Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 16 de 16
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
Bauru; s.n; 2017. 123 p. graf, ilus.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-905371

RESUMO

O objetivo deste estudo foi investigar o papel do fator de crescimento derivado de plaquetas-BB (PDGF-BB) na concentração de 300ng/ml na taxa de proliferação e adesão de células derivadas da granulação óssea humana a fragmentos radiculares periodontalmente comprometidos. Na primeira etapa do estudo, foi estabelecida cultura primária de células da granulação óssea de dois pacientes adultos, sistemicamente saudáveis, não fumantes. Após a expansão celular, as células foram caracterizadas para determinação do fenótipo por meio de ensaios de viabilidade celular, MTT, ensaio de atividade de fosfatase alcalina, ensaio de mineralização e caracterização imunohistoquímica por meio de citometria de fluxo (segunda etapa). Na terceira etapa do estudo, os efeitos da adição de PDGF-BB recombinante humano na concentração de 300ng/ml na taxa de proliferação e adesão de células derivadas da granulação óssea a superfícies radiculares periodontalmente comprometidas foram investigados. A taxa de proliferação celular estimulada pelo PDGF-BB (grupo teste) ou pelo meio de cultura (grupo controle) foi investigada por meio de contagem de células viáveis nos frascos de cultura após 1, 3, 5 e 7 dias do cultivo celular. Foram obtidos 30 fragmentos dentários a partir de dentes extraídos por razões periodontais. Os fragmentos foram raspados com curetas Gracey e condicionados com solução em gel de EDTA a 24% durante 3 minutos, lavados com solução de soro fisiológico, secos e posicionados em placas de 24 poços. Foram incubadas sobre os fragmentos tratados 1x104 células GO por 24 horas, seguido por fixação e preparo para análise por microscopia eletrônica de varredura (MEV). O número de células aderidas sobre os fragmentos foi analisado nas fotomicrografias. O padrão de crescimento das células GO foi compatível com células ósseas, com modificação do padrão do crescimento com o aumento do número de passagens. Houve atividade de fosfatase alcalina em meio osteogênico e convencional, com pico máximo aos 7 dias e atividade de mineralização estimulada ou não por meio osteogênico, com pico máximo aos 21 dias. A análise por meio de citometria de fluxo demonstrou que as células GO não expressaram CD105 e CD166 na 14a passagem, indicando sua diferenciação celular avançada nesse período. A adição de rhPDGF-BB resultou em mudança na taxa de proliferação celular, observando-se pico máximo de crescimento aos 7 dias, com diferenças estatisticamente significantes (p < 0.005; ANOVA post hoc Tukey) em relação aos períodos de 1, 3 e 5 dias. O ensaio de MTT demonstrou maior viabilidade celular no período de 48 hs, comparativamente aos períodos de 24 e 72 horas, quando a densidade óptica celular diminuiu de forma significativa (p< 0.05; Friedmann pósteste Dunn). No ensaio de adesão celular, pode-se observar que a adição de rhPDGFBB aumentou significativamente o número de células aderidas aos fragmentos dentários (p< 0.05; teste t não pareado com correção Welch), com alteração da morfologia celular. Esses resultados sugerem que as células GO tem características compatíveis com linhagem de células osteoblásticas, de fenótipo mais diferenciado após a 12a passagem. A adição de rhPDGF-BB (300ng/ml) resulta em aumento da taxa de proliferação das células GO e do número de células aderidas a fragmentos radiculares, indicando que, nesta concentração, o fator de crescimento é citocompatível, favorecendo a proliferação e adesão celular.(AU)


The goal of this study was to investigate the effects of recombinant human platelet derived growth factor (rhPDGF-BB) at the concentration of 300ng/ml in the proliferation and adhesion of human bone granulation cells to periodontally diseased root fragments. At the first stage of the study, the granulation tissue existent in healing sockets (21 days after its creation) was collected from two systemically healthy nonsmoking adults to the establishment of primary culture. The in vitro properties of bone granulation (BG) cell lineage were characterized by cell viability, MTT, alkaline phosphatase activity and mineralization assays. The effects of culture medium (control) and rhPGDF-BB 300ng/ml (test) in the proliferation and adhesion of BG cells were investigated. The rate of BG cells proliferation was investigated by the number of viable cells present at 1, 3, 5 and 7 days after platting. Thirty root fragments were obtained from teeth extracted for periodontal reasons. Root fragments were scaled and root planed, conditioned with EDTA 24% for 3 minutes, rinsed in saline solution, air-dryed and positioned in 24-well plates. Each fragment was seeded with 104 BG cells, fixated after 24 hours and prepared for analysis in SEM. The number of cells adhered to the fragments was analysed in photomicrographies. BG cells growth pattern was compatible with osteogenic cell lineage, showing modification with the increasing number of cell passage. GO cells expressed alkaline phosphatase activity in conventional and osteogenic culture medium, with maximum peak at 7 days, as well as mineralization activity stimulated or not by osteogenic or non-osteogenic culture medium, with maximum peak at 21 days. The analysis by flow cytometer showed that BG cells have not expressed CD105 and CD106 at the 14th passage, indicating its advanced cell differentiation. The addition of rhPDGF-BB resulted in modification of proliferation rate, with maximum peak observed at 7 days, significantly different from 1-, 3- and 5-day periods (p< 0.005; ANOVA post hoc Tukey). MTT assay showed greater cell viability after 48 hours than after 24 and 72 hours, when optical density has significantly diminished (p< 0.05; Friedmann post hoc Dunn). At cell adhesion assay, it could be observed that the adhesion of rhPDGF-BB has significantly increased the number of cells adhered to root fragments (p< 0.05; unpaired t test with Welchs correction), and alterations in cell morphology. These results suggest that BG cells present in vitro characteristics compatible with osteoblastic cell lineages, with a more differentiated phenotype after the 12th passage. The addition of rhPDGF-BB (300 ng/ml) results in increase of the rate of BG cell proliferation and in the number of cells adhered to root fragments, indicating that, at this concentration, the growth factor is compatible with BG cells and favors cells proliferation and adhesion.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adesão Celular/efeitos dos fármacos , Proliferação de Células/efeitos dos fármacos , Tecido de Granulação/citologia , Fator de Crescimento Derivado de Plaquetas/farmacologia , Raiz Dentária/citologia , Alvéolo Dental/citologia , Análise de Variância , Regeneração Óssea/efeitos dos fármacos , Contagem de Células , Células Cultivadas , Citometria de Fluxo , Imuno-Histoquímica , Microscopia Eletrônica de Varredura , Reprodutibilidade dos Testes , Estatísticas não Paramétricas
2.
ImplantNewsPerio ; 1(4): 748-755, mai.-jun. 2016. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-847038

RESUMO

Objetivo: avaliar histologicamente o processo cicatricial das feridas em calvárias de ratos, pelo uso de biomembranas. Material e métodos: em dez ratos Wistar, foram realizadas quatro lesões nas calvárias, dividindo-as em grupos conforme os seguintes tratamentos: membrana de látex com polilisina a 0,1% (G1), membrana de quitosana (G2), curativo de colágeno (G3) e coágulo (grupo-controle), G4. Os animais foram sacrificados com 12 e 24 horas, o processamento histológico foi realizado usando a coloração de HE. As lâminas foram analisadas através de uma análise cega, seguindo um escore pré-definido para edema, necrose, neovascularização, inflamação, tipo celular da resposta inflamatória e macrófagos. Resultados: o edema, a neovascularização, a inflamação e os macrófagos não apresentaram diferenças estatísticas significantes entre os materiais estudados, nos tempos de 12 e 24 horas; a necrose foi menos intensa para o grupo-controle no intervalo de tempo de 12 horas, e de 24 horas para a membrana de quitosana; o tipo celular da resposta inflamatória no grupo-controle apresentou um menor número de macrófagos no tempo de 24 horas; e a biomembrana de látex apresentou como melhor tratamento o utilizado no intervalo T1, enquanto que a membrana de colágeno e o controle no intervalo T2. Conclusão: os quatro biomateriais testados parecem adequados para começo dos testes clínicos.


Objective: to evaluate the histological reactions at the wound healing in the rat calvaria model using biomembranes. Material and methods: 10 Wistar rats were used to prepare four defects receiving the following materials: 0.1% poly-lysine latex membrane (G1), chitosan membrane (G2), collagen dressing (G3), and clot (control- G4). The animals were euthanized at 12 (T1) and 24 (T2) hours later, the histological sections processed, and stained with hematoxylin-eosin. The slides were blinded to the observer and examined according a pre-defined score for edema, necrosis, neovascularization, inflammation, cell type at the inflammatory response, and macrophages. Results: edema, neovascularization, inflammation, and macrophages were not different among the studied materials for both time periods; necrosis was less intense at the control group (12 hours) and at the chitosan group (24 hours); fewer macrophages were seen at the control group (24 hours)/ the latex membrane presented the best results at 12 hours, while similar results were seen for collagen dressing and control at 24 hours. Conclusion: the tested biomaterials seem to be adequate for clinical use.


Assuntos
Animais , Ratos , Materiais Biocompatíveis/uso terapêutico , Regeneração Óssea , Adesão Celular , Cicatrização/efeitos dos fármacos
3.
São José dos Campos; s.n; 2015. 84 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-867651

RESUMO

O presente estudo teve como objetivo avaliar o efeito de diferentes métodos de remoção do excesso de cimento e do polimento na formação de biofilme e micromorfologia na região de margem dente/restauração. A partir de dentes bovinos, foram obtidos 96 blocos de dentina (4 mm x 8 mm x 2 mm) que foram moldados e reproduzidos em gesso tipo IV, sobre os quais foram produzidos 96 blocos prensados de cerâmica (Vita PM9,Vita Zahnfabrik; 4 mm x 8 mm x 2 mm) pela técnica de cera perdida. Os blocos de dentina e seus respectivos blocos cerâmicos foram cimentados com um cimento resinoso auto-adesivo (RelyX U200, 3M ESPE) e o excesso de cimento foi removido utilizando diferentes técnicas: MBr:micro brush e fotoativação, MBr-Pol: micro brush, fotoativação e polimento,Pi: pincel e fotoativação, Pi-Pol: pincel, fotoativação e polimento, Foto-Expl: 5 s de fotoativação inicial, explorador e fotoativação final, Foto-Expl- Pol: 5 s de fotoativação inicial, explorador, fotoativação final e polimento, Foto-Bi: 5 s de fotoativação inicial, bisturi e fotoativação final, Foto-Bi-Pol: 5s de fotoativação inicial, bisturi, fotoativação final e polimento. Após 24 h, a rugosidade da região de margem das amostras foi analisada utilizando um rugosímetro (Mitutoyo SJ-400 Tóquio, Japão; três medições em cada amostra). Análise micromorfológica da região foi obtida por microscópio estereoscópico e MEV. Em seguida, as amostras foram contaminadas em caldo de sacarose com suspensão padronizada com Streptococcus mutans, Staphylococcus aureus e Candida albicans e incubados por um período de 48 h. As amostras foram analisadas quantitativamente para aderência bacteriana na região da margem por microscopia de varredura confocal a laser e contagem das unidades formadoras de colônias(UFC/mL), e analisadas qualitativamente usando MEV. Os dados de rugosidade superficial (Ra) foram submetidos à análise de variância (2- way), teste de Tukey (5%) e teste t-student. Os dados de UFC, biomassa e ...


This study evaluated the effects of excess cement removal techniques,with or with out posterior polishing, on the biofilm formation and micromorphology in the marginal region of the tooth/restoration. From bovine teeth, 96 dentin blocks (4 x 8 x 2 mm) were produced, molded andre produced in type IV gyps um, on which 96 pressed ceramic blocks (VitaPM9 4 mm x 8 mm x 2 mm, Vita Zahnfabrik) were produces via lost wax technique. The dentin blocks and their respective ceramic blocks were cemented with a self-adhesive resin-cement (RelyX U200, 3M ESPE) and cement excess was removed using different techniques, followed by polishing with silicone tips or, in some cases, not polished at all: MBr:microbrush and photo activation, MBr-Pol: MBr + polishing, Pi: brush andphotoa ctivation, Pi-Pol: PI + polishing, Photo-Expl: 5 s initial photo activation, explorer and final curing, Photo-Expl-Pol: Photo-Expl +polishing, Photo-Bi: 5 s initial photo activation, scalpel and final curing,Photo-Bi-Pol: Photo-Bi + polishing. After 24 hours, the samples marginal region roughness was analyzed using a profilometer (Mitutoyo SJ-400 Tokyo, Japan; three measurements on each sample). Micromorphological analyses of the region were performed by stereoscopic microscope andSEM. Then the samples were contaminated with sucrose broth standardized suspension with Streptococcus mutans, Staphylococcus aureus and Candida albicans and incubated for a period of 48 hours. The samples were quantitatively analyzed for bacterial adherence in the marginal region by confocal laser scanning microscopy and counting ofcolony forming units (CFU/ml), and qualitatively analyzed using SEM.Roughness data (Ra) were submitted to 2-way ANOVA, Tukey test (5%)and Student's-t tests. CFU, Biomass and bio thickness data were analyzedby Kruskal Wallis’, Mann-Whitney’s e Dunn’s tests. The removing technique statistically influenced the roughness (Ra; p ˂ 0.05), when comparing polished and un polished groups. The MBr and ...


Assuntos
Adesão Celular , Polimento Dentário
4.
São José dos Campos; s.n; 2015. 84 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-870229

RESUMO

O presente estudo teve como objetivo avaliar o efeito de diferentes métodos de remoção do excesso de cimento e do polimento na formação de biofilme e micromorfologia na região de margem dente/restauração. A partir de dentes bovinos, foram obtidos 96 blocos de dentina (4 mm x 8 mm x 2 mm) que foram moldados e reproduzidos em gesso tipo IV, sobre os quais foram produzidos 96 blocos prensados de cerâmica (Vita PM9,Vita Zahnfabrik; 4 mm x 8 mm x 2 mm) pela técnica de cera perdida. Os blocos de dentina e seus respectivos blocos cerâmicos foram cimentados com um cimento resinoso auto-adesivo (RelyX U200, 3M ESPE) e o excesso de cimento foi removido utilizando diferentes técnicas: MBr:micro brush e fotoativação, MBr-Pol: micro brush, fotoativação e polimento,Pi: pincel e fotoativação, Pi-Pol: pincel, fotoativação e polimento, Foto-Expl: 5 s de fotoativação inicial, explorador e fotoativação final, Foto-Expl- Pol: 5 s de fotoativação inicial, explorador, fotoativação final e polimento, Foto-Bi: 5 s de fotoativação inicial, bisturi e fotoativação final, Foto-Bi-Pol: 5s de fotoativação inicial, bisturi, fotoativação final e polimento. Após 24 h, a rugosidade da região de margem das amostras foi analisada utilizando um rugosímetro (Mitutoyo SJ-400 Tóquio, Japão; três medições em cada amostra). Análise micromorfológica da região foi obtida por microscópio estereoscópico e MEV. Em seguida, as amostras foram contaminadas em caldo de sacarose com suspensão padronizada com Streptococcus mutans, Staphylococcus aureus e Candida albicans e incubados por um período de 48 h. As amostras foram analisadas quantitativamente para aderência bacteriana na região da margem por microscopia de varredura confocal a laser e contagem das unidades formadoras de colônias(UFC/mL), e analisadas qualitativamente usando MEV. Os dados de rugosidade superficial (Ra) foram submetidos à análise de variância (2- way), teste de Tukey (5%) e teste t-student...


This study evaluated the effects of excess cement removal techniques,with or with out posterior polishing, on the biofilm formation and micromorphology in the marginal region of the tooth/restoration. From bovine teeth, 96 dentin blocks (4 x 8 x 2 mm) were produced, molded andre produced in type IV gyps um, on which 96 pressed ceramic blocks (VitaPM9 4 mm x 8 mm x 2 mm, Vita Zahnfabrik) were produces via lost wax technique. The dentin blocks and their respective ceramic blocks were cemented with a self-adhesive resin-cement (RelyX U200, 3M ESPE) and cement excess was removed using different techniques, followed by polishing with silicone tips or, in some cases, not polished at all: MBr:microbrush and photo activation, MBr-Pol: MBr + polishing, Pi: brush andphotoa ctivation, Pi-Pol: PI + polishing, Photo-Expl: 5 s initial photo activation, explorer and final curing, Photo-Expl-Pol: Photo-Expl +polishing, Photo-Bi: 5 s initial photo activation, scalpel and final curing,Photo-Bi-Pol: Photo-Bi + polishing. After 24 hours, the samples marginal region roughness was analyzed using a profilometer (Mitutoyo SJ-400 Tokyo, Japan; three measurements on each sample). Micromorphological analyses of the region were performed by stereoscopic microscope andSEM. Then the samples were contaminated with sucrose broth standardized suspension with Streptococcus mutans, Staphylococcus aureus and Candida albicans and incubated for a period of 48 hours. The samples were quantitatively analyzed for bacterial adherence in the marginal region by confocal laser scanning microscopy and counting ofcolony forming units (CFU/ml), and qualitatively analyzed using SEM.Roughness data (Ra) were submitted to 2-way ANOVA, Tukey test (5%)and Student's-t tests. CFU, Biomass and bio thickness data were analyzedby Kruskal Wallis’, Mann-Whitney’s e Dunn’s tests. The removing technique statistically influenced the roughness (Ra; p ˂ 0.05), when comparing polished and un polished groups...


Assuntos
Adesão Celular , Polimento Dentário
5.
Bauru; s.n; 2015. 143 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-867410

RESUMO

O objetivo deste estudo foi investigar adesão, proliferação, atividade de fosfatase alcalina e de síntese de matriz mineralizada por células derivadas da granulação óssea (células GO-1) e fibroblastos gengivais humanos (FGH-1) em discos de titânio com diferentes tratamentos de superfícies. Discos de titânio comercialmente puro grau IV foram divididos em 4 grupos de acordo com o tratamento de superfície: (1) discos usinados L (controle); (2) discos usinados seguido de jateamento abrasivo (JATO); (3) discos usinados, jateados e tratados por subtração ácida (superfície NeoPoros NP); (4) discos com tratamento superficial para melhora da hidrofilia (superfície Acqua - ACQ). A microtopografia de superfície dos diferentes tipos de disco de titânio foi avaliada por meio de MEV. A composição química dos discos de titânio de superfícies L, JATO, NP e ACQ foi analisada por espectrometria de energia dispersiva de raios-X (EDS). Para determinar a influência dos diferentes tratamentos de superfície sobre a adesão de células de linhagens fibroblásticas gengivais e osteoblásticas, foram cultivadas células GO-1 e FGH-1 sobre os discos de titânio dos diferentes grupos e as células aderidas foram avaliados por meio de microscopia eletrônica de varredura (MEV) após 24h (adesão) e 48 h (proliferação). No ensaio de mineralização os discos de titânio foram corados com vermelho de alizarina para evidenciação dos nódulos de mineralização. Para avaliação da atividade de fosfatase alcalina, as células FGH-1 e GO-1 foram plaqueadas sobre discos de titânio, a atividade da FA foi observada nas células lisadas usando 25 μl da amostra em placa de 96 poços adicionado com 200 μL de fosfato p-nitrofenol (pNPP) e determinada em espectofotômetro. Não houve diferenças entre os grupos para os parâmetros de rugosidade encontrados nas amostras, com exceção do parâmetro Rsk(asimetria), onde diferenças significantes foram observadas do grupo L em relação aos grupos JATO, NP e ACQ (p< 0.05...


The objective of this study was to investigate adhesion, proliferation, alkaline phosphatase activity and matrix synthesis mineralized by cells derived from the bone granulation (GO cells) and human gingival fibroblasts (HGF) in titanium disks with different surface treatment. Titanium discs commercially pure grade IV were used, divided into 4 groups according to the surface treatment: (1) machined discs - L (control); (2) machined discs followed by abrasive blasting (JATO); (3) machined discs, sandblasted and treated by acid subtraction (Neoporos surface - NP); (4) disks with surface treatment to improve the hydrophilic (Acqua surface - ACQ). The surface microtopography of different types of titanium disk was evaluated by SEM. The chemical composition of the surfaces of titanium disks, L, JET, NP and ACQ was analyzed by energy dispersive X-ray spectrometry (EDS). To determine the influence of different surface treatments on the cell adhesion of gingival fibroblast and osteoblast lines were cultured GO-1 and FGH-1 cells on titanium discs of different groups and the adhered cells were assessed by electron microscopy (SEM) after 24 (adherence) and 48 h (proliferation). To test the mineralization titanium disks were stained with alizarin red for disclosure of mineralization nodules. To evaluate the alkaline phosphatase activity, the FGH-1 and GO-1 cells were plated on titanium disks, AP activity was observed in cells lysed using 25 μl of sample in a 96 well plate with 200 μl added phosphate p nitrophenol (pNPP) and determined in spectrophotometer. There were no differences between groups for the roughness parameters found in the samples, except for the parameter Rsk(asimetry) where significant differences were observed in the group L compared to JATO groups, NP and ACQ (p <0.05). The L and NP surface implants had only Ti, JATO surface showed, in addition to titanium, oxygen and the substances aluminum, while the ACQ surface were observed titanium, sodium...


Assuntos
Humanos , Fibroblastos , Proliferação de Células , Tecido de Granulação , Titânio/química , Fosfatase Alcalina , Adesão Celular , Células Cultivadas , Microscopia Eletrônica de Varredura , Osseointegração , Propriedades de Superfície , Fatores de Tempo
6.
Araraquara; s.n; 2014. 77 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-867839

RESUMO

Dada à necessidade de uma efetiva barreira tecidual precoce ao redor dos implantes osseointegrados, o presente estudo avaliou, in vitro, a influência das características físicas e químicas de materiais simulando superfícies de abutments de implantes em titânio (T) e zircônia (ZrO2) na adesão de células epiteliais gengivais OBA-9. Para este estudo foram utilizados espécimes em forma de discos (n=13) de titânio e zircônia, e como controles positivo e negativo, discos de esmalte bovino (EB) e lamínulas de vidro (LV), respectivamente. Foram avaliadas previamente a adesão celular a rugosidade superficial (Ra), energia livre de superfície (ELS) e os elementos químicos presentes na superfície identificados por meio de Espectrômetro de raios-X por Dispersão de Energia em Microscópio Eletrônico de Varredura (MEV). Após a adesão celular em 1 e 24 horas, foram avaliadas a viabilidade celular por meio do MTT (3-(4,5-dimethylthiazol-2-yl)-2,5-diphenyl tetrazolium bromide); e a morfologia das células aderidas sobre as superfícies por meio de MEV. Os dados de viabilidade celular foram avaliados estatisticamente pelo teste de ANOVA a dois critérios fixos (“material” e “período de análise”), enquanto os dados de ELS foram submetidos aos testes de Kruskal-Wallis e Mann-Whitney, considerando um nível de significância de 5%. A superfície de T obteve o maior valor de ELS com 6,2N/m, seguida pela ZrO2 com 5,8N/m, LV com 4,9N/m, e com o menor valor o EB com 4,7N/m. Foi observado que os fatores material (p=0,336) e período de análise (p=0,400) não apresentaram efeito sobre os dados de viabilidade celular, assim como a interação entre eles (material*período de análise, p=0,559). A análise da morfologia celular mostrou que as células aderidas às superfícies de T e ZrO2 apresentaram espraiamento semelhante, sendo este maior quando comparado as superfícies de EB e LV. Concluiu-se que não houve diferença entre a adesão...


Assuntos
Adesão Celular , Células Epiteliais , Titânio , Zircônio
7.
São José dos Campos; s.n; 2014. 112 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-867602

RESUMO

Objetivo: O objetivo deste estudo foi avaliar a influência do tempo de endurecimento sobre as propriedades físicas (teste de push-out) e biológicas (XTT, MNT) de sete cimentos endodônticos: Apexit Plus, Real Seal, Endo Rez, Roeko Seal, AH Plus, Endomethasone N e o cimento biocerâmico iRoot SP. Material e Métodos: Para a análise da citotoxicidade (XTT), foram utilizados fibroblastos do ligamento periodontal humano (PDLF). Para o número de micronúcleos (MNT), este estudo avaliou culturas de células expostas a diluições dos cimentos testados sobre células V79 No teste de push-out foram usados cento e quarenta dentes humanos unirradiculares que tiveram suas coroas removidas. Os canais radiculares foram preparados biomecanicamente com o sistema rotatório Mtwo (VDW GmbH, München, Alemanha) até o número de série 702 a 25 mm (25-40). Durante todo o preparo biomecânico, os canais foram irrigados com 2 ml de hipoclorito de sódio. Os espécimes foram seccionados em fatias de 2 mm nos terços cervical, médio e apical. O teste de Push-out foi realizado a uma velocidade de 1 mm / min e célula de carga de 50 Kgf. Os testes biológicos foram avaliadas após 24 h, 72 h, 1 semana, 1 mês, 3 meses, 6 meses e um ano após a manipulação e o teste de push-out 15 dias e 1 ano.Os dados foram analisados pelo teste de Kruskal-Wallis e teste de Dunn (p = 0,05). Resultados: IRooot SP, Roeko seal, Apexit Plus, AH Plus e Real Seal não mostraram citotoxicidade nas células PDLF. AH Plus, Real Seal, IRooot SP e Endomethasone N não apresentaram genotoxicidade. Roeko Seal e Apexit Plus mostraram ser genotóxico e EndoRez apresentou alta genotoxicidade. Roeko Seal, IRooot SP e EndoRez tiveram menor resistência à tração nos terços apical, médio e cervical, tanto em 15 dias e 1 ano de análise. Além disso, Endomethasone N, Real Seal e AH Plus apresentaram uma força de adesão satisfatória após 1 ano em todos os terços. Conclusão: Conclui-se que AH Plus e Real Seal foram os cimentos com menor ...


Objective: The aim of this study was to evaluate the influence of curing time on physical (push-out test) and biological properties (XTT, MNT) of seven sealers: Apexit Plus, Royal Seal, Endo Rez, Roeko Seal, AH Plus, Endomethasone, and bioceramic cement iRoot SP. Material and Methods: To the citotoxity analysis (XTT), fibroblasts of the human periodontal ligament were used (PDLF). To the number of micronuclei (MNT), this study evaluated cell cultures exposed to dilutions of the tested sealers, among them from causing excessive cytotoxic effects on V79 cells. To push-out test was used one hundred and forty single-rooted teeth which had the crowns removed. The root canals were prepared biomechanically with the rotary system Mtwo (VDW GmbH, München, Alemanha) until to series number 702 to file 25 mm (25-40). Throughout the biomechanical preparation, the canals were irrigated with 2 ml of sodium hypochlorite. The specimens were sectioned in slices of 2 mm in cervical, middle and apical. The push-out test was performed at speed of 1 mm/min and 50 kgf load cell. The tests were evaluated after 24 h, 72 h, 1 week, 1 month, 3 months, 6 months and one year after manipulation. Data were analyzed by Kruskal-Wallis and Dunn test (p = 0.05). Results: IRooot SP, Roeko Seal, Apexit Plus, AH plus and Real Seal showed no cytotoxicity in PDLF cells. AH plus, Real Seal, IRooot SP and Endomethasone N showed no genotoxicity. Roeko Seal and Apexit Plus have shown to be genotoxic and EndoRez showed high genotoxicity. Roeko Seal, IRooot SP and EndoRez had lower bond strength in the apical, middle and cervical thirds in both the 15-day and 1 year analysis. Apexit Plus, Endomethasone N, Real Seal and AH plus had a satisfactory bond strength after 1 year in all thirds. Conclusion: It is conclude that AH plus and Real Seal were the sealer with lower cytotoxicity and genotoxicity, with good values of bond strength in all third, keeping as the material of choice for endodontic therapy


Assuntos
Adesão Celular , Cimentos Dentários , Genotoxicidade
9.
São José dos Campos; s.n; 2012. 81 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-867507

RESUMO

O estudo avaliou a influência do CCP-ACP (casein phosphopeptide – amorphous calcium phosphate) e CPP-ACP associado ao NaF, na resistência de união à dentina submetida ao desafio erosivo por bebida ácida, com ou sem irradiação por laser Nd:YAG. Foram utilizados 60 molares humanos, os quais tiveram a porção coronária seccionada mesio-distalmente, obtendo dois espécimes. Após a exposição da dentina, os espécimes foram embutidos em resina acrílica quimicamente ativada. Quatro grupos (n=30) foram obtidos: GC (grupo controle); DE (desafio erosivo); DE.M (desafio erosivo + MI Paste); DE.MP (desafio erosivo + MI Paste Plus). O desafio erosivo foi realizado pela imersão única das amostras em Sprite Zero, durante 30 min. Os grupos DE.M e DE.MP foram submetidos ao tratamento remineralizador com a aplicação de uma camada de aproximadamente 0,5mm por 3 min. Os grupos foram divididos em dois subgrupos: SL (sem laser Nd:YAG) e CL (sistema adesivo + laser Nd:YAG + fotopolimerização). A densidade de energia utilizada foi 174J/cm2, 140 mJ/pulsos, 10 Hz, 1,4W. Todos os espécimes foram restaurados com o sistema adesivo Clearfil SE Bond (Kuraray) e a resina composta Z350XT (3M-ESPE). Após 24h de armazenagem em água deionizada, os espécimes foram cortados em palitos, com secção transversal de 1mm2 de área e em seguida foi realizado o ensaio de microtração. Os dados foram submetidos à ANOVA 2 fatores e foram encontradas diferenças estatísticamente significantes para o fator tratamento (p=0,00). O grupo DE foi o que apresentou menor valor de resistência adesiva após o teste de Tukey. As médias de todos os grupos, em ordem crescente, foram: DE.CL (29,22) < DE.SL (33,50) < DE.M.SL (33,89) < DE.MP.SL (34,96) < GC.SL (36,40) < DE.MP.CL (36,92) < GC.CL (37,46) < DE.M.CL (37,68). Concluiu-se que: o desafio erosivo proposto resultou na diminuição da resistência de união quando comparado ao grupo controle; O CPP-ACP e o CPP-ACP associado ao NaF promoveram o aumento da resistência de ...


The purpose of this study was to evaluate the influence of CPP-ACP (MI Paste) and CPP-ACP associated to NaF (MI Paste Plus) on microtensile bond strength of dentin softened by a soft drink, irradiated or not with laser Nd:YAG. Sixty human molars had their crowns sectioned from mesial to distal face in order to obtain two specimens. The enamel was flattened until the exposure of 3 mm dentin area and then were embedded in acrylic resin. The samples were randomly divided into four groups (n=30): CG (control group); EC (erosive challenge); EC.M (erosive challenge + MI Paste); EC.MP (erosive challenge + MI Paste Plus). The erosive challenge consisted by a single immersion of the specimens in Sprite Zero, for 30 min. The EC.M and EC.MP were submitted to remineralizing treatment with the application of a 0,5 mm layer, for 3 min. The groups were subdivided into two subgroups: WITH (WL) or WITHOUT (W) Nd:YAG laser application. Laser application was made by the energy density of 174J/cm2, 140 mJ/pulse, 10 Hz, 1.4W, and the sequence was: adhesive system + Nd:YAG laser + photopolimerization. All the samples were restored by the adhesive system Clearfil SE Bond (Kuraray) and the composite Z350XT (3M-ESPE). After 24h storage in deionized water, the samples were cut in sticks, with 1mm2 cross-section area, then was accomplished the microtensile test. The microtensile data were analyzed with two-way ANOVA. Significant statistically differences were found to the treatment factor (p=0.00) and Tukey test showed that the EC group presented lower values to microtensile bond strength. The averages of each group, in ascending order, were: EC.WL (29.22) < EC.W (33.50) < EC.M.W (33.89) < EC.MP.W (34.96) < CG.W (36.40) < EC.MP.WL (36.92) < CG.WL (37.46) < EC.M.WL (37.68). It was concluded that: the erosive challenge decreased the bond strength compared to control group; the CPP-ACP and CPP-ACP associated to NaF increased the bond strength4 compared to the groups which had not ...


Assuntos
Adesão Celular , Dentina , Erosão Dentária
10.
Full dent. sci ; 2(5): 21-26, 20100815.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-850820

RESUMO

O tratamento superficial aplicado aos implantes de titânio tem como principal finalidade acelerar o processo de osseointegração. Inicialmente a única preocupação dos pesquisadores, era como o tratamento aplicado alterava a topografia superficial do titânio. Porém com o tempo, descobriu-se que no que diz respeito aos fatores biológicos, as características químicas influenciam mais que a topografia. Este trabalho teve como objetivo avaliar através de uma revisão da literatura científica, como as alterações dos implantes do titânio podem interferir no processo de adesão e proliferação, tanto de células quanto de bactérias. Alguns estudos demonstram que o tratamento superficial influencia nos primeiros estágios da osseointegração, porém não há um aumento no número de osteoblastos, mas sim uma alteração no padrão de adesão celular. E no que diz respeito aos fatores biológicos, as características químicas influenciam mais que as características topográficas tanto para células quanto para bactérias


The surface treatment applied to titanium implants whose main purpose is to accelerate the process of osseointegration. Initially the only concern of the researchers was how this processaltered the surface topography of titanium. But with time, it was discovered that biological andchemical characteristics influence topography the most. This study aimed to evaluate through a review of scientific literature how the changes of titanium implants can interfere with the process of adhesion and proliferation of both cells and bacteria. Some studies show that the surface treatment influences the early stages of osseointegration however there is an increase in the number of osteoblasts but a change in the pattern of cell adhesion. And concerning to the biological area, chemical characteristics influence the topographic features for both cells and bacterian the most


Assuntos
Adesão Celular/imunologia , Bactérias/imunologia , Implantes Dentários , Osseointegração , Osteoblastos/citologia , Propriedades de Superfície , Titânio/química , Materiais Dentários , Placa Dentária/patologia , Cingulados
11.
Bauru; s.n; 2011. 76 p. ilus, graf.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-707674

RESUMO

Resultados de pesquisas prévias tem encontrado potencial aumentado para a consolidação de enxertos ósseos mediante desmineralização do material enxertado e/ou das superfícies de consolidação. Entretanto há carência de embasamento apoiado em evidências biológicas do benefício de tal procedimento. Para testar esta hipótese, o tecido ósseo da calvária de cobaias (Cavia porcellus) foi exposto ao condicionamento por ácido cítrico durante 15, 30, 90 e 180 segundos (grupos teste). Quarenta e cinco discos ósseos de três milímetros de diâmetro foram removidos dos animais, dos quais 36 foram condicionados com ácido cítrico pH 1 a 50% e nove não receberam condicionamento (grupo controle). Sobre nove discos de cada grupo foram cultivados pré-osteoblastos MC3T3-E1 durante 24, 48 e 72 horas (três discos de cada grupo em cada tempo). Análises da morfologia celular, do número de células aderidas sobre as superfícies e da área de cobertura destas superfícies por préosteoblastos foram realizadas à microscopia eletrônica de varredura. Observou-se aumento do número de células aderidas às superfícies com o tempo, independentemente de haver condicionamento ou de seu tempo de aplicação. Entretanto, essa diferença só foi estatisticamente significante intragrupos (p<0,05) e quando comparados os períodos de 24 e 72 horas de incubação. A área de cobertura das superfícies por células aumentou significantemente com o tempo somente nos grupos teste, também entre os períodos de incubação de 24 e 72 horas (p<0,01). O grupo controle apresentou-se com 50% ou menos de área de cobertura superficial em relação aos demais. A duração de aplicação do ácido não interferiu significantemente nesse parâmetro de avaliação, mas nos grupos 15 e 30, a área de recobrimento ósseo mais do que triplicou às 72 horas em relação às 24 horas (p<0,01), com cerca de 70% das superfícies cobertas por células, contra 30% no grupo controle. Conclui-se que a desmineralização óssea...


Results of previous research has found increased potential for the consolidation of bone grafts by demineralization of the graft material and / or areas of consolidation. However there is a lack of foundation supported by biological evidence of benefits from such procedures. To test this hypothesis, the bone tissue of the calvaria of guinea pigs (Cavia porcellus) were exposed to conditioning by citric acid for 15, 30, 90 and 180 seconds (test group). Forty-five bone disks measuring three millimeters in diameter were removed from the animals, of which 36 were conditioned with citric acid pH 1 to 50% and nine did not receive conditioning (control group). About nine disks in each group were pre-cultured with MC3T3- E1 osteoblasts for 24, 48 and 72 hours (three discs of each group at each time point). Analysis of cell morphology, number of cells attached on the surface and the coverage area of these surfaces by pre-osteoblasts were performed on scanning electron microscopy. There was na increase in the number of cells attached to surfaces over time, regardless of conditioning or application time. However, this difference was not statistically significant intra-group (p <0.05) when comparing the periods of 24 and 72 hours of incubation. The coverage area of the surfaces of cells increased significantly with time only in the test groups, also among the incubation periods of 24 and 72 hours (p <0.01). The control group presented with 50% or less of surface area coverage compared to the other. The duration of application of the acid did not affect significantly this parameter of evaluation, but in groups 15 and 30, the bonearea covered more than tripled from 24 to 72 hours (p <0.01), with about 70 % of the area covered by cells, versus 30% in the control group. It was concluded that bone demineralization in the studied conditioning times provides a substrate on which cells acquire pre-osteoblastic morphology compatible with...


Assuntos
Animais , Masculino , Cobaias , Crânio/citologia , Osteoblastos/fisiologia , Técnica de Desmineralização Óssea/métodos , Ácido Cítrico/química , Adesão Celular/fisiologia , Diferenciação Celular/fisiologia , Microscopia Eletrônica de Varredura , Movimento Celular/fisiologia , Propriedades de Superfície , Fatores de Tempo
12.
São José dos Campos; s.n; 2011. 103 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-642725

RESUMO

O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de diferentes tratamentos de superfície da cerâmica Y-TZP na resistência de união, durabilidade e discrepância marginal. Para os testes de resistência adesiva, foram obtidos 144 corpos de prova (cp) da cerâmica VITA In-Ceram YZ for InLab (5,25 x 3,75 x 4,5 mm), que foram divididos em 6 grupos (G) (n=24), conforme o tratamento de superfície: G1: sem tratamento (controle); G2: jateamento com partículas de alumínio revestidas por sílica (CoJet®-Sand, 3M ESPE AG) (silicatização); G3: vitrificação 1 (Glaze Spray VITA AKZENT), condicionamento com ácido fluorídrico (HF) (1 min); G4: vitrificação 1 (Glaze Spray VITA AKZENT), silicatização; G5: vitrificação 2 (Glaze VITA AKZENT), condicionamento com HF (1 min); G6: vitrificação 2 (Glaze VITA AKZENT), silicatização. Após todos os tratamentos, as superfícies foram silanizadas por 5 min (ESPE-SIL) e a cimentação com Panavia F (Kuraray) foi realizada. Metade dos espécimes de cada tratamento foi ensaiada 24h após cimentação (SECO), a outra metade foi submetida à armazenagem (150 dias) e termociclagem (12.000x) (TC), e então realizado o ensaio de cisalhamento (1 mm/min). G7: G1+TC; G8: G2+TC; G9: G3+TC; G10: G4+TC; G11: G5+TC; G12: G6+TC. Superfícies tratadas foram analisadas por perfilometria óptica 3D para obtenção dos dados de rugosidade (Ra) e microscopia eletrônica de varredura (MEV) (1000x). Análise por energia dispersiva de raio-X (EDS) foi realizada para determinar os elementos químicos presentes na superfície de cada grupo. Para a análise de adaptação marginal foram confeccionadas 60 infraestruturas (adaptadas em um troquel metálico) nas quais foram realizados os mesmos tratamentos de superfície. Os dados obtidos foram analisados estatisticamente. Constata-se que tanto na condição Seco como na condição TC os grupos que receberam tratamento de superfície via vitrificação (vitrificação 1 e vitrificação 2) apresentaram mais alta resistência de união comparada ao grupo...


The aim of this study was to evaluate the effect of different surface treatments of Y-TZP ceramic on bond durability and marginal fit. 144 specimens of VITA In-Ceram YZ for InLab ceramic (5.25 x 3.75 x 4.5 mm) were obtained and divided into 6 groups (n=24) according to the surface treatment: G1: no treatment (control); G2: chairside tribochemical silica coating system (CoJet®-Sand, 3M ESPE AG) (Cojet); G3: vitrification 1 (Glaze Spray VITA AKZENT), conditioning with hydrofluoric acid (HF) (1 minute); G4: vitrification 1 (Glaze Spray VITA AKZENT), Cojet; G5: vitrification 2 (Glaze VITA AKZENT), conditioning with HF (1 minute); G6: vitification 2 (Glaze VITA AKZENT), Cojet. Then, the ceramic surfaces were silanized and the cement Panavia F (Kuraray) was applied. Half of the specimens from each treatment was tested 24 hours after cementation (DRY), the remaining specimens were stored in distilled water for150 days, thermocycled(12,000x) (AGING) and then the shear test was performed (1mm/minute). Conditioned surfaces were evaluated by 3D optical profilometry in order to obtain roughness data (Ra) and analysed by scan electronic microscopy (SEM) (1000x). Analysis by energy x-ray dispersive (EDS) was performed to determine the chemical elements present in each surface group. For analysis of marginal adaptation 60 crowns were produced (adapted into a metal die) and the same surface treatments were carried out on the internal surface of the crowns. The data were analysed using. The results suggest the vitrification 1 and vitrification 2 groups showed the highest bond strength compared to the control group. The highest marginal discrepancies were observed in the vitrification groups (117.36±29.61 to 105.78±12.23) comparing with the other groups (55.29±8.71 and 55.04±8.55). The proposed new surface treatment changed the Y-TZP ceramic morphology improving its adhesion to the resin cement...


Assuntos
Adesão Celular , Cerâmica , Vitrificação , Abrasão Dental por Ar
13.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-663261

RESUMO

Objetivo: o presente estudo teve como objetivo avaliar, através de experimentos in vitro utilizando cultura celular, a capacidade de adesão das células do ligamento periodontal de ratos sobre as superfícies de titânio polidas e tratadas por nitretação iônica (plasma). Método: foram utilizados discos de titânio grau II ASTM F86 nas dimensões de 15mm de diâmetro por 1,5mm de espessura, os quais receberam diferentes tratamentos de superfície em 2 grupos distintos: polido e nitretado a plasma por gaiola catódica. As células foram isoladas do ligamento periodontal de ratos e cultivadas em meio de cultura alfa-MEM contendo antibióticos e suplementado com 10% de FBS, por 72 horas, em atmosfera úmida com 5% de CO2 a 37ºC. No subcultivo as células foram cultivadas sobre os discos de titânio em uma placa de 24 poços, na densidade de 1 x 104 células por poço, incluindo-se controles positivos sem os discos de titânio. Após 24 horas de cultivo, as células foram submetidas à contagem em câmara de Neubauer. Resultados: os resultados mostraram que a média de adesão celular foi maior na superfície controle (0,62±0,22) do que nos grupos polido (0,46±0,14) e nitretado (0,33±0,10). Foi observada diferença estatisticamente significante entre os grupos controle e nitretado (p=0,04), porém não se observou diferença na adesão celular entre os grupos polido e nitretado. Conclusão: a capacidade de adesão das células do ligamento periodontal de rato a superfícies de titânio não sofreu influência do tratamento de superfície dado ao material.


Objective: the present study aims to evaluate, through experiments in vitro, the adhesion capacity of rats periodontal ligament cells on polishing and treated by ionic nitriding (plasma) titanium surfaces. Method: degree II titanium discs (ASTM F86), 15mm of diameter for 1,5mm of thickness, which had received different treatments from surface in 2 distinct groups (polished and cathodic cage plasma nitriding) were used. The cells were isolated from periodontal ligament of rats and cultivated in alpha-MEM contend antibiotic and supplemented with 10% of FBS, for 72 hours, in humid atmosphere with 5% of CO2 at 37ºC. In the subculture the cells were cultivated on titanium discs in 24-well cell culture plates, with a density of 1 x 104 cells per well, including wells with no discs (control). After 24 hours of cultivation, the cells were counted in a Neubauer chamber. Results: the results had shown that the mean adhesion was greater on the control surface (0.62±0.22) than on polished (0.46±0.14) and nitriding (0.33±0.10) surfaces. Statistical significant difference was observed between the groups control and cathodic cage plasma nitriding (p=0.04), nevertheless no diference was found between polished and nitriding groups. Conclusion: the adhesion capacity of rat periodontal ligament cells on the titanium surfaces was not influenced by the different surface treatments given to the material, since none of these contributed positively in the process of cellular adhesion.


Assuntos
Animais , Ratos , Adesão Celular , Ligamento Periodontal/química , Titânio , Brasil , Ratos Wistar , Estatísticas não Paramétricas
14.
São José dos Campos; s.n; 2011. 84 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-865742

RESUMO

O álcool atua no organismo podendo trazer várias doenças, entretanto sua ação no tecido ósseo ainda apresenta resultados controversos. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do consumo crônico de álcool a 20% em osteoblastos obtidos da calvária de ratos recém-nascidos. Foram utilizadas 18 ratas prenhas, tratadas durante a gestação e divididas em grupos conforme a dieta: álcool a 20%, grupo isocalórico, e controle. Aos três dias de vida, os recém-nascidos foram eutanasiados para remoção da calvária e isolamento das células por meio de digestão enzimática sequencial, sendo estas cultivadas por períodos de até 14 dias. Foram realizados testes para avaliar o efeito do álcool na adesão, proliferação e viabilidade celular, no conteúdo de proteína total, na atividade da fosfatase alcalina e nas formações nodulares de matriz mineralizada. Os resultados mostraram que em geral, a adesão celular não foi influenciada pelo consumo crônico de álcool, já que não foi demonstrada diferença estatística entre os grupos. Contudo, o grupo álcool apresentou aumento significativo na proliferação, exceto no período de 1 dia, e nas formações nodulares. Com relação a viabilidade celular, apenas no período de 3 dias houve aumento significativo de células no grupo álcool. Os valores representativos de proteína total variaram dependendo do período estudado, sendo maior no grupo controle com 7 dias, porém aos 14 dias houve maior média nos grupos isocalórico e álcool. Quanto à fosfatase alcalina observamos aumento de sua atividade nos grupos álcool e isocalórico em todos os períodos. Concluímos que nesta metodologia, o álcool não apresentou efeito deletério para os osteoblastos, talvez pelo curto tempo de administração


The alcohol affects the organism and may cause various diseases, eventhough its effects on bone metabolism are still controversial. The purposeof this paper was to evaluate the effects of alcohol 20% chronic consumption in osteoblasts obtained from the calvaria of newborn mice. The alcohol was administrated to pregnant mice throughout the entirepregnancy. For that purpose, 18 mice were used, divided in group saccording to the diet: 6 receiving alcohol 20%, 6 belonging to theisocaloric group and 6 receiving water and ration at will. At three days oflife, the newborns were euthanized so as to remove the calvaria and startthe cell culture procedures. The osteoblastic lineage cells were isolated by sequential enzymatic digestion and the osteoblasts were cultivated forperiods of 14 days or less. Tests were performed on the culture slides to evaluate the effect of alcohol based on adhesion, proliferation and cellular viability on total protein content, alkaline phosphatase activity and noduleformation of mineralized matrix. The results have shown that the alcoholgroup presented significant increase in proliferation, except for the periodof one day, and in nodule formation. A significant increase in the alcoholgroup concerning cellular viability was only observed in the period of 3 days and there was no statistic difference in adhesion. The total proteincontent was higher in the control group in 7 days, and the average higherin the isocaloric and alcohol groups in 14 days, according to the periods of time studied. An increase in the activity of the alkaline phosphatase was observed in the isocaloric and alcohol groups in all periods of evaluation. By this methodology, we have concluded that the alcohol has not presented any deleterious effect on osteoblasts, possibly due to the short period of administration


Assuntos
Animais , Ratos , Fosfatase Alcalina , Adesão Celular , Técnicas de Cultura de Células , Etanol , Osteoblastos , Proliferação de Células
15.
São José dos Campos; s.n; 2011. 121 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-865758

RESUMO

Os objetivos do presente estudo foram avaliar a ação antifúngica da Terapia Fotodinâmica (TFD) em culturas planctônicas e biofilmes de Candida albicans formados in vitro e em modelo de candidose experimental em camundongos, bem como sua interferência na aderência de C. albicans às células epiteliais bucais humanas in vitro. Foi utilizada cepa padrão de C. albicans (ATCC 18804) para os ensaios. Como fonte de luz foi utilizado o Diodo Emissor de Luz (LED) com emissão de luz verde (532±10 nm) com potência de 90 mW e fotossensibilizador eritrosina nas concentrações variando de 200 a 0,39 μM para os ensaios em cultura plactônica. O biofilme foi formado em placas de 96 poços e tratado com o fotossensibilizador eritrosina na concentração de 400 μM e luz LED. 56 camundongos machos e adultos foram imunossuprimidos e inoculados com suspensões contendo 108 células/mL de C. albicans. Os animais foram submetidos a TFD mediada pelo corante eritrosina (400 μM) e irradiados por LED. Antes e após os tratamentos, foram recuperadas leveduras da cavidade bucal dos animais. As leveduras recuperadas após a TFD e grupo controle foram avaliadas quanto a interferência da TFD na aderência de C. albicans às células do epitélio bucal humano. Em seguida, os animais foram sacrificados e as línguas retiradas para análise macroscópica e histológica. Os biofilmes, línguas e lâminas de aderência foram também analisados por Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV). A análise dos dados foi feita por ANOVA e Teste de Tukey, teste t de Student e Kruskal-Wallis (P < 0,05). A TFD aplicada à cultura planctônica de C. albicans foi dose-dependente com redução significativa a partir da menor concentração testada (0,39 μM) e 100% de morte das células a partir de 3,12 μM. A TFD em biofilme formado in vitro reduziu 0,74 log10 de C. albicans com redução de leveduras e hifas verificada por MEV. In vivo, ocorreu redução de C. albicans de 0,73 log10 e 35% de aderência às células epiteliais...


The aims of the present study were evaluate the antifungal action ofPhotodynamic Therapy (PDT) on Candida albicans planktonic culturesand biofilms formed in vitro and experimental candidosis model in mice, as well as its interference on C. albicans adherence on humans buccal epithelial cells in vitro. Standard strain of C. albicans (ATCC 18804) was used for assays. Green Light Emitting Diode (LED- 532 ± 10 nm) was used as light source with an output power of 90 mW and erythrosine photosensitizer at concentrations range from 200 to 0.39 μM for the assays on plaktonic cultures. The biofilm was formed on plates of 96- wells and treated with the erythrosine photosensitizer at a concentration of 400μM and LED light. 56 adults and males mice were immunosuppressed andinoculated with suspensions containing 108 cells/ mL of C. albicans. Theanimals were submitted to erythrosine dye- mediated PDT (400 μM) andirradiated by LED. Before and after the treatments, yeasts from the animals´ oral cavities were recovered. The yeasts recovered after PDT and control group were evaluated for interference of PDT on C. albicans adherence to humans buccal epithelial cells. Following, the animals were sacrified and their tongues taken away for macroscopic and histological analysis. The biofilms, tongues and adherence slices were also analized by Scanning Electron Microscopy (SEM). The analysis of the dates were done by ANOVA and Tukey test, Student t test and Kruskal-Wallis (P < 0.05). PDT applied on C. albicans planktonic culture was concentration dependent with significant reduction from minor concentration tested (0.39μM) and 100% of cells death from 3.12 μM. C. albicans biofilm formed invitro was reduced 0.74 log10 by PDT with reduction of yeasts and hyphaesverified by SEM. In vivo, 0.73 log10 of C. albicans and 35% adherence onbuccal epithelial cells were reduced, but there was not significant reduction of macroscopic and histological lesions. SEM revealed...


Assuntos
Biofilmes , Candida albicans , Candidíase Bucal , Adesão Celular , Eritrosina , Fotoquimioterapia
16.
ImplantNews ; 4(1): 79-84, jan.-fev. 2007. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-461753

RESUMO

Atualmente a pesquisa em Implantodontia volta-se para a análise da otimização de crescimento celular em superfícies de implantes de titânio osseointegráveis. Nesse sentido, o presente estudo tem por objetivo investigar mediante avaliação in vitro a adesão de osteoblastos sobre implantes osseointegráveis com superfície tratada (Titamax II®). A partir da revisão de literatura sobre a biocompatibilidade do titânio e a superfície de implantes foi possível vislumbrar cenários favoráveis à adesão e proliferação celulares em superfície de implantes tratadas (rugosas) em detrimento das superfícies lisas. A pesquisa in vitro demonstrou em um prazo de cinco dias um crescimento favorável no implante Titamax II® de células fusiformes e poligonais na superfície tratada, indicando sucesso semelhante no processo de osseointegração in vivo. Concluindo-se, então, que o implante Titamax II® apresentou, devido às suas características de tratamento de superfície, um excelente desempenho in vitro no tocante à adesão de células osteoblásticas.


Assuntos
Animais , Ratos , Adesão Celular , Materiais Biocompatíveis , Implantes Dentários , Técnicas In Vitro , Teste de Materiais , Osseointegração , Titânio
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA