Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
São Paulo; s.n; 2016. 109 p. ilus, tab, graf. (BR).
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-868002

RESUMO

A desordem temporomadibular em atletas da modalidade do remo é uma temática ainda pouco abordada na literatura, muito embora se tenha conhecimento que a biomecânica do gesto esportivo possa provocar dores lombares, fratura de costela devido ao estresse, além de dores cervicais provenientes do desprendimento de força, para atingir grande velocidade e manutendo o equilíbrio por um longo tempo. O presente estudo tem como objetivo analisar, por meio da baropodometria dinâmica, a ação da placa oclusal estabilizadora associada ao exercício terapêutico de movimento mandibular em atletas remadores diagnosticados como portadores de desordem temporomandibular (DTM). Estudos prévios demonstram que um dispositivo intraoclusal (placa oclusal estabilizadora) tem ação significante sobre o sistema de manutenção do equilíbrio corporal na postura estática. Trinta indivíduos remadores apresentaram-se como voluntários com queixa de dor, sendo 10 deles (40% homens e 60% mulheres), com idade entre 24 e 35 anos foram diagnosticados com DTM por meio do preenchimento do questionário RDC/TMD e de exame clínico. O presente estudo piloto foi caracterizado por ser um ensaio clínico, randomizado, controlado, prospectivo e de intervenção. Imediatamente após aplicação do questionário e do exame clínico, todos os indivíduos realizaram testes de


baropodometria estática e dinâmica. Após esta etapa, realizou-se a randomização dos grupos por meio de software online gratuito (www.random.org) que determinou os integrantes do grupo controle, denomindado de Grupo Exercício (GE) e grupo teste denominado de Grupo Placa (GP). Ambos os grupos receberam orientação para a realização do exercício terapeutico de movimento mandibular. Definidos os integrantes do GP, foram realizados agendamento para a realização da etapa de confecção da placa oclusal. Os grupos foram monitorados por 12 semanas e após este período foram reavaliados segundo os mesmos parâmetros da etapa inicial. A análise estatísitca foi realizada utilizando o modelo ANOVA (normalidade e homoscedasticiodade),teste T-Student e teste não paramétrico de Wilcoxon. Os resultados apresentaram significância estatística na redução da dor e aumento da amplitude articular da articulação temporomandibular (ATM) no GP (p<0,05). Não foi observada significância estatísitica na análise da pressão plantar dinâmica, justificado pelo fato da insuficiência do número de invidíduos da amostra. Concluiu-se que o uso da placa oclusal foi eficaz no tratamento da DTM pela redução do quadro doloroso, entretanto, uma amostragem maior se faz necessária pra a verificação da integração entre sistema estomatognático e postural na dinâmica da marcha.


Temporomadibular joint disorder (TMJD) in rower athletes has still few studies over this theme, where the biomechanics of athletic gesture points can produce low back pain, rib stress fractures and cervical pain as resulting from power requirement to obtain high speed and body balance for repeatedly long period exercises. The aim of this study was to analyze through dynamic plantar pressure the effects of occlusal splint and therapeutic exercise of mandibular movement in rowers diagnosed as suffering from TMJD. Previous studies have shown that the occlusal splint has significant action to keep the system of body balance in standing position. 30 rower athletes came as volunteers with pain symptoms, and 10 individuals, 40% men ande 60% women, aged between 24 and 35 years, were diagnosed with TMJD through completion of the RDC/TMD questionnaire and clinical examination. The research was performed by a randomized controlled prospective clinical study besides intervention. Immediately after the questionnaire application and clinical examination, all individuals performed tests of static and dynamic baropodometry. After this procedure, the groups were randomized by using a free online software (www.random.org) which determined the


members of control group, named Exercise Group (EG) and test group called Oclusal Splint Group (OSG). Both groups received guidance for performing only therapeutic exercise of mandibular movement. The OSG were scheduled for the completion of preparation stage for occlusal splint. All groups were monitored for 12 weeks and after this period were evaluated according to the same parameters of the initial step. Statistic analysis was performed by using ANOVA model (normal and homoscedasticity), t-Student test and Wilcoxon nonparametric test. The results showed statistical significance to pain relief and increase of amplitude range of jaw joint in OSG (p < 0.05). No statistical significance was observed in the analysis of dynamic plantar pressure, justified by insufficient statistic population. In conclusion the use of occlusal splint was effective in the treatment of TMJD to pain relief, however, a larger sampling is necessary to verify the integration among stomatognatic system, posture and and gait dynamics analyzes.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Equilíbrio Postural/fisiologia , Fisioterapia/estatística & dados numéricos , Fisioterapia/métodos , Fisioterapia/organização & administração , Fisioterapia , Equilíbrio Postural , Transtornos da Articulação Temporomandibular/complicações , Transtornos da Articulação Temporomandibular/diagnóstico , Transtornos da Articulação Temporomandibular/prevenção & controle
2.
Fisioter. Bras ; 11(6): 444-448, Nov.-Dez 2010.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-850803

RESUMO

Introdução: O Acidente Cerebral Vascular Encefálico (AVC) é um processo patológico que resulta em lesões neurológicas, incapacidades e/ou morte; frequentemente causa alterações de postura e equilíbrio no indivíduo. A hidroterapia é um dos recursos mais utilizados no tratamento fisioterápico, sendo uma modalidade útil de tratamento para pacientes com desordens neurológicas como alterações de postura e equilíbrio no indivíduo. Objetivos: Verificar o impacto da hidroterapia no equilíbrio de um paciente, gênero feminino, 70 anos, com sequelas de acidente cerebral vascular e déficit de equilíbrio. Resultados: Foram realizadas 6 sessões com tempo de 45 minutos, obtendo-se resultado favorável na aplicação da Escala de Equilíbrio de Berg (EEB) (4 pontos a mais). Antes do primeiro atendimento e após o sexto atendimento foi aplicada a EBB. Conclusão: A reabilitação aquática em pacientes com AVC e déficit de equilíbrio contribui para a melhora das capacidades funcionais como o equilíbrio.


Assuntos
Hidroterapia , Acidente Vascular Cerebral , Equilíbrio Postural
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA