Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 11 de 11
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
São Paulo; s.n; 20200000. 99 p.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1119563

RESUMO

Parte I. A discrepância positiva, recomendada para as coroas protéticas em metalocerâmica, tem sido apontada como um dos fatores que pode contribuir para a maior taxa de lascamento ("chipping") nas porcelanas sobre a infraestrutura de zircônia Y-TZP. Objetivo: Comparar a distribuição das tensões residuais, in silico, em peças de duas camadas, uma de porcelana feldspáticas sinterizada sobre a outra, de material de infraestrutura, com discrepância de valores de coeficiente de expansão térmica linear (CETL) entre elas. Métodos: Espécimes de formato de barra plana e coroa com espessuras de 0,7 mm de infraestrutura e 1,5 mm de porcelana de cobertura foram investigadas por meio da análise elástica de elementos finitos. Oito condições de discrepância ("mismatch") de CETL foram simuladas, através da combinação de dois tipos de materiais de infraestrutura (zircônia e metal) e seis porcelanas de cobertura (distintas por valores de CETL). Além das combinações dos sistemas metal-porcelana e zircônia-porcelana recomendadas pelo fabricante, foram apresentados modelos com valores de mismatch similares (1 ppm/°C) com diferentes materiais de infraestrutura (metal ou zircônia) e modelos de infraestrutura de zircônia com porcelanas compatíveis ao metal também foram testadas. O protocolo de resfriamento após a sinterização adotado foi o protocolo denominado resfriamento lento, com taxa de 32ºC/min, entre 600 °C e a temperatura ambiente. Além disso, a natureza multidirecional das tensões residuais em barras e coroas foi apresentada para que fosse possível explorar as contradições aparentes entre os diferentes estudos. Foram analisadas as tensões principais máxima (?1) e mínima (?3), assim como as componentes paralelas a interface (?pi) ao longo eixo dos espécimes. Resultados: Espécimes barras e coroas geraram diferentes padrões de distribuições de tensões. Quando analisadas as combinações recomendadas pelo fabricante, tensões residuais em modelos de zircônia foram, significantemente, maiores aos modelos com infraestrutura metálica. Quando combinadas as infraestruturas de zircônia com as porcelanas indicadas para metal, os valores de tensões residuais foram ainda maiores. Tensões residuais não foram diferentes entre os modelos de infraestrutura em metal e em zircônia quando as discrepâncias de CETL foram similares (1 ppm/°C). Significância: Algumas conclusões obtidas com os espécimes planos não podem ser extrapoladas para as situações clínicas porque o formato dos espécimes influencia fortemente nos padrões de tensões residuais. Uma vez que discrepância positiva gera tensões de compressão circunferencial e tensões de tração radial e uma vez que as coroas com infraestrutura em zircônia tendem a ser mais vulneráveis para o lascamento ("chipping"), um estado livre de tensão de tração a partir da discrepância zero poderia ser mais vantajosa. Parte II. Objetivo: Verificar os padrões das tensões residuais em espécimes com formato de coroa utilizando dois tipos de métodos: Método de Indentação Vickers (MIV) e Análises em Elementos Finitos (AEF). Métodos: Infraestruturas anatômicas estilizadas e axissimétrica de zircônia e metal (n=20) foram recobertas com as respectivas porcelanas recomendadas (VM9/Y-TZP ou VM13/NiCrMo). As porcelanas foram sinterizadas de acordo com as instruções do fabricante, seguidas dos protocolos de resfriamento lento ou rápido. As coroas foram seccionadas longitudinalmente em duas metades. Para cada seção plana polida, sete indentações foram realizadas, distantes 0,375 mm da interface porcelana/infraestrutura. As regiões de medição foram rotuladas de acordo com o perfil do plano de corte: A - interface convexa da porcelana na área cervical, B - porcelana linear, paralela à parede axial da preparação do dente, C - interface côncava da porcelana, no ângulo oclusal e D - porcelana linear, paralela à parede oclusal. O indentador Vickers foi posicionado de forma a permitir o cálculo da tensão residual em duas orientações específicas: paralela e perpendicular à interface porcelana - infraestrutura. Os valores de tensão residual coletados foram submetidos a ANOVA e ao teste de Tukey. Os modelos de elementos finitos foram desenvolvidos de acordo com o teste experimental, exceto para a secção longitudinal. Resultados: Tensões residuais paralelas à interface, medidas por MIV, mostraram prevalência de compressão em coroas com infraestrutura em zircônia, e prevalência de tensões de tração em infraestrutura em metal, para ambos os protocolos de resfriamento. Os valores de tensões na região A foram similares aos das regiões B e inferiores aos das regiões C e D. Em relação à orientação perpendicular à interface, a tensão de tração nas coroas de infraestrutura metálica não foi influenciada nem pelo protocolo de resfriamento, nem pela região de medição. Contudo, para as coroas com infraestrutura em zircônia, as tensões de tração perpendicular foram maiores quando foi usado o protocolo de resfriamento lento. O padrão de tensões em MIV não ficou de acordo com os resultados encontrados em AEF. Este resultado não confirmou a influência das tensões residuais térmicas no lascamento das porcelanas de recobrimento nas coroas de zircônia.


Assuntos
Mecânica , Porcelana Dentária
2.
São Paulo; s.n; 2015. 98 p. ilus, tab. (BR).
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-867998

RESUMO

Objetivo: Analisar por meio de um estudo clinico transversal a influência das forças oclusais, assim como, de outros possíveis fatores locais na morfologia de lesões cervicais não cariosas (LCNC). Material e Método: Foram avaliados 32 indivíduos que possuíam LCNC nos primeiros pré-molares superiores, totalizando uma análise de 61 dentes, além disso, todos os sujeitos da pesquisa apresentavam todos os elementos dentais. Os mesmos eram pacientes regulares do serviço odontológico da Universidade Federal de Uberlândia, de ambos os gêneros, com idades entre 21 a 64. Para confirmação da morfologia e da severidade (profundidade) das LCNC, foi realizado exame cínico e replica das mesmas. As LCNC foram classificadas em anguladas ou arredondadas e em 3 níveis de severidade. A fim de determinar a presença de forças laterais, a presença de algum tipo de hábito parafuncional, como apertamento e bruxismo, foi analisado por meio de questionário e exame clinico. Também foram analisados, a presença de interferências oclusais (IO) em Relação Cêntrica (RC) e Movimentos excursivos, por meio de exame clinico de manipulação e análise dos modelos de gesso montados em articulador, assim como informações sobre a presença de facetas de desgaste. Além disso, informações sobre o periodonto, também foram coletadas, por meio de exame clinico, da mensuração das recessões gengivais no sentido cérvico-apical e mésio-distal. Assim como, da altura e espessura da cortical óssea vestibular, realizada por meio


de Tomografia Computadorizada do tipo Cone-Beam (TCCB). Resultados: Inicialmente, aplicou-se o teste de Shapiro wilk, para avaliar a normalidade dos dados. Para os dados normais, posteriormente, aplicou-se o teste de Kruskall-wallis. Enquanto, que para as variáveis que não apresentaram distribuição normal, foi aplicado o teste Mann- Whitney. Dados gerais da amostra, demonstraram que a idade apresentou associação tanto com a morfologia (p = ,016), quanto para a severidade das LCNC (p=,000). O que não foi encontrado para o gênero (morfologia, p =,139; severidade, p =,308), nem para a presença de algum distúrbio gástrico (morfologia, p =,260; severidade, p =,831). Além disso, nenhuma relação foi encontrada entre a preseça de hábitos parafuncionais ou alguma IO, com a morfologia e severidade das LCNC. Todos os sujeitos da pesquisa apresentaram facetas de desgaste, entretanto, a presença de uma ou duas facetas não influenciou a morfologia ou severidade das lesões. Já para a recessão gengival, associação significativa foi encontrada para a morfologia (p =,046). Em relação a altura e espessura da crista da cortical vestibular, a altura foi significante em relação a severidade (p= ,009), e a espessura da crista, apresentou associação com a morfologia (p=,001) e severidade (p=,044). Conclusão: Não houve associação direta entre a morfologia das LCNC e as forças oclusais, entretanto, a idade e o suporte ósseo (menor altura e cortical menos espessa), foram fatores determinantes para a prevalência de LCNC anguladas e mais severas


Objective: Analyze through a cross clinical study the influence of occlusal forces, as well as other possible local factors in the morphology of cervical lesions noncarious (LCNC). Material and Methods: We evaluated 32 individuals who had LCNC the first premolars, totaling an analysis of 61 teeth, moreover, all the subjects had complete dental arches. They were regular patients of the dental service at the Federal University of Uberlândia, of both genders, ages 21 to 64. To confirm the morphology and severity (depth) of LCNC was held cynical examination and replicates them. The LCNC were classified into angled or rounded and three severity levels. In order to determine the presence of lateral forces, the presence of some kind of habit parafuncional as bruxism and clenching was analyzed by questionnaire and clinical examination. Were also analyzed, the presence of occlusal interferences (OI) in Relation Centrica (CR) and movements excursive through clinical examination manipulation and analysis of plaster models mounted on articulator, as well as information about the presence of wear facets. In addition, information about periodontal were also collected through clinical examination, measurement of gingival recession in cervical-apical and mesiodistally. As well as the height and thickness of the buccal bone cortical held by Computed Tomography Cone-Beam type (TCCB). Results: Initially, we applied the Shapiro Wilk test to assess the normality of the data. For normal data, later applied the Kruskal-wallis test. While that for variables without normal distribution


the Mann-Whitney test was applied. General data of the sample, showed that age was associated with both the morphology (p =. 016), as to the severity of LCNC (p =.000). What was not found for the genre (morphology, p = .139; severity, p = 308), or to the presence of some gastric disorder (morphology, p = .260; severity, p = 831). Furthermore, no relationship was found between the preseça of parafunctional habits or some IO, with the morphology and severity of LCNC. All the subjects showed wear facets, however, the presence of one or two aspects not influence the morphology or severity of the lesions. As for the gingival recession, significant association was found for morphology (p =.046). Regarding the height and thickness of the crest cortical bone, the height was significant in relation to severity (p =.009), and the thickness of the crest, was associated with the morphology (p = .001) and severity (p = .044). Conclusion: There was no direct association between the morphology of NCCL and occlusal forces, however, the age and the bony support (lower thinner height and cortical), were determining factors for the prevalence of NCCL angled and more severe


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Oclusão Dentária , Dente Pré-Molar/crescimento & desenvolvimento , Dente Pré-Molar/lesões , Mecânica
3.
J. bras. ortodon. ortop. facial ; 11(61): 83-92, jan.-fev. 2006. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-502367

RESUMO

O tratamento ortodôntico corretivo pode ser dividido em cinco fases: diagnóstico e planejamento, alinhamento e nivelamento, correção da relação molar e fechamento de espaços, finalização e contenção. A finalização ortodôntica é o estágio do tratameto no qual pequenas alterações são corrigidas, buscando aproximar-se o máximo possível da oclusão normal, possibilitando saúde, estética, função e estabilidade. Os procedimentos empregados nesta fase variam de acordo com a técnica empregada e com a maloclusão do paciente. Devido à grande variedade de técnicas presentes na Ortodontia contemporânea, várias correções são propostas durante a finalização. Recomenda-se que esta fase se inicie com a observação completa das arcadas dentárias e que em seguida seja escolhido o mecanismo da correção apropriado. O objetivo deste trabalho foi destacar aspectos importantes na finalização ortodôntica, propondo uma sequência de detalhes a serem observados, bem como algumas sugestões para solucionar pequenos problemas. Dentre as características que devem ser observadas, podem-se citar: rotações, intercuspidação dentária, linha média, trespasse horizontal, trespasse vertical, paralelismo radicular nos espaços das extrações, torque e as funções da ATM. Os dados devem ser anotados para traçar a estratégia necessária para a finalização do tratamento ortodôntico. Por fim, seleciona-se o fio que será utilizado para confecção dos arcos de finalização e adicionam-se os ajustes necessários. Alcançada a oclusão excelente, o aparelho é removido e a contenção é instalada.


Assuntos
Diagnóstico , Ortodontia , Planejamento/métodos , Mecânica , Fechamento de Espaço Ortodôntico , Suspensão de Tratamento
4.
PCL, Rev. Íbero Am. Prótese Clín. Lab. ; 7(37/38): 277-282, jul.-set./out.-dez. 2005. ilus, tab, graf, CD-ROM
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-853134

RESUMO

O propósito deste estudo foi avaliar o efeito da ciclagem mecânica na resistência da interface ceramo-cerâmica de quatro grupos: A) IPS Empress 2/Empress 2 cerâmico (IP/EC2), B) IP/EC2 com ciclagem mecânica, C) In Ceram Alumina/Vitadur Alfa (IC/VA), D) IC/VA com ciclagem mecânica. Foram confeccionados dez corpos-de-prova de cada grupo com uma subestrutura (SUB) apresentando uma extremidade maior, de dimensões de 5,0mm de diâmetro x 5,00mm de comprimento, um estreitamento de 1,0mm formando uma extremidade menor de 4,0mm de diâmetro x 2,0mm de comprimento, sendo esta superfície aplicada cerâmica de recobrimento (REC) apresentando 4,0mm x 3,0mm de comprimento. Os grupos B e D foram submetidos ao teste de ciclagem mecâncica, no sentido axial, a uma carga de 50N, 1Hz, 2 x 104 ciclos e, em seguida, foram submetidas ao teste de cisalhamento numa máquina Instron (modelo 4301) a uma velocidade de 0,5mm/min até a fratura. Os resultados foram avaliados utilizando ANOVA. A ciclagem mecânica não exerceu influência entre os grupos A (82,04MPa, B (68,15MPa) e C (40,43MPa), D(45,06MPa). Entretanto, o grupo A apresentou resultados estatisticamente superiores aos do grupo C (p<0,5). Nos grupos C e D foi observada uma predominância do deslocamento total do REC em relação à SUB, enquanto nos grupos A e B, a SUB apresentou um deslocamento parcial do REC. Conclui-se que os grupos A e B apresentaram uma maior união ceramo-cerâmica, e que a ciclagem mecânica não influenciou na resistência


Assuntos
Cerâmica/análise , Resistência ao Cisalhamento , Análise de Variância , Materiais Dentários , Técnicas In Vitro , Mecânica
5.
Rev. bras. odontol ; 60(3): 202-204, maio-jun. 2003. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-404196

RESUMO

O objetivo do presente trabalho foi de comparar a resistência à fratura de instrumentos de NiTi acionados a motor, submetidos ao teste mecânico e torção à direita. O ângulo de rotação máximo e o torque máximo no momento da fratura foram analisados sem submeter as limas ao carregamento axial. Os resultados mostram que houve diferença estatística significante segundo o torque máximo na fratura. Dessa forma, foi impossível concluir que não houve diferença estatística significante quanto ao ângulo de torção. Com relação ao torque máximo no momento da fratura, os instrumentos da marca K3 Endo superaram os da marca ProFile


Assuntos
Instrumentos Odontológicos/normas , Teste de Materiais , Mecânica , Preparo de Canal Radicular
7.
São José dos Campos; s.n; 2002. 128 p. ilus, tab, graf. (BR).
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-366109

RESUMO

O propósito deste estudo foi analisar a influência das características químicas e microestruturais nas propriedades mecânicas dos materiais de infra-estrutura (A-IPS Empress 2 e B - In Ceram Alumina ) e de recobrimento estético (C - Empress cerâmico e D - vitadur Alfa) de sistemas totalmente cerâmicos. Para determinação de flexão em quatro pontos, cisalhamento (com e sem ciclagem) e microdureza superficial Vickers. As superficies das cerâmicas foram analisadas por difração de raios X e microscopia eletrônica de varredura (MEV). Após os ensaios mecânicos, as superficies de fratura dos materiais A e B e as interfaces A/C e B/D foram analisadas quimicamente por EDX e microestruturalmente por MEV. Os resultados foram consistentes com a literatura, onde os materiais A e B são compostos de fases cristalinas e C e D são vitreos. Os valores médios de resistência à fratura por flexão foram coerentes com os compostos presentes nas cerâmicas e os desvios padrões foram relacionados à quantidade de defeitos microestruturais. Os tratamentos estatísticos não paramétrico de Kruskal-Wallis e Weibull destes dados mostraram uma diferença estatisticamente significante do conjunto A/C em relação aos demais materiais, e do B/D com o material B. Não foi observada diferença significativa entre os valores de resistência à fratura obtida nos ensaios de cisalhamento estático e por ciclagem mecânica para um mesmo sistema. No ensaio sem ciclagem mecânica, verificou-se uma maior resistência adesiva para o sistema A/C, que foi associado à formação de interface química.


Assuntos
Humanos , Estética Dentária , Mecânica , Ligas Metalo-Cerâmicas , Estatísticas não Paramétricas , Difração de Raios X/métodos
9.
Rev. bras. odontol ; 58(6): 406-410, nov.-dez. 2001. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-308213

RESUMO

Com base na teoria da mecânica da fratura e em observaçöes clínicas, descreveu-se a falha por torçäo e por dobramento das limas endodônticas tipo K de aço inoxidável e de níquel-titânio. A fratura por torçäo ocorre quando a ponta do instrumento fica imobilizada no interior do canal radicular. Neste caso, o torque, aplicado no instrumento, pode ultrapassar o limite de resistência à fratura do material e induzir à falha. A fratura por dobramento alterado ocorre quando o instrumento dobrado é movimentado no interior do canal radicular. Carregamentos alternados de dobramento e desdobramento induzem, na área deformada, o aparecimento de trincas, que se propagam até a fratura do instrumento endodôntico de aço inoxidável. A morfologia da superfície de fratura das limas endodônticas tipo K, de aço inoxidável ou de níquel-titânio, apresenta características do tipo dúctilo


Assuntos
Instrumentos Odontológicos/classificação , Instrumentos Odontológicos/normas , Instrumentos Odontológicos/tendências , Mecânica , Tratamento do Canal Radicular
10.
In. Leonardo, Mario Roberto; Leal, Jayme Maurício. Endodontia: tratamento de canais radiculares. Säo Paulo, Panamericana, 3 ed; 1998. p.453-63, ilus. (BR).
Monografia em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-211188
11.
Ortodon. gaúch ; 1(1): 57-61, abr. 1997. ilus
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-852903

RESUMO

Neste artigo os autores ressaltam a importância da coerência do planejamento mecânico com o processo de diagnóstico quando da utilização das novas ligas metálicas ortodônticas. Diferentes situações clínicas são comentadas sob o ponto de vista do planejamento mecânico. O artigo também destaca as vantagens das diferentes ligas existentes no mercado


Assuntos
Mecânica , Fios Ortodônticos , Ortodontia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA