Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 5 de 5
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
Odonto (Säo Bernardo do Campo) ; 18(36): 7-16, jul.-dez. 2010.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-578094

RESUMO

Objetivo: analisar o conhecimento sobre odontologia do trabalho dos profissionais integrantes da saúde ocupacional em empresas no ano de 2005. Metodologia: realizou-se um estudo transversal com os profissionais da saúde ocupacional de empresas de diferentes ramos de atividades, na grande região de Goiânia- GO/Anápolis-GO/Palmas–TO. Dez questões de múltipla escolha foram aplicadas, por meio de uma amostragem estratificada por ramo de atividade, a 88 empresas. Resultados: em relação ao cargo dos profissionais, os técnicos de segurança do trabalho corresponderam a 54,72% (n=29), seguido pelos engenheiros de segurança do trabalho com 20,75% (n=11). Com relação à existência de doenças ocupacionais que acometem os trabalhadores das empresas, 66,04% dos profissionais afirmaram não existir nenhuma ocorrência nas empresas. Em se tratando do interesse da empresa em relação à saúde bucal dos seus trabalhadores, 79,25% (n=42) dos profissionais responderam positivamente quanto a esse interesse. Apenas 22,64% dos profissionais disseram ter conhecimento a respeito da especialidade Odontologia do Trabalho. Conclusão: os dados do presente estudo evidenciam que os profissionais integrantes da saúde ocupacional pouco conhecem sobre Odontologia do Trabalho e necessita ser valorizada a atenção à saúde bucal dos trabalhadores nas empresas.


Aim: the purpose of this study was to analyze labor dentistry knowledge from occupational health professional in the companies, in the year 2005. Methodology: a cross sectional study was carried out involving occupational health professional of different branches of activities in the companies, from great area of Goiânia-GO/Anápolis-GO/Palmas-TO. A questionnaire of multiple choices with ten questions was applied through a sampling stratified by activity branch, to 88 companies. Results: in relation to the professionals’ position, the work safety technicians corresponded to 54.72% (n=29), following for the work safety engineers with 20.75% (n=11). Regarding the existence of workers’ occupational diseases, 66.04% of the professionals affirmed any occurrence not to exist among the employees. Treating of the company interest in relation to employees’ buccal health, 79.25(n=42) of the professionals answered positively as for that interest. Only 22.64% of the professionals answered to have knowledge regarding the specialty labor dentistry. Conclusion: the present study evidences that the few professionals know on labor dentistry and they need to value the given attention the workers’ buccal health in the companies.


Assuntos
Humanos , Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde , Pessoal de Saúde , Saúde do Trabalhador , Odontologia do Trabalho/estatística & dados numéricos , Absenteísmo , Distribuição de Qui-Quadrado , Estudos Transversais , Indústrias , Serviços de Saúde do Trabalhador , Inquéritos e Questionários
2.
RFO UPF ; 7(2): 43-46, jul.-dez. 2002. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-404327

RESUMO

Neste trabalho, foram analisadas as condições periodontais e as necessidades de tratamento de uma amostra por conveniência de 219 trabalhadores da indústria da cidade de Passo Fundo-RS, com idades entre 15 e 64 anos, submetidos a um exame clínico que priorizou a higiene oral e a condição periodontal. Para esta análise, foi utilizado o índice CPITN, desenvolvido pela FDI/OMS, 1978. Na análise dos resultados obtidos, consdierando-se o número e o percentual de trabalhadores da indústria sadios e dos com doença peridontal, segundo o CPITN, houve maior prevalência de sangramento à sondagem (22,52 por cento) e cálculo (39,95 por cento) - códigos 1 e 2, respectivamente. Dentes hígidos (código 0) e bolsa moderadas (código 3) apresentaram números estatísticos quase semelhantes (14,15 por cento e 14,76 por cento, respectivamente) ao passo que a manor prevalência foi a de bolsas profundas (código 4), com um total de 8,59 por cento. Isso evidencia a maior prevalência de doença periodontal inflamatória em relação a doença destrutiva, demonstrando que o clínico geral pode dar resposta à maior parte das necessidades de tratamento


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Indústrias , Doenças Periodontais , Índice Periodontal , Bolsa Periodontal , Categorias de Trabalhadores
3.
Rev. Assoc. Paul. Cir. Dent ; 45(5): 593-6, set.-out. 1991.
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-211126

RESUMO

Os autores analisam o comportamento dos pacientes frente aos usos e costumes da higiene bucal. Isto foi feito segundo uma pesquisa-de-campo, onde foram distribuídos 1200 questionários. Após o preenchimento, devoluçäo e eliminaçäo dos incompletos e/ou rasurados, foram tabulados 843 para a discussäo do assunto, numa seqüência de artigos. Neste trabalho, o autor analisa o comportamento dos pacientes frente aos usos e costumes da higiene bucal, abragendo as áreas das escovas dentais, das campanhas de saúde bucal, assim como a atuaçäo das indústrias no setor


Assuntos
Dispositivos para o Cuidado Bucal Domiciliar , Higiene Bucal , Promoção da Saúde , Indústrias , Motivação , Propaganda
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA