SE BondTM presented no statistically significant differences (p>0.05); the lowest bond strength values were obtained with Scotchbond MPTM, Prime&Bond NTTM and ExciteTM (p<0.05). CONCLUSION: The self etch primer systems and conventional systems exhibited the highest bond strength to dentin, except for Scotchbond MPTM, Prime&BondNTTM and ExciteTM. Adhesive fractures accounted for 69% of the total fractures.


OBJETIVO: Avaliar a resistência adesiva de dez sistemas adesivos. MATERIAIS E MÉTODOS: Os dentes foram seccionados em forma de palitos com tamanho de 1.0 ± 0,2 mm2 e tracionados com velocidade de 1mm/min. Os tipos de fraturas foram verificados utilizando o microscópio óptico. RESULTADOS: Os sistemas adesivos (One Up Bond FTM, All Bond 2TM, One Step PlusTM, Adper Prompt L-PopTM, One StepTM, Single BondTM e Clearfil SE BondTM apresentaram os maiores valores de resistência adesiva em dentina. Os sistemas ScotchbondMPTM, Prime&Bond NTTM e ExciteTM apresentaram menor resistência. CONCLUSÃO: Os sistemas autocondicionantes e os convencionais apresentaram maior resistência adesiva em dentina. Os sistemas Scotchbond MPTM, Prime&Bond NTTM e ExciteTM apresentaram menor resistência adesiva. As fraturas adesivas representaram 69% do total das fraturas.


Assuntos
Adesividade , Adesivos Dentinários/química , Colagem Dentária/métodos , Dentina , Técnicas In Vitro , Resistência à Tração , Análise do Estresse Dentário , Teste de Materiais
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA