Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 3 de 3
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
Araraquara; s.n; 2012. 80 p. bi.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-866838

RESUMO

A sinalização celular por PAR¹ tem mostrado influenciar uma ampla gama de respostas patofisiológicas, incluindo ativação plaquetária, crescimento tumoral, inflamação e metástases. Baseando-se nisto, o objetivo do presente estudo foi avaliar o efeito do Parstatin, droga que tem ação biológica oposta àquela desencadeada pela ativação do PAR¹, durante o processo de indução e reparo da inflamação. Foi utilizado um modelo de periodontite experimental em ratos através da instalação de ligaduras de fio de algodão nos segundos molares superiores. Para isto, 72 ratos foram separados aleatoriamente em 9 grupos com 8 animais cada e receberam as ligaduras e injeção de veículo ou Parstatin nos períodos de 7 e 14 dias para observar a ação da inibição deste receptor nos períodos de indução de inflamação e reparo. Após estes períodos, os animais foram sacrificados e tiveram as maxilas removidas, dissecadas e divididas ao meio para avaliação histológica e radiográfica a fim de caracterizar infiltrado de células inflamatórias e perda óssea ao redor dos dentes.


PAR¹ cell signaling has been shown to be involved in several pathophysiological responses including platelet activation, tumor growth, inflammation and metastasis. Based on this, the aim of the present study was to evaluate the influence of Parstatin, a drug that presents a biological effect opposed to that of PAR¹ receptor activation, on inflammation induction and repair processes. Rats were subjected to cotton ligature-induced periodontitis bilaterally on the second upper molar teeth. Seventy-two rats were randomly assigned to 9 groups (n=8/group) and received ligatures and injection of vehicle or Parstatin for 7 or 14 days for both inflammation and repair induction. After that, the animals were sacrificed and their maxilla removed, dissected and divided in two for histologic and radiographic evaluation to characterize inflammatory cell infiltrate and bone loss around teeth.


Assuntos
Animais , Ratos , Moduladores da Angiogênese , Inflamação , Periodontite , Ativação Plaquetária , Ratos , Receptor PAR-1
2.
Rio de Janeiro; s.n; 2011. 71 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-673666

RESUMO

Estudos publicados nas duas últimas décadas sugerem um aumento do risco de doença cardiovascular (DCV) em pacientes com periodontite, mas os mecanismos fisiopatológicos dessa associação ainda não estão completamente esclarecidos. Uma vez que foi demonstrado aumento da ativação plaquetária e do estresse oxidativo na periodontite, o objetivo do presente estudo foi investigar a via L-arginina-óxido nítrico (NO)- guanosina monofosfato cíclica (GMPc) e parâmetros de estresse oxidativo em plaquetas de pacientes com periodontite, bem como avaliar o efeito do tratamento periodontal não-cirúrgico nessas variáveis. Um total de 10 pacientes sem periodontite (periodontalmente saudáveis ou com gengivite) e 10 pacientes com periodontite participaram do estudo. A avaliação clínica, laboratorial e experimental foi realizada no início do estudo e 90 dias após realização da terapia periodontal básica (grupo periodontite). A avaliação clínica periodontal incluiu registros de: profundidade de bolsa à sondagem (PBS), nível de inserção (NIC), percentual de placa e percentual de sangramento à sondagem. Os seguintes experimentos foram realizados: influxo de L-arginina; atividade e expressão das enzimas óxido nítrico sintase e da arginase; expressão das enzimas guanilato ciclase solúvel e fosfodiesterase 5; determinação dos níveis intraplaquetários de GMPc; agregação plaquetária; avaliação do estresse oxidativo (atividade oxidante total, atividade das enzimas antioxidantes catalase e da superóxido dismutase - SOD); medição dos níveis de proteína C reativa (CRP) e de fibrinogênio. Os resultados obtidos no início do estudo demonstraram ativação do influxo de L-arginina em plaquetas via sistema y+L nos pacientes com periodontite, bem como concentrações intraplaquetárias de GMPc diminuídas e aumento sistêmico da CRP. Após o tratamento periodontal, observou-se redução do percentual de sítios com PBS ≥ 6 mm, NIC 4-5 mm e NIC ≥ 6 mm, aumento nos níveis de GMPc, para níveis ...


Studies published over the last two decades have suggested an increase of cardiovascular disease (CVD) risk on periodontitis patients, but the physiopathological mechanisms involved in this association are not yet clear. Since it has been demonstrated an enhancement on both platelet activation and oxidative stress on periodontitis patients, the aim of this study was to investigate the L-arginine-nitric oxide (NO)-cyclic guanosine monophosphate (cGMP) pathway on platelets from periodontitis patients, and the effect of non-surgical periodontal treatment in these variables. A total of 10 patients without periodontitis (periodontal healthy controls or gingivitis patients) and 10 periodontitis patients were included in this study. The clinical, laboratorial, and experimental evaluations were performed at the beginning of the study and 90 days after the basic periodontal therapy (periodontitis group). The clinical periodontal evaluation included the measurements of probing pocket depth (PPD), clinical attachment level (CAL), plaque percentage, and percentage of bleeding on probing. The following experiments were performed: L-arginine influx; nitric oxide synthase and arginase enzymes activity and expression; expression of guanylate cyclase and phosphodiesterase-5 enzymes; measurement of intraplatelet cGMP levels; platelet aggregation; oxidative stress evaluation (total oxidant activity and activity of both antioxidant enzymes catalase and superoxide dismutase – SOD); measurement of C reactive protein (CRP) and fibrinogen. The initial results demonstrated an activation of L-arginine influx in platelets from periodontitis patients via y+L system, reduced intraplatelet cGMP levels and increased CRP. After periodontal treatment, it was observed reduction on percentage of sites with PPD ≥ 6 mm, CAL 4-5 mm and CAL ≥ 6 mm, enhancement on cGMP levels, to levels comparables to patients without periodontitis, accompanied by a higher activity of both antioxidant ...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Arginina/metabolismo , GMP Cíclico/metabolismo , Estresse Oxidativo , Óxido Nítrico/metabolismo , Periodontite/terapia , Plaquetas/enzimologia , Plaquetas/metabolismo , Proteína C-Reativa , Doenças Cardiovasculares/etiologia , Fibrinogênio , Ativação Plaquetária , Agregação Plaquetária
3.
Rio de Janeiro; s.n; 2011. 71 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-866135

RESUMO

Estudos publicados nas duas últimas décadas sugerem um aumento do risco de doença cardiovascular (DCV) em pacientes com periodontite, mas os mecanismos fisiopatológicos dessa associação ainda não estão completamente esclarecidos. Uma vez que foi demonstrado aumento da ativação plaquetária e do estresse oxidativo na periodontite, o objetivo do presente estudo foi investigar a via L-arginina-óxido nítrico (NO)- guanosina monofosfato cíclica (GMPc) e parâmetros de estresse oxidativo em plaquetas de pacientes com periodontite, bem como avaliar o efeito do tratamento periodontal não-cirúrgico nessas variáveis. Um total de 10 pacientes sem periodontite (periodontalmente saudáveis ou com gengivite) e 10 pacientes com periodontite participaram do estudo. A avaliação clínica, laboratorial e experimental foi realizada no início do estudo e 90 dias após realização da terapia periodontal básica (grupo periodontite). A avaliação clínica periodontal incluiu registros de: profundidade de bolsa à sondagem (PBS), nível de inserção (NIC), percentual de placa e percentual de sangramento à sondagem. Os seguintes experimentos foram realizados: influxo de L-arginina; atividade e expressão das enzimas óxido nítrico sintase e da arginase; expressão das enzimas guanilato ciclase solúvel e fosfodiesterase 5; determinação dos níveis intraplaquetários de GMPc; agregação plaquetária; avaliação do estresse oxidativo (atividade oxidante total, atividade das enzimas antioxidantes catalase e da superóxido dismutase - SOD); medição dos níveis de proteína C reativa (CRP) e de fibrinogênio. Os resultados obtidos no início do estudo demonstraram ativação do influxo de L-arginina em plaquetas via sistema y+L nos pacientes com periodontite, bem como concentrações intraplaquetárias de GMPc diminuídas e aumento sistêmico da CRP. Após o tratamento periodontal, observou-se redução do percentual de sítios com PBS ≥ 6 mm, NIC 4-5 mm e NIC ≥ 6 mm, aumento nos níveis de GMPc, para níveis ...


Studies published over the last two decades have suggested an increase of cardiovascular disease (CVD) risk on periodontitis patients, but the physiopathological mechanisms involved in this association are not yet clear. Since it has been demonstrated an enhancement on both platelet activation and oxidative stress on periodontitis patients, the aim of this study was to investigate the L-arginine-nitric oxide (NO)-cyclic guanosine monophosphate (cGMP) pathway on platelets from periodontitis patients, and the effect of non-surgical periodontal treatment in these variables. A total of 10 patients without periodontitis (periodontal healthy controls or gingivitis patients) and 10 periodontitis patients were included in this study. The clinical, laboratorial, and experimental evaluations were performed at the beginning of the study and 90 days after the basic periodontal therapy (periodontitis group). The clinical periodontal evaluation included the measurements of probing pocket depth (PPD), clinical attachment level (CAL), plaque percentage, and percentage of bleeding on probing. The following experiments were performed: L-arginine influx; nitric oxide synthase and arginase enzymes activity and expression; expression of guanylate cyclase and phosphodiesterase-5 enzymes; measurement of intraplatelet cGMP levels; platelet aggregation; oxidative stress evaluation (total oxidant activity and activity of both antioxidant enzymes catalase and superoxide dismutase – SOD); measurement of C reactive protein (CRP) and fibrinogen. The initial results demonstrated an activation of L-arginine influx in platelets from periodontitis patients via y+L system, reduced intraplatelet cGMP levels and increased CRP. After periodontal treatment, it was observed reduction on percentage of sites with PPD ≥ 6 mm, CAL 4-5 mm and CAL ≥ 6 mm, enhancement on cGMP levels, to levels comparables to patients without periodontitis, accompanied by a higher activity of both antioxidant ...(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Arginina/metabolismo , GMP Cíclico/metabolismo , Estresse Oxidativo , Óxido Nítrico/metabolismo , Periodontite/terapia , Plaquetas/enzimologia , Plaquetas/metabolismo , Proteína C-Reativa , Doenças Cardiovasculares/etiologia , Fibrinogênio , Ativação Plaquetária , Agregação Plaquetária
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA