Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 10 de 10
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
Natal; s.n; fev. 2016. 185 p. ilus, graf, map, tab.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-867985

RESUMO

O acelerado crescimento da população idosa é uma realidade mundial, configurando-se um dos maiores desafios para a saúde pública contemporânea. Considerando o envelhecimento um fenômeno multidimensional e a ampliação da expectativa de vida, põe-se em evidência a necessidade de investigar se o prolongamento da longevidade está acompanhado de níveis satisfatórios de qualidade de vida (QV). Objetivou-se neste estudo avaliar a QV facetada e global de idosos da microrregião do Curimataú ocidental paraibano, explicada por suas condições de vida e saúde. Consta de um estudo observacional transversal com desenho quantitativo realizado com 444 idosos de cinco municípios: Barra de Santa Rosa, Cuité, Nova Floresta, Remígio e Sossego. Para obtenção das informações, foram utilizados os seguintes instrumentos: I) Questionário para coleta de dados pró-idoso, para as características sociodemográficas, clínicas e comportamentais; e II) Questionário WHOQOL-Old, para mensuração e avaliação da QV. Os dados foram processados no software IBM-SPSS Statistics 20.0 por meio dos testes ANOVA (one-way), t-Student, Mann-Whitney, Kruskal-Wallis e correlação de Pearson, sendo p-valores<0,05 aceitos como estatisticamente significativos. Os resultados apontam uma boa QV global (ETT=65,69%), com melhor avaliação por idosos do sexo masculino, com idade entre 60 e 74 anos, casados, morando com cônjuge e filhos, sem cuidador, praticantes de exercícios físicos, com até um problema de saúde diante de um aspecto de multimorbidade e com muito boa e/ou boa avaliação das necessidades básicas.


O estresse autorreferido apresentou uma correlação significativa negativa diante da QV global, onde quanto maior a percepção do estresse, pior a avaliação da QV. Na avaliação facetada da QV, o Funcionamento Sensório apresentou o melhor desempenho (ETF=68,86%) e a Participação Social (PSO) o pior (ETF=60,37%). No modelo de regressão linear múltipla, a PSO isoladamente é responsável por 51,8% (R2=0,518) de explicação da QV global. Na intercorrelação entre as facetas do WHOQOL-Old, apenas Morte e Morrer não revelou significância. A harmonia evidenciada entre as facetas suscita a necessidade de assegurar uma atenção integral à saúde do idoso, em especial na compreensão da participação social como elemento intrínseco à QV e que demanda a rediscussão e reconstrução de ações individuais e coletivas, familiares e comunitárias, políticas e governamentais. Logo, garantir um envelhecimento ativo, saudável, participativo e com QV é o grande desafio


The fast growth of the elderly population is a reality throughout the world and has become one of the greatest challenges for contemporary public health. When considering the increased life expectancy and the aging as a multidimensional phenomenon, one should highlight the need to investigate if the increase of longevity is associated with satisfactory levels of Quality of Life (QOL). This study has the objective of assessing the QOL of elderly people from the Paraíba’s Western Curimataú microregion, explained by its health and living conditions. This is a cross-sectional and observational study with quantitative design held with 444 elderly people from five cities: Barra de Santa Rosa, Cuité, Nova Floresta, Remígio e Sossego. In order to obtain information, the following instruments were used: I) Questionnaire for collection data related to the elderly population, for sociodemographic, clinical and behavioral characteristics; and II) WHOQOL-Old questionnaire, with a view to measuring and assessing QOL. Data were processed on the IBM-SPSS Statistics 20.0 software by means of the ANOVA (one-way), Student’s t, Mann-Whitney, Kruskal-Wallis and Pearson’s correlation tests, with p-values<0,05 accepted as being statistically significant. The results indicate a good global QOL (ETT=65,69%), with better assessment by elderly men, aged between 60 and 74 years, married, living with partner and children, without caregiver, physical activity practitioners, with up to one health problem before an aspect of multimorbidity and with very good and/or good assessment of basic needs. The self-reported stress showed a negative significant correlation before the global QOL, where the greater the perception of stress, the worse the assessment of QOL. In the faceted assessment of QOL, the Sensory Operation showed the best performance (ETF= 68,86%) and the Social Participation (SP) the worst (ETF=60,37%).


In the multiple linear regression model, SP is singly responsible for 51,8% (R2=0,518) of explanation of the global QOL. In the intercorrelation among the WHOQOL-Old facets, only Death and Dying did not reveal significance. The harmony highlighted among the facets raises the need to ensure a comprehensive health care for the elderly population, especially in understanding the social participation as an intrinsic part of the QOL and that it requires the re-discussion and reconstruction of individual and collective, family and community, political and government actions. Hence, guaranteeing an active, healthy and participatory aging, with QOL, is the major challenge


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso , Envelhecimento , Dinâmica Populacional , Atenção Primária à Saúde , Política Pública , Serviços de Saúde para Idosos , Análise de Variância , Brasil , Inquéritos e Questionários , Estatísticas não Paramétricas
2.
Roplac ; 5(1): 21-27, jan. 2015.
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-858928

RESUMO

Com o súbito crescimento da população idosa, a saúde bucal do idoso tem adquirido maior importância dentroda odontologia, devido às alterações ocorridas na cavidade bucal. Portanto este estudo tem como objetivoabordar as causas, os reflexos na saúde bucal dos idosos que apresentam hipossalivação, diagnóstico etratamento, a fim de proporcionar maiores conhecimentos ao seu respeito. A metodologia utilizada foi umarevisão de literatura narrativa por meio de um levantamento bibliográfico referente ao tema proposto,destacando os fatores etiológicos, a importância da saliva, consequências da redução do fluxo salivar, formasde diagnóstico e tratamento baseado na etiopatogenia e hipótese diagnostica da hipossalivação, podendoutilizar para isso estímulos fisiológicos gustatórios, mastigatórios e farmacológicos


With the sudden growth of the elderly population, the oral health of the elderly has acquired greaterimportance in dentistry due to changes in the oral cavity. Therefore this study aims to address the causes,effects on the oral health of the elderly with hyposalivation, diagnosis and treatment in order to provide moreknowledge to him. The methodology used was a narrative review of the literature through a literature reviewrelated to the theme, highlighting the etiological factors, the importance of saliva, consequences of reducedsalivary flow, methods of diagnosis and treatment based on pathogenesis and diagnostic hypothesis ofhyposalivation and may use it to physiological stimuli gustatory, masticatory and pharmacological


Assuntos
Dinâmica Populacional , Serviços de Saúde para Idosos , Salivação , Xerostomia/diagnóstico , Xerostomia/etiologia , Brasil
4.
Rev. ciênc. méd. biol ; 6(3): 331-337, set.-dez. 2007. ilus, graf, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-530624

RESUMO

O envelhecimento populacional é um fenômeno mundial, com importantes conseqüências sociais e de saúde pública. O aumento da representatividade populacional dos idosos tem sido acompanhado de estudos sobre fatores demográficos, epidemiológicos e genéticos sobre o envelhecimento. Esta investigação teve o objetivo de analisar aspectos associados à longevidade no município de Santa Inês-Bahia, que apresenta a taxa mais elevada de idosos no estado. Foi realizado estudo caso-controle de amostra aleatoria de indivíduos jovens, idosos e longevos que responderam questionário sobre dados genéticos, de saúde e habitos de vida. Adicionalmente, foi realizado o teste de micronúcleo e alterações nucleares, como indicativos da ocorrência de danos celulares no envelhecimento. Os resultados indicam tendências demográficas associadas ao declínio da população mais jovem em relação aos idosos, assim como a influência de características multifatoriais, como bons hábitos de vida, dieta hipocalórica e história familial de longevidade, o que favorece um envelhecimento saudável.


Assuntos
Envelhecimento , Dinâmica Populacional , Longevidade , Grupos Populacionais
5.
JBG J. bras. odonto ; 2(7): 101-106, out.-dez.2006.
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-851862

RESUMO

O aumento no mundo da população idosa é uma realidade. Hoje em dia, cada vez mais pacientes idosos buscam tratamento odontológico. É importante para o profissional da Odontologia conhecer as mudanças fisiológicas e as doenças mais comuns que ocorrem com o envelhecimento. Prováveis reações adversas às drogas e toxicidades em função da polifarmácia a qual estes pacientes estão submetidos são também um fator determinante para evitar complicações durante o tratamento em Odontogeriatria


Assuntos
Dinâmica Populacional , Uso de Medicamentos , Odontologia Geriátrica , Envelhecimento , Assistência Odontológica para Idosos , Relações Dentista-Paciente , Tratamento Farmacológico , Conhecimento , Prática Profissional
6.
JBG J. bras. odonto ; 2(6): 80-86, jul.-set. 2006. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-495441

RESUMO

O envelhecimento da população brasileira impulsiona, cada vez mais, o Poder Público a criar alternativas que viabilizem a permanência do idoso na comunidade, otimizando suas capacidades e disponibilizando serviços de atenção continuada, compreensivos para a complexidade do processo de senectude. Em 2002, o Conselho Federal de Odontologia reconheceu a odontogeriatria como especialidade. Mais do que oferecer tratamentos odontológicos desenvolvidos exclusivamente para as pessoas idosas, essa nova especialidade exige profissionais que compreendam melhor o impacto do envelhecimento na saúde bucal e no comportamento social daí decorrente. No presente artigo são apresentados os conceitos relativos à rede de relações e descritos alguns instrumentos para sua avaliação, dando destaque ao mapa mínimo de relações (MMR), um instrumento gráfico para avaliaçao de suporte social do idoso, de interesse multidisciplinar e que considera particularmente a odontogeriatria.


Assuntos
Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Avaliação de Programas e Instrumentos de Pesquisa , Odontologia Geriátrica , Ajustamento Social , Dinâmica Populacional , Saúde Bucal , Inquéritos e Questionários
8.
In. Fernandes, Aliana; Carvalho, Maria do Rosário de; Domingos Sobrinho, Moisés. Representações sociais e saúde: construindo novos diálogos. Campina Grande, PB, EDUEP, 2004. p.79-l09, tab.
Monografia em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-871937
9.
In. Fernandes, Aliana; Carvalho, Maria do Rosário de; Domingos Sobrinho, Moisés. Representações sociais e saúde: construindo novos diálogos. Campina Grande, EDUEP, 2004. p.79-l09, tab.
Monografia em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-407881
10.
Araçatuba; s.n; 2003. 184 p. tab.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-430362

RESUMO

O envelhecimento populacional do país constitui-se em fato consumado e, embora tenha cada vez mais despertado o interesse de pesquisadores e profissionais da área social e da saúde, ainda deste estudo foram investigar o significado do processo de envelhecimento e suas repercussões no corpo e, em particular, na boca dos idosos; e como os efeitos da assistência odontológica durante a vida repercutem na saúde bucal do idoso. A boca foi compreendida na expressão da bucalidade, conceito desenvolvido por Botazzo (2000) relativo à propriedade do bucal nas dimensões psíquica e cultural. Trata-se, pois, de compreender a boca nestas dimensões enquanto território corporal. A pesquisa é de abordagem qualitativa de fundamentação fenomenológica, sendo os sujeitos entrevistados escolhidos intencionalmente. Foram selecionados cinco idosos residentes em Araçatuba/SP/Brasil. Utilizou-se entrevista semi-estruturada e diário de campo para coletar os dados. Para procedermos à análise dos dados, escolhemos a técnica de análise de conteúdo categorial. Os resultados mostraram que a dificuldade na mastigação e a perda da capacidade de saborear os alimentos foram citadas como problemas enfrentados pelos idosos. A ausência de dentes está intimamente ligada à insatisfação estética e é determinante para desencadear estímulos negativos na auto-estima dos indivíduos com repercussão nas relações sociais. A falta de entendimento das doenças que ocorrem na boca, como a cárie dentária e doença periodontal contribuem para a manutenção da crença que perda dentária está relacionada ao envelhecimento


Assuntos
Masculino , Feminino , Idoso , Humanos , Assistência Odontológica para Idosos , Odontologia Geriátrica , Saúde Bucal , Dinâmica Populacional , Perda de Dente
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA